Mia Couto - fortuna crítica

Mia Couto nos arredores de Maputo - foto: Acervo Espresso/pt.
"Os outros passam a escrita a limpo,
Eu passo a escrita a sujo.
Como os rios que se lavam em encardidas águas.
Os outros tem caligrafia, eu tenho sotaque.
O sotaque da terra."
- Mia Couto, em "O outro pé da sereia". Lisboa: Editorial Caminho, 2006. 


"Nesse outro tempo, o seu livro era o chão imenso por aí afora.
Quem lhe virava as páginas eram as estações do ano."
- Mia Couto, em "O outro pé da sereia". Lisboa: Editorial Caminho, 2006.


"Sonhar na língua materna lhe devolveu, por sua vez, um sentimento de tranquilidade que fazia tempo deixara de experimentar."
- Mia Couto, em "O outro pé da sereia". Lisboa: Editorial Caminho, 2006. 


A presente fortuna crítica de Mia Couto é composta do mais amplo levantamento sobre estudos da obra do autor, no Brasil e no mundo. São produções acadêmicas (teses, dissertações, monografias, livros, ensaios e artigos). Alguns trabalhos podem ser acessados online, estão disponíveis em diversos bancos de dados de universidades e centros de pesquisa, observe a indicação ao longo da bibliografia. Essa fortuna crítica foi originalmente publicada em "Mia Couto - o afinador de silêncios" neste site, em novembro de 2012. 


