Lima Barreto - romancista, contista e cronista da primeira República

 
 Afonso Henriques de Lima Barreto - escritor


© Pesquisa, seleção, edição e organização: Elfi Kürten Fenske. 
Por gentileza citar conforme consta no final desse trabalho. 


"O Brasil não tem povo, apenas público. Povo luta por seus direitos, público só assiste de camarote."
- Lima Barreto, “Não queria, mas...”. crônica publicada na revista “Careta” em 3 de junho de 1922.


"Entre nós tudo é inconsistente, provisório, não dura."
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma". Ática, 1997.


ESBOÇO BIOBIBLIOGRÁFICO DE LIMA BARRETO  

Nome: Afonso Henriques de Lima Barreto
Nome literário: Lima Barreto
Pseudônimos: Rui de Pina, Dr. Bogóloff, Philéas Fogg, S. Holmes, J. Caminha, Leitor, Aquele, Amil, Eran, Jonathan, Inácio Costa
Profissão: Romancista, contista e cronista
Nascimento: Rio de Janeiro, 13 de maio de 1881 
Morte: Rio de Janeiro, 1 de novembro de 1922


"O Sr. Lima Barreto é, no romance brasileiro, o que Hogarth foi na pintura inglesa. Ambos pintam os ridículos e as faltas da sociedade em que se movem. Ninguém hoje, no Brasil, cultiva o gênero literário do romance com tanto talento e tanta felicidade quanto esse ironista sem rebuços nem artifícios."
- Oliveira Lima. In: BARRETO, Lima. Clara dos Anjos. Editora Mérito, 1948.


Dados biográficos de Lima Barreto, datada de 1948, por F.A.B, no livro Clara dos Anjos, da Editora Mérito. 

De ascendência humilde, Afonso Henriques de Lima Barreto nasceu na cidade do Rio de Janeiro, numa casa que hoje já não mais existe, à rua Ipiranga nº 18, aos 13 de maio de 1881. Era filho de d. Amália Augusta Barreto, professora pública, e de João Henriques de Lima Barreto, tipógrafo, mestre das oficinas de composição da Imprensa Nacional e depois administrador da Colônia de Alienados da Ilha do Governador. Aprendeu a ler com a mãe, que mantinha um pequeno colégio para meninas, o Santa Rosa, no bairro das Laranjeiras. Perdendo-a, aos 7 anos, o pequeno Afonso entrou para a escola pública, regida por d. Teresa Pimentel do Amaral, à rua do Rezende, de que sempre guardou boa lembrança. Cursou, a seguir, o Liceu Popular Niteroiense, um dos mais conceituados estabelecimentos de ensino da época, dirigido pelo emérito educador inglês, Mr. William Cunditt. Os seus estudos de humanidades eram, então, custeados pelo Visconde de Ouro Prêto, padrinho de batismo do romancista. Depois de prestar os exames de preparatórios no Ginásio Nacional, nome com que a República tentou em vão crismar o velho Colégio Pedro II, Lima Barreto ingressou por fim na Escola Politécnica, onde cursou até o terceiro ano, embora ficasse dependendo da cadeira de Mecânica Racional, do segundo ano, na qual foi por diversas vezes reprovado.

Em 1903, tendo enlouquecido o pai, interrompeu os estudos, para assumir os encargos de numerosa família. Tratou Lima Barreto de ganhar a vida, para o sustento dos seus, primeiro como professor particular e depois como funcionário público. Entrou num concurso para o preenchimento de uma vaga de amanuense na Diretoria do Expediente da Secretaria da Guerra, classificando-se em segundo lugar, com uma diferença mínima de pontos do primeiro colocado. Conseguiu, contudo, a nomeação. Espírito inquieto, voltado unicamente para a criação literária, o escritor jamais se adaptaria ao ambiente da repartição. A princípio, é bem verdade, não faltava ao serviço, procurando dar o melhor de si mesmo à rotina burocrática. Preterido mais de uma vez nas promoções, deu entretanto para negligenciar até que deixou de ir à Secretaria. Passou a ser um péssimo funcionário. Já então se entregara descontroladamente à vida boêmia. Às rodas de café e de bar, que conhecera na primeira mocidade, onde brilharam Olavo Bilac e Emilio de Menezes, sucedera-se o convívio dos botequins, que o romancista acabou frequentando diariamente, para tomar a sua "talagada” de parati, o "calisto", que lhe arruinou por completo a saúde e sacrificou em parte a sua carreira literária. Vencido, esmagado pela tragédia doméstica, que ensombrava a sua existência, — à doença do pai, louco, morando em sua própria casa, juntava-se o complexo da cor, — com que pretendia afogar a sua tristeza no álcool, a ponto de padecer alucinações, que o levaram ao hospício mais de uma vez. Aos 40 anos, pouco antes de morrer, a sua aparência era de um velho, cansado e desiludido de tudo. Assim o descreve um dos seus melhores amigos: “sua cabeça embranquecera e, na face, raramente havia um sorriso. Como o grande torturado de Jerusalém, ele trazia na máscara essa expressão suprema da alma humana: eu estou triste até a morte..."

Lima Barreto iniciou-se na vida literária, colaborando em jornais e revistas estudantis, como A Lanterna e A Quinzena Alegre, de efêmera duração. Mais tarde, quando se cogitou de fundar o Fon-Fon, Mario Pederneiras chamou-o para a redação. Pouco tempo permaneceu ali. Saiu para lançar com um grupo de amigos uma pequena revista, Floreal, que viveu quatro números apenas, merecendo de José Verissimo, crítico exigente, simpática acolhida. Suas leituras prediletas eram, segundo confessou, por essa época, Dostoievski, Tolstói, Stendhal, Flaubert, Balzac, Renan e Eça de Queiroz. A estes, porém, deve-se acrescentar os nomes de Mirbeau, Maupassant, Guyau, Bouglé, Kropotkine. Além da literatura, interessavam-no os estudos sociais. Um dos seus primeiros projetos, como escritor, era o de fazer uma história da escravidão negra no Brasil. Seus companheiros do grupo da Floreal chamavam-se Domingos Ribeiro Filho, Antônio Noronha Santos, Manoel Ribeiro de Almeida, Mario Tibúrcio Gomes Carneiro. Todos estão vivos ainda, com exceção de Domingos Ribeiro Filho. Frequentava também as rodas de Alcides Maya, Goulart de Andrade, Gregório da Fonseca, Gonzaga Duque, Bastos Tigre.

O seu primeiro romance, Recordações do Escrivão Isaias Caminha, começou a ser publicado na Floreal, em 1907, mas só veio aparecer em livro dois anos mais tarde, editado em Portugal. Era qualquer coisa de novo, que vinha sacudir os meios literários. É que Lima Barreto, tal como reconhece Monteiro Lobato, introduzia em nossa literatura um novo tipo de romance — "o da crítica social, sem doutrinarismo dogmático". Quer dizer, sem o verbalismo inconsequente de Fábio Luz e Curvelo de Mendonça, nem o requintado filosofismo de Graça Aranha. Depois de Isaias Caminha, vieram outros romances: Triste fim de Policarpo Quaresma (1911), Numa e a Ninfa (1915), Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá (1919) e mais uma coletânea de contos: Histórias e sonhos (1922). Á par disso. Lima Barreto colaborou intensamente na imprensa carioca, escrevendo na Gazeta da Tarde (1911), Correio da Noite (1914), Careta (1915, 1919-22), ABC (a partir de 1916), em revistas de menor porte, como Braz Cubas, Hoje, Atualidade, Tudo, ou ainda, em grandes jornais do tempo, como O País, A Notícia, Bio-Jornal, Gazeta de Notícias. Preferia aos grandes jornais as pequenas revistas, nas quais podia divulgar as suas ideias revolucionárias com inteira liberdade, crítico implacável que foi da política e da sociedade nas primeiras décadas do regime republicano. Sempre de uma irrepreensível honestidade intelectual, tinha orgulho da sua condição de escritor. Não transigia, no que dizia respeito à sua atividade como homem de letras. Em Os Bruzundangas e Bagatelas, livros de publicação póstuma, encontra-se boa parte da sua produção jornalística, mas o que ficou esparso nos jornais e revistas da época dá ainda para mais dois ou três volumes de crônicas da vida urbana e de crítica social, de artigos sobre livros e autores, de estudos sobre o folclore, como a interessante série de interpretações dos nossos contos populares, publicada na revista Hoje, sob o título: Mágoas e sonhos do povo. O escritor deixou inédito grande número de originais, incluindo-se nesse rol a novela Clara dos Anjos; um romance inacabado. Cemitério dos vivos; os cadernos do seu Diário íntimo e um volume de artigos de jornal, já colecionados. Feiras e Mafuás. Vivendo modestamente, numa pequena casa de subúrbio. Lima Barreto pouco viajou fora do Rio de Janeiro e Niterói. Ao que se sabe, foi uma vez a Barbacena, no tempo de estudante da Escola Politécnica, em exercícios práticos da cadeira de Topografia. Após a publicação das Recordações do Escrivão Isaias Caminha, com uma certa nomeada portanto, esteve em Juiz de Fora, como bilheteiro da Companhia Dramática, dirigida pelo maestro Carlos de Carvalho, seu tio, que então percorria o interior de Minas. Passou uma temporada em Ouro Fino, na casa do jornalista Emilio Alvim, seu amigo e funcionário, aquele tempo, do Núcleo Colonial Inconfidentes. Foi ainda a São Paulo e depois a Mirassol, a convite do romancista Ranulfo Prata. Gostava de andar a pé, em longas caminhadas, pelo Rio de Janeiro, a terra natal, que amava estremecidamente, conhecendo ponto por ponto todos os recantos da cidade. De quando em vez, desaparecia como por encanto das livrarias e das rodas boêmias, refugiando-se em sua casa, para escrever. Fazia como o bicho da seda. Metia-se no casulo e produzia.

Morreu a 1 de novembro de 1922, às 17 horas, na rua Major Mascarenhas nº 20, em Todos os Santos, subúrbio em que morou mais de vinte anos, A obra que deixou é das mais importantes, no terreno da ficção. Mais de um crítico, coloca-o no mesmo plano de Machado de Assis. Um Machado de Assis todavia mais humano, com capacidade para amar e compreender os seus personagens. Como tão bem acentuou Tristão de Ataíde, Lima Barreto criou tipos imperecíveis e perpetuou os nossos meios urbanos de mais caráter — a imprensa, a política, a repartição, — fixando a paisagem familiar do Rio” . Dentre os nossos escritores, ninguém foi, em verdade, mais carioca, ninguém mais brasileiro do que esse desventurado mestiço, criador admirável de Isaias, Policarpo, Gonzaga de Sá e Clara dos Anjos.
------
Fonte: F.A.B. Dados biográficos. In: Clara dos Anjos. Lima Barreto [nota do editor; dados biográficos por F. A. B.].  Rio de Janeiro: Editora Mérito, 1948. Disponível no link. (acessado em 30.6.2021).
* Imagem: Lima Barreto, por Quinho (J. O Estado de Minas).


"'O romancista Lima Barreto é uma espécie de Gogol brasileiro, o homem que toca nos pequenos para fazê-los grande'. 'Cada dia que se passa, todos nós vamos verificando que a sua maneira de ver e sentir a vida que o atormentava fora capaz de deixar, para a nossa literatura, páginas que serão eternas.'"
- José Lins do Rego,  In: BARRETO, Lima. Clara dos Anjos. Editora Mérito, 1948.


Lima Barreto, por W.

OBRA DE LIMA BARRETO


Cronologia das obras

Romances
1909 – Recordações do escrivão Isaías Caminha
1915 – Triste fim de Policarpo Quaresma
1915 – Numa e a Ninfa
1919 – Vida e morte de M.J. Gonzaga de Sá
1948 – Clara dos Anjos

Novela
1905 - O Subterrâneo do Morro do Castelo

Contos
1920 – Histórias e sonhos
1952 – Outras histórias e contos argelinos (c/ Histórias e sonhos)

Sátira e humorismo
1912 – Aventuras do Dr. Bogoloff
1923 – Os bruzundangas
1953 – Coisas do reino de Jambon

Artigos, crônicas, crítica e correspondência
1922 – Bagatelas
1953 – Feiras e mafuás
1953 – Vida urbana
1956 – Marginália
1956 – Impressões de leitura
1956 – Correspondência

Memórias
1953 – Diário íntimo
1953 – O cemitério dos vivos

Obras e edições

Romance
- organização por título e em ordem cronológica de edição -
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barreto. [editado por Antonio Maria Teixeira]. Lisboa: Livraria Clássica Editora de A. M. Teixeira e Cia, 1909. {Publicado originalmente em folhetins na Revista Floreal, entre 1907 e 1908}. Disponível online no link. e link. (acessado em 27.2.2021).
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barreto edição rev. e aumentada. Rio de Janeiro: Revista dos Tribunaes, 1917.
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barretoedição rev. e aumentada [nova tiragem]. Rio de Janeiro: A. de Azevedo & Costa, 1917.  Disponível online no link e link. (acessado em 27.6.2021).
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barreto. [prefácio de Elói Pontes; capa Belmonte?]. Coleção 'O Livro de Bolso', nº 8. São Paulo: O Livro de Bolso, 1943.  
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barreto. [prefácio de Francisco de Assis Barbosa]. Rio de Janeiro: Editora Mérito, 1949. 
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barreto. [prefácio de Francisco de Assis Barbosa]. 5ª ed., Rio de Janeiro: Editora Mérito, 1949. {Edição privativa dos sócios do Círculo Literário do Brasil}.
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barreto. [prefácio Francisco de Assis Barbosa; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção Obras Completas de Lima Barreto, Vol. 1. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima BarretoColeção 'Biblioteca Folha', vol. 18. Rio Janeiro: Ediouro; São Paulo: Publfolha, 1997.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto. [prefácio Carmen Lydia de Souza Dias].  Rio de Janeiro: Ática, 1998.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto. Belo Horizonte: Cedic, 2005.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto.  Coleção Clássicos Literários. Editora DCL, 2006. 
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto. Coleção 'Clássicos de bolso', vol. 3. São Paulo: Martins Claret, 2010.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto. [introdução Alfredo Bosi; prefacio Francisco de Assis Barbosa; e notas Isabel Lustosa]. São Paulo: Penguin - Companhia das Letras, 2010.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto. Editora FTD, 2013.
:: Lima Barreto: Caminhos de Criação. Recordações do Escrivão Isaias Caminha. [org. Carmem Lúcia Negreiros de Figueiredo e Ceila Maria Ferreira]. Edição crítica. São Paulo: Edusp, 2017.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto. Clássicos Hiperliteratura Livro, nº 42. Editora: Obliq, 2018. {ebook}.
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barreto. Coleção 'Grandes mestres da literatura brasileira'. São Paulo: Editora Lafonte, 2019.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto. [prefácio Irenísia Torres de Oliveira; posfácio Adelaide Gonçalves]. Coleção Literatura. São Paulo: Editora Expressão Popular, 2019.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto. Editora CEDET, 2ª ed., 2020.
------
* Imagem (caricatura): Lima Barreto, por Nico (Macio Malta).

