Calane da Silva - a paixão pela palavra

Raúl Alves Calane da Silva - foto: (...)
Raúl Alves Calane da Silva, mas mais conhecido por Calane da Silva (Maputo, 20 de Outubro de 1945), poeta, escritor e jornalista. Anos, muitos dos quais dedicados à vida das artes e das letras.
Licenciado em ensino de língua portuguesa pela Faculdade de Línguas da Universidade Pedagógica de Maputo, Mestre e Doutorado em linguística portuguesa, vertente lexicologia, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
Começou a fazer jornalismo em 1969, tendo atingido o topo de carreira em 1991, tendo sido, durante a sua vida profissional, redator e editor-chefe dos principais órgãos de informação em Moçambique.
Foi co-fundador e Chefe de Redação da Revista Tempo, Chefe de Redação do matutino Notícias, do semanário Domingo, publicados em Maputo, e ainda Diretor de Informação e Administrador da Televisão de Moçambique. Foi também Delegado-Adjunto da Agência Lusa e correspondente, em Moçambique, do Jornal Notícias, do Porto, Portugal.Foi professor na Escola de Jornalismo, em Maputo, e da Escola Portuguesa de Moçambique.Foi monitor-finalista de literatura portuguesa e brasileira e é, neste momento, professor de literaturas africanas em língua portuguesa e de didática da literatura na Universidade Pedagógica, em Maputo.
Mas não é só. Calane da Silva é muito mais. Ocupou, ocupa e dedica-se a diversas outras atividades: É Diretor do Centro Cultural-Brasil-Moçambique. É membro fundador da Associação dos Escritores de Moçambique e membro também do Instituto Internacional da Língua Portuguesa, um órgão da CPLP.
Calane da Silva participou em diversos congressos, conferências, seminários e publicou vários livros, várias obras literárias e acadêmicas de investigação. Prefaciou inúmeras obras de escritores moçambicanos e textos de apresentação de obras de artes plásticas de artistas nacionais e estrangeiros.
:: Fonte: Voa Português/ voz da américa (acessado em 12.9.2015).


Dádiva de palavra
Deram-me água e fogo 
            para fazer vida. 
Deram-me a palavra  
              para construir o sonho
- Calane da Silva, em "Lírica do imponderável e outros poemas do ser e do estar". Maputo: Imprensa Universitária, 2004.


Raúl Alves Calane da Silva - foto: (...)

PRÊMIO
2010 - Prémio José Craveirinha, da Associação Moçambicana dos Escritores e pela Hidroeléctrica de Cahora Bassa, pela contribuição para o desenvolvimento das artes e letras do nosso país.


“ (…) Aprendi que a palavra, o tal Verbo, é, afinal, o Ser, a palavra Ser, que é Amor dentro de cada um de nós, onde cabe o todo poderoso “Posso”, acção criativa e criadora, autêntica palavra-milagre, que nos faz desapegar do ego, da mente egóica, que permite ultrapassar todos os obstáculos e que nos liberta dos liames egóicos e que, por isso, pode e é também Luz curadora. (…) “
- Calane da Silva, em "Gotas de Sol: a manifestação da palavra".

Raúl Alves Calane da Silva - foto: (...)
OBRAS DE CALANE DA SILVA
Poesia
:: Dos meninos da Malanga. Maputo: Cadernos Tempo, 1982.
:: Lírica do Imponderável e outros poemas do ser e do estar. Maputo: Imprensa Universitária, 2004.

Conto
:: Xicandarinha na lenha do mundo. [Capa de Chichorro]. Colecção Karingana. Maputo: Associação dos Escritores Moçambicanos, 1988. 

Romance
:: Nyembêtu ou as Cores da Lágrima. Romance. Lisboa: Texto Editores. 2008.

Infantil (poesia e prosa)
:: Gotas de Sol: a manifestação da palavra. Maputo: Associação dos Escritores Moçambicanos, 2006.
:: Pomar e Machamba ou Palavras. Maputo: Imprensa Universitária, 2009.
:: O João à procura da palavra poesia. Maputo: Imprensa Universitária, 2009.

Tese
Raúl Alves Calane da Silva - foto: (...)
:: Do léxico à possibilidade de campos isotópicos literários.  (Tese Doutorado em Linguística). Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2009. Disponível no link. (acessado em 13.9.2015).

Ensaio
:: Olhar Moçambique. Maputo: Centro de Formação Fotográfica, 1994.
:: Gil Vicente: folgazão racista? (O riso e o preconceito racial no retrato de algumas minorias na obra vicentina). Maputo: Imprensa Universitária, 2002.
:: A Pedagogia do Léxico: O Estiloso Craveirinha. As escolhas leixicais bantus, os neologismos luso-rongas e a sua função estilística e estético-nacionalista nas obras Xigubo e Karingana wa Karingana. Maputo: Imprensa Universitária, 2002.
:: Tão bem palavra: estudos de linguística sobre o português em Moçambique com ênfase na interferência das línguas banto no português e do português no banto. Maputo: Imprensa Universitária, 2003.

Co-autoria
:: Ao mata bicho: textos publicados no semanário “O brado Africano”. [textos de António rui de Noronha, António Sopa, Calane da Silva, Olga Iglésias Neves]. Lisboa: Texto Editores, 2006.

Antologia (participação)
:: Nunca mais é sábado: antologia de poesia moçambicana. [organização e prefácio Nelson Saúte; revisão tipográfica Álvaro B. Marques; gravuras Miguel César].  Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2004, 426p.
:: A arqueologia da palavra e a anatomia da língua. [organização Amosse Mucavele]. Maputo: Revista Literatas, 2013. Disponível no link. (acessado em 12.9.2015).