A FORTUNA CRÍTICA DE MIA COUTO
[Bibliografia sobre Mia Couto: livros, trabalhos acadêmicos - teses, dissertações, artigos e ensaios, muitos deles com links para acesso online]
Mia Couto - foto: (...)
ABDALA JR., Benjamin; MACEDO, T. C.; SILVA, Agnaldo Rodrigues; MAQUÊA, Vera. . A tradução do impossível: Milton Hatoum e Mia Couto. In: Agnaldo Rodrigues da Silva. (Org.). Diálogos críticos: literatura, comparativismo e ensino. Diálogos críticos: literatura, comparativismo e ensino. 1ª ed., Cotia-SP, Cáceres-MT: Atelie Editorial, UNEMAT Editora, 2008, v. 29, p. 145-178.
ABREU, Wagner Coriolano de. A poesia no romance de Mia Couto. Crítica Cultural (Critic), Palhoça, SC, v. 6, n. 2, p. 441-450, jul./dez. 2011. Disponível online.(acessado 4.11.2012).
AFONSO, Maria Fernanda. O último voo do flamingo: une poétique de la réinvention chez Mia Couto. Plural Pluriel Revue des cultures de langue portugaise, nº 6, set./2010. Disponível no online. (acessado em 8.5.2014).
AGUIAR, Fátima Catarina Santos de. Um olhar sobre a identidade moçambicana: estudo do romance A varanda do frangipani, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Centro Universitário Ritter dos Reis, 2009. Disponível online. (acessado em 3.5.2015).
ALMEIDA, Ana Clara Teixeira Leão. Fantasia e ancestralidade: as vias da metáfora em Terra Sonâmbula, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Literatura e Diversidade Cultural). Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, 2014.
ALMEIDA, F. G.; SILVA, Luciana Morais da. Irrupções do real-maravilhoso em narrativas literária e fílmica: A varanda do frangipani, do escritor moçambicano Mia Couto, e O labirinto do fauno, do cineasta mexicano Guillermo Del Toro. Revista e-scrita: revista do curso de Letras da UNIABEU, v. 3, p. 62-75, 2012.
ALÓS, Anselmo Peres. O narrador oblíquo de Mia Couto: Venenos de Deus, Remédios do Diabo. Revista África e Africanidades - Ano 2 - n. 8, fev. 2010. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
ALVES, Nanci do Carmo. As insólitas construções que soem acontecer na narrativa de Mia Couto: Chuva pasmada e mar me quer como exemplo. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2013.
ANDRADE, Júlia Parreira Zuza. Mia Couto e Luandino Vieira: a ficção de fronteira nas obras para o público infantojuvenil. (Dissertação Mestrado em Literatura de Língua Portuguesa: Investigação e Ensino). Universidade de Coimbra, UC, Portugal, 2014.
ANDRADE, Júlia Parreira Zuza. As águas que margeiam a história e a estória: uma análise sobre o pós-colonial e a infância na obra A chuva pasmada de Mia Couto.. Abril (Niterói), v. 6, p. 69-79, 2014.
ANDRADE, Júlia Parreira Zuza. O fenômeno crossover fiction e as obras editadas para crianças e jovens de Mia Couto e Luandino Vieira: uma discussão sobre o público leitor. Revista Impossibilia, v. 8, p. 86-103, 2014.
ANTIQUEIRA FILHO, Andre. Escrita do EU em Terra Sonambula, de Mia Couto e Memórias do Cárcere de Graciliano Ramos. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC/GO, 2013.
BACH, Carlos Batista. Sonhos de Esperança em uma Terra Sonâmbula. In: Revista eletrônica de crítica e teoria de literaturas. Dossiê: literatura, oralidade e memória PPGLET-UFRGS – Porto Alegre – Vol. 4 N. 1 – jan/jun, 2008.
BARBOSA, Lilian; GONÇALVES NETO, Nefatalin. Da impermanência: a questão da identidade em Mia Couto e João Ubaldo Ribeiro. In: Ester Myriam Rojas Osório. (Org.). A poética sociológica do círculo de Bakhtin e os estudos culturais. 1ª ed., São Carlos: Pedro e João Editores, 2012, v. 1, p. 32-42.
BARROS, Raimundo Nonato Oliveira. MACHADO, M. N. M.. Poder marginal: o discurso da equidade e desigualdade sociais em O Último Voo do Flamingo, de Mia Couto. In: Anais do III Simpósio Internacional sobre análise do discurso, Belo Horizonte, 2008. v. 1. p. 1-14.
BASEIO, Maria Auxiliadora Fontana. O sagrado em Mia Couto e Manoel e Barros. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
BELO, Juliana Morais. Terra Sonâmbula, de Mia Couto: uma leitura da paisagem e da memória. DELER|UFMA, Revista Littera, v. 1, nº 1, jan – jul 2010. Disponível online. (acessado 4.11.2012)
BIAZETTO, Flavia Cristina Bandeca. A ironia em crônicas de Mia couto e Antônio Lobo Antunes. In: I Encontro paulista de Professores de Literatura Portuguesa, 2008, São Paulo. História Memória e perspectivas. São Paulo: Palavra chave- comunicação e informática, 2008. v. 1. p. 155-161.
BIAZETTO, Flavia Cristina Bandeca. Histórias de Guerra: uma leitura de crônicas de António Lobo Antunes e Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2009. 
BIDINOTO, Alcione Manzoni. História e mito em Cada homem é uma raça, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil, 2004. Disponível online. (acessado 7.7.2013).
BIDINOTO, Alcione Manzoni. O caráter ambivalente da ficção de Mia Couto em Cada homem é uma raça. Fragmentum (UFSM), Santa Maria, v. 1, n.8, p. 9-21, 2004.
BIDINOTO, Alcione Manzoni. Paralém: o espaço mítico em um conto de Mia Couto. In: XIX Encontro Brasileiro de Professores de Literatura Portuguesa: Imaginário - o não-espaço do real. Imaginário - o não-espaço do real - anais 2003. Curitiba: Midia Curitibana, 2003. p. 20-25.
BIDINOTO, Alcione Manzoni. Transfigurações do real e metamorfoses da linguagem: o insólito em Mia Couto. Expressão (Santa Maria), Santa Maria - RS, v. 1, p. 107-113, 2005.
BONIS, Maria Luisa Rangel de. Contos africanos de países de língua portuguesa, de Luandino Vieira, Ondjaki, Mia Couto, et alli (coord. editorial). São Paulo: Editora Ática, 2008.
BORELA, Rosangela Gomes. Espacialidade e temporalidade da ficção estética e identitária cultural em O outro pé da sereia, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, 2015. 
BORGES, Gecilmar Pereira. Caminhos minados - Uma poética da terra no romance O Último voo do Flamingo de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil, 2012. Disponível online. (acessado em 15.2.2015).
BRATKOWSKI, Bianca Rodrigues. Memórias disfarçadas: a configuração da identidade em Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 2013. Disponível online. (acessado em 2.5.2015).
BRINCHER, Sandro Henrique. Pura mistura: alteridentidades calibanescas em O Outro Pé da Sereia, de Mia Couto. (Dissertação Mestradoem Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2013. Disponível online. (acessado em 3.5.2015).
BRITO, Daniela de. Em viagem: o processo de composição de romances de Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, 2014.
BRITO, Daniela de.; PITERI, Sônia Helena de O. Raymundo. Viagem em terra interior: antes de nascer o mundo, de Mia Couto. Maringá-PR, 9, 10 e 11 de junho de 2010 – ANAIS 1º CIELLI - Colóquio Internacional de Estudos Lingüísticos e Literários e 4º CELLI - Colóquio de Estudos Lingüísticos e Literários. Disponível online. (acessado 4.11.2012)
BRUGIONI, Elena. Mia Couto, o contador de estórias, ou a travessia de interpretação da tradição. (Tese Doutorado em Ciências da Literatura), Universidade do Minho, UMINHO, Portugal, 2009. Disponível online. (acessado em 3.5.2015).
BRUGIONI, Elena. Mia Couto, poeta de Raiz de Orvalho. Configurações poéticas e lugares pós-coloniais. Teia literária, v. 2, p. 49-64, 2008.
BRUGIONI, Elena. Uma Conversa com Mia Couto. In: Brugioni, E.; Passos, J.; Sarabando, A.; Silva, MM.. (Org.). Áfricas Contemporâneas I Contemporary Africas. Áfricas Contemporâneas I Contemporary Africas. Vila Nova de Famalicão: Húmus, 2010, v. , p. 143-152.
CALADO, Ednara Félix Nunes. A performance das vozes moçambicanas em dois contos das"Estórias abensonhada de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Lingüística). Universidade Federal da Paraíba, UFPB, 2009. Disponível online. (acessado em 3.5.2015).
CAMPOS, Josilene Silva. A reconfiguração da identidade nacional moçambicana representada nos romances de Mia Couto. Revista África e Africanidades, v. I, p. 1-19, 2010. Disponível online. (acessado 4.11.2012)
CAMPOS, Josilene Silva. As representações da Guerra Civil e a Construção da Nação Moçambicana nos Romances de Mia Couto (1992-2000). (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil, 2009.
CAMPOS, Josilene Silva. Murmúrios e sonambulismo em terras moçambicanas. In: Revista África e Africanidades - Ano I - nº. 2 - Agosto/2008.
Mia Couto - foto: (...)
CANTARELA, Antonio Geraldo. A voz reinventada da tradição: ritos iniciáticos na obra de Mia Couto. Horizonte, Belo Horizonte, v. 10, n. 25, p. 136-156, jan./mar. 2012. Disponível online.(acessado 4.11.2012).
CANTARELA, Antonio Geraldo. O caçador de ausências: o sagrado em Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, Brasil, 2010.
CANTARELA, Antonio Geraldo. Teopoesia: figurações do político e do sagrado na obra de Mia Couto. In: XII Simpósio da ABHR (Associação Brasileira de História das Religiões), 2011, Juiz de Fora, MG. Anais dos Simpósios da ABHR, 2011. v. 12. p. 5-26.
CANTARIN, Márcio Matiassi.  A luta que o mágico oculta: uma leitura de O embondeiro que sonhava pássaros, de Mia Couto. Encontros (Santa Cruz do Rio Pardo), Santa Cruz do Rio Pardo - SP, v. único, p. 24-34, 2003.
CANTARIN, Márcio Matiassi.  Propondo um gênero para o pós-patriarcado: uma leitura de Joãotónio, no enquanto, de Mia Couto. Encontros (Santa Cruz do Rio Pardo), Santa Cruz do Rio Pardo, v. 6, p. 63-76, 2005.
CANTARIN, Márcio Matiassi. A interconexão entre a dominação da mulher e da natureza na obra de Mia Couto: uma visão ecofeminista. In: XIII Seminário Nacional e IV Seminário Internacional Mulher e Literatura, 2009, Natal. Anais do XIII Seminário Nacional e IV Seminário Internacional Mulher e Literatura - Memórias, Representações, Trajetórias, 2009.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Feminismo e pós-colonialismo: um encontro de leituras na obra de Mia Couto. In: XVII Seminário do CELLIP, 2005, Guarapuava - PR. Anais do XVII Seminário do CELLIP, 2005.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Mia Couto e o ecofeminismo: por novos modos de ser e estar no mundo. In: I Colóquio Internacional de Estudos Lingüísticos e Literários - CIELLI, 2010, Maringá. Anais do I CIELLI. MAringá: UEM, 2010.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Mia Couto: Beligerâncias e Transgressões na Fronteira dos Gêneros. Terra Roxa e outras terras - Revista de Estudos Literários. v. 18, p. 89-99, out. 2010. Disponível online. (acessado 4.11.2012)
CANTARIN, Márcio Matiassi. Mia Couto: personagens em tour pela 'zona selvagem'. In: BOTOSO, Altamir; DOCA, Heloisa Helou. (Org.). Estudos de Literatura Africana Contemporânea. Estudos de Literatura Africana Contemporânea. 1ª ed. Bauru: Canal 6 Editora, 2012, v. , p. 13-42.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Mia Couto: por uma nova identidade de gênero; por uma nova identificação do humano. In: Seminário Fazendo Gênero 9, 2010, Florianópolis. Anais do Fazendo Gênero 9. Florianópolis: UFSC, 2010. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
CANTARIN, Márcio Matiassi. O negro em seu devido lugar: uma leitura de "O embondeiro que sonhava pássaros", de Mia Couto. Revista Língua & Literatura (Impresso), v. 18, p. 145-155, 2010.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Por uma nova arrumação do mundo - a obra de Mia Couto em seus pressupostos ecosóficos (no prelo). 1ª. ed., São Paulo: UNESP / Cultura Acadêmica, 2012.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Por uma nova arrumação do mundo: a obra de Mia Couto em seus pressupostos ecosóficos. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil., 2011.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Retorno à seiva e totalidade das coisas: holismo e animismo na obra de Mia Couto (no prelo). In: II Jornadas internacionales sobre medio ambiente y lenguajes, 2011, Córdoba. Anais II EcoLenguas. Córdoba: UNC, 2011.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Uma antiga identificação para uma ulterior identidade: Mia Couto e a emergência de um novo paradigma civilizacional. In: Fernando Moreira; Orquídea Ribeiro. (Org.). Encontros com África - Moçambique. Encontros com África - Moçambique. Vila Real: CEL - UTAD, 2011, v. , p. 55-74.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Uma antiga identificação para uma ulterior identidade: Mia Couto e a emergência de um novo paradigma civilizacional (no prelo). In: Encontros com África II - Moçambique, 2011, Vila Real - Portugal. Anais do Seminário Encontros com África II - Moçambique. Vila Real: UTAD, 2011.
CANTARIN, Márcio Matiassi. Uma voz vacilante: ponderações sobre o narrador de Joãotónio, no enquanto e A Princesa Russa, de Mia Couto (No Prelo). In: XVII Seminário do CELLIP, 2007, Ponta Grossa. Anais do XVII Seminário do CELLIP, 2007.
CARMO, Joana D'Arc Santos de Oliveira do. Vinte e Zinco, de Mia Couto: mito e maravilhoso na construção da identidade nacional moçambicana. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil, 2011.
CARVALHO, José João de. A formação de palavras na Língua Portuguesa: um estudo da fusão vocabular na obra de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil, 2008.
CARVALHO, José João de. A formação de palavras na Língua Portuguesa: um estudo da fusão vocabular na obra de Mia Couto. 1ª ed., Rio de Janeiro: Papel Virtual, 2009. v. 1. 135p.
CARVALHO, Silvania Capua. Narrativas da Ancestralidade Moçambicana: o mito feminino das águas em "O outro pé da sereia" de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Literatura e Diversidade Cultural). Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil, 2011.
CARVALHO, Wilma Avelino de. O hibridismo cultural em Guimarães Rosa e Mia Couto. Desenredos, Teresina, v. 4, n. 15, p. 1-9, out./ dez. 2012. Disponível no online. (acessado em 15.4.2014).
CARVALHO, Wilma Avelino de. O realismo mágico em Mia Couto: uma visão ocidental sobre o romance Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Piauí, UFPI, 2013. 
CARVALHO, Wilma Avelino de. A construção da identidade moçambicana no conto Os mastros do paralém , de Mia Couto. In: IX Encontro Interdisciplinar de Estudos Literários, 2013, Fortaleza. Amor, morte, origens e identidades na Literatura Anais do IX Encontro Interdisciplinar de Estudos Literários: - IX EIEL. Fortaleza: Imprensa Universitária UFC, 2013. v. único. p. 651-663.
CARVALHO, Wilma Avelino de. A memória em Terra Sonâmbula de Mia Couto. In: XIX Congresso da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos/ I Simpósio Luso-Brasileiro de Estudos Clássicos, 2013, Brasília. XIX Congresso da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos: O Futuro do Passado, 2013. p. 27-28.
CASTRO, Andrea Trench de. A memória e a escrita em Mia Couto e Graciliano Ramos: das fulgurações da utopia à visão trágica da realidade. Nau Literária: crítica e teoria de literaturas • seer.ufrgs.br/NauLiteraria • PPG-LET-UFRGS • Porto Alegre • Vol. 7 N. 2 • jul/dez 2011. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