.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. e 'outros textos*'. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Typ. ‘Revista dos Tribunaes’, 1915. (*contém + 7 contos: 'Um especialista' - 'O filho da Gabriela' - 'A Nova Califórnia' - 'O homem que sabia javanês' - 'Um e outro' - 'Miss Edith e seu tio' e 'Como o "homem" chegou').. {publicado originalmente em 52 folhetins do Jornal do Comércio - Rio de Janeiro/RJ, na edição da tarde, entre 11 de agosto a 19 de outubro de 1911}. Disponível online no link e link. (acessado em 28.6.2021). 
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [prefácio de Elói Pontes; capa Belmonte?]. São Paulo: O Livro do Bolso, 1943
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. (edição dos sócios - 'Livro do Mês'). São Paulo: Gráfica Editora Brasileira, 1948.  
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [prefácio Manuel de Oliveira Lima; capa S.R]. Rio de Janeiro: Editora Mérito, 1948.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [prefácio M. de Oliveira Lima; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 2. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. vol. 1 e 2. São Paulo: Clube do Livro, 1967.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1985.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Editora Nova Cultura, 1987.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Rio de Janeiro: FTD, 1992; 2013.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto São Paulo: Scipione,1994.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Coleção 'Biblioteca ZH'. Porto Alegre: edições Zero Hora, 1997.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. São Paulo: Ática, 1997.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto[prefácio Benito Martinez Rodriguez]. Curitiba/PR: Editora da Universidade Federal do Paraná, 1997.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. 'Edição crítica'. [coord. Antonio Houaiss e Carmem Lúcia Negreiros]. Edição bilíngue. 1ª ed., Madri, Paris, México, Buenos Aires, São Paulo, Lima, Guatemala, San José de Costa Rica, Santiago de Chile:  ALLCA XX - Coleção Archives - UNESCO, 1997.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Porto Alegre: L&PM Pocket, 1998.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Record, 1998.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. São Paulo: Martin Claret, 1999; 5ª ed., 2011.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. São Paulo: Editora Paulus, 2002.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Série 'Lazuli Clássicos'. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2004.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Coleção 'Nossa literatura'. Escala Educacional, 2006.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Media Fashion, 2008.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [apresentação Ivan Teixeira; notas Ivan Teixeira e Gustavo Martins; ilustrações Paulo Batista]. Coleção Clássicos Ateliê. Cotia, São Paulo: Ateliê Editorial, 2010; 2ª ed., 2015; 3ª ed., 2020.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [introdução e notas Lilia Moritz Schwarcz; prefácio Oliveira Lima]. São Paulo: Penguin - Companhia das Letras, 2011.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [estabelecimento do texto, vocabulário, notas, estudos e comentários Letícia Malard]. Coleção 'Leitura Literatura', vol. 5, Romance. Belo Horizonte/MG: Editora Autêntica, 2012.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Coleção Clássico de Lima Barreto. Editora Bestbolso, 2013.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Capa dura. Coleção 'Clube do Livro'. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2014.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [orientação pedagógica e notas de leitura Douglas Tufano; ilustrações Bruna Assis Brasil]. Coleção 'Travessias'. Rio de Janeiro: Editora ‏Moderna, 2015.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Coleção 'Vozes de bolso'. Petrópolis/RJ: Editora Vozes de Bolso, 2016.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Coleção 'Grandes mestres da literatura brasileira'. São Paulo: Editora Lafonte, 2018.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [editora Maíra Lot Micales]. Edição especial. Coleção Biblioteca Luso-Brasileira. Editora Via Leitura, 2018.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [prefácio Márcia Fusaro]. Brasília/DF: Edições Câmara, 2ª ed, 2019.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Coleção 'Literatura brasileira'. Rio de Janeiro: Livraria Garnier, 2ª ed., 2019. 
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Clássicos Saraiva. Editora Saraiva, 2019.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. São Paulo: Editora Unesp, 2020. 
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. texto comentado. Lima Barreto. Coleção Clássicos Literários. Editora DCL, 2020 
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [apresentação Criolo; posfácio Jorge Augusto Jesus; notas e e ensaio crítico Jorge Augusto (IFbaiano); ensaio (texto) Fernanda Felisberto; ensaio poético Ferréz; ilustrações João Montanaro]. Editora Antofágica, 2021.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Editora Genérico, 2021.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma 'anotado'. Lima Barreto. Edição comemorativa de 110 anos. Rio de Janeiro: Obliq Livros, 2021.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [apresentação Denilson Botelho]. 1ª ed., Leiria, Portugal: Editora Proprietas, 2021.
.
:: Numa e a nympha: romance da vida contemporanea. Escripto especialmente para A NoiteLima Barreto. Rio de Janeiro: Officinas d'”A Noite”, 1915. Disponível online  no link e link. (acessado em 28.6.2021).
:: Numa e a Ninfa. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Gráfica Editora Brasileira, 1950. {incluído nessa edição: "As Aventuras do Dr. Bogolof"}.
:: Numa e a Ninfa. Lima Barreto. [prefácio João Ribeiro; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 3. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
:: Numa e a Ninfa. Lima Barreto. Coleção 'Dos autores modernos da literatura brasileira', vol. 3. Rio de Janeiro: Livraria Garnier, 1989.
:: Numa e a Ninfa. Lima Barreto. Coleção Clássicos Literários. Editora DCL, 2013. 
:: Numa e a ninfa. Lima Barreto. [apresentação Antonio Arnoni Prado; prefácio - o artigo de 1917 de João Ribeiro para o jornal carioca 'O imparcial']. São Paulo: Penguin - Companhia das Letras, 2017.
.
:: Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá. Lima Barreto. 1ª ed., São Paulo: Edição da Revista do Brasil, 1919. Disponível online no link e link. (acessado em 29.6.2021).
:: Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá. Lima Barreto.  [nova edição]. São Paulo: Edição da Revista do Brasil — Monteiro Lobato e Companhia, 1921.
:: Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá. Lima BarretoSão Paulo: Companhia Gráfico-Editora Monteiro Lobato, 1923; 1924.
:: Vida e morte de M.J. Gonzaga de Sá. Lima Barreto. [prefácio de Elói Pontes; desenho de capa Dorca]. Coleção 'O Livro de Bolso, 11'. 
2ª ed.,  São Paulo: O Livro de Bolso, 1943. 
:: Vida e morte de M.J. Gonzaga de SáLima Barreto. [prefácio Paulo Ronai]. Rio de Janeiro: Editora Mérito, 1949. {incluídos nessa edição: 14 contos publicados em jornais e revistas no Rio}.
:: Vida e morte de M.J. Gonzaga de Sá. Lima Barreto. [prefácio Alceu Amoroso Lima (Tristão de Ataíde); organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 4. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
:: Vida e morte de M.J. Gonzaga de Sá. Lima Barreto. Edições Livre, 1970.?
:: Vida e morte de M.J. Gonzaga de Sá. Lima Barreto. [prefácio Alceu Amoroso Lima]. Coleção 'Clássicos brasileiros. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1980.
:: Vida e Morte de M. J .Gonzaga de Sá. Lima Barreto. [apresentação e notas Marcos Scheffel; estabelecimento de texto Marcos Scheffel e José de Paula Ramos Jr.; ilustrações Kaio Komero]. Coleção Clássicos Ateliê. São Paulo: Ateliê Editorial, 2017.
:: Vida e Morte de M. J .Gonzaga de Sá. Lima Barreto. Coleção Dos autores modernos da literatura brasileira, vol. 4. Rio de Janeiro: Livraria Garnier, 1990; 2ª ed., 2020.
:: Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá. Lima Barreto. Editora CEDET, 2020.

"Clara dos Anjos, por lhe vir tão de dentro da alma, significa muito para os que o admiram e querem compreender. É um desabafo onde se sente o timbre da verdade."
- Lúcia Miguel Pereira, In: BARRETO, Lima. Clara dos Anjos. Editora Mérito, 1948.
.
:: Clara dos Anjos*. Lima Barreto[nota do editor e dados biográficos por F. A. B.; prefácio Lucia Miguel-Pereira; capa desenho de Carybé]. Rio de Janeiro: Editora Mérito, 1948. (conforme nota do editor "acrescentou-se a esta edição a admirável coleção de contos, que figura na primeira edição do Triste fim de Policarpo Quaresma (1915)", são eles: 'Um especialista' - 'O filho da Gabriela' - 'A Nova Califórnia' - 'O homem que sabia javanês' - 'Um e outro' - 'Miss Edith e seu tio' e 'Como o "homem" chegou')..{Publicado originalmente em folhetins na Revista Souza Cruz - Rio de Janeiro/RJ, em 16 edições, de janeiro de 1923 a maio de 1924}. Disponível no link. (acessado em 30.6.2021).
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. [prefácio Sérgio Buarque de Holanda; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 5. São Paulo: Brasiliense, 1956. {versão completa do romance}.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. Coleção 'Prestígio'. Rio de Janeiro: Ediouro, 1975.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. [artigo de Guaraciaba Micheletti]. São Paulo: Ática, 1988; 14ª ed., 2011.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. Fortaleza/CE: Editora ABC, 2002.
:: Clara dos AnjosLima Barreto. Coleção 'A obra-prima de cada autor', vol. 162. São Paulo: Martin Claret, 4ª ed., 2003.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. São Paulo: Editora Paulus, 2009.
:: Clara dos Anjos e outros contos. Lima Barreto. [organização Ivan Marques; ilustrações Marlette Menezes]. São Paulo: Editora Scipione, 2011. 
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. Coleção 'Grandes mestres da literatura brasileira'. Rio de Janeiro: Escala, 2011.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. [notas de Lilia M. Schwarcz e Pedro Galdino; textos introdutórios de Beatriz Resende, Sergio Buarque de Holanda e Lúcia Miguel Pereira]. São Paulo: Penguin - Companhia das Letras, 2012.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. Coleção Clássicos Literários. Editora DCL, 2013. 
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. Editora FTD, 2016.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Editora Autêntica, 2017.
:: Clara dos Anjos e outras histórias. Lima Barreto. [prefácio Sérgio Sérgio Buarque]. Rio de Janeiro: Ediouro; São Paulo: Publifolha, 1997.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. Coleção 'Grandes Mestres'. São Paulo: Editora Lafonte, 2019.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Livraria Garnier, 2020.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. Editora Itapuca, 2021. {Ebook}.


Novela/folhetim
:: O Subterrâneo do Morro do Castelo: Um Folhetim de Lima Barreto. [organização, introdução e notas Beatriz Resende; posfácio Carlito Azevedo]. Coleção Babel. Rio de Janeiro: Editora Dantes, 1997; 2ª ed., 1999. {Publicado originalmente em "Correio da Manhã", nas edições de 28-29/4/1905, 2-10/5/1905, 12/5/1905, 14-15/5/1905, 19-21/5/1905, 23-28/5/1905, 30/51905, 3/6/1905}.
:: O subterrâneo do morro do castelo: um folhetim de Lima Barreto. [introdução e notas Beatriz Resende; posfácio Carlito Azevedo]. Coleção Babel. Rio de Janeiro: Editora Dantes, 4ª ed., 2017.
:: O Subterrâneo do Morro do Castelo e outras históriasLima Barreto.[apresentação apresentação e Carlo Carrenho]. Parati: Editora BR75, 2017. 
:: O subterrâneo do morro do casteloLima Barreto. Coleção 'Grandes Obras'. Editora Vermelho Marinho, 2020.

"Há casos tão escandalosos que, só em contá-los, metem dó."
- Lima Barreto, no livro "Os Bruzundangas". L&PM, 2010.


Sátira
- organização por título e em ordem cronológica de edição -
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto1ª ed., Rio de Janeiro: Jacintho Ribeiro dos Santos, 1922. Disponível online no link e link. (acessado em 30.6.2021).
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto2ª ed., Rio de Janeiro: Jacinto Ribeiro dos Santos, 1930.
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. São Paulo/Rio de Janeiro: Editora Mérito, 1952.{esta edição contém: "Parte I – Notas sobre a República dos Bruzundangas" e "Parte II – Coisas do reino de Jambon"}
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. [prefácio Osmar Pimentel; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 7. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961. {este volume é composto de: "Os Bruzundangas"; "outras histórias dos Bruzundangas" e "As aventuras do Doutor Bogólof"}.
:: Os Bruzundangas e outras histórias dos bruzundangas. Lima Barreto. [prefácio Valentim Facioli]. São Paulo: Ática, 1985.
:: Os Bruzundangas. Lima BarretoColeção L&PM Pocket. Porto Alegre: L&PM, 1998; 2ª ed., 2010.
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. Editora Imprensa Universitária / UFC, 2004.
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. [notas Introdutórias e questionário de Celina Fontenele Garcia]. Editora, ABC, 2004.
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. Natal: Editora EdUFRN, 2005.
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. Coleção Grandes nomes da literatura. Editora DCL (Difusão Cultural do Livro), 2006.  
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. Editora FTD, 2013. 
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. Coleção 'A obra-prima de cada autor'. São Paulo: Martin Claret, 2ª ed., 2013. 
:: Sátiras e outras subversões. Lima Barreto. [organização Felipe Botelho Correa]. São Paulo: Penguin - Companhia das Letras, 2016.
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. Coleção 'Literatura brasileira'. Rio de Janeiro: Livraria Garnier, 2ª ed., 2020.
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto. [edição Mirtes Ugeda Coscodai]. Coleção Clássicos da literatura. Jandira/SP: Editora Principis, 2021.
.
:: Coisas do reino do jambomLima BarretoRio de Janeiro: Mérito, 1953.
:: Coisas do reino do jambom: sátira e folcloreLima Barreto[prefácio Olívio Montenegro; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção Obras Completas de Lima Barreto, vol. 8. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
----------
*Ilustração: Lima Barreto em caricatura de Nássara | ©Acervo Fundação Biblioteca Nacional BR

Narrativas humorísticas
::  Aventuras do Dr. Bogoloff. Lima Barreto(Episódios da vida de um pseudo-revolucionário russo. Narrativas humorísticas). Fascículo L Rio de Janeiro, A. Reis & Cia., s. d., 1912.
:: Aventuras do Dr. Bogoloff. Lima Barreto. Expressão e Cultura, 2001. 