Abro-me
E quando simplesmente
me liberto
há algo indefinido
- a solidão da minha liberdade...
- Calane da Silva, em "Lírica do imponderável e outros poemas do ser e do estar". Maputo: Imprensa Universitária, 2004.

Raúl Alves Calane da Silva - foto: Jay Garrido
FORTUNA CRÍTICA DE CALANE DA SILVA
ABREU, Filomena. Calane da Silva - "deram-me a palavra para construir o sonho". [entrevista]. Villas e Golfe. Disponível no link. (acessado em 15.9.2015).
BOSSONG, G.; DÖHLA, Hans-Jörgen; MONTERO-MUÑOZ, Raquel. Lenguas em diálogo: el iberromance y su diversidad lingüística y literaria. Iberroamericana Editorial, 2008.
CHAVES, Rita de Cássia Natal. Angola e Moçambique: experiência colonial e territórios literários. São Paulo: Ateliê Editorial, 2005.
FLORY, Sueli Fadul Villiboi; MACEDO, Tania; MAQUÊA, Vera; SANTILLI, Maria Aparecida. Literaturas de Língua Portuguesa. São Paulo: Arte & Ciência, 2007.
GAZETA. Dos meninos da Malanga - tajectória política de um escritor. Tempo Cultural, Gazeta. Disponível no link. (acessado em 13.9.2015).
KOOTENAAR, N.; MEYER, B.. Nouveaux visages de la litteráture Africaine. Rodopi, 2009.
LABAN, Michel. Écrivains et pouvoir politique au Mozambique après l'indépendence. in Lusotopie 1995: transitions libérales em Afrique lusophone. Kathala Editions, 1995.
MAIER, Karl. Conspicuous destruction: war, famine and the reform process in Mozambique. Human Rights Watch, 1992.
MEDINA, Cremilda. Povo e personagem. Editora da ULBRA, 1996.
MEDINA, Cremilda. A arte de tecer o presente: narrativa e cotidiano. São Paulo: Summus Editorial, 2003.
OWONMOYELA, Oyenkan. A history of twentieth-century African literatures. University of Nebrasca Press, 1993.
SILVA, Calane da. Xicandarinha na lenha do mundo (conto). in: Contos de Aula, 11.5.2009. Disponível no link. (acessado em 13.9.2015).
SILVA, Manoel de Souza. Do alheio ao próprio: a poesia em Moçambique. São Paulo: EDUSP, 1996.

Um tempo
  à Fernanda Angius, um improviso
             para 16 de outubro

No gesto
   cumpre-se
   um tempo
palavra sôfrega
     de futuros.

No amor
    aniversariza-se
     o sentimento
rompendo
      Os nossos muros.
- Calane da Silva, em "Lírica do imponderável e outros poemas do ser e do estar". Maputo: Imprensa Universitária, 2004.


Raúl Alves Calane da Silva - foto: (...)
AFRICA EM PAUTA 
:: África em Pauta - memória, história, arte  

ESCRITORES AFRICANOS NESTE SITE
:: Alda Espírito Santo (São Tomé e Príncipe)
:: Amélia Dalomba (Angola)
:: Amílcar Cabral (Guiné-Bissau)
:: Ana Paula Tavares (Angola)
:: António Agostinho Neto (Angola)
:: António Mendes Cardoso (Angola)
:: Fernando Costa Andrade (Angola)
:: Fernando Leite Couto (Moçambique)
:: João Maimona (Angola)
:: José Craveirinha (Moçambique)
:: José Eduardo Agualusa (Angola)
:: José Luandino Vieira (Angola)
:: Mia Couto /+ fortuna crítica+  Poemas (Moçambique)
:: Noémia de Sousa (Moçambique)
:: Ondjaki (Angola)
:: Orlanda Amarílis (Cabo Verde)
:: Paulina Chiziane (Moçambique)
:: Pepetela (Angola)

:: Raúl Alves Calane da Silva (Moçambique)
:: Ruy Duarte de Carvalho (Angola) 


"Apaixonei-me definitivamente pela palavra, essa nota musical do criador em nós."
- Calane da Silva, em 'ABREU, Filomena. Calane da Silva - deram-me a palavra para construir o sonho'. [entrevista]. Villas e Golfe/Mozambique.


Raúl Alves Calane da Silva - foto: (...)
REFERÊNCIAS E OUTRAS FONTES DE PESQUISA
:: Cátedra de Português/ Instituto Camões e Univ. Eduardo Mondlane Moçambique.

© Direitos reservados ao autor/ou aos seus herdeiros

© Pesquisa, seleção e organização: Elfi Kürten Fenske

=== === ===
Trabalhos sobre o autor:
Caso, você tenha algum trabalho não citado e queira que ele seja incluído - exemplo: livro, tese, dissertação, ensaio, artigo - envie os dados para o nosso "e-mail de contato", para que possamos incluir as referências do seu trabalho nesta pagina. 

Conteúdo, textos, fotos, caricaturas, charges, imagens e afins
:: Sem identificação: nos ajude a identificar o autor, fontes e afins.
:: Autor(a): caso não concorde com a utilização do seu trabalho entre em contato.

Como citar:
FENSKE, Elfi Kürten (pesquisa, seleção e organização). Calane da Silva - a paixão pela palavra. Templo Cultural Delfos, setembro/2015. Disponível no link. (acessado em .../.../...).
____
** Página atualizada em 13.9.2015.



Licença de uso: O conteúdo deste site, vedado ao seu uso comercial, poderá ser reproduzido desde que citada a fonte, excetuando os casos especificados em contrário. 
Direitos Reservados © 2016 Templo Cultural Delfos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos a visita. Deixe seu comentário!