CASTRO, Renata de Cabral e.. O tempo é minha casa. Uma leitura das obras Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, de Mia Couto, e Rio dos Bons Sinais, de Nelson Saúte. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, 2013. Disponível online. (acessado em 3.5.2015).
CAVACAS, Fernanda Maria Correia Lisboa de Almeida. (Org.); CHAVES, Rita (Org.); MACÊDO (Org.). Mia Couto: o desejo de contar e de inventar. Maputo: Ndjira, 2010. v. 01. 486p.
CAVACAS, Fernanda Maria Correia Lisboa de Almeida. Mia Couto: brincriação vocabular. Lisboa: Mar Além / Instituto Camões, 1999. v. 1. 302p.
CAVACAS, Fernanda Maria Correia Lisboa de Almeida. Mia couto: pensatempos e improvérbios. Lisboa: Mar além/ Instituto Camões, 2000. v. 1. 160p .
CAVACAS, Fernanda Maria Correia Lisboa de Almeida. Mia Couto: um moçambicano que diz Moçambique em português. (Tese Doutorado em Literaturas Africanas de Língua Portuguesa). Universidade Nova de Lisboa, U.Nova de Lisboa, Portugal, 2003.
CAVACAS, Fernanda Maria Correia Lisboa de Almeida. O desejo de esquecer. In: CAVACAS, Fernanda; CHAVES, Rita; MACÊDO; Tania. (Org.). Mia Couto: o desejo de contar e de inventar. Mia Couto: o desejo de contar e de inventar. 1ª ed., Maputo: Ndjira, 2010, v. 1, p. 71-85.
CEREZER, Marcia Cristina. A representação do estrangeiro nas obras O Último Voo do Flamingo e O Outro Pé da Sereia, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de Passo Fundo, UPF, Brasil, 2010. Disponível online. (acessado em 4.5.2015).
CHABAL, Patrick. Vozes Moçambicanas. Vega: Lisboa, 1994.
CHAGAS, Silvania Nubia. Brasil e Moçambique: Guimarães Rosa e Mia Couto, olhares que se bifurcam. In: II Encontro de Professores de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. São Paulo: Quéops Design S/C Ltda, 2003.
CHAGAS, Silvania Nubia. Brasil e Moçambique: Guimarães Rosa e Mia Couto, olhares que se bifurcam. In: Congresso Internacional de Literaturas Africanas (Cinco Povos Cinco Nações), 2003, Coimbra. Estudos de Literaturas Africanas Cinco Povos Cinco Nações. Lisboa: Novo Imbondeiro Editores, 2003. p. 790-798.
CHAGAS, Silvania Nubia. Identidades culturais: preservação e transitoriedade em Guimarães Rosa e Mia Couto. In: 16º Congresso de Leitura do Brasil, 2007, Campinas. No mundo há muitas armadilhas e é preciso quebrá-las, 2007. p. 107-108.
CHAGAS, Silvania Nubia. Nas fronteiras da memória: Guimarães Rosa e Mia Couto, olhares que se cruzam. (Tese Doutorado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2007. Disponível online. (acessado 4.12.2012).
CHAGAS, Silvania Nubia. Nas fronteiras da memória: Guimarães Rosa e Mia Couto, olhares qe se cruzam. 1ª. ed. Recife: EDUPE, 2011. v. 1. 204p.
COSTA, Daniela Aparecida da. Nélida Piñon, Teolinda Gersão e Mia Couto: experiência, memória e contar. In: Anais do XII Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-graduação em Estudos Literários e da VII Semana de Estudos Teatrais da UNESP - teatro, cinema e literatura: confluências", 2011.
COSTA, João Pedro Pinto da. Análise de Neologismos em Mia Couto: A Utilização da Derivação e o Caso Particular da Amálgama. eLingUp [Centro de Lingüística da Universidade do Porto, Portugal], Volume 2, Número 1, 2010. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
CRUZ, Carlos Eduardo Soares da. Uma estrela que atravessa o tempo: O outro pé da Sereia, de Mia Couto. SOLETRAS (UERJ), v. 15, p. 18, 2008.
DAVERNI, Rodrigo Ferreira. Mia Couto e a arquitetura da desconstrução. In: DAVERNI, R. F. In: MWEWA, C. Muleka; SÁ, Ana Lúcia; VAZ, Alexandre Fernandez (Orgs.). (Org.). O verso do anverso: teoria, crítica e literaturas africanas. O verso do anverso: teoria, crítica e literaturas africanas. 1ª ed., Nova Petrópolis-RS: Nova Harmonia, 2011, v., p. 95-120. Disponível online. (acessado em 4.2.2014).
DAVERNI, Rodrigo Ferreira. Um rio a correr entre duas mundividências: leituras do espaço em Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Estudos Literários). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, 2011. Disponível online. (acessado em 4.2.2014).
DINIZ, Érika Ribeiro. Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, de Mia Couto: Identidades em trânsito. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, 2008. Disponível online. (acessado 5.7.2013).
DUARTE, Lélia Parreira; MORAIS, Márcia Marques; MAQUÊA, Vera. A estranha mania de construir barcos: Guimarães Rosa e Mia Couto. In: Lélia Parreira Duarte et al.. (Org.). Veredas de Rosa III. Veredas de Rosa III. Belo Horizonte: CESPUC, 2007, v. 3, p. 773-780.
EGGER MOELLWALD, Branca Cabeda. A poiesis da nação em Mia Couto. Fragmentos de um olhar. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil, 2008. Disponível online. (acessado em 4.3.2015).
ENTREVISTAEntrevista com Mia Couto. Série Nova África, junho de 2009, São Paulo, SP. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
FEIL, Roselene Berbigeier. Moçambique (entre)laços poéticos: conversas e versos. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 2015. 
FEITOSA, Márcia Manir Miguel. Um olhar sobre Moçambique: a percepção da paisagem na literatura africana. O romance Terra Sonâmbula, de Mia Couto. In: ZANONI, Cláudio (org.).  Ciências Humanas em Revista. – São Luís: Edufma, 2008. (Anais do VIII - Encontro Humanístico).
FELINTO, Marilene. Mia Couto e o exercício da humildade. [Entrevista]. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
FERREIRA, Marcia Souto. Estratégias narrativas e identidades deslizantes em Venenos de Deus, remédios do Diabo, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, Brasil, 2011. Disponível online. (acessado em 4.5.2015).
Mia Couto - foto: (...)
FONSECA, Suziane Carla. Nas entrelinhas do espaço: o grotesco e o sagrado em Terra Sonâmbula, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil, 2010. Disponível online. (acessado em 3.1.2015).
FONSECA, Maria Nazaré Soares; CURY, Maria Zilda Ferreira. Mia Couto: espaços ficcionais. São Paulo: Autêntica, 2008.
FORNOS, José Luís Giovanoni. Amores marginais e hibridismo no conto de Mia Couto. [Ensaios]. Navegações, v. 4, n. 2, p. 232-238, jul./dez. 2011. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
FRAGA, Rosidelma. Mia Couto e Manoel de Barros: Uma efusão lírica e existencial nas figuras do Mendigo e Andarilho. Revista África e Africanidades – Ano 2 - n. 7 - Novembro. 2009. Disponível online. (Acessado 04.11.2012).
FREIRE, Hadassa dos Passos. A Busca da Identidade Nacional em O Último Voo do Flamingo, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras e Linguística). Universidade Federal de Goiás, UFG, 2014.
FREIRE, Hadassa dos Passos; DERING, Renato de Oliveira. Memória discursiva e os jogos de enunciação em O último voo do flamingo, de Mia Couto. In: Bruna Cunha; Renato Dering; Rodrigo Machado; Thaís Silva. (Org.). Vicissitudes literárias na criação da narrativa e no imaginário ficcional. 1ª ed., São Paulo: Livrobits, 2012, v. 1, p. 105-119.
FREIRE, Mally Teixeira. “Ocupar, Resistir, Construir e Morar”:Manguezal Berçário de Memórias. (Dissertação Mestrado em Letras). UFES, Vitória, 2010. Disponível online. (acessado 5.11.2012).
FRITZEN, Vanessa. Literatura, história e memória em 'O último voo do flamingo', de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, URI, 2013. Disponível online. (acessado em 24.4.2015).
FRITZEN, Vanessa. Da história para a literatura: as facetas do personagem Estêvão Jonas em 'O último voo do flamingo', de Mia Couto. Todas as Musas: Revista de Literatura e das Múltiplas Linguagens da Arte (Online), v. 1, p. 153-164, 2013.
FROEHLICH, Neila Salete Gheller. Entre a história e a tradição: guerra e renovação em Terra Sonâmbula, de Mia Couto. (Dissertação em Estudos Literários). Universidade do Estado de Mato Grosso, UNEMAT, Brasil, 2011. Disponível online. (acessado em 3.5.2015).
GÂNDARA, Paula. Das Varandas de Under The Frangipani, Mia Couto, Francisco Varela Et Al.  ABRIL - Revista do Núcleo de Estudos de Literatura Portuguesa e Africana da UFF, Vol. 4, n° 8, Abril de 2012. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
GARCIA, Flávio. Discurso fantásticos de Mia Couto – mergulho em narrativas curtas e média extensão em que se manifesta o insólito ficcional. (prefácio David Roas e apresentação Jane Fraga Tukian). Rio de Janeiro: Dialogarts editora, 2013, 96p.
GARCIA, Neiva Kampff. Uma reflexão sobre a relação simbólica entre a água e o tempo em contos de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil, 2011. Disponível online. (acessado em 3.5.2015).
GENCHI, Antonia. Guimarães Rosa e Mia Couto: proposta di un dialogo. (Tese Doutorado), Università del Salento, 2009.
GÓES, Letícia de Souza. Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra e Antes de nascer o mundo: uma leitura da experiência da vida nos percursos de Marianinho e Mwanito. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, 2013.
GOMES, Arnon de Miranda. Identidades em trânsito em romances e contos de Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, 2015. 
GOMES, Marcio dos Santos. Mito e Tradição em Mia Couto: Sobre o Resgate da Função do Conceito Clássico de Mito na Literatura Pós-Colonial Coutiana. Maringá-PR, 9, 10 e 11 de junho de 2010 – ANAIS 1º CIELLI - Colóquio Internacional de Estudos Lingüísticos e Literários e 4º CELLI - Colóquio de Estudos Lingüísticos e Literários. Disponível online. (Acessado 4.11.2012).
GUIMARÃES, Flávia Maia. Entre o receio da memória e o desejo da palavra: análise das obras O último vôo do flamingo e Um rio chamado tempo, uma casa chamada Terra, do escritor Mia Couto. (Tese Doutoramento em Teoria da Literatura). Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, 2009.
HALL, Stuart. Identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DPeA Editora, 2000.
HOLANDA, S. A. O.; TEIXEIRA, E. L. F.; ARAUJO, E. L.. A poética do conto em Guimarães Rosa e em Mia Couto. In: III Congresso Internacional de Estudos Linguísticos e Literários na Amazônia, 2011, Belém. Anais. Curitiba: CRV, 2011. v. 3. p. 980-986.
ISSUFO, Nádia. A infância de Mia Couto é uma inesgotável fonte de inspiração. Entrevista com Mia Couto (29 de Julho de 2011). Disponível  online. (acessado 4.11.2012)
JESUS, Shirley Maria de. Atropelada ou atropilada? A construção de narrativa de O último vôo do flamingo, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, Brasil, 2002.
JESUS, Shirley Maria de. Os jogos de enunciado e enunciação no prefácio do romance O último vôo do flamingo, de Mia Couto. Cadernos CESPUC de Pesquisa - PUC Minas, PUC Minas - BH/MG, v. 11, p. 152-168, 2001.
KOFFI, Koko Yvette Flora. A narração ficcional e o moderno conceito do absurdo: Machado de Assis e Mia Couto. (Dissertação Mestrado). Universidade de Cocody/Abidjan, 2010.
LARANJEIRA, Pires. Mia Couto: sonhador de verdades, inventor de lembranças. In: _____ Literaturas africanas de língua portuguesa. Lisboa: Unversidade Aberta, 1995. 
LARANJEIRA, Pires. Mia Couto e as literaturas africanas de língua portuguesa. Revista de Filologia Românica, no II, Anexos, 2001, p. 185-205. 
LEITE, Ana Mafalda. A sagração do profano: reflexões sobre a escrita de três autores moçambicanos: Mia Couto, Rui Knopli e José Craveirinha. In. Vértice, II / julho - agosto de 1993. Lisboa: Caminho. P. 324.
LEITE, Ana Mafalda. Oralidades e escritas nas literaturas africanas. Lisboa: Edições Colibri, 1998.
LÉRCO, Camila Cesário. A literatura e a concepção de identidade em algumas narrativas de Estórias Abensonhadas de Mia Couto e de Rio dos bons sinais de Nelson Saúte. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, 2013. Disponível online. (acessado em 21.4.2015).
LISBOA, Edimara. Prolongamentos da experiência de leitura: adaptações cinematográficas de obras literárias. REEL – Revista Eletrônica de Estudos Literários, Vitória, s. 2, ano 9, n. 12, 2013. Disponível online. (acessado em 21.12.2013).
LOPES, José de Sousa Miguel. Mia Couto no cinema: alguns apontamentos a partir da obra ficcional Terra Sonâmbula. Mulemba. Rio de Janeiro: UFRJ, V.1, n. 9, pp. 70- 83, jul./dez. 2013. Disponível online. (acessado em 21.12.2013).
MACHADO, Cristina Vasconcelos. A arquitetura de Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra e Las tinieblas de tu memoria negra: diálogos transterritoriializados. (Dissertação Mestrado em Letras: Estudos Literários). Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, 2013.
MACHADO, Cristina Vasconcelos. Construção da representatividade feminina na obra O fio das missangas de Mia Couto. in Anais do Simpósio Internacional Literatura, Crítica, Cultura V: Literatura e Política, realizado entre 24 e 26 de maio de 2011 pelo PPG Letras: Estudos Literários, na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Juiz de Fora. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
MAIA, Ludmila Guimarães. El imaginario fantástico e Mia Couto: espacios y símbolos. (Dissertação Mestrado em Estudios Literarios). Universidad Complutense de Madrid, UCM, Espanha, 2011.
MAIA, Ludmila Guimarães. El espacio y el individuo: identidad cultural e imaginario colectivo en la obra narrativa de João Guimarães Rosa y Mia Couto. (Tese Doutorado em Estudios Literarios). Universidad Complutense de Madrid, UCM, Espanha, 2015.
MALLET, Isabel Bellezia dos Santos. Mia Couto e a fábrica de um arquiteto de sonhos. Revista ContraPonto, v. 1, p. 217-225, 2011.
MATUSSE, Gilberto. A construção da imagem de moçambicanidade em José Craveirinha, Mia Couto e Ungulani Ba Ka Khosa. Maputo: Universidade Eduardo Mondlane, 1998.
Mia Couto - foto: ©Ismael Miquidade
MAQUÊA, Vera Lúcia da Rocha. Antes de nascer o mundo, de Mia Couto: Um soneto desdobrado. Via Atlântica (USP), v. 16, p. 287-291, 2009.
MAQUÊA, Vera Lúcia da Rocha. Artigo: José Craveirinha e Mia Couto: utopia e construção do espaço nacional em África. Revista Ecos, UNEMAT Editora - Cáceres-MT, n.3, p. 16-23, 2005.
MAQUÊA, Vera Lúcia da Rocha. Entrevista com Mia Couto. Via Atlântica (USP), São Paulo, n.8, p. 205-217, 2005.
MAQUÊA, Vera Lúcia da Rocha. Guimarães Rosa e Mia Couto: veredas africanas. Caderno Fênix Ciência (UNEMAT), Ed. UNEMAT - FAPEMAT - Cáceres, v. n.2, n.2, p. 105-112, 2006.
MAQUÊA, Vera Lúcia da Rocha. Memórias inventadas: Um estudo comparado entre Relato de um Certo Oriente de Milton Hatoum e Um Rio Chamado Tempo, Uma Casa Chamada Terra de Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2007.
MAQUÊAVera Lúcia da Rocha. Três romances de Mia Couto: horizontes moçambicanos. In: MARTIN, Vima Lima. Diálogos Críticos: literatura e sociedade nos países de língua portuguesa.  – São Paulo: Arte & Ciência, 2005.