Contos
- organização por título e em ordem cronológica de edição -
:: Histórias e sonhos: contos. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Editora Gianlorenzo Schettino, 1920. Disponível online no link e link. (acessado em 30.6.201).
:: Histórias e sonhos / outras histórias e contos argelinos. Lima Barreto. Rio de Janeiro/São Paulo: Gráfica Editora Brasileira, 1952. 
:: Histórias e sonhos: contos. Lima Barreto. [prefácio Lúcia Miguel Pereira; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 6. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
:: Histórias e sonhos. Lima Barreto. Rio de Janeiro/Belo Horizonte: Garnier, 1990.
:: Histórias e sonhos. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Ática, 1998.
:: Histórias e sonhos. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Editora Expressão e Cultura, 2001.
:: Histórias e sonhos. Lima Barreto. [introdução, estabelecimento de texto e notas Antonio Arnoni Prado]. Coleção 'Contistas e cronistas'. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2008.
:: Histórias e sonhos. Lima Barreto. São Paulo: Editora Peixoto Neto, 2019.
.
:: Três contos: O homem que sabia javanês; Cló; A nova CalifórniaLima Barreto.[ilustrações Claudio Correia de Castro]. Rio de Janeiro: Cem Bibliófilos do Brasil, 1955.
:: Lima Barreto conta histórias. São Paulo: Editoras das Américas/Edaméris, 1961.
.
:: O homem que sabia javanês e outros contos. Lima Barreto. São Paulo: Clube do Livro, 1965.
:: O homem que sabia javanês e outros contos. Lima Barreto. Editora Atual, 1992; 2010.
:: O homem que sabia javanês e outros contos. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Ediouro, 1996.
:: O homem que sabia javanês e outros contos. Lima Barreto. Curitiba: Polo Editorial do Paraná, 1997. 
:: O homem que sabia javanês e outros contos. Lima Barreto. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2004.
:: O homem que sabia javanês e outros contos. Lima Barreto. Editora Globus, 2009.
:: O homem que sabia javanês e outros contos de Lima Barreto. Rio de Janeiro: Editora Bestbolso, 2012.
:: O homem que sabia javanês e outros contos. Lima Barreto. Coleção 'Clássicos da literatura mundial'. Jandira/SP: Editora Principis, 2020.
.
:: O homem que sabia javanês. Lima Barreto. São Paulo: Clube do Livro, 1965.
:: O homem que sabia javanês. Lima Barreto. Editora Dimensão, 1999.
:: O homem que sabia javanês. Lima Barreto. Coleção Dedinho de Prosa. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.
:: O homem que sabia javanês. Lima Barreto. São Paulo:  Biruta Edições, 2003.
:: O homem que sabia javanês. Lima Barreto. Coleção Clássicos Literários. Editora DCL, 2013.
 :: O homem que sabia javanês. Lima Barreto. Lumme Editor, 2016.
:: O homem que sabia javanês & A nova Califórnia. Lima Barreto. Editora Primata, 2017.
.
:: A nova Califórnia: contos. Lima Barreto. São Paulo: Editora Brasiliense, 1979; 2ª ed., 1981; 3ª ed., 1982.
:: A nova Califórnia e outros contos. Lima Barreto. [seleção, apresentação e notas Flávio Moreira da Costa]. 2ª ed., Rio de Janeiro: Revan, 1994.
:: A nova Califórnia: contos. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1998.
:: A Nova Califórnia e outros contosLima BarretoSelo 'De mão em mão'. São Paulo: Editora Unesp; Prefeitura do Município de São Paulo, 2012.
.
:: A nova Califórnia. Lima Barreto. São Paulo: Circulo do Livro, 1994.
:: A nova Califórnia. Lima Barreto. Coleção Clássicos Literários. Editora DCL, 2013.
.
:: Carta de um defunto rico. Lima Barreto. Coleção 'Pra Ler em Pé'. Mórula Editorial, 2013.
:: Carta de um defunto rico / A doença do Antunes. Lima Barreto. Coleção 'Quem lê sabe por que' / Série contos filosóficos. São Paulo: Editora SESI/SP, 2015.
:: Quase ela deu o sim, mas... / A barganha. Lima Barreto. Coleção 'Quem lê sabe por que' / Série contos filosóficos. São Paulo: Editora SESI/SP, 2015.
:: A biblioteca. Lima Barreto. Coleção 'Quem lê sabe por que / Série 'Contos filosóficos'. São Paulo: SESI/SP Editora, 2015.
:: CloLima Barreto. Coleção 'Minutos de Literatura'. São Paulo: SESI/SP Editora, 2017.
:: A biblioteca/ A Barganha. Lima Barreto. Coleção 'Minutos de Literatura'. São Paulo: SESI/SP Editora, 2017.
:: A doença do Antunes e outros contos. Lima Barreto. Coleção 'Minutos de Literatura'. São Paulo: SESI/SP Editora, 2017.
:: Quase ela deu o sim, mas... Lima Barreto. Editora Itapuca, 2020. Ebook}.
:: Milagre do Natal. Lima Barreto. Editora Itapuca, 2020. {Ebook}
:: O moleque. Lima Barreto. Editora Itapuca, 2021. {Ebook}
:: A Indústria da Caridade. Lima Barreto. Editora Itapuca, 2021. {Ebook}
:: O número da sepultura. Lima Barreto. Editora Itapuca, 2021. {Ebook}
:: A biblioteca. Lima Barreto. Editora Itapuca, 2021. {Ebook}
--------
* Ver seletas e obra reunida.

"Mas como ainda estamos longe de ser livres! Como ainda nos enleamos nas teias dos preceitos, das regras e das leis!"
- Lima Barreto, da crônica "Maio", no livro 'Crônicas escolhidas'. Lima Barreto. São Paulo: Publifolha; Ática, 1995. {publicada na Gazeta da Tarde, em 4.5.1911}.

Crônicas e artigos 
- organização por título e em ordem cronológica de edição -
:: Bagatelas. Lima Barreto. Rio de Janeiro: Empresa de Romances Populares, 1923. Disponível online no link. (acessado em 30.6.2021).
:: Bagatelas. Lima Barreto. [prefácio de Astrojildo Pereira; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 9. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
.
:: Marginália: impressões de leitura, mágoas e sonhos do povo. Lima Barreto(crônicas e artigos). Rio de Janeiro: Mérito, 1953.
:: Marginália: artigos e crônicas. Lima Barreto. [prefácio Agripino Grieco; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto. vol. 12. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
.
:: Feiras e Mafuás. Lima Barreto. (crônicas e artigos). Rio de Janeiro: Mérito,1953.
:: Feiras e mafuás. Lima Barreto. (crônicas e artigos)..  [prefácio Jackson de Figueiredo; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 10. São Paulo: Brasiliense, 1956 2ª ed., 1961.
.
:: Vida urbana. Lima Barreto. 'Crônica sobre folclore urbano'[prefácio Antônio Houaiss; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto. vol. 11. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
----
Imagem (rascunho): Lima Barreto, por Hugo Pires

Crítica
:: Impressões de leitura. Lima Barreto. [prefácio Manoel Cavalcanti Proença; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 13. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2ª ed., 1961.
:: Lima Barreto: Impressões de leitura e outros textos. [organização e apresentação Beatriz Resende; prefácio Lilia Moriz Schwarcz]. São Paulo: Penguin - Companhia das Letras, 2017.

Memórias
:: Diário Íntimo. Lima Barreto. [nota Francisco de Assis Barbosa]. Coleção 'Biblioteca particular de Lima Barreto'. São Paulo/Rio de Janeiro: Editora Mérito, 1953. {A edição contém: "I. Diário Íntimo"; "II. Diário do Hospício"; "III. Cemitério dos Vivos*"; e "IV. Inventário da Biblioteca" | *'Cemitério dos Vivos' teve o primeiro capítulo publicado em 1921, na Revista Souza Cruz}.
:: Diário Íntimo. Lima Barreto. [prefácio Gilberto Freyre; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto'. vol. 14. São Paulo: Brasiliense, 1956; 2º ed., 1961.
:: Diário Íntimo. Lima Barreto. [prefácio Gilberto Freyre]. Obras de Lima Barreto, XIV. Belo Horizonte; Rio de Janeiro: Livraria Garnier, 1956. 
:: Cemitério dos Vivos. Lima Barreto. [prefácio Eugênio Gomes; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção Obras Completas de Lima Barreto, vol. 15. São Paulo: Brasiliense, 1956. {este volume é composto de: "I – Diário do hospício"; "II – O cemitério dos vivos"; "III – Inventário da Coleção Limana"; "IV – O caso clínico"* /*documentos relativos às internações do escritor}.
:: Diário do hospício/ o cemitério dos vivos. Lima Barreto. Coleção 'Biblioteca Carioca, vol. 8 - série Literatura. Rio de Janeiro: Secretaria Municipal de Cultura, Departamento Geral de Documentação e Informação Cultural, Divisão de Editoração, 1993. Disponível no link; (acessado em 2.7.2021).
:: O cemitério dos vivos – memórias. Lima Barreto. [organização e notas Diogo de Hollanda; prefácio Fábio Lucas]. São Paulo: Editora Planeta do Brasil; Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 2004.
:: Diário Íntimo. Lima Barreto. EbookBrasil.org. 2006.
:: Diário do hospício e O cemitério dos vivos. Lima Barreto. [organização Augusto Massi e Murilo Marcondes de Moura; prefácio Alfredo Bosi]. São Paulo: Cosac Naify, 2010.
:: Diário do hospício & O cemitério dos vivos. Lima Barreto. [organização Augusto Massi e Murilo Marcondes de Moura; prefácio Alfredo Bosi]. São Paulo: Penguin - Companhia das Letras, 2017.

Correspondência, entrevistas e confissões dispersas
:: A Correspondência entre Monteiro Lobato e Lima Barreto. [organização Edgard Cavalheiro]. Rio de Janeiro: Serviço de Documentação/ Ministério da Educação e Cultura, 1955. 
:: Correspondência: ativa e passiva. I tomo. Lima Barreto. [prefácio Antônio Noronha Santos; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto', vol. 16. São Paulo: Brasiliense, 1956.
:: Correspondência: ativa e passiva. II tomo. Lima Barreto. [prefácio B. Quadros; organização Francisco de Assis Barbosa; colaboração Antônio Houaiss e Manoel Cavalcanti Proença]. Coleção 'Obras completas de Lima Barreto', vol. 17. São Paulo: Brasiliense, 1956.
:: Um longo sonho do futuro: diários, cartas, entrevistas e confissões dispersas. Lima Barreto. [introdução, seleção e notas Bernardo de Mendonça]. Serie Revisões, nº 5. Rio de Janeiro: Graphia Editorial, 1993.
:: A correspondência entre Monteiro Lobato e Lima Barreto, de Edgard Cavalheiro. [organização Valeria Lamengo]. Rio de Janeiro: Verso Brasil Editora, 2010; 2ª ed., 2017.