MAQUÊA, Vera Lúcia da Rocha. Narradores Nômades em Mia Couto. In: III Encontro de Professores de Literaturas Africanas, 2008, Rio de Janeiro. Pensando África: Crítica, Ensino e Pesquisa. Rio de Janeiro: Léo Cristiano Editorial, 2008.
MARINHO, Adriana Alves. Culturas em Confronto: Os Efeitos Da Plasticidade Cultural Em Mia Couto. RevLet – Revista Virtual de Letras, Volume 2, Número 2/2010. Disponível online. (4.11.2012).
MARQUES, Moama Lorena de Lacerda. Tecendo os fios da espera: Um estudo sobre 'A velha e aranha', de Mia Couto. Revista África e Africanidades, v. 12, p. 1-8, 2011.
MARQUES, Moama Lorena de Lacerda. Os despropósitos de um menino - poeta: Infância e poesia em Manoel de Barros e Mia Couto. Revista Crioula (USP), v. 12, p. 1-10, 2012.
MARQUES, Moama Lorena de Lacerda. Velhice e Infância nas estórias de Mia Couto. In: IV ENLIJE, 2012, Campina Grande. Anais IV ENLIJE 2012, 2012. v. 1. p. 1-8.
MARQUES, Moama Lorena de Lacerda. O espaço-tempo da espera nos contos de Mia Couto: Uma perversa fábrica de ausências. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal da Paraíba, UFPB, 2013. Disponível online. (acessado em 22.4.2015).
MARTIN, Vima Lia. O "Mundo misturado" de Guimarães Rosa e Mia Couto. Mulemba. Rio de Janeiro, v.1, n. 3, p. 68-74, jul./dez. 2010. Disponível online. (Acessado 4.11.2012).
MARTINI, Luís Francisco Martorano.  Identidade líquida em o outro pé da sereia, de Mia Couto. In: II Colóquio Vertentes do Fantástico na Literatura. São José do Rio Preto: UNESP, 2011. p. 364-370.
MARTINI, Luís Francisco Martorano. Turbulências identitárias: hibridismo e dualismo em O outro pé da sereia de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de Marília, UNIMAR, Brasil, 2011. 
MASCENA, Suelany Christtinny Ribeiro. Chico Buarque e Mia Couto: Um Entrelaçamento Poético entre Conto e Canção. In: III Seminário Nacional de Estudos Afro- Brasileiros, 2011, João Pessoa. Cadernos Imbondeiro I. João Pessoa: Editora Universitária UFPB, 2010. v. I. p. 164-171.
MASCENA, Suelany Christtinny Ribeiro. Língua, Cultura e Tradição No Romance A Varanda Do Frangipani, De Mia Couto. In: Encontro Nacional de Cultura e Tradução: Interfaces entre teoria e prática, 2009, João Pessoa. Cultura e Tradução- Interfaces Entre Teoria e PRática. João Pessoa: Ideia, 2009. v. 1. p. 366-371.
MASCENA, Suelany Christtinny Ribeiro. Memória e Tradição no Romance A Varanda do Frangipani de, Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil, 2011. Disponível online. (Acessado 4.11.2012).
MASCENA, Suelany Christtinny Ribeiro. Moçambique Revisitado: Uma Análise Crítica da Obra de Mia Couto. In: IX Encontro Sobre o Ensino de Língua e Literatura/ V Congresso Nacional Sobre o Ensino de Língua e Literatura, 2011, Olinda. Ensino de Língua, Literatura e Cultura Popular. Olinda, 2011. p. 459-471.
MASCENA, Suelany Christtinny Ribeiro. O Lirismo Poético Tecido no Fio das Missangas de, Mia Couto. In: III Colóquio de Estudos Literários Contemporâneos, 2009, Recife. III Colóquio de Estudos Literários Contemporâneos, 2009. v. III. p. 225-231.
MEDEIROS, Claudia Barbosa de. Mia Couto: Eros em desordem. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2013. Disponível online. (acessado em 1.5.2015).
MEDEIROS, Claudia Barbosa de. Erotismo verbal em O outro pé da sereia: o tecido da sedução. Mulemba, v. 1, p. 19-34, 2014.
MEDEIROS, Claudia Barbosa de. Eros em Mia Couto: a vez da transgressão. Diadorim (Rio de Janeiro), v. 13, p. 323-333, 2013.
MELLO, Glória Maria Guiné de. Tradução: Hibridismo fecundo - Um Estudo da Tradução de Contos de Mia Couto para a Língua Inglesa. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, 1996.
MELONI, Otávio Henrique Rodrigues. Um Colar de Experiências: O Olhar Cotidiano de Mia Couto em O Fio das Missangas. Cadernos de Letras da UFF – Dossiê: Letras e cognição nº 41, p. 297-301, 2010. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
MELONI, Otávio Henrique Rodrigues. Cosmopolitas da mesma aldeia: um estudo sobre a formação e consolidação do sistema literário moçambicano a partir da obra de quatro poetas. (Tese Doutorado em Literatura Comparada). Universidade Federal Fluminense, UFF, 2013.
MELONI, Otávio Henrique Rodrigues (Org.); FRANCO, R. G.(Org.); KANO, Ivan Takashi (Org.). A mesma palavra outra: Ensaios de literatura portuguesa e literaturas africanas de língua portuguesa. 1ª ed., Niterói: Vício de Leitura, 2011. v. 1. 221p.
MENDONÇA, Elizabeth da Silva. Representações da velhice em alguns contos de Guimarães Rosa e Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, 2013. Disponível online. (acessado em 21.4.2015).
MINUZZI, Luara Pinto. Mia Couto e a simbologia de embarcações aquáticas: navegar, mais do que preciso, é sonhado. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, 2014. Disponível online. (acessado em 23.4.2015).
MINUZZI, Luara Pinto. Mia Couto e sua avenida de sonhos: um estudo de "Antes de nascer o mundo" e seus símbolos. (Monografia Graduação em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, 2011.
MINUZZI, Luara Pinto. As diferentes faces do feminino e seus símbolos na obra Antes de nascer o mundo, de Mia Couto. Letrônica, v. 5, p. 389-404, 2012.
MONTE, Arivaldo Leandro da Silva. Memória, história, e utopia na literatura africana de expressão portuquesa: a ficção do moçambicano Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Estudos da Linguagem). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil, 2012. Disponível online. (Acessado 5.1.2013).
MONTE, Arivaldo Leandro da Silva. Nas margens do realizável e do impossível: a utopia literária em Mia Couto. In: Derivaldo dos Santos; Marise Adriana Mamede Galvão; Valdenides Cabral de Araújo Dias. (Org.). Dizeres Díspares: ensaios de literatura e lingüística. Dizeres Díspares: ensaios de literatura e lingüística. 1ª ed., João Pessoa - PB.: IDÉIA, 2010, v. 1, p. 28-38.
MORAES, Anita Martins Rodrigues de. A conciliação da escrita e da oralidade em Terra Sonâmbula de Mia Couto. In: IX Congresso Da Abralic - Travessias. Porto Alegre: UFRGS, 2004.
MORAES, Anita Martins Rodrigues de. A palavra é fumo: algumas notas sobre Estórias abensonhadas, de Mia Couto. In: CAVACAS, Fernanda; CHAVES, Rita; MACEDO, Tania. (Org.). Mia Couto: o desejo de contar e inventar. Mia Couto: o desejo de contar e inventar. Maputo: Ndjira, 2010, v. , p. 269-273.
MORAES, Anita Martins Rodrigues de. Discurso etnográfico e representação na ficção africana de língua portuguesa: notas sobre a recepção crítica de Mia Couto e o projeto literário de Ruy Duarte de Carvalho. Via Atlântica (USP), v. 16, p. 173-194, 2009.
MORAES, Anita Martins Rodrigues de. Estrear caminhos: reflexões acerca do uso livre da língua em Mia Couto. In: I Simelp, 2008, São Paulo. I Simelp, 2008.
MORAES, Anita Martins Rodrigues de. O inconsciente teórico: investigando estratégias interpretativas de 'Terra Sonâmbula', de Mia Couto. (Tese Doutorado em Teoria e História Literária). Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, 2007. Disponível online. (Acessado 5.1.2013).
MORAES, Anita Martins Rodrigues de. O inconsciente teórico: investigando estratégias interpretativas de 'Terra Sonâmbula', de Mia Couto. Sínteses (UNICAMP. Online), v. 12, p. 195-203, 2007.
MORAES, Anita Martins Rodrigues de. O inconsciente teórico: investigando estratégias interpretativas de Terra Sonâmbula, de Mia Couto.. 1ª ed., São Paulo: Annablume; Fapesp, 2009. 176p.
MORAES, Anita Martins Rodrigues de. Rosa lido por africanos: impactos da ficção rosiana nas literaturas de Angola e Moçambique. In: BORGES, Telma; FIGUEIREDO, Fábio; GOULART, Patrícia. (Org.). Ser tão João. Ser tão João. São Paulo; Unimontes: Annablume; FAPEMIG, 2012, v. 1, p. 29-45.
MORAES, Cláudia Letícia Gonçalves. O lugar da Literatura: Um estudo sobre identidade, espaço e ficcionalidade em três romances de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Cultura e Sociedade). Universidade Federal do Maranhão, UFMA, Brasil, 2012. Disponível online. (acessado 4.11.2012)
MORAIS, Maria Perla Araújo. A invenção da verdade: identidade, história e linguagem em Terra Sonâmbula, de Mia Couto. Travessias (UNIOESTE. Online), v. 8, p. 192-203, 2010.
MORAIS, Maria Perla Araújo. Religião e Colonização em Mia Couto. In: I Simpósio de Linguística, Literatura e Ensino do Tocantins, 2013, Araguaína. Anais do I Simpósio de Linguística, Literatura e Ensino do Tocantins, 2013. v. 1. p. 416-424.
MOREIRA, Adriana de Cássia. Africanidade: morte e ancestralidade em Ponciá Vicêncio e Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra. (Dissertação Mestrado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2010.
MOREIRA, Fernando Alberto Torres. Palavra e identidade em Mia Couto. Revista África e Africanidades - Ano IV, n 14/15 - Agosto - Novembro, 2011. Disponível online. (acessado 4.11.2012)
MUNIZ, Estevan. Mia Couto e a paz. [Entrevista]. Revista Do Brasil - Edição 72 - Junho de 2012. Disponível online. (acessado 4.11.2012)
Mia Couto - foto:  © Rui M Leal
NACIMENTO, J. P. S.; MORAES, Anita Martins Rodrigues de. A construção do sobrenatural no conto A mancha de Mia Couto. Revista Iluminart do IFSP, v. 1, p. 64-73, 2010.
NASCIMENTO, Elisabete. A poética do espaço-nação moçambicano em O Último Voo do Flamingo, de Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil, 2005.
NASCIMENTO, Melquisedec Chaves do. Oralidade no Romance A Varanda do Frangipani, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Literatura e Crítica Literária). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil, 2009. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
NEVES, Alexsandre de Andrade. Leitura mítico-metafórica do romance Vinte e Zinco. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2013.
NUNES, A. M.; COIMBRA, R. L.. Um estudo da amálgama e do seu valor metafórico em Mia Couto. Actas del VI Congreso de Lingüistica General. 2007, Madrid: Arco Libros, 1465-1474.
OLIVEIRA, Aluisio Barros de. África, Moçambicanidade, Mia Couto: uma varanda para o Índico. (Dissertação Mestrado em Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil, 2012. Disponível online(acessado 7.3.2013).
OLIVEIRA, Ana Maria Abrahão Santos. Contrastes entre dois mundos: "O último voo do flamingo", de Mia Couto. Revista Outros Sertões, v. 1, p. 131-134, 2012.
OLIVEIRA, Ana Maria Abrahão Santos. Contrastes Entre Dois Mundos: O Fantástico Em "O Último Voo Do Flamingo", De Mia Couto. In: Anais da II Semana de Letras - UFJF. Juiz De Fora/MG: Editora da UFJF, 2010. v. 1. p. 1-11.
OLIVEIRA, Ana Maria Abrahão Santos. Enigma em Tizangara: o fantástico em "O último voo do flamingo", de Mia Couto. In: VII Painel Reflexões sobre o insólito na narrativa ficcional II Encontro Nacional O insólito como questão na narrativa ficcional, 2011, Rio de Janeiro. Anais do VII Painel Reflexões sobre o insólito na narrativa ficcional - II Encontro Nacional O insólito como questão na narrativa ficcional. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2010. v. unico. p. 13-20.
OLIVEIRA, Ana Maria Abrahão Santos. Tecendo sonhos: a ficção de Mia Couto. Darandina Revisteletrônica, v. 2, p. 1/1-8, 2009. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
OLIVEIRA, Maura Eustáquia de. O lugar da oralidade nas narrativas de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Programa de Pós Graduação em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, Brasil, 2000.
OLIVEIRA, Maura Eustáquia de. Vida nova em velhas histórias- o desanoitecer da linguagem em Luandino Vieira e Mia Couto. (Tese Doutorado em Programa de Pós Graduação em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, Brasil, 2004.
ORNELAS, José das Neves. A Narrativa de Mia CoutoIn: NEMLA Spring Conference, 1996, Montreal, 1996.
ORNELAS, José das Neves. Mia Couto no Contexto da Literatura Moçambicana Pós-Colonial. In: NEMLA Spring Conference, 1995, Boston, 1995.
OTINTA, Jorge de Nascimento Nonato. As Literaturas Africanas Hoje: o caso Mia Couto e a atualidade literária guineense. Revista da Universidade de Taubaté, Taubaté, p. 1-10, 14 out. 2010.
OTINTA, Jorge de Nascimento Nonato. Mia Couto: Memória e Identidades em Um Rio Chamado Tempo, Uma Casa Chamada Terra. (Dissertação Mestrado em Letras [Est.Comp. de Liter. de Língua Portuguesa]). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2008.
PAES, Jossecléa Fares. Entre o mágico e o trágico: uma leitura de na berma de nenhuma estrada, de Mia Couto. Revista Alpha (Patos de Minas), Pato de Minas - MG, v. 6, p. 218-223, 2005.
PAIANI, Flavia Renata Machado. Mia Couto e a reescrita da história: o 25 de Abril em Vinte e Zinco. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, Vol. 2 Nº 4, Dezembro de 2010. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
PAIANI, Flavia Renata Machado. A escrita da história em Terra Sonâmbula de Mia Couto. História da Historiografia, v. 13, p. 204-218, 2013.
PAIANI, Flavia Renata Machado. A escrita da história de Moçambique no romance Terra Sonâmbula, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em História Social). Universidade de São Paulo, USP, 2013. Disponível online. (acessado em 15.4.2015).
PALHARES, Carlos Vinícius Teixeira. A percepção do trágico nos contos de Cada Homem é uma raça, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, Brasil,2012.
PARADISO, Silvio Ruiz. A diáspora de Maria. Relações sincréticas e culturais entre Nossa Senhora, Kianda e Nzuzu em O outro pé da sereia, de Mia couto. In: I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (I CIELLI), 2010, Maringá. Anais do I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (I CIELLI). Maringá, 2010.
PARADISO, Silvio Ruiz. A Diáspora de Maria. Relações Sincréticas e Culturais entre Nossa Senhora, Kianda e Nzuzu, em O Outro Pé Da Sereia, de Mia Couto. Uniletras (UEPG. Impresso), v. 33, p. 253-267, 2012.
PARADISO, Silvio Ruiz. A geografia do Colonizado - o espaço sagrado em O outro pé da sereia, de Mia Couto. In: XII Semana de Letras: A hora e a vez da Palavra, 2009, Jandaia do Sul. Anais da XII Semana de Letras: A hora e a vez da Palavra, 2009.
PARADISO, Silvio Ruiz. A imagem do feiticeiro pós-colonial, em Mia Couto. In: I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (I CIELLI), 2010, Maringá. Anais e-book do I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (I CIELLI). Maringá, 2010.
PARADISO, Silvio Ruiz. Religião e religiosidade em uma perspectiva pós-colonial. Uma análise em O outro pé da sereia. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil, 2010.
PARADISO, Silvio Ruiz. Religião e Religiosidade nas literaturas africanas pós-coloniais:Um olhar em Things Fall Apart, de Achebe e O outro pé da sereia, de Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual de Londrina, UEL, 2014.
PARRACHO, Bianca Basile. Vozes, mito, história: uma leitura da ambivalência em O último voo do flamingo, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 2014. Disponível online. (acessado em 1.5.2015).
PAULINO, Sandra da Silva. Do fio das missangas: a representação da voz feminina. (Monografia Especialização Literatura Africana - conclusão do TCC). Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, 2011. Disponível online. (acessado em 1.5.2015).
PEREIRA, Elaine Cristina Andrade. Tempo e memória na narrativa "Antes de nascer o mundo", de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, 2015.
PERUZZO, Lisângela Daniele. De armas e de palavras: um estudo comparado da temática da guerra em Terra Sonâmbula, de Mia Couto, e Ventos do apocalipse, de Paulina Chiziane. (Tese Doutorado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2011. Disponível online. (acessado em 1.5.2015).
PERUZZO, Lisângela Daniele. Imagens da guerra: um breve estudo da representação da guerra em Terra Sonâmbula, de Mia Couto e O continente, de Érico Veríssimo. In: XI Encontro Regional da ABRALIC 2007, 2007, São Paulo. XI Encontro Regional da ABRALIC 2007, 2007.
PERUZZO, Lisângela Daniele. Submissão e poder: crianças e animais em Guimarães Rosa e Mia Couto. In: 6º congresso da associação internacional de lusitanistas, 1999, Rio de Janeiro. 6º congresso da associação internacional de lusitanistas, 1999.
PIMENTA, Dionisio da Silva. Nação em processo e identidades em trânsito: a face pós-colonial em O último voo do flamingo de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Estudos de Literatura). Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, 2013. Disponível online. (acessado em 24.4.2015).
PINTO, Renato dos Santos. Buscando sentido para a felicidade nas fronteiras lusófonas em Mia Couto. In: XXI Encontro da ABRAPLIP - Revoluções, Diásporas e Identidades, 2007, São Paulo. Revoluções, Diásporas e Identidades, 2007.
PREVIDE, Mauri Cruz. O Poético e o Fantástico em Mia Couto. Foco (Ribeirão Preto), v. 13, p. 27-38, 2005.
PORFIRIO, Maria Aparecida. Percurso simbólico do espaço em contos de Mia Couto sob a perspectiva de Gaston Bachelard. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, 2013.
RAMIRO, Sílvio. Música em estado de gravidez: encenação e fantasia em Antes de Nascer o Mundo, de Mia Couto. In: IV Encontro Tricordiano de Linguística e Literatura, 2014, Três Corações. Anais do IV Encontro Tricordiano de Linguística e Literatura, 2014. v. 5. p. 480-496.
RAMIRO, Sílvio; LOBATO, W.; SABINO, C. V. S.; ABREU, J. F.. Cenários intervalares na literatura de Mia Couto. In: 18º Seminário de Iniciação Científica, 2010, Belo Horizonte. DESTAQUES - PUC Minas. p. 483-496.
REZENDE, Irene Severina. O Fantástico contemporâneo em Murilo Rubião e Mia Couto. Semioses (Rio de Janeiro), v. 1, p. 75-83, 2010.
REZENDE, Irene Severina. O Fantástico no contexto sócio-cultural do século XX: J.J.Veiga (Brasil) e Mia Couto (Moçambique).. (Tese Doutorado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, 2009.
REZENDE, Irene Severina. O Fantástico contemporâneo em Murilo Rubião e Mia Couto. Semioses (Rio de Janeiro), v. 1, p. 75-83, 2010.
REZENDE, Irene Severina. O Fantástico e a poesia nas expressões recriadas de Mia Couto. Revista Ecos (Cáceres), v. 5, p. 47-54, 2007.
REZENDE, Irene Severina. O Fantástico nas expressões recriadas de Mia Couto. Diálogos Literários. Diálogos Literários. Cáceres: Editora Unemat, 2006, v. 6, p. 1-243.
RIBEIRO, Aparecida Cristina da Silva. Viagens, Identidades e Travessias: Uma leitura comparada das obras de Mia Couto e Milton Hatoum. (Dissertação Mestrado em Estudos Literários). Universidade do Estado de Mato Grosso, UNEMAT, 2013.
RIBEIRO, Aparecida Cristina da Silva. A Condição Itinerante nos Romances de Mia Couto e Milton Hatoum. Revista Athena, v. 2, p. 1-17, 2012.
RIBEIRO, Renata de Azevedo. A reconstrução do passado através da literatura ficcional e artefatos arqueológicos: um estudo de caso sobre Moçambique. In: Pedro Paulo Abreu Funari, Fábio Vergara Cerqueira. (Org.). Arqueologia histórica, memória e Patrimônio em perspectiva multidisciplinar. Contribuições da arqueologia, história, literatura, arquitetura e urbanismo.. Arqueologia histórica, memória e Patrimônio em perspectiva multidisciplinar. Contribuições da arqueologia, história, literatura, arquitetura e urbanismo.. Pelotas: Editora Ufpel, 2009, v. , p. -.
RIBEIRO, Renata de Azevedo. Memória como Bússola: as representações do passado na obra de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Memória Social e Patrimônio Cultural). Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil, 2010.
RIBEIRO, Renata de Azevedo. Moçambique, um mosaico de identidades: como reconhecer na literatura de Mia Couto a reconstrução da identidade africana. In: Fábio Vergara Cerqueira, Francisca Ferreira Michelon, Letícia Mazzucchi Ferreira. (Org.). Educação para o patrimônio em estudos interdisciplinares.. Educação para o patrimônio em estudos interdisciplinares.. Pelotas: Editora Ufpel, 2009, v. , p. -.
RINALDI, Azzura. Mia Couto - Paulina Chiziane: Linguaggi femminili a confronto. (Dissertação Mestrado em Lingue e culture per la comunicazione internaziona). Università degli Studi della Tuscia, UNITUS, Itália, 2011.
Mia Couto - foto: (...)
RIOS, Peron Pereira Santos Machado. Mia Couto et la répresentation des valeurs esthétiques. (Doutorado em Literaturas de Língua Portuguesa). Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3, PARIS 3, França, 2014?.
RIOS, Peron Pereira Santos Machado. Mia Couto: a hegemonia da parábola. In: Luto das Origens, 2003, Recife. Identidade e Alteridade nas Fases da Vida. Recife: UFPE, 2004.
RIOS, Peron Pereira Santos Machado. Mia Couto: A Hegemonia da Parábola. In: Seminário Internacional Capes Cofecub, 2003, Recife. O Espaço-Tempo em Literatura e Ciências Humanas. Recife: Livro Rápido, 2003. p. 79-87.
RIOS, Peron Pereira Santos Machado. Mia Couto: memória e resistência. In: Pedro Américo Farias. (Org.). Da Letra à Voz. Da Letra à Voz. Recife: Fundação de Cultura Cidade do Recife, 2008, v., p. 176-181.
RIOS, Peron Pereira Santos Machado. Mia Couto: metáfora, mito e tradição. Sigila (Paris), v. 26, p. 137-144, 2010.
RODRIGUES, Eni Alves. A inclusão de obras de Mia Couto nos kits de literatura de escolas mineiras e os pressupostos da Lei Nº 10.639/2003: pontos de vista e propostas de leitura. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, 2015.
ROSA, Lúcia Regina Lucas da. O espaço como configuração de identidade em João Guimarães Rosa e Mia Couto. In: Ginia Maria Gomes. (Org.). Literatura brasileira contemporânea: geografias. 1ª ed., Frederico Westphalen: URI, 2013, v. , p. 177-192.
ROSA, Tânia Maria Mandial. Identidade e Alteridade em Leituras de Guimarães Rosa e Mia Couto: sujeitos em fase escolar. (Dissertação de Mestrado em Letras). Centro Universitário Ritter dos Reis, UNIRITTER, Brasil, 2010.
SALVADOR, Luiz Roberto Conegundes. O Lúdico em Mia Couto: poeticidade da linguagem e consciência da história em Vinte e Zinco e O Último Voo do Flamingo. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil, 2002.
SAMPAIO, André Luis da Silva. A Tradição Oral Revisitada: Uma leitura de O outro pé da sereia de Mia Couto e Ponciá Vicêncio de Conceição Evaristo. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal Fluminense, UFF, 2010.
SAMPAIO, Neide Aparecida de Freitas. Por uma poética da voz africana: transculturações em romances e contos africanos e cantos afro-brasileiros. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil, 2008. Disponível online. (acessado em 1.5.2015).
SANTILLI, Maria Aparecida. O fazer-crer, nas histórias de Mia Couto. via atlântica n. 3 dez. 1999. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
SANTORO, Bruno. A poesia da ironia e a política do riso: Humores e Rumores de Brecht e(m) Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2014. Disponível online. (acessado em 24.4.2015).
SANTOS, Alexsandra Machado da Silva dos. Poética da negociação cultural em Paulina Chiziane e Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, 2013.
SANTOS, Alexsandra Machado da Silva dos. Caminhos da memória: uma reflexão sobre contos e crônicas de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil, 2003.
SANTOS, Alexsandra Machado da Silva dos. Mia Couto e a memória ancestral: "uma força invisível". Semioses (Rio de Janeiro), v. 4, p. 4, 2008. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
SANTOS, Alexsandra Machado da Silva dos. Mia Couto: uma reflexão sobre a cultura e a tradição moçambicana. In: V Painel - Reflexões sobre o insólito na narrativa ficcional: o insólito em questão. Rio de Janeiro: Publicações Dialogarts, 2009.
SANTOS, Alexsandra Machado da Silva dos. Poética da negociação cultural em Paulina Chiziane e Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, 2013.
SANTOS, Andréa Viana Falcão dos. Ambigüidades e controvérsias do lugar da nação no discurso cultural moçambicano: o caso Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras e Lingüística). Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil, 2008.
SANTOS, Cristina Mielczarski dos. A ponte entre a palavra da alma e a palavra do papel: epistolário ficcional Miacoutiano. (Dissertação Mestrado em Literaturas Portuguesa e Luso-Africanas). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 2013. Disponível online. (acessado em 24.4.2015).
SANTOS, Dilso José dosA dimensão poética e social do feminino em obras de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de Santa Cruz do Sul, UNISC, 2014. Disponível no online. (acessado em 6.3.2015).
SANTOS, Donizeth Aparecido dos. Terra Sonâmbula, de Mia Couto: a crueldade da guerra transformada em beleza literária (resenha). Revista Tempo, Espaço e Linguagem, v. 1, p. 176-179, 2010.
SANTOS, Donizeth Aparecido dos; FRACASSE, L.. A construção lexical numa estória abensonhada de Mia Couto. In: 52 Seminário do GEL, 2004, Campinas. Caderno de Resumos do 52 Seminário do GEL, 2004. p. 403-404.
SANTOS, Donizeth Aparecido dos; FRACASSE, L.. Algumas marcas estilísticas da linguagem de Mia Couto. In: Osmar Ambrósio de Sousa; Charles Wickler; Mauro Chierici Lopes; Darlan Faccin Weide. (Org.). Universidade: uma rede de conhecimentos. Guarapuava: , 2005, v. , p. 383-387.
SANTOS, José Benedito dos. Vozes emergentes: uma leitura do romance Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Amazonas, UFAM, 2013.
SANTOS, Marcelo da Silva Araújo. Entrevista com o escritor maçambicano Mia Couto. Litterata - Revista do Centro de Estudos Portugueses Hélio Simões, Ilhéus, , v. 2, p. 391 - 397.
SANTOS, Marcelo da Silva Araújo. Entrevista com o escritor moçambicano Mia Couto. Agora, Itabuna, p. 5 - 6, 15 nov. 1999.
SANTOS, Rejane Granato; ROCHA, E. C. A.. As imagens literárias na escrita de Mia Couto e a pintura expressionista alemã. Via Atlântica (USP), v. 6, p. 85-98, 2006.
SANTOS, Ruth Luz da Silva. Ordem e desordem: Estado e Nação em Moçambique - leituras de Ualalapi e Terra Sonâmbula. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil, 2002.
SANTOS, Severina Faustino dos. História, sonho e mito: imagens de identidade e representação em narrativas de Mia Couto. In: II PROCIALE Produção Científica dos Alunos de Letras e Educação, 2008, Guarabira. Práticas de Linguagem de Educação. Natal: Livro Rápido, 2008. v. 3. p. 91-96.
SANTOS, Severina Faustino dos. Literatura, identidade e diversidade: uma leitura social e cultural de Moçambique nas narrativas de Mia Couto. In: IV Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidade, 2008, Campina Grande. Anais Eletrônicos, 2008.
Mia Couto - foto: (...)
SARAIVA, Sueli da Silva. A experiência do tempo em dois romances africanos - Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra e Mãe, materno. (Dissertação Mestrado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2008. Disponível online. (acessado em 13.3.2015).
SARAIVA, Sueli da Silva. O pacto das elites e sua representação no romance em Angola e Moçambique. (Tese Doutorado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa). Universidade de São Paulo, USP, 2013. Disponível online. (acessado em 24.4.2015).
SARAIVA, Sueli da Silva. Boaventura Cardoso, Mia Couto e a experiência do tempo no romance africano. 1ª ed., São Paulo: Terceira Margem, 2012. v. 1. 160p.
SARAIVA, Sueli da Silva. Pensatempos e Outras interinvenções: a crítica empenhada de Mia Couto. In: Fernanda Cavacas; Rita Chaves; Tania Macêdo. (Org.). Mia Couto - O desejo de contar e de inventar. Mia Couto - O desejo de contar e de inventar. 1ª ed., Maputo: Ndjira, 2010, v. 1, p. 359-368.
SARUBBI, Gabriela Martins. Artesania do tempo em Terra Sonâmbula de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras) Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil, 2008.
SECCO, Carmen Lúcia Tindó Ribeiro. Além da idade da razão: longevidade e saber na ficção brasileira. Rio de Janeiro: Graphia, 1994.
SECCO, Carmen Lucia Tindó Ribeiro. Luandino Vieira e Mia Couto: intertextualidades. In: A magia das letras africanas: ensaios sobre as literaturas de Angola e Moçambique e outros diálogos. 2ª ed., Rio de Janeiro: Quartet, 2008.
SECCO, Carmen Lucia Tindo Ribeiro. Mia Couto: o outro lado das palavras e dos sonhos.... Via Atlântica (USP), v. 9, p. 71-84, 2006.
SECCO, Carmen Lúcia Tindó Ribeiro. O vôo da linguagem: a trama dos sonhos na ficção de Mia Couto. Engenho e Arte. Belo Horizonte, 6 de abril de 1997.
SECCO, Carmen Lucia Tindo Ribeiro. Resenha crítica do livro O Beijo da Palavrinha, de Mia Couto. Metamorfoses. Revista da Cátedra Jorge de Sena da Faculdade de Letras da UFRJ, v. 8, p. 326-328, 2008.
SCHIMIDT, Filomena Rodrigues. O irrecuparável curso do tempo »: étude de l’expression du temps dans une écriture de transgression à partir de trois romans de Mia Couto. Plural Pluriel Revue des cultures de langue portugaise, nº 6, set./2010. Disponível no online. (acessado em 8.5.2014).
SEVERO, Renata Trindade. Análise Semiolingüística de O Último Voo do Flamingo: construção paratópica de uma nação em estado de ficção. (Dissertação Mestrado em Lingüística Aplicada). Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil, 2008.
SEVERO, Renata Trindade. Análise semiolingüística de O último vôo do Flamingo: construção paratópica de uma nação em estado de ficção. In: José Pereira da Silva. (Org.). Neologia e neologismos no Brasil: Século XXI. Neologia e neologismos no Brasil: Século XXI. 1ª ed., Curitiba: Prismas, 2011, v. , p. -.
SEVERO, Renata Trindade. Análise semiolingüística de O último vôo do Flamingo: construção paratópica de uma nação em estado de ficção. In: III Simpósio Internacional sobre Análise do Discurso: emoções, ethos e argumentação - Resumos. Belo Horizonte: UFMG, 2008. v. único. p. 356-357.