Seletas e obras completas reunidas
:: Lima Barreto – Romance. 'Antologia'. [sel. e organização Francisco de Assis de Barbosa; coord. e dir.: Roberto Alvim Correa, Alceu Amoroso Lima e Jorge de Sena]. Coleção 'Nossos Clássicos', nº 47. Rio de Janeiro: Agir, 1960. {Contém: 'Triste fim de Policarpo Quaresma'; 'Numa e a Ninfa'; 'Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá'; 'Clara dos Anjos'; 'Cemitério dos Vivos,...'}.
:: Lima Barreto. [sel. e organização Francisco de Assis de Barbosa]. Coleção 'Nossos Clássicos'. Rio de Janeiro: Agir, 1972; 2005. ???
:: Lima Barreto. 'literatura comentada'. [seleção de textos, notas, estudos biográfico, histórico e crítico e exercícios por Antonio Arnoni Prado]. Série 'Literatura comentada'. São Paulo: Abril Cultural, 1980; 2ª ed., São Paulo: Nova Cultural, 1988.
:: Os melhores contos. Lima Barreto. [seleção, organização e prefácio Francisco de Assis Barbosa]. Coleção 'Melhores Contos'. São Paulo: Editora Global, 1986.
:: Contos & novelas. Lima BarretoRio de Janeiro/Belo Horizonte: Livraria Garnier, 1990.
:: Contos reunidos. Lima Barreto. Rio de Janeiro/Belo Horizonte: Livraria Garnier, 1990.
:: Crônicas escolhidas. Lima Barreto. Coleção Folha de S. Paulo. São Paulo: Edições Folha de S. Paulo; Ática, 1995.
:: Prosa seleta. Lima Barreto[organização Eliane Vasconcellos]. Rio de Janeiro: Nova Aguilar; Fundação Biblioteca Nacional, 2001. {Contém - romances: 'Recordações de Isaías Caminha'; 'Triste Fim de Policarpo Quaresma'; 'Numa e a Ninfa'; 'Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá' e 'Clara dos Anjos' | Sátiras: 'Os Bruzundangas' e 'Coisas do Reino do Jambom' | contos: 'Histórias e Sonhos' e 'Outros Contos' | memorialística: 'Diário Íntimo' e 'Cemitério dos Vivos'}.
:: Os melhores contos. Lima Barreto. Coleção 'A obra-prima de cada autor'. São Paulo: Martin Claret, 2002; 2ª ed., 2014.
:: Melhores contos. Lima Barreto. [seleção, organização e prefácio Francisco de Assis Barbosa; direção Edla van Steen]. Coleção 'Melhores Contos'. São Paulo: Editora Global, 2002; 9ª ed., 2018.
:: Contos. Lima Barreto. [seleção, cronologia e introdução de José Emílio Major Neto]. São Paulo: Princípio, 1994.
:: Novas seletas: Lima Barreto. [organização Isabel Travancas e Laura Sandroni]. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2004.
:: Lima Barreto: toda crônica. 2 vol’s. [organização Beatriz Resende e Raquel Valença; apresentação e notas Beatriz Resende]. Rio de Janeiro: Agir, 2004.
:: Lima Barreto: melhores crônicas. [seleção e prefácio Beatriz Resende]. Coleção 'Melhores crônicas'. 1ª ed. São Paulo: Global Editora, 2005.
:: Lima Barreto: contos. [sel. e org. Carmem Lúcia Negreiros de Figueiredo]. 1ª ed.. Rio de Janeiro: Ediouro, 2009.
:: Contos reunidos. Lima Barreto. [organização Oséias Silas Ferraz]. Belo Horizonte: Crisálida, 2005.
:: Lima Barreto e a política: os contos argelinos e outros textos recuperados. [organização Mauro Rosso]. São Paulo: Edições Loyola, 2010. {inclui textos teatrais}.
:: Contos completos de Lima Barreto. [organização e introdução Lilia Moritez Schwarcz]. São Paulo: Penguin - Companhia das Letras, 2010.
:: Lima Barreto: antologia de artigos, cartas e crônicas sobre trabalhadores. [organização Antônio Augusto Moreira Ferreira e Rosalvo Gonçalves Pinto]. Viva Voz. Belo Horizonte: FALE/UFMG, 2012. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021). 
:: Os bruzundangas e Numa e a Ninfa. Lima Barreto. 'Sátira e romance'. [organização Beatriz Resende; ilustração Fernando Vilela]. Coleção Limitada. Editora Carambaia, 2017. 
:: Lima Barreto: cronista do RioLima Barreto. [organização Beatriz Resende]. Rio de Janeiro: Autêntica; Fundação Biblioteca Nacional, 2017.
:: Lima Barreto: crônicas para jovens. [seleção e prefácio Gustavo Henrique Tuna]. Coleção 'Crônicas para jovens'. São Paulo: Editora Global, 2017.
:: Crônicas da Bruzundanga: a literatura militante de Lima Barreto[organização e seleção Felipe Botelho Corrêa]. São Paulo: Editora E-Galáxia, 2017. 
:: Obra Reunida. Lima Barreto. {box, c/ 3 vol’s}. . [capa Sérgio Campante]. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2018.
:: Contos de Lima Barreto. Coleção 'Clássicos em 80 páginas'. Editora Itapuca, 2020.
:: Contos de Lima Barreto. Coleção 'Grandes Clássicos da Literatura'. Curitiba: Editora BP - Brazil Publishing, 2020.
:: Obra Reunida. Lima Barreto. {box, c/ 3 vol’s}. . [capa Sérgio Campante; edição com nova organização, o box conta também com um sumário, e os volumes ainda trazem apresentações de Francisco de Assis Barbosa, Miguel Sanches Neto, Oliveira Lima, João Ribeiro, Monteiro Lobato, Eliane Vasconcellos, Lêdo Ivo e Otto Maria Carpeaux]. Edição revisada. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2021.
-----
* Imagem: Lima Barreto, por Nayarts desenhos e caricaturas.

Teatro
:: A casa dos poetas: comédia em 1 ato. Lima Barreto (teatro). Rio de Janeiro, RJ: A Estação Teatral, 1911.
:: Os negros. 'esboço de uma peça'. Lima Barreto. s.d.

Artigos (alguns) em revistas
BARRETO, Lima. O Destino da Literatura. In: Revista Souza Cruz, ano VI, nº 58-59. Rio de Janeiro, 1921.
BARRETO, Lima. O Theatro Nacional: males, preconceitos e remédios. In: O Theatro, Rio de Janeiro, ano I, nº 2, pp. 10-11, 4 maio 1911.
BARRETO, Lima. O Theatro Nacional: males, preconceitos e remédios. In: O Theatro, Rio de Janeiro, ano I, nº 5, pp. 7-8, 25 maio 1911.
BARRETO, Lima. Revista da Quinzena – Pretextos: A Caravana.  In: Floreal. Rio de Janeiro, Ano I, vol. I, 1907, p. 29-32.

Adaptações - HQ - História em Quadrinho
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [apresentação e adaptação José Louzeiro; ilustrações Luiz Ge e Chico Coelho]. Coleção 'Reencontro Literatura'. São Paulo: Scipione, 1998; 2ª ed., 2004.
:: O homem que sabia javanês. Lima Barreto. [adaptação Jô Fevereiro; arte final Sebastião Seabra]. Série 'Literatura Brasileira em Quadrinhos'. São Paulo: Escala Educacional, 2005.
:: Um músico extraordinário. Lima Barreto. 'conto'. [adaptação Ronaldo Antonelli e Francisco S. Vilachã; cores Fernando A. A. Rodrigues]. Série Literatura Brasileira em Quadrinhos. São Paulo: Escala Educacional, 2007.
:: Miss Edith e seu Tio. Lima Barreto. 'conto'. [ adaptação, roteiro, desenhos e arte final de Jô Fevereiro; cores de Jô & Ciça Sperl. Série Literatura brasileira em quadrinhos. São Paulo:  Escala Educacional, 2007.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [adaptação Lailson de Holanda Cavalcanti]. Coleção Quadrinhos Nacional. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [roteiro e desenhos César Lobo; adaptação e roteiro Luiz Antônio Aguiar]. São Paulo: Editora Ática, 2010; 2ª ed., 2013; 3ª ed., 2019.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Coleção 'Grandes clássicos em Graphic novel'. [desenhos Edgar Vasques; adaptação e roteiro Flávio Braga]. Rio de Janeiro: Editora Desiderata, 2010; 2ª ed., 2014.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. [adaptação Lelis Antunes e Wander Antunes; ilustrações Lelis Antunes; posfácio Lilia M. Schwarcz]. Coleção 'Quadrinhos na Cia'. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.
:: A nova Califórnia. Lima Barreto. [adaptação e ilustrações Francisco S. Vilachã]. Série 'Literatura Brasileira em Quadrinhos'. São Paulo: Escala Educacional, 2012.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [adaptação Gonçalo Junior; ilustrações Franco de Rosas, Gui Martino e Michelle Rezende]. São Paulo: Melhoramentos, 2019.
-----
* Imagem (caricatura): Lima Barreto, em traço de Baptistão.

Outras adaptações (texto) / livros
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [adaptação Celso Leopoldo Pagnan]. Desenhos preto e branco. Clássicos Rideel. Editora Rideel, 2000.
:: Recordações do escrivão Isaías Caminha. Lima Barreto . [adaptação Celso Leopoldo Pagnan].  Editora Escala, 2010. 
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. [adaptação Celso Leopoldo Pagnan]. Clássicos Rideel. Editora Rideel, 2011.
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. {adaptado para o público infanto-juvenil / acompanha um suplemento pedagógico}. Coleção 'Clássicos da Literatura'. Todolivro, 2012.
:: Triste fim de Policarpo QuaresmaLima Barreto. {seleção de questões comentadas dos melhores vestibulares}. Coleção 'Clássicos da literatura'. Editora Ciranda Cultural, 2018.  
:: Numa e a Ninfa. Lima Barreto. [ilustrações Eduardo Schleoesser e Lourdes Saraiva; editora Iêda Rocha; adaptação e revisão Malthus de Queiroz]. Coleção Clássicos da literatura brasileira. Paulista/PE: Editora Prazer de Ler, 2017. 

Aforismos e coletânea de frases (das obras) 
:: Pedacinho do céu. Lima Barreto. [nota Carlito Azevedo; edição Anna Dantes, Gabriel Takashi e João Manuel Tuim; fotografia Bia Saldanha]. selo Pipa Livros. Editora Dantas, 2017.
:: Migalhas de Lima Barreto'Coletânea de frases/ aforismos'. Rio de Janeiro: Editora Migalhas, 2014.

Audiobook
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [narração Hernides Britto]. AudioLivro, 2010.

Autobiografia
:: Lima Barreto: uma autobiografia literária. [organização Antonio Arnoni Prado]. Rio de Janeiro: Editora 34, 2012. {Empregando os procedimentos do corte e da montagem, “Lima Barreto – uma autobiografia literária” recombina fragmentos de contos, cartas, diários, romances, artigos e crônicas de jornal nos quais ressoa a voz do autor marginalizado, aqui organizada em capítulos como “Autorretrato”, “O narrador”, “Sobre arte e literatura” e outros}.

Biografia
:: A vida de Lima Barreto (1881-1922)de Francisco de Assis Barbosa. [direção Octavio Tarquinio de Sousa]. Edição ilustrada. Coleção 'Documentos brasileiros', 70. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1952.
::  A vida de Lima Barreto: 1881-1992. de Francisco de Assis Barbosa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1964.
:: A vida de Lima Barreto. de Francisco de Assis Barbosa. Coleção 'Reconquista do Brasil', vol. 140. Belo Horizonte: Itatiaia, 7ª ed., 1988.
:: :: A vida de Lima Barreto. de Francisco de Assis Barbosa. Rio de Janeiro: José Olympio; Brasília: INL, 2003.
:: A vida de Lima Barretode Francisco de Assis Barbosa. [prefácios Otto Lara Rezende e Beatriz Resende; nota introdutória na orelha Antonio Arnoni Prado]. Rio de Janeiro: José Olympio, 2003.
:: A vida de Lima Barreto: 1881-1992. de Francisco de Assis Barbosa. [prefácio Beatriz Resende; nota 'orelha' Rachel Valença]. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 11ª ed., 2017.
:: Lima Barreto: triste visionário {biografia}.. de Lilia Moritz Schwarcz. [desenho de capa Dalton Paula; projeto gráfico e capa Victor Burton]. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