SILVA, Ana Cláudia da. A autointertextualidade na obra ficcional de Mia Couto. (Tese Doutorado em Estudos Literários). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil, 2010. Disponível online. (acessado em 22.4.2015).
SILVA, Ana Cláudia da. A história revisitada nas epígrafes de 'O outro pé da sereia'. Estação Literária, v. 2, p. 113-120, 2008.
SILVA, Ana Cláudia da. A infância da palavra: um estudo comparado das personagens infantis em Mia Couto e Guimarães Rosa. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2001.
SILVA, Ana Cláudia da. A infância da palavra: um estudo comparado das personagens infantis em dois contos de Guimarães Rosa e Mia Couto. In: Seminário Internacional Guimarães Rosa, 2000, Belo Horizonte. Veredas de Rosa. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2000. v. 1. p. 35-39.
SILVA, Ana Cláudia da. A morte e a morte em Mia Couto e Jorge Amado. In: XI Congresso Internacional da ABRALIC: Tessituras, Interações, Convergências, 2008, São Paulo. Anais do XI Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada. São Paulo: Abralic, 2008.
SILVA, Ana Cláudia da. A pós-modernidade em Mia Couto. Acadêmicos (São Bernardo do Campo), v. 4, p. 108-118, 2008. Disponível online (acessado 4.11.2012)
SILVA, Ana Cláudia da. Casa de Mia, casa de Sophia: as imagens da casa em Mia Couto e Sophia de Mello Breyner Andresen. In: XI Encontro Regional da ABRALIC: Literaturas, Artes, Saberes, 2007, São Paulo. Anais do XI Encontro Regional da Associação Brasileira de Literatura Comparada: Literaturas, Artes, Saberes. São Paulo: Abralic, 2007. p. 1-10.
SILVA, Ana Cláudia da. Chico Buarque por Mia Couto: um novo perfume para a antiga valsa. In: X Congresso Internacional da Abralic - Lugares dos discursos, 2006, Rio de Janeiro. Lugares dos discursos: X Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada. Rio de Janeiro: ABRALIC, 2006.
SILVA, Ana Cláudia da. Literaturas de Língua Portuguesa: uma proposta curricular. Claretiano (Batatais), Batatais - SP, v. n. 4, p. 17-22, 2004.
SILVA, Ana Cláudia da. Mia Couto e Guimarães Rosa: reflexões em torno de uma perspectiva para os estudos comparados de literaturas de língua portuguesa. Claretiano (Batatais), Batatais, SP, v. n. 2, p. 15-25, 2002.
SILVA, Ana Cláudia da. Mia Couto e o mar de histórias. Claretiano (Batatais), Batatais - SP, v. n. 4, p. 23-30, 2004.
SILVA, Ana Cláudia da. Mia e Sophia: diálogos em Jesusalém. Cerrados (UnB. Impresso), v. 30, p. 65-74, 2010.
SILVA, Ana Cláudia da. O rio e a casa na ficção de Mia Couto. Recorte (UninCor), v. 8, p. 1-11, 2011.
SILVA, Ana Cláudia da. O rio e a casa nas narrativas de Mia Couto. In: X Seminário de Pesquisa e IV Simpósio de Literatura: Diálogos com a crítica de Antonio Candido e diálogos com a França, 2009, Araraquara. Anais do X Seminário de Pesquisa e IV Simpósio de Lit. Araraquara: UNESP - Faculdade de Ciências e Letras, 2009. p. 13-19.
SILVA, Ana Cláudia da. O rio e a casa: imagens do tempo na ficção de Mia Couto. 1. ed. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. v. 1. 285p.
SILVA, Ana Cláudia da. Os paratextos de "Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra", de Mia Couto. In: Anais do VIII Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários - matéria de poesia: da tradição à contemporaneidade (a prática, a teoria, a crítica). Araraquara: UNESP - Faculdade de Ciências e Letras, 2007. p. 39-44.
SILVA, Ana Cláudia da. Um mergulho "Nas águas do tempo", de Mia Couto. Revista Fólio, v. 3, p. 53-64, 2011.
SILVA, Ana Cláudia da."Gaiola de Moscas", de Mia Couto: Entre o Literário e o Dramático. União dos Escritores Angolanos. Disponível online. (acessado em 21.12.2013).
SILVA, Ana Cláudia da; VENTURA, Susana Ramos. Ciranda de escritas: reflexões sobre as literaturas do Brasil, Portugal e África de língua portuguesa. 1ª ed., São Paulo: Biblioteca 24x7, 2010. 294p.
SILVA ARAGÃO, Hannah Isabel Sousa. Estilhaços da memória da guerra colonial em A varanda do Frangipani e Os Cus de Judas. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Estadual do Piauí, UESPI, 2014.
SILVA, Avani Souza. Guimarães Rosa e Mia Couto: ecos do imaginário infantil. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2007. Disponível online. (acessado em 1.2.2015).
SILVA, Luciana Morais da.  A insólita infância em A Varanda do Frangipani. In: IX Painel Reflexões sobre o insólito na narrativa ficcional / III Encontro nacional O Insólito como Questão na Narrativa Ficcional - O Insólito e a Literatura Infanto-Juvenil, 2011, Rio de Janeiro. O Insólito e a literatura infanto-juvenil - Anais do IX Painel Reflexões Sobre o Insólito na Narrativa Ficcional / III Encontro Nacional O Insólito como Questão na Narrativa Ficcional - Simpósios. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2011. p. 200-208.
SILVA, Luciana Morais da. A memória em Mia Couto. Traços da percepção de uma realidade. In: Anais [do] XXIII Congresso Internacional da Associação Brasileira de Professores de Literatura Portuguesa (ABRAPLIP). São Luís: UFMA, 2011. v. 1. p. 46-60.
SILVA, Luciana Morais da. Novas insólitas veredas: leitura de A varanda do frangipani, de Mia Couto, pelas sendas do fantástico. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil, 2012.
SILVA, Luciana Morais da. O lugar da memória em A varanda do frangipani, de Mia Couto: A insólita varanda, entre Tradição e Modernidade. In: XI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais - Diversidades e (Des)Igualdades, 2011, Salvador - Anais Eletrônicos. Salvador: Universidade Federal da Bahia. Centro de Estudos Afro-Orientais, 2011. p. s.n..
SILVA, Luciana Morais da. Traços do Fantástico em Mia Couto. Anais do SILEL. Volume 2, Número 2. Uberlândia: EDUFU, 2011. Disponível online. (acessado 4.11.2012)
SILVA, Luciana Morais da. Uma insólita existência: A gorda indiana, de Mia Couto, e Bárbara, de Murilo Rubião sob a égide do fantástico. In: Anais [do] II Colóquio Vertentes do fantástico na literatura / UNESP - IBILCE. São José do Rio Preto: UNESP, 2011. p. 346-353.
SILVA, Raquel Aparecida Cesar da.  Relações entre sexo, natureza e história na ficção de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de Passo Fundo, UPF, 2013.
SILVA, Rebeca Bulcão da. Entre percursos e regressos: formações identitárias na obra de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, 2014. Disponível online. (acessado em 20.4.2015).
SILVA, Rúben de Jesus Reis. Imag(iN)AÇÃO: identidade nacional em Venenos de Deus, remédios do diabo de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Piauí, UFPI, Brasil, 2011. Disponível online. (acessado em 22.4.2015).
SILVA, Virginie Amélia Sulprizio da. A realidade moçambicana nas palavras de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Ciências da Cultura). Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal, 2012. Disponível online. (acessado em 22.4.2015).
SOUSA, Luís Manana. A intervenção do código lingüístico em Mia Couto. In Revista Babilônia, nº 6/7, pp 127-144.
SOUSA, Maria Aparecida Saraiva Magalhães de. Horror sublime: marcas do contemporâneo nos Contos do nascer da Terra, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Estudos de Linguagens). Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, 2013.
SOUZA, Louize Gabriela Silva de. Mia Couto: para uma Pedagogia da Doce Ira. (Dissertação Mestrado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, 2014.
SOUZA, Louize Gabriela Silva de; RAMALHO, I. P. C.; REIS, M. K. S.. Mia Couto: constelações para propostas pedagógicas ou curriculares. In: Encontro de Pesquisa Educacional do Norte e Nordeste (XXII EPENN), 2014, Natal. ANAIS do XXII Encontro de Pesquisa Educacional do Norte Nordeste. Natal: Anais [Recurso Eletrônico], 2014. p. 1-13.
Mia Couto - foto: (...)
TAVARES, Cristiane. Dossiê: Mia Couto - o sujeito pós-colonial na narrativa de Mia Couto. Nau Literária: crítica e teoria de literaturas seer.ufrgs.br/NauLiteraria - PPG-LET-UFRGS, Porto Alegre, Vol. 7 nº 2,  jul/dez 2011. Disponível online. (Acessado 4.12.2012).
TEDESCO, Maria do Carmo Ferraz. Narrativas da Moçambicanidade. Os romances de Paulina Chiziane e Mia Couto e a reonfiguração da identidade nacional. (Tese Doutorado em História). Universidade de Brasília, UNB, 2008. Disponível online. (acessado em 1.5.2015).
TEIXEIRA, Eduardo de Araújo. A reabilitação do sagrado nas estórias de João Guimarães Rosa e Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, Brasil, 2006.
TEIXEIRA, Eduardo de Araújo. Mia Couto: autor, realidade e escritura. In: II Encontro de Professores de Literaturas Adricanas de Língua Portuguesa USP, 2003, São Paulo. Leitura expositiva e Caderno de Resumos da Universidade de São Paulo, 2003.
TEIXEIRA, João Batista. O suspenso outro - mundo e o engolido da terra: Alteridades,Identidades e Memórias em Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Literatura e Interculturalidade). Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, 2012.
TEIXEIRA, João Batista. Identidade Feminina nos contos de Mia Couto; O Pescador Cego e a Fogueira.. In: Cleuma Rejina Ribeiro da Rocha Lins.. (Org.). A Linguagem em suas Práticas; Linguísticas, Literárias, Culturais e Educacionais.. João Pessoa- pb: Edições Fotograf., 2010, v. , p. 9-218.
TEIXEIRA, João Batista; BEZERRA,Rosilda Alves. A infância e o fantástico nos contos: A menina, as aves e o sangue, de Mia Couto, e, A menina de lá, de João Guimarães Rosa: Um estudo Comparativo. Anais Abralic Internacional, v. 1, p. 1, 2013.
TENORIO, Jeferson de Souza. Quando é ser africano: Em busca do outro pé e outros niilismos na obra de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 2013. Disponível online. (acessado em 23.4.2015).
TIMBANE, Alexandre António. O português moçambicano: um olhar sobre os neologismos na obra de Mia Couto “Terra Sonâmbula”. Web-Revista Sociadialeto, bach., linc., Mestrado - letras, UEMS/Campo Grande vol. 4 nº 11, nov.2013. Disponível no online. (acessado 8.5.2014).
TIMBANE, Alexandre António. A variação e a mudança lexical da língua portuguesa em Moçambique. (Tese Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, 2013. Disponível no online. (acessado em 15.4.2015).
TIMBANE, Alexandre António. A problemática do ensino da língua portuguesa num contexto sociolinguístico urbano: o caso da cidade de Maputo. (Dissertação Mestrado em Linguística). Universidade Eduardo Mondlane, UEM, Moçambique, 2009.
TORRES, Léia da Silva Gomes. Entre literatura e opinião: vida intelectual de Mia Couto pelas obras Antes de nascer o mundo e Pensatempos. (Dissertação Mestrado em Estudos Literários). Universidade do Estado de Mato Grosso, UNEMAT, 2014.
TOSTES, Paulo Roberto Machado. Entre margens: o espaço e o tempo na escrita de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil, 2007. Disponível online. (acessado em 22.4.2015).
TOSTES, Paulo Roberto Machado. O espaço da palavra nas escritas de Manoel de Barros e Mia Couto. In: VIII Jornadas Andinas de Literatura Latinoamericana, 2008, Santiago. Latinoamericanismo y Globalización, 2008.
TOSTES, Paulo Roberto Machado. O lugar das tradições em Mia Couto. In: Terceiro Seminário de Literatura e Cultura, 2011, São Cristóvão-SE. Anais Eletrônicos do III Seminário Nacional Literatura e Cultura. São Cristóvão-SE: GELIC/UFS, 2011. p. 3129-3143.
TRINDADE JUNIOR, João Olinto. No coração da tempestade: uma reflexão sobre o insólito em Vinte e zinco, de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2013.
TRINDADE JUNIOR, João Olinto. No coração da tempestade: irrupções insólitas em Vinte e zinco, de Mia Couto. 1ª ed., Rio de Janeiro: Dialogarts, 2013. v. 1. 130p.
TRINDADE JUNIOR, João Olinto. Um mundo às avessas: A Instauração do Absurdo em Era só brincadeira, de José J. Veiga e Sidney Poitier na barbearia de Firipe Beruberu, de Mia Couto. In: II Congresso Internacional Vertentes do Insólito Ficcional e V Encontro Nacional O Insólito como questão na narrativa ficcional, 2014, Rio de Janeiro. Literaturas em Diálogo: O Brasil e outras Literaturas. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2014. v. 1. p. 32-40.
TRINDADE JUNIOR, João Olinto. Sobre a égide de hibridez: a crença no napolo, em Vinte e Zinco, de Mia Couto. Anais do SILEL, v. 2, p. 1-10, 2011.
VAN DEN HOOF, Sien. Análise de um romance policial pós-colonial. A varanda do frangipani de Mia Couto. (Dissertação Mestrado em Taal- en Letterkunde: Romaanse Talen). atholieke Universiteit Leuven, K.U.L., Bélgica, 2004.
VECCHIA, Rejane. Romance e utopia: Quarup de Antonio Callado, Terra Sonâmbula de Mia Couto e Todos os nomes de José Saramago. (Tese Doutorado em Letras). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
VEIGA BUCHEB, Marcia Pereira da. A criação como performance - um estudo sobre Clarice Lispector e Mia Couto. In: XII Congresso Internacional ABRALIC, 2011, Curitiba - Paraná. Centro, centros: ética, estética, 2011.
VIEIRA, Rodrigo Luiz Castelo Branco Fischer. Diálogo dos Mortos na Literatura africana Contemporânea - Memória e Identidade em Mia Couto e Agualusa. (Dissertação Mestrado em Literatura e interculturalidade). Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, 2014. Disponível no link. (acessado em 9.5.2015).
VILNET, Geneviève. Paulina Chiziane et Mia Couto, deux voix singulières de la mozambicanité. Plural Pluriel Revue des cultures de langue portugaise, nº 6, set./2010. Disponível no online. (acessado em 8.5.2014).
VIVIAN, Ilse Maria da Rosa. A contra memória em Terra Sonâmbula, de Mia Couto: considerações para uma leitura da personagem contemporânea. In: II Seminário Internacional de Estudos Literários: Literatura e territorialidade. Frederico Westphalen: Editora URI - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, 2011. p. 1-1636.
Mia Couto - foto: Renato Parada
VIVIAN, Ilse Maria da Rosa. Os caminhos da memória na obra de Mia Couto. In: XI Congresso Luso Afro Brasileiro de Ciências Sociais - Diversidades e (des)igualdades, Salvador, 7 a 10 agosto de 2011. Disponível online. (acessado 4.11.2012).
VIVIAN, Ilse Maria da Rosa. A pessoa no romance: figurações do Eu na escrita de Mia Couto. In: Fluxos Literário: ética e estética, 2012, Florianópolis. Anais E-book - Fluxos Literários Ética e Estética. Florianópolis: CCE/UFSC, 2012. p. 387-399.
VIVIAN, Ilse Maria da Rosa. A poética da memória. Uma leitura fenomenológica do eu em Terra Sonâmbula e Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, de Mia Couto. (Tese Doutorado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, 2014. Disponível online. (acessado em 22.4.2015).
VIVIAN, Ilse Maria da Rosa. A temporalidade do ser na escritura de Mia Couto. Literatura em Debate (URI), v. 7, p. 1-20, 2014.
WIND, Tonia Leigh. Pós-Colonialidade e Religiosidade em O Outro Pé da Sereia de Mia Couto. In: Éris Antônio Oliveira. (Org.). Pesquisa em Linguagem 3. 1ª ed., Goiânia: Editora da PUC Goiás, 2015, v. 3, p. 90-.