Em "Antologias (participação)
:: Os cem melhores contos brasileiros do século(autores presentes: Rubem Fonseca, Otto Lara Resende, Clarice Lispector, Osman Lins, Rubem Braga, Sérgio Sant'Anna, Machado de Assis, Lygia Fagundes Telles, Nélida Piñon, Roberto Drummond, Moacyr Scliar, Graciliano Ramos, Silviano Santiago, Orígenes Lessa, Caio Fernando Abreu, Ivan Ângelo, Hilda Hilst, Luis Fernando Verissimo, Lima Barreto, João Ubaldo Ribeiro, Mário de Andrade, Fernando Sabino, Carlos Drummond de Andrade, Samuel Rawet, José J. Veiga, Erico Verissimo, Ana Cristina Cesar, Raduan Nassar, Adélia Prado, Carlos Heitor Cony, Dalton Trevisan, João do Rio, Júlia Lopes de Almeida, João Simões Lopes Neto, Monteiro Lobato, João Alphonsus, Antônio de Alcântara Machado, Marques Rebelo, Aníbal Machado, Bernardo Élis, Murilo Rubião, Rachel de Queiroz, Dinah Silveira de Queiroz, Haroldo Maranhão, Luiz Vilela, Eric Nepomuceno, José Cândido de Carvalho, Domingos Pellegrini, Wander Piroli, Tânia Jamardo Faillace, Victor Giudice, João Antônio, Márcia Denser, João Gilberto Noll, Sérgio Faraco, Edla Van Steen, Sônia Coutinho, Olga Savary, Maria Amélia Mello, Ignácio de Loyola Brandão, Zulmira Ribeiro Tavares, Edilberto Coutinho, Autran Dourado, Rubens Figueiredo, Carlos Sussekind, Myriam Campello, Marina Colasanti, Antonio Carlos Viana, Valêncio Xavier, João Silvério Trevisan, Antônio Torres, Márcio Barbosa, Bernardo Carvalho, André Sant'Anna e Fernando Bonassi)[organização e seleção Ítalo Moriconi]. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2000.
:: Contos Brasileiros I - 'Para gostar de ler', vol. 8.  (autores presentes: Graciliano Ramos, Ignácio de Loyola Brandão, Jose J. Veiga, Lima Barreto, Luiz Vilela, Marcos Rey e Stanislaw Ponte Preta). Série 'Para gostar de ler'. São Paulo. Editora Ática, 1991; 19ª ed., 2006.
:: Histórias fantásticas. 'Para gostar de ler', vol. 21(autores presentes: Edgar Allan Poe, Lima Barreto, Guy de Maupassant, Moacyr Scliar, Charles Dickens, Franz Kafka, Murilo Rubião e Modesto Carone). Série 'Para gostar de ler'. Rio de Janeiro: Ática, 1996; 5ª ed., 2004.
:: Histórias divertidas. 'Para gostar de ler', vol. 13(autores presentes: Fernando Sabino, Luis Fernando Verissimo, Arthur Azevedo, Machado de Assis, Stanislaw Ponte Preta, Lima Barreto, Aluísio Azevedo e Moacyr Scliar).. [organização José Paulo Paes; ilustrações Roberto Negreiros]. Série 'Para gostar de ler'. Rio de Janeiro: Ática, 1997; 12ª ed., 2011.
:: Histórias de humor(autores presentes: Luis Fernando Verissimo, Millôr Fernandes, Stanislaw Ponte Preta, Antônio de Alcântara Machado, Graciliano Ramos, João do Rio, Lima Barreto, Aluísio Azevedo e Artur Azevedo).. [organização Ricardo Ramos; ilustrações Roberto Negreiros]. Coleção 'O prazer da prosa'. São Paulo: Editora Scipione, 1998; 2ª ed., 2005; 3ª ed., 2011.
:: Histórias sobre ética. 'Para gostar de ler', vol. 27 (autores presentes: Machado de Assis, La Fontaine, Moacyr Scliar, Lygia Fagundes Telles, Voltaire, Guido Fidelis, Katherine Mansfield, Lima Barreto, Lourenço Diaferia, Artur Azevedo e Álvaro Cardoso Gomes).. [organização Luciano Machado]. Série 'Para gostar de ler'. Rio de Janeiro: Ática, 1999; 6ª ed., 2012.
:: Antologia da crônica brasileira: de Machado de Assis a Lourenço Diafgeria(autores presentes: Machado de Assis, Olavo Bilac, Lima Barreto, Carlos Drummond de Andrade, Luis Martins, Rachel de Queiroz, Paulo Mendes Campos, Fernando Sabino, Carlos Eduardo Novaes e Lourenço Diaferia).. [organização Douglas Tufano]. São Paulo: Editora Moderna, 2005.
:: Aquarelas do Brasil: contos da nossa música popular. (autores presentes: Machado de Assis, Manuel Antônio de Almeida, Lima Barreto, João do Rio, Eduardo Campos, Inglês de Sousa | Bernardo Elis, Artur Azevedo, Antônio de Alcântara Machado, Francisco Inácio Peixoto, Ribeiro Couto, Marques Rebelo, Aníbal Machado, Magalhães de Azeredo, Flavio Moreira da Costa, João Antônio, João Gilberto Noll, Carlos Jurandir e Sérgio Sant'Anna).. [organização Flavio Moreira da Costa]. Rio de Janeiro: Editora Agir, 2006; Nova Fronteira, 2ª ed., 2018.
:: As cem melhores crônicas brasileiras(autores presentes: Machado de Assis, João do Rio, Lima Barreto, Jose de Alencar, Olavo Bilac, Rubem Braga,  Vinicius de Moraes, Oswald de Andrade, Alcântara Machado, Rachel de Queiroz, Mário de Andrade, Humberto de Campos, Graciliano Ramos, Paulo Mendes Campos, Antônio Maria, Sergio Porto, Marques Rebelo, Mario Filho, Carlos Drummond de Andrade, Nelson Rodrigues, Stanislaw Ponte Preta,  Luis Martins, Fernando Sabino, Elsie Lessa, Millôr Fernandes, Clarice Lispector, Lourenço Diaferia, Caetano Veloso, Chico Buarque, Ivan Lessa, Joao Saldanha, João Ubaldo Ribeiro, Aldir Blanc, Moacyr Scliar, Ivan Ângelo, Caio Fernando Abreu, Lygia Fagundes Telles, Artur da Távola, Otto Lara Resende, Zuenir Ventura, Carlos Heitor Cony, Ignácio de Loyola Brandão, Roberto Drummond, Ferreira Gullar, Mario Prata, Arthur Dapieve, Marcos Rey, Arnaldo Jabor, Xico Sá, Tutty Vasques, Marcelo Rubens Paiva, André Sant'Anna, Danuza Leão, Martha Medeiros, Joao Paulo Cuenca, Ricardo Freire e Antônio Prata).. [organização e seleção Joaquim Ferreira dos Santos]. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2007.
:: Contos para ler na escola(autores: Machado de Assis, Isaque Fonseca, Moacyr Scliar, Lima Barreto, Nelida Pinon, Rubem Braga, Mario Sabino, Luiz Vilela, Graciliano Ramos e Cristovão Tezza).. [organização Miguel Sanches Neto] Rio de Janeiro: Editora Record, 2007.
:: Antologia da Lapa(autores: Vinicius de Moraes, Manuel Bandeira, Di Cavalcanti, Lima Barreto, Carlos Drummond de Andrade, Rubem Braga e Paulo Mendes Campos).. [organização Gasparino Damata; prefácios Millôr Fernandes e Moacyr Luz]. Rio de Janeiro: Editora Desiderata, 2007.
:: Leituras de escritor. (autores: Anton Tchekhov, Machado de Assis, Frank Stockton, Guy de Maupassant, Edgar Allan Poe, Lima Barreto, Júlio Cortázar, Mario de Andrade, Erico Verissimo, Clarice Lispector, Joao Simões Lopes Neto, Jack London, Gabriel Garcia Márquez e Franz Kafka).. [organização Moacyr Scliar; ilustrações Fefe Talavera]. Rio de Janeiro: Edições SM, 2008; 3ª ed., 2015.
:: Domínio público: literatura em quadrinhos(autores presentes: Augusto dos Anjos, Machado de Assis, Medeiros de Albuquerque, Olavo Bilac, Alcântara Machado e Lima Barreto).. [adaptação Mario Hélio; ilustrações João Lin]. Editora DCL - Difusão Cultural do Livro, 2008.
:: Questão de pele: contos sobre preconceito racial(autores: Conceição Evaristo, Maria Firmina dos Reis, Machado de Assis, Manuel de Oliveira Paiva, Coelho Neto, J. Simões Lopes, Afonso Arinos, Lima Barreto, Nei Lopes, Murilo Carvalho, Cuti, Alberto Mussa, Luiz Ruffato, Cidinha da Silva e Ferrez)..  [organização Luiz Ruffato; apêndice, com depoimento de Mahomma G. Baquaqua]. Coleção 'Língua franca'. Editora: Língua Geral, 2009.
:: Clássicos Penguin & Companhia das Letras. (Jorge Amado 'essencial'; Lima Barreto "Recordações do Escrivão Isaías Caminha"; Evaldo Cabral de Mello (org.) - 'O Brasil holandês'; e Joaquim Nabuco 'essencial'). Box/4 livros. Coleção 'Penguin Classics'. São Paulo: Penguin - Companhia das Letras, 2010.
:: Contos do mar sem fim. 'antologia contos e crônicas'. [organização e apresentação Laura Cavalcanti Padilha]. 1ª ed., São Paulo: Pallas Editora, 2010. (autores presentes: Andrea Fernandes, Conceição Evaristo, Cuti, Dario de Melo, Esmeralda Ribeiro, Fragata de Morais, João Melo, Jorge Arrimar, Lima Barreto, Luandino Vieira, Machado de Assis, Maria Firmina dos Reis, Olonkó, Oswaldo de Camargo, Tambá Mbotoh e Uri Sissé).
:: Literatura e afrodescendência no Brasil: antologia crítica. [organização Eduardo de Assis Duarte]. vol. 1, Precursores. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.
:: Mário de Andrade seus contos preferidos(autores presentes: Alvares de Azevedo, Machado de Assis, Artur Azevedo, J. Simões Lopes Neto, Afonso Arinos, Valdomiro Silveira, João do Rio, Lima Barreto, Monteiro Lobato, Roque Callage, Gastao Cruls, Léo Vaz, Menotti del Picchia, Hugo de Carvalho Ramos, Rodrigo Melo Franco de Andrade, Ribeiro Couto, Alcântara Machado, João Alphonsus, Darcy Azambuja e Marques Rebelo).. [organização e apresentação Luiz Ruffato]. Coleção 'Biblioteca Mário de Andrade'. São Paulo: Tinta Negra Editora, 2011.
:: Contos Anarquistas - temas & textos da prosa libertária no Brasil (1890-1935). [Organização Antonio Arnoni Prado; Francisco Foot Hardman e Claudia Baeta Leal]. 2ª ed. rev. e ampliada, São Paulo: Martins Fontes, 2011.
:: O casamento da lua: contos de amor(autores presentes: Machado de Assis, Lima Barreto, Vinicius de Moraes, Paulo Mendes Campos, Lygia Fagundes Telles, Milton Hatoum e Daniel Galera). São Paulo: Boa Companhia, 2012.
:: A linguagem dos animais: contos e crônicas sobre bichos(autores presentes: Irmãos Grimm, Hans Christian Andersen, Ítalo Calvino, Guy de Maupassant, Machado de Assis, Lima Barreto, Moacyr Scliar, Vinicius de Moraes,  Carlos Drummond de Andrade e Lygia Fagundes Telles). São Paulo: Editora Boa Companhia, 2012.
:: Arte e letra: Estórias Q(autores presentes: Bram Stoker, Edmondo de Amicis, Fabian Casas, Lima Barreto, Louis Couperus, Maurice Leblanc, Miguel de Cervantes, Nathaniel Hawthorne, Otto Leopoldo Winck, Pedro Mairal e Roman Simic Brodozic).. 'Contos'. Arte e Letra - Revista de Literatura, 2012.
:: Retratos da cidade. (autores presentes: Aluisio Azevedo, Alfredo Camarate, João do Rio, Lima Barreto, Alcântara Machado, Ferreira Gullar, Antonio Barreto, Heródoto Barbeiro, Luiz Vilela, João Paulo Vaz, Ivan Angelo, Vivina de Assis Viana e Clarice Lispector).. [organização e seleção Adriano Macedo]. Rio de Janeiro: Autêntica, 2014.
:: Tempos de escola'contos, crônicas e memórias' (autores presentes: Carlos Drummond de Andrade, Olavo Bilac, Machado de Assis, Otto Lara Resende, Lima Barreto, Moacyr Scliar, Antônio Prata, Fabricio Corsaletti e Sérgio Sant'Anna). São Paulo: Editora Boa Companhia, 2015.
:: O futebol'crônicas'. (autores: Antônio de Alcântara Machado, Lima Barreto, Mario de Andrade).. [ilustrações Joao Churchill]. Coleção 'Outros passos', vol. 2. São Paulo: Edições Barbatana, 2016; 2ª ed., 2019.
:: Metrópole à beira-mar: O Rio moderno dos anos 20. de Ruy Castro [capa Hélio de Almeida]. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. (Quem fez o Rio dos anos 20: Adalgisa Nery, Adhemar Gonzaga, Agrippino Grieco, Alvaro Moreyra, Aracy Cortes, Benjamin Costallat, Bertha Lutz, Bidu Sayão,o Carlos Chagas, Carmen Miranda, Cecilia Meirelles, Di Cavalcanti, Elsie Houston, Eugenia Alvaro Moreyra, Francisco Alves, Gilka Machado, Ismael Nery, Ismael Silva, J. Carlos o Jayme Ovalle, João do Rio, Laurinda Santos Lôbo, Lima Barreto, Manuel Bandeira, Mario Reis, Murilo Mendes, Orestes Barbosa, Oswaldo Goeldi, Patrocinio Filho, Pixinguinha, Procopio Ferreira, Ronald de Carvalho, Roquette-Pinto, Sinhô,o Théo-Filho, Vera Janacopoulous, Villa-Lobos).
:: Machado de Assis e Lima Barreto: D. Benedita, Clara dos Anjos e outras mulheres. Coleção Biblioteca Diamante. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2021. {A antologia reúne vinte contos protagonizados por personagens femininas de Machado de Assis e Lima Barreto}.
-----
* Imagem: Lima Barreto, por Joaquim Monteiro - cartunista

Outros - educação
:: Lima Presente: contos para leitura de educadores de criança. [organização Graça Paulino, Carmem Lucia Eiterer, Marcelo Chiaretto, Marcos Rogério Cordeiro, Hércules Toledo Corrêa, Elaine Maria da Cunha Morais, Juliana Valéria de Abreu]. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.


"Mais do que qualquer outra atividade espiritual da nossa espécie, a Arte, especialmente a Literatura, a que me dediquei e com que me casei; mais do que ela nenhum outro qualquer meio de comunicação entre os homens, em virtude mesmo do seu poder de contágio, teve, tem e terá um grande destino na nossa triste Humanidade." 
- Lima Barreto, no artigo "O destino da literatura", no livro "Marginália: artigos e crônicas" - Lima Barreto. Brasiliense, 1956.

Rio de Janeiro de Lima Barreto em fotomontagem - ©Editoria de Arte/O Globo

LIMA BARRETO EM TRADUÇÃO - OBRA TRADUZIDA 

Alemão
:: Das traurige Ende des Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [tradução, notas e posfácio Berthold Zilly]. Zürich: Ammann, 2001.
:: Das traurige Ende des Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [tradução, notas e posfácio Berthold Zilly]. Berliner Taschenbuch Verl, 2003.

Catalão
:: El trist final d’en Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [tradução Josep Domènech Ponsatí]. Martorell: Adesiara, 2017.

Chinês
:: 会爪哇语的人[Huì zhǎowāyǔ de rén. (O homem que sabia javanês). Lima Barreto. [tradução do grupo de mestrado em Estudos de Tradução, coord. Raquel Abi-Sâmara]. Macau: Universidade de Macau/ Consulado do Brasil, MRE, 2012.

Espanhol
:: Dos novelas: Recuerdos del escribiente Isaias Caminha (Recordações do escrivão Isaías Caminha) / El triste fin de Policarpo Quaresma (Triste fim de Policarpo Quaresma). Lima Barreto. [int., notas y traduccion Haydée M. Jofre Barroso; prólogo y cronología Francisco de Assis Barbosa] Colección Librería Ayacucho. Caracas: Fundación Biblioteca Ayacucho, 1978.
::Triste fim de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. Edição crítica [coord. Antonio Houaiss e Carmem Lúcia Negreiros de Figueiredo]. Edição bilíngue. Coleção Archivos, 30. Madrid; Paris; México; Buenos Aires; São Paulo; Lima Guatema; San José de Costa Rica; Santiago de Chile: ALLCA XX, 1997.
:: El hombre que sabia javanés. Lima Barreto. [tradução Braulio Sánchez Sáez; capa Mariana Monteserin]. Colección'Mercosur lee'. Buenos Aires, Argentina: Ministerio de Educación, Ciencia y Tecnología, 2005.
:: Recuerdos  del  escribano Isaías  Caminha. Lima Barreto.[tradução Javier Díaz Noci]. Bilbao: Universidad del País Vasco, Servicio Editorial, 2007.
:: Los bruzundangas: una sátira politica. Lima Barreto. [tradução Ezequiell Bajder]. Buenos Aires: Vestales, 2008.
:: La  nueva California y otros cuentos. Lima Barreto. [tradução Pablo Roca]. Montevidéu: Banda Oriental, 2008.
:: El triste fin de Policarpo Quaresma (Triste fim de Policarpo Quaresma). Lima Barreto. [tradução Olga de Souza]. Buenos Aires, Argentina: Mardulce, 2012.
:: El cementerio de los vivos. Lima Barreto. [tradução Victor David López e Aline Pereira da Encarnação]. Madri: Ediciones Ambulantes, 2014.
:: Los Bruzundangas. Lima Barreto. [tradução Juan Bautista Rodríguez Aguilar]. Pozuelo  de Alarcón: Rapsoda, 2016.
:: Triste fin de Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [tradução Sulemi Bermúdez Callejas]. Ciudad de México: Secretaría de Cultura, 2017.

Esperanto
:: La Homo, kiu scipovis la javan lingvon (O homem que sabia javanês). Lima Barreto. [tradução Paulo Sergio Viana]. Lorena: Lorena Esperanto-klubo, 2009.

Francês
:: Souvenirs D'un gratte-papper (Recordações do escrivão Isaías Caminha). Lima Barreto. [traduction et postfacé par Monique Le Moing et Marie-Pierre Mazéas; préface Silviano Santiago]. Collection 'L'Autre Amérique'. Paris:  L'Harmattan, 1989.
:: Sous la Bannière Étoilee de la Croix du sud (Triste fim de Policarpo Quaresma). Lima Barreto. [traduction par Monique Le Moing et Marie-Pierre Mazéas].  Collection 'L'Autre Amérique'. Paris: L'Harmattan, 1992.
:: Vie et mort de Gonzaga de Sá (Vida e Morte de M. J .Gonzaga de Sá). Lima Barreto. [traduction par Monique Le Moing et Marie-Pierre Mazéas]. Collection 'L'Autre Amérique'. Paris: L'Harmattan, 1994.
:: Un Amer Tourment et Trois Autres Contes. Lima Barreto. [tradução Monique Le Moing]. Coleção 'Pour une Fontaine de Feu'. Cherves: Rafael de Surtis, 1998.
:: Le Fils de Gabriela et Deux Autres Contes. Lima Barreto. [tradução Monique Le Moing]. Coleção Pour une Fontaine de Feu. Cherves: Rafael de Surtis, 1998.
:: La Nouvelle Californie et Trois Autres contes. ('A nova Califórnia' e outros contos da coleção História e Sonhos). Lima Barreto.  [tradução Monique Le Moing]. Coleção 'Pour une Fontaine de Feu'. Cherves: Rafael de Surtis, 1999.
:: L’Homme qui parlait javanais et autres nouvelles (O homem que sabia javanês e outras novelas*). Lima Barreto. [prefácio Dilson Ferreira da Cruz; tradução e pósfácio Monique Le Moing]. Edição bilíngue. Collection 'Bibliotheque Lusitane'. Éditions Chandeigne, 2012. {*contos: "Livia" (Lívia); "Son excellence" (Sua excelência); "Adélia" (Adélia);  "Mon carnaval" (O meu carnaval) e "Cló" (Cló)/ Lima Barreto}.

Grego
:: H νεα Καλιφορνια (A nova Califórnia). Lima Barreto. [tradução Kriton Heliópoulos]. Atenas: Οι Ekdoseis tōn sunadélphōn [2014].

Inglês
:: The Patriot (Triste fim de Policarpo Quaresma). Afonso Henriques de Lima Barreto. [translated Robert Scott-Buccleuch]. London: Rex Collings, 1978. 
:: Lima Barreto bibliography and translations. [compiled, edited and translation by Maria Luisa Nunes]. Coleção 'Yale series of Afro-American reference publications'. Boston: G.K. Hall & Company, 1979. {Contém:"Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá" e "Clara dos Anjos"}.
:: The sad end of Policarpo Quaresma (Triste fim de Policarpo Quaresma)Lima Barreto. [tradução Mark Carlyon; ilustrações Ernesto Neto] Edição  bilíngue. Coleção 'River of January', vol. 4. Rio  de  Janeiro: Editora Cidade Viva, 2011; 2ª ed., Coleção Penguin Classics. Editora Penguin Books, 2014.
:: The tragic death of major Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [editor Marcos Pereira; translator Luciano Beck]. IBooks From Brazil, e-book, 2012.
:: The decline and fall of Policarpo Quaresma. Lima Barreto. [tradução Francis K. Johnson]. Coleção Brazilian Classics. Kindle edition, 2014.
:: The man who knew javanese and other select tales (O homem que sabia javanes e outros contos selecionados). Lima Barreto. [tradução Francisco Araujo da Costa]. Landmark, 2019.
:: Short stories by Lima Barreto (Contos de Lima Barreto)..{6 contos em edição bilíngue: "A nova Califórnia", "O homem que sabia javanês", "Três gênios da secretaria", "O pecado", "Um especialista" e "Como o 'homem' chegou" | This book features four six of Lima Barreto’s main short stories in a bilingual edition: "The new California", "The man who knew javanese", "The three departmental geniuses", "The sin", "A specialist" and "How the 'man' arrived". }.. [organização, seleção e introdução Daniela Birman; tradução Ian Reade; revisão técnica Leonardo Fróes]. Campinas/SP: Editora UNICAMP, 2020.

 Italiano
:: Policarpo  Quaresima (Triste fim de Policarpo Quaresma)Lima Barreto. [traduzione di Ombretta  Borgia e Sergio Magaldi; introduzione di Giovanni Ricciardi]. Roma: Pericle Tangerine, 2004.
:: Il cimitero dei vivi (O cemitério dos vivos). Lima Barreto. [traduzione di Silvia Marianecci]. Roma: Azimut, 2007.
:: Nella terra di Bruzundanga. 'cronache dal Brasile'. Lima Barreto. [traduzione di Jessica Falconi]. Coleção 'Gli eccentrici'. Salerno: Arcoiris, 2013.
:: Clara dos Anjos. Lima Barreto. [a cura di Vincenzo Russo e Roberto Vecchi; prefazione Stefano Rolando; traduzione Romina Santini e Franco Gurgone]. Coleção 'Al Buon Corsiero', vol. 48. Parma: Diabasis, 2013.

Polonês
:: Smutny konied Polikarpa Quaresmy (Triste fim de Policarpo Quaresma). Lima Barreto. [tradução Janina Zofia Klave]. Cracóvia: Wydawnictwo Literackie, 1984.

Romeno
:: Tristul sfîrşit al lui Policarpo Quaresma (Triste fim de Policarpo Quaresma). Lima Barreto. [tradução Alexandru Lincu]. Bucareste: Sturion, 1991.

Russo
:: Записки Архивариуса (Recordações  do  escrivão Isaías  Caminha). Lima Barreto. [tradução Natalia Trauberg]. Moscou: Художественная литература [Literatura de Ficção], 1965.
:: Зщдшсфкзщ  Йгфкуыьф (Triste fim de Policarpo Quaresma). Lima Barreto.  [tradução ?]. Moscou: Symposim, 2017.

Theco
:: Smutný konec snazivého Policarpa (Triste fim de Policarpo Quaresma). Lima Barreto. [tradução Jarmila Vojtísková]. Praga: Odeon, 1974.
:: Smutný konec Policarpa Quaresmy (Triste fim de Policarpo Quaresma). Lima Barreto. [Překlad (tradução) Šárka Grauová]. Praha (Praga): Triáda; edice Delfín, 2018

***

Em "Antologias estrangeiras"
Alemão
:: Lateinamerika  erzählt.  [org. Albert  Theile].  Frankfurt am-Main: Fischer, 1962. {Contém: "Der  Mann, der Javanisch konnte" (O homem que sabia javanês) / Lima Barreto}.
:: Brasilien   erzählt.  [org.  Inês  Koebel].  Frankfurt am-Main: Fischer, 1994. {Contém: "Neu-Kalifornien" (A nova Califórnia)/ Lima Barreto].
:: Der blaue Affe: und andere brasilianische Erzählungen (autoren: Aluísio de Azevedo, Lima Barreto, Machado De Assis).. [übersetzer (tradutor) Ulrike Jürgens]. Viena: Sonderzahl-Verlag, 2013. {De Lima Barreto, contém os contos: "Der pan-planetarische Kongress" (Congresso panplanetário);  "Der Mann, der Javanisch konnte" (O homem que sabia javanês); "Lívia" (Lívia); "Karnevalstreiben" (O meu carnaval)}.
:: Brasilien erzählt.'anthologien'. [hrsg/editor Christiane Freudenstein]. Coleção 'Fischer TaschenBibliothek'. Verleger Frankfurt, M.: Fischer, 2013. {Contém "Der Mann, der Javanisch konnte" (O homem que sabia javanês)/ Lima Barreto}.

Espanhol
:: Primera antología de cuentos brasileños. [Selección, notas y traducción Braulio Sánchez Sáez]. Colección Austral, 596. Buenos Aires, Argentina: Espasa Calpe, 1946. {Contém: "El hombre que sabía javanés"/Lima Barreto}.
:: Pequeña antología de cuentos brasileños. [seleção Marques Rebelo].  Colección  Mar  Dulce .Buenos Aires, Argentina: Nova, 1946. {Contém: "El hombre que sabía javanés"/Lima Barreto - tradução  Raúl  Navarro}.
:: Los mejores cuentos americanos. [seleção Aníbal Quijano].  Coleção Malicha. Lima:  Juan Mejía  Baca & P.L. Villanueva, [1955].. {Contém: "El hombre que sabía javanés"/Lima Barreto}.
:: Cuentos brasileños del siglo XX. Antología bilingüe. [organização Lucila Pagliai; tradução Lucila Pagliai, et al]. Colección literaria LyC. Buenos Aires, Argentina: Colihue, 1996. {Contém: "El hombre que sabía javanés"/Lima Barreto - tradução Manuel Graña Etcheverry}.
:: Antologia de cuentos brasileños. [seleção e tradução José Luis Sánchez]. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 2004. {Contém: "El hombre que sabía javanés"/Lima Barreto}.
:: Vereda tropical: antologia del cuento brasileño. [seleção  Maria  Antonieta Pereira]. Buenos Aires: Corregidor, 2005. {Contém: "La nueva California"/Lima Barreto}.

Francês
:: Fleur,  téléphone et jeune fille et autres contes brésiliens.  [tradução Catherine Orfila]. Edição bilíngue. Paris: l’Alphée, 1980. {Contém "Son excellence" (Sua excelência)/ Lima Barreto}.

Inglês
:: The Borzoi Anthology of Latin American Literature. [org. Emir Rodríguez Monegal e Thomas Colchie].  Nova York: Knopf, 1977. {Contém: "The sad end of Policarpo Quaresma"/ Lima Barreto - tradução Gregory Rabassa}
:: Oxford Anthology of the Brazilian Short Story. [org. K. David Jackson]. Oxford: Oxford University Press, 2006. {Contém: "The man who knew Javanese" / Lima Barreto - tradução Clifford E. Landers}.
:: Tales from Old Brazil.  vol. 1.  [sel. e tradução Francis K. Johnson]. Coleção Brazilian Classics. Kindle edition, 2013. {Contém: "The  library"; "The  man  who  spoke Javanese"; "Late bet"; "Good idea" and "Burials at Inhaúma"/ Lima Barreto}.

Japonês
:: Brasirú bungaku tainhen chú (Antologia do conto brasileiro)..  [org. Dinah Silveira de Queiroz e Renard Perez; tradução Hirokawa Kazuko]. Coleção 'Latin American Novel'. Tóquio: Shinshe Kaisha, 1977. {Contém: "Java gowo shaberú  otoko" (O  homem  que  sabia  javanês)/ Lima Barreto}

Sueco
:: Den blodiga midsommarnatten och andra berättelser från Latinamerika. Estocolmo: Fabian, 1988. {Contém: "Ett Nytt Kalifornien" (A nova Califórnia) / Lima Barreto; tradução Arne Lundgren}. 
----------
BOTTMANN, Denise. Lima Barreto em tradução. In: Revista da Anpoll v. 1, nº 44, pp. 313-330, Florianópolis, Jan./Abr. 2018. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
* Imagem (caricatura): Lima Barreto, no traço de Cássio Loredano.


"Oh! O tempo! O inflexível tempo, que como o Amor, é também irmão da Morte, vai ceifando aspirações, tirando presunções, trazendo desalentos, e só nos deixa na alma essa saudade do passado às vezes composta de coisas fúteis, cujo relembrar, porém, traz sempre prazer."
- Lima Barreto, da crônica "Maio", no livro 'Crônicas escolhidas'. Lima Barreto. São Paulo: Ática; Publifolha, 1995. {publicada na Gazeta da Tarde, em 4.5.1911}.

Lima Barreto, em arte de Karina Freitas

ARQUIVO LIMA BARRETO | DIVISÃO DE MANUSCRITOS DA BIBLIOTECA NACIONAL

Localização: Arquivo Lima Barreto - Divisão de Manuscritos da Biblioteca Nacional - BN/BR. 
Informação adicional: O Arquivo Lima Barreto é o décimo-segundo acervo da Fundação Biblioteca Nacional a receber o registro da Memória do Mundo - MoW, da Unesco.

O arquivo se compõe de aproximadamente 1126 documentos, entre cartas, originais literários – entre os quais pelo menos uma crônica inédita, “Portugueses na África” –, recortes de periódicos e documentos pessoais de Afonso Henriques de Lima Barreto (Rio de Janeiro, 13 de maio de 1881 – 1 de novembro de 1922). Entre os correspondentes encontram-se nomes como Monteiro Lobato, Olavo Bilac, Paschoal Carlos Magno e Herbert Moses. O conjunto é de grande interesse não apenas para os pesquisadores de Literatura Brasileira como também para os cientistas sociais e historiadores, principalmente os que trabalham com questões ligadas às relações inter-raciais, visto ser Lima Barreto negro e de origem modesta, o que acarretou implicações sociais e contribuiu para adiar seu reconhecimento como escritor.