"A literatura brinca com as fronteiras e encoraja a que olhemos para elas como artifícios, construções que são sempre datadas. As fronteiras passam a ser vistas mas como lugar de trocas, como linhas de separação. As identidades que se constroem a partir das fronteiras também deixam de ser vistas como lugar de refúgio perante uma realidade exterior ameaçadora. A escrita sugere também que as identidades são invenções que devem ser olhadas com a mesma distância crítica de um texto literário. A literatura não está livre das condicionantes sociais e culturais do mundo em que ela é produzida, essas condicionantes resultam sempre de uma lógica de poder a que a literatura se deve esquivar. O poder da literatura resulta do seu distanciamento dessas relações de poder. No meu caso, agrada-me muito trabalhar nessa zona de interstício, em territórios onde as águas parecem se separar. Sou um africano cujos pais são europeus, sou um filho de emigrantes que lutou pela independência, sou ateu num universo dominado pela religiosidade, sou um cientista que procura resposta mais na poesia do que no discurso solene e frio da ciência."
- Mia Couto, sobre "literatura e fronteira". no 'blogdacompanhia' (acessado em 30.11.2012).

Mia Couto - foto: (...)
“O que mais dói na miséria é a ignorância
que ela tem de si mesma. Confrontados com a ausência
de tudo, os homens abstêm-se do sonho, desarmando-se
do desejo de serem outros. Existe no nada essa ilusão
de plenitude que faz parar a vida e anoitecer as
vozes.”
- Mia Couto, na apresentação do livro "Vozes anoitecidas". São Paulo: Companhia das Letras, 2013. 