Manuscritos digitalizados

Escritores brasileiros - Biografia. Acervo Digital / Biblioteca Nacional Brasil 
- manuscritos: romance, contos e crônicas -
:: 
Caderno de Lima Barreto com apontamentos sobre a distribuição de "O Triste Fim de Policarpo Quaresma". 
[Manuscrito]. 
Lima BarretoIn: Coleção 'Lima Barreto',  Doc. nº ? / 'LO' 1-6, 33, 885 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "Bordejos" [Manuscrito]. Lima Barreto. In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 31 / 'LO' 1-6, 33, 62 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "Uma nomeação justa". datado agos/1911. [Manuscrito]. Lima Barreto. 'conto'. In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 32 / 'LO' 1-6, 34, 5 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "Um e Outro." datado de 1913. [Manuscrito]. Lima Barreto. 'autografado'. In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 34 / 'LO' 1-6, 35, 2 nº 2 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "D. Garça" [Manuscrito]. Lima Barreto. In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 35 / 'LO' 1-6, 35, 4 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "O Velho Códice" [Manuscrito]. Lima Barreto. 'crítica/incompleto'. In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 37 / 'LO' 1-6, 33, 15 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021). 
:: A ave estranha (uma anedota do reino dos Perus). [Manuscrito]. Lima Barreto. In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 38 / 'LO' 1-6, 34, 28 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "O propheta e o bloco" [Manuscrito]. Lima Barreto. 'conto'. In: Coleção 'Lima Barreto' Doc. nº 39 / 'LO' 1-6, 34, 16 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "O Theatro Lyrico" [Manuscrito]. Lima Barreto. 'crônica teatral'. In: Coleção 'Lima Barreto' Doc. nº 40 / 'LO' 1-6, 35, 12 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "Clara dos Anjos". datado de dez/1919. [Manuscrito]. Lima Barreto. In: Coleção 'Lima Barreto' Doc. nº ? / 'LO' 1-6, 34, 906 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "Clara dos Anjos" [Manuscrito]. Lima Barreto. Romance, I.  In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº ? / 'LO' 34A, 1, 7 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "Clara dos Anjos" [Manuscrito]. Lima Barreto. Romance, III. Fragmentos curtos In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 42 / 'LO' 1-6, 34, 909 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "Clara dos Anjos" [Manuscrito]. Lima Barreto. Romance IV. Planos e notas In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 43 / 'LO' 1-6, 34, 910 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "Agaricus auditae" [Manuscrito]. Lima Barreto. In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 45 / 'LO' 1-6, 34, 897 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "Aventuras do Dr. Bogoloff". [Manuscrito]. Lima Barreto. In: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 46 / 'LO' 1-6, 34, 901 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "A Exposição..."[Manuscrito]. Lima BarretoIn: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 47 / 'LO' 1-6, 34, 892 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021)
:: "A Escola Samoyeda" [Manuscrito]. Lima BarretoIn: Coleção 'Lima Barreto', Doc. nº 48 / 'Id.' 1-6, 34, 891 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
:: "A Conferência do Sr. Assis Brazil" [Manuscrito]. Lima BarretoIn: Coleção 'Lima Barreto',  Doc. nº 49 / 'LO' 1-6, 34, 890 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021). 
- crônica 'inédita' -
:: Portugueses na África [Manuscrito]. Lima Barreto. In: Biblioteca Nacional, 18 de setembro de 2015. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
- Biblioteca pessoal de Lima Barreto e documentos -
:: "Inventário 1 set. 1917, Rio de Janeiro, de obras existentes na biblioteca de Lima Barreto". [Manuscrito]In: Coleção 'Lima Barreto',  Doc. nº ? / 'LO' 1-6, 33, 883 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021). {Nota do autor na primeira página: "Este livro é destinado a inventariar as obras existentes na minha pequena biblioteca. O catálogo farei depois, por intermédio dele. Rio de Janeiro, neste lugar de Todos os Santos, em primeiro de setembro de mil novecentos e dezessete"}.
:: "Dossiê de documentos pessoais: certificados escolares, formulário da Academia Brasileira de Letras, certidão de nomeação para o cargo de amanuense da Secretaria de Guerra, licenças para tratar da saúde, receitas médicas" [Manuscrito]. Lima Barreto. 'Arquivo Pessoal'In: Coleção 'Lima Barreto',  Doc. nº ? / 'LO' 1-6, 33, 877 | Acervo Digital - Biblioteca Nacional Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021). 
Nota: Dentro da "Coleção Lima Barreto", encontram-se outros manuscritos digitalizados: série - correspondências, bilhetes, postais, iconografia e outros escritos.
** Imagem (caricatura): Lima Barreto, em traços de Álvarus (1972).


"Nós não somos nada nesta vida."
- Lima Barreto, no livro "Clara dos Anjos". Penguin - Companhia das Letras, 2012.


Lima Barreto, em arte de ©Jânio Santos

LIMA BARRETO - ADATAÇÕES PARA O CINEMA E TELEVISÃO


Cinema


Filme 'Osso, Amor e Papagaios'
Ficção | Longa-metragem | 91min. | PB | 35 mm | Cor | Brasil | 1957
Estória (adaptação) baseada no conto 'A Nova Califórnia', de Lima Barreto. 
- ficha técnica -
Direção, argumento e roteiro: Carlos Alberto de Souza Barros e César Memolo Jr
Assistente de direção: Lúcio Braun
Direção de fotografia e câmera: Chick Fowle
Assistente de fotografia: Geny Santos
Fotografia de cena: Luiz. G. Gonçalves 
Direção de arte: Geraldo C. Ambrosi
Música: Cláudio Santoro
Fonte e ficha técnica completa: Filmografia brasileira/Cinemateca Brasileira (acessado em 24.6.2021).

***

Filme: 'O homem que sabia javanês'
Ficção | Curta-metragem | 13 min. | Brasil | 1988
Estória: Baseado na obra homônima de Lima Barreto, o filme conta a história de José Castelo, sua infância pobre, sua mocidade atribulada.
- ficha técnica -
Direção e roteiro: Maurício Buffa
Elenco: Hélio Cícero, Névio Dias, Luciano Chiroli 
Fotografia: Marcelo Durst
Edição: Jorge Mitsuo
Trilha original: Plínio Cutait e Ulisses Rocha
* Fonte: Portal Curtas (acessado em 25.6.2021).

***

Filme 'Policarpo Quaresma, Herói do Brasil' 
Ficção | Longa-metragem | Drama | 123 min. | Cor | Brasil | 1998
Estória: baseado na obra 'Triste fim de Policarpo Quaresma', de Lima Barreto
Sinopse: O major Policarpo Quaresma é um sonhador. Um visionário que ama o seu país e deseja vê-lo tão grandioso quanto, acredita, o Brasil pode ser. A sua luta se inicia no Congresso. Policarpo quer que o tupi-guarani seja adotado como idioma nacional. Ele tem o apoio de sua afilhada Olga por quem nutre um afeto especial e Ricardo Coração dos Outros trovador e compositor de modinhas que conta a história do nosso herói do Brasil.
- ficha técnica -
Direção: Paulo Thiago
Roteiro: Alcione Araújo
Elenco: Paulo José, Giulia Gam, Ilya São Paulo, Bete Coelho, Antônio Calloni, Othon Bastos, Cláudio Mamberti, Fernando Eiras, Tonico Pereira, Nelson Dantas, Jonas Bloch, José Lewgoy, Chico Diaz, Paulo Leão, Fábio Junqueira, José Loureiro, José Dumont, David Pinheiro, Paulo Roberto, Carlos Rogério, Marcélia Cartaxo, Aracy Balabanian, Luciana Braga, Leandro Goulart, Antônio Pedro e Bruno Giordano.
Trilha sonora: Sérgio Saraceni
Fotografia: Antônio Penido
Desenho de produção: Sérgio Silveira
Figurino: Kika Lopes
Edição: Gilberto Santeiro
Produção: Vitória Produções Cinematográficas
Distribuição: Riofilme e Filmark
** Disponível online no youtube. (acessado em 13.7.2021).
Fonte e ficha técnica completa: Filmografia brasileira/Cinemateca Brasileira (acessado em 24.6.2021).

***

Filme: 'O homem que sabia javanês'
Ficção | Média-metragem | Drama | 51 min. | Brasil | 2003
Estória: Baseado no conto homônimo de Lima Barreto.
Sinopse: Castelo conta a Castro que, para fugir da rotina, cria para si personagens com diferentes profissões. É quando relembra o caso em que fingiu ser professor de javanês, mesmo sem ao menos saber onde ficava a Ilha de Java.
- ficha técnica -
Direção e Roteiro: Xavier de Oliveira
Elenco: Carlos Alberto Riccelli (Castelo), Sérgio Mamberti (Castro), Sérgio Viotti (o Barão), Zózimo Bulbul (o Africano).

***

Filme "Triste fim de Policarpo Quaresma"
Animação | 3 min. | Cor | Brasil | 2015
Biblioteca enraizando 
- ficha técnica -
Produção: Marcelo da Silva, Victor Balestrin e Welligton C. Gonçalves
Realização: Rizoma Desgin Institucional
* Disponível no canal do "Anima Mundi" online. (acessado em 13.7.2021)

***

Filme 'Lima Barreto, ao terceiro dia'
Ficção | Longa-metragem | Drama biográfico | Brasil | 2018
Sinopse: Aos 41 anos de idade, nos três dias da sua última internação em um manicômio, o escritor Lima Barreto, que sofreu com depressão e alcoolismo, relembra sua vida como jovem autor enquanto escrevia "Triste Fim de Policarpo Quaresma" e fantasia sobre os personagens que criou. Misturando o tempo passado com presente e realidade com fantasia, questões sociopolíticas são trazidas a tona e os questionamentos feitos por Lima se mostram ainda bastante atuais.
- ficha técnica - 
Direção: Luiz Antônio Pilar
Roteiro Luis Alberto de Abreu
Elenco: Luis Miranda, Sidney Santiago, Orã Figueiredo, Gisele Fróes, Maria Clara Vicente, Camilo Bevilacqua
Co-Produção: LaPilar Produções Artísticas e Globo Filmes


****

Televisão


Telenovela: 'Fera Ferida'
Estória: O enredo é livremente inspirado no realismo fantástico das obras do escritor carioca Lima Barreto (1881-1922), mais especificamente nos romances: 'Clara dos Anjos''Recordações do escrivão Isaías Caminha''Triste fim de Policarpo Quaresma' e 'Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá', e em personagens dos contos: 'A Nova Califórnia' e 'O homem que sabia javanês'.
- ficha técnica - 
Escrita por Aguinaldo Silva, Ricardo Linhares e Ana Maria Moretzsohn, com colaboração de Márcia Prates e Flávio de Campo
Direção: Carlos Magalhães e Carlos Araújo 
Direção geral e núcleo: Dennis Carvalho e Marcos Paulo
No elenco: Edson Celulari, Giulia Gam, Lima Duarte, José Wilker, Susana Vieira, Hugo Carvana, Joana Fomm, Juca de Oliveira,...
Período de exibição: 15/11/1993 - 16/7/1994 | Horário: 20h30 | Nº de capítulos: 221 | TV Rede Globo
*Ficha técnica completa (acessado em 24.6.2021).
Fonte: Memoria Globo "Fera Ferida. (acessado 24.6.2021).

***

Especial 'O homem que sabia javanês'
Estória: inspirado livremente no conto 'O homem que sabia javanês', de Lima Barreto.
- ficha técnica -
Direção: Guel Arraes 
Adaptação: Jorge Furtado e João Falcão
Elenco: Marco Nanini, Giulia Gam, Fernanda Torres e Rogério Cardoso
Exibido: no programa Terça Nobre da Rede Globo 1994?

***

Filme "Lima Barreto: um grito brasileiro"
Série 'Mestres da Literatura' | Documentário | Episódio TV | Drama | 28 min. | Brasil | 2002
Sinopse: Sinopse: O episódio apresenta, por meio de depoimentos e imagens, a vida e a obra de Lima Barreto, escritor negro, neto de escravos, que denunciava as injustiças sociais e raciais da sociedade do século XX. Neste vídeo há análises/comentários de professores e críticos literários sobre suas obras de tendência realista, sua linguagem, temáticas, estilo. Destaque para a obra "Triste Fim de Policarpo Quaresma".
- ficha técnica -
Direção e roteiro: Mônica Simões
Direção fotografia: André Macedo
Naração: Afonso Carlos Maques dos Santos e André Luiz dos Santos
Fotografia adicional: André Macedo e Carlos Ebert
Assistente de câmera e som direto: Julio César Bruscanlin e Paulo Rasec Fernandes
Trilha sonora original: Trex/M3
Produção executiva: Malu Viana Batista
Coordenação de produção: Marcia Lima
Produção: Angélica Moura
Edição: Nei Leo Pires
Edição adicional: José Antonio Affonso da Costa
Finalização de imagens: Gilberto Guardia
Finalização de som: Vox Mundi
Coordenção técnica: Fernando Nogueira
Realização: TV Escola / MEC
** Disponível online no linklink e link. (acessado em 13.7.2021).
Ficha técnica completa no final do doc
RESENHA. Lima Barreto: um escritor além de seu tempo. In: Escrevendo o Futuro, s/data. Disponível no link. (acessado em 13.7.2021)

***

Programa "Lima Barreto" - De Lá Pra Cá
Sinopse: A vida e a obra de Afonso Henriques de Lima Barreto, o escritor que inventou o romance social brasileiro.
Apresentação: Ancelmo Gois e Vera Barroso
Participação: Domício Proença Filho, Luciana Hidalgo e Lilia Moritz Schwarcz
Episódio: parte 1 e parte 2 (acessado em 13.7.2021).
Exibido: 3.4.2011
Realização e edição: TV Brasil
----
Imagem: Caricatura de Lima Barreto, feita por Hugo Pires. Publicada em 'A Cigarra', 1919.


****

"Da minha janela vejo o mundo passar, ou "Só tem calo quem quer"
— Lima Barreto, em "Diário". In: SCHWARCZ, Lilia Moritz. Lima Barreto: triste visionário. Companhia das Letras, 2017.