"Aquele vento, pensou ele, iria varrer a terra por inteiro, atingir por igual os fracos e os poderosos. E os grandes aprenderiam que há um poder bem maior que o deles. O vento os ensinaria a saberem ser pequenos." 
- Mia Couto, em "O outro pé da sereia". Lisboa: Editorial Caminho, 2006.


"Passamos de um período em que nossos heróis acabam sempre mortos (...) para um outro tempo em que os heróis já nem sequer nascem. Estamos aguardando pelo renovar de um estado de paixão que já experimentamos, esperamos pelo reacender do amor entre a escrita e a nação enquanto casa feita para sonhar. O que queremos e sonhamos é uma pátria e um continente que já não precisem de heróis."
- Mia Couto, em “Que África escreve o escritor africano?”. In: ___. Pensatempos: textos de opinião. Lisboa: Editorial Caminho, 2005, p. 59-63.


MIA COUTO AQUI NESTE SITE

::  Mia Couto - o afinador de silêncios. (biografia; bibliografia; obra publicada; entrevistas; adaptações da obra cinema, televisão, teatro; documentários; palestras; Moçambique em Rede; citações; excertos e afins). Acesse AQUI!  
:: Mia Couto - fortuna crítica (produções acadêmicas: teses, dissertações, monografias, livros, ensaios e artigos sobre a obra de Mia Couto). Acesse AQUI!
:: Mia Couto - poemas. Acesse AQUI!
:: Entrevista: José Eduardo Agualusa e Mia Couto: a graça que o mundo tem. Acesse AQUI!
:: Fundação Fernando Leite CoutoAcesse AQUI!

" O encantamento é uma casa que tem o silêncio por tecto."
- Mia Couto, em "O outro pé da sereia". Lisboa: Editorial Caminho, 2006. 


Mia Couto - foto: Daniel Castellano
MIA COUTO EM NOSSAS REDES SOCIAIS
Mia Couto no G+ (Google)
:: Mia Couto, escritor  

Africa em Pauta - memória, história, arte (Facebook)
:: África em Pauta - memória, história, arte 


ESCRITORES AFRICANOS NESTE SITE
:: Alda Espírito Santo (São Tomé e Príncipe)
:: Amélia Dalomba (Angola)
:: Amílcar Cabral (Guiné-Bissau)
:: Ana Paula Tavares (Angola)
:: António Agostinho Neto (Angola)
:: António Mendes Cardoso (Angola)
:: Fernando Costa Andrade (Angola)
:: Fernando Leite Couto (Moçambique)
:: João Maimona (Angola)
:: José Craveirinha (Moçambique)
:: José Eduardo Agualusa (Angola)
:: José Luandino Vieira (Angola)
:: Mia Couto /+ fortuna crítica+  Poemas (Moçambique)
:: Noémia de Sousa (Moçambique)
:: Ondjaki (Angola)
:: Orlanda Amarílis (Cabo Verde)
:: Paulina Chiziane (Moçambique)
:: Pepetela (Angola)

:: Raúl Alves Calane da Silva (Moçambique)
:: Ruy Duarte de Carvalho (Angola) 


OUTRAS FONTES DE PESQUISA
:: Obras do autor, teses e dissertações

"Quem passasse ao largo, escutava trechos de prosa, por vezes poemas rimados, lidos na voz pausada de uma jovem mulher. E acreditaria que as duas mulheres estivessem rezando. E, no fundo, não estaria longe da verdade [...] o medo era a única voz que falava dentro de si."
- Mia Couto, em "O outro pé da sereia". Lisboa: Editorial Caminho, 2006.


"As pessoas é que abrigam a casa, a ternura é que sustenta o tecto."
- Mia Couto, em "O outro pé da sereia". Lisboa: Editorial Caminho, 2006. 


"...o tempo urge, o corpo tem prazo, a vida tem pressa."
- Mia Couto, em "O outro pé da sereia". Lisboa: Editorial Caminho, 2006. 


"A saudade é uma tatuagem na alma. Só nos livramos dela, perdendo um pedaço de nós"
- Mia Couto, em "O outro pé da sereia". Lisboa: Editorial Caminho, 2006. 


"É sabido: há o tempo de amar, há o tempo de caçar. Nunca se misturam."
- Mia Couto, em "A confissão da leoa". Lisboa: Editorial Caminho, 2012.


© Direitos reservados ao autor/e ou ao seus herdeiros

© Pesquisa, seleção e organização: Elfi Kürten Fenske



=== === ===
Trabalhos sobre o autor:
Caso, você tenha algum trabalho não citado e queira que ele seja incluído - exemplo: livro, tese, dissertação, ensaio, artigo - envie os dados para o nosso "e-mail de contato", para que possamos incluir as referências do seu trabalho nesta pagina. 

Conteúdo, textos, fotos, caricaturas, charges, imagens e afins
:: Sem identificação: nos ajude a identificar o autor, fontes e afins.
:: Autor(a): caso não concorde com a utilização do seu trabalho entre em contato.

Como citar:
FENSKE, Elfi Kürten (pesquisa, seleção e organização). Mia Couto - fortuna crítica. Templo Cultural Delfos, maio/2015*. Disponível no link. (acessado em .../.../...).
----
* Obs.: Essa fortuna crítica foi originalmente publicada em "Mia Couto - o afinador de silêncios" neste site, em novembro de 2012, atualizada em maio de 2015. 
____
** Página atualizada em 25.6.2015.



Licença de uso: O conteúdo deste site, vedado ao seu uso comercial, poderá ser reproduzido desde que citada a fonte, excetuando os casos especificados em contrário. 
Direitos Reservados © 2016 Templo Cultural Delfos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos a visita. Deixe seu comentário!