Afonso Henrique de Lima Barreto - romancista, contista e cronista

LIMA BARRETO - OBRA ADAPTADA NO TEATRO


Teatro

Espetáculo 'O triste fim de Policarpo Quaresma'
Autoria: Lima Barreto
Direção e adaptação: Buza Ferraz
Elenco: Analu Prestes, Buza Ferraz, Carlito Marchon, Daniel Dantas, Daniela Santi, Fábio Junqueira, Gilda Guilhon, Luis Arthur Peixoto, Mário Borges, Saraka Barreto e Stella Miranda
Cenografia e figurino: Analu Prestes
Iluminação: Luiz Paulo Nenen
Direção musical: Caique Botkay
Trilha sonora: Buza Ferraz
Produção: Companhia Tragicômica Jaz-o-Coração
Estreia: Rio de Janeiro | Em cartaz: 1978

***

Espetáculo 'O Homem que sabia javanês'
Autoria: Lima Barreto
Direção: Eduardo Wotzik
Produtora: Grupo Tapa
Estreia: Rio de Janeiro | Em cartaz: 1986

***

Espetáculo 'O cemitério dos vivos'
Autoria: Lima Barreto
Dramaturgia: Otoni Araújo 
Adaptação: João Batista
Direção: Luiz Fernando Lobo
Cenografia: Cláudio Moura
Figurino: Mauro Leite
Iluminação: Renato Machado
Direção musical: Agnes Moço e Queca Vieira
Preparação corporal: Tânia Nardini
Elenco: Agnes Moço, Ana de Castro, Daniella D'Andrea, Eduardo Rieche, Francisco Rocha, Giselda Mauler, João Batista, José de Brito, Lauro Macedo, Lucas Mansor, Marcos Covask, Maria Ceiça, Miwa Yanagizawa, Pedro Derviche, Queca Vieira, Roberto Guimarães, Sofia Torres, Sonia Praça, Tânia Nardini, Tina Águas e Tuca Moraes
Direção de produção: Lucas Mansor e Tuca Moraes
Programação visual: Eduardo Rieche
Produção: Companhia Ensaio Aberto
Estreia: Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ - Rio de Janeiro | Em cartaz:  janeiro 1993

***
 
Espetáculo 'Triste fim de Policarpo Quaresma'
Autoria: Lima Barreto
Adaptação: Ricardo Figueiredo
Direção: Elvécio Guimarães
Elenco: Pierre André
Estreia: Belo Horizonte | Em cartaz: 1994

***

Espetáculo 'Lima Barreto, ao terceiro dia'
Sinopse: o espetáculo 'Lima Barreto, ao terceiro dia' conta a vida e a obra do escritor, abordando a questão do negro no Brasil. 
- ficha técnica -
Texto: Luiz Alberto de Abreu
Direção: Aderbal Freire-Filho
Elenco: Milton Gonçalves, Françoise Forton, Claudio Tovar, Andrea Dantas, Fernando Almeida, Marcelo Escorel, Chico Expedito, Cláudio Tovar, Eduardo Paranhos, Gueca Vieira
Cenário: José Dias
Figurino: Biza Vianna
Iluminação: Aurélio de Simoni
Direção musical e músicas: Tato Taborda
Assistente de direção: Chico Expedito
Fotografia: Guga Melgar
Produção: Caravana Produções
Estreia: Centro Cultural Banco do Brasil - Rio de Janeiro | Em cartaz: 24.3.1995 a 28.5.1995.
* Fonte e ficha técnica completa: Todo Teatro Carioca (acessado em 25.6.2021).

***

Espetáculo 'Estação terminal'
Autoria: Lima Barreto
Dramaturgia: João Batista
Direção: Luiz Fernando Lobo
Cenografia: Suzana Queiroga
Figurino: Mauro Leite
Direção musical: Felipe Radicetti
Elenco: Tuca Moraes
Produção: Companhia Ensaio Aberto
Estreia: Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ - Rio de Janeiro | Em cartaz: 1.5.2008 - 9.11.2008.

***

Espetáculo 'Policarpo Quaresma'
Texto: Lima Barreto
Adaptação e direção: Antunes Filho
Elenco: Adriano Bolshi, André Bubman, André de Araújo, Angélica Colombo, Bruna Anauate, Carlos Morelli, Carolina Meinerz, Erick Gallani, Fernando Aveiro, Flávia Strongolli, Geraldo Mario, Ivo Leme, João Paulo Bienemann, Lee Taylor, Marcos de Andrade, Marília Moreira, Michelle Boesche, Natalie Pascoal, Roberto Borenstein, Ruber Gonçalves, Tatiana Lenna e Ygor Fiori. 
Assistente de direção: Erick Gallani e Michelle Boesche
Cenografia: Rosângela Ribeiro
Assistente de cenografia: Carla Massa, Daniel Maeda, Eliane Pincov e Ronaldo Dimer
Figurino: Rosângela Ribeiro
Trilha sonora: André de Araújo e Raul Teixeira
Costureira: Noeme Costa
Iluminação: Ederson Duarte e Edson Fernandes
Operação de som: Anderson Franco
Preparação corporal: Helena Figueira, Ítala Matiuzzo e Vyvian Albouquerque
Produção executiva: Emerson Danesi
Assistente de produção: Rodrigo Audi
Fotografia: Emidio Luisi
Pesquisa: Erick Gallani, Rodrigo Audi e Rogério Guarapiran
Produção: CPT - Centro de Pesquisa Teatral do Sesc
Estreia: Teatro Sesc Anchieta - São Paulo | Em cartaz: março/2010.
* BARRETO, Lima. Policarpo Quaresma. Adaptação de Antunes Filho. São Paulo: Teatro Anchieta, 2010. [56 p.].

***

Espetáculo 'Lima Barreto, ao terceiro dia'
Sinopse: o espetáculo 'Lima Barreto, ao terceiro dia' conta a vida e a obra do escritor, abordando a questão do negro no Brasil. 
- ficha técnica -
Texto: Luiz Alberto de Abreu
Produção e direção: Luiz Antônio Pilar
Elenco: Flavio Bauraqui (Lima Barreto), Paulo Mathias Jr. (Felipe), Nando Cunha (Lima Barreto jovem), Mario Hermeto (Gregorinho), Camilo Bevlacqua (Albernaz e médico), Edgar Amorim (Policarpo Quaresma), Cristiane Amorim (Vitória), Livia Guerra (Adelaide), Clara Nery (Ismênia) e Izak Dahora (Lalau Marques).
Assistente de direção: Fábio Espírito Santo
Direção musical: Paula Leal
Produção: Patrícia Freitas
Coordenadora de produção: Mariana Campos
Figurino: Helena Affonso
Assistente de figurino: Moema Jambeiro
Cenografia: Doris Rollemberg
Assistente de Cenografia: Alessandra Cadore
Estagiária de cenografia: Isabella Azevedo
Iluminação: Daniela Sanchez
Preparadora corporal: Juliana Nogueira
Preparadora vocal: Danuzza Sartori
Cabelo/make: Marina Beltrão
Contra regra: André Luiz Silva
Designer gráfico: Maria Julia Ferre
Estreia: Teatro Dulcina - Rio de Janeiro | Em cartaz: Junho/2013 | Fonte: Funarte | LaPilar (acessado em 24.6.2021)
Estreia: Caixa Cultural São Paulo - São Paulo | Em cartaz: 20.11.2014 a 30.11.2014 | Fonte: Enciclopédia Itaú Cultural (acessado em 24.6.2021).

***

Espetáculo 'Traga-me a cabeça de Lima Barreto!'
Sinopse: Monólogo com Hilton Cobra celebra a genialidade e a obra do grande escritor brasileiro.
- ficha técnica -
Dramaturgia: Luiz Marfuz
Direção: Fernanda Júlia
Elenco: Hilton Cobra
Cenário: Márcio Meireles
Desenho de luz: Jorginho de Carvalho e Valmyr Ferreira
Figurino: Biza Vianna
Direção de movimentos: Zebrinha
Direção musical: Jarbas Bittencourt
Direção de vídeo: David Aynnan
Direção de produção: Tania Rocha
Produção executiva: Afonnso Drumond
Design gráfico: Bob Siqueira e Gá
Participações especiais (voz em off): Lázaro Ramos, Frank Menezes, Harildo Deda, Hebe Alves, Rui Manthur e Stephane Bourgade
Produtora: Cia dos Comuns
Estreia: Teatro da Firjan SESI - Rio de Janeiro | Em cartaz: agosto/2019.

***

Espetáculo 'Lima entre nós: estudo compartilhado - a atualidade de Lima Barreto'
Direção: Márcia do Valle
Elenco: Leandro Santanna
Direção de arte: Marcelo Viegas
Iluminação: Paulo Cesar Medeiros 
Produção: Companhia Teatral Queimados Encena
Estreia: ... | Em cartaz: 2018-2020
* Página no facebook (acessado em 28.6.2021).
-------
* Imagem (caricatura): Lima Barreto, por Cavalcante.

****

Videogame

Jogo: 'A Nova Califórnia' (The New California)
Estória: baseado no conto homônimo de Lima Barreto
Sinopse: Tubiacanga, 1910. Uma cidade pacata do interior do Rio de Janeiro vive o mais nojento crime de sua história: o roubo de ossos de defunto!
- ficha técnica - 
Teaser: Thiago Higashi
Elenco: Rafael de Oliveira
Ano: 2017
Produtora: Game e Arte 
* Teaser Oficial (acessado em 24.6.2021) 

****

"Fazendo-nos assim tudo compreender; entrando no segredo das vidas e das coisas, a Literatura reforça o nosso natural sentimento de solidariedade com os nossos semelhantes, explicando-lhes os defeitos, realçando-lhes as qualidades e zombando dos fúteis motivos que nos separam uns dos outros. Ela tende a obrigar a todos nós a nos tolerarmos e a nos compreendermos; e, por aí, nós nos chegaremos a amar mais perfeitamente na superfície do planeta que rola pelos espaços sem fim. O Amor sabe governar com sabedoria e acerto, e não é à toa que Dante diz que ele move o Céu e a alta Estrela."
- Lima Barreto, no artigo (conferência) "O destino da literatura", no livro "Marginália: artigos e crônicas" - Lima Barreto. Brasiliense, 1956.



Lima Barreto - escritor

FORTUNA CRÍTICA DE LIMA BARRETO


ABREU, Luís Alberto. Lima Barreto, ao terceiro dia. São Paulo: Caliban, 1996.
ADDOR, Carlos Augusto. Ilusões revolucionárias. In: Revista de História da Biblioteca Nacional, nº 12, p. 34, setembro de 2006. 
ABREU, Martha; DANTAS, Carolina Vianna; MATTOS, Hebe (org.). Histórias do Pós-abolição no Mundo Atlântico. vol. 1 - Identidades e projetos políticos. Niterói/RJ: Editora UFF, 2013. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
ADORNO, Victória Nantes Marinho; BOTOSO, Altamir. O malandro no conto 'O homem que sabia javanês', de Lima Barreto. In: Subordinações Contemporâneas: Linguística, Letras e Artes 2. 1ª ed., Ponta Grossa-PR: Atena Editora, 2020, v. 1, p. 247-258.
ADORNO, Victória Nantes Marinho; BOTOSO, Altamir. O personagem malandro no conto 'O homem que sabia javanês', de Lima Barreto. In: Miguilim - Revista eletrônica Netlli, v. 8, p. 161-186, 2020. Disponível no link. (acessado em 13.7.2021)
AIEX, Anvar. As ideias sócio-literárias de Lima Barreto. São Paulo: Vértice, 1990. 
ALBUQUERQUE, Ana Paula Moreira de.. Leitura recepcional do texto literário em WebQuest: possibilidade de concretização dos sentidos. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Recife/PE, 2015. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
ALBUQUERQUE, Medeiros e.. Isaías Caminha. In: A Notícia - Rio de Janeiro, 15.12.1909.
ALMEIDA, Álvaro Marins de.. Machado de Assis e Lima Barreto: da ironia à sátira. 1ª ed., Rio de Janeiro: Utópos, 2004. 
ALMEIDA, Álvaro Marins de.. Machado de Assis e Lima Barreto: da ironia à sátira. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2002.
ALMEIDA, Amanda do Nascimento dos Santos. Reflexões sobre o ensino da literatura e incentivo à leitura através da releitura de clássicos em quadrinhos. In: Revista de Estudos Acadêmicos de Letras, v. 12, nº 1, 2019. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
ALMEIDA, Lenivaldo Gomes de.. Um autor à procura de uma alma: a crise da representação e a dimensão trágica em Vida e Morte de M. J. Gonazaga de Sá. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2006.
ALMEIDA, Lenivaldo Gomes de.. Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 1997.
ALMEIDA, Luiz Alberto Scotto de.. Desilusão Republicana - percursos e rupturas no pensamento de Sílvio Romero, Euclides da Cunha e Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2008. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
ALMEIDA, Luiz Alberto Scotto de.. O cânone e o bêbado. (Dissertação Mestrado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC – Florianópolis, 1997. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
ALMEIDA, Milene Suzano de.. Humanismo satírico em Lima Barreto e Anatole France. (Tese Doutorado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, 2013. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
ALMEIDA, Milene Suzano de.. Imagens da cidade em Anatole France e Lima Barreto. In: Laura Taddei Brandini. (org.). Brasil e França : laços literários. 1ª ed., Londrina: EDUEL, 2015, v. , p. 63-80.
ALMEIDA, Milene Suzano de.. O jornalístico e o satírico em Lima Barreto e Anatole France. In: Non Plus, v. 8, p. 38-53, 2015.
ALVES, Antônio André. Jornalismo, literatura e sociedade em Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Ciências Sociais). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, 2007. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
ALVES, Antônio André. Lima Barreto: a imaginação da literatura e a ação do jornalismo. In: Azevedo, Gerlúzia; Galeno, Alex; Torres, Fagner. (Org.). Ensaios indisciplinados: comunicação, cultura e arte. 1ª ed., Natal: EDUFRN, 2014, v. , p. 111-126.
ALVES, Antônio André. Jornalismo, literatura e sociedade em Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Ciências Sociais). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, 2007. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
ALVES, Paulo. Imagens desalentadas de brasilidade em Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura e Cultura). Universidade Federal da Paraíba, UFPB, 2016. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
ALVES, Paulo. A Farpa e a Lira: uma análise sócioliterária a partir de Lima Barreto e Cruz e Sousa. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, 2009. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
ALVES, Paulo. Uma Análise do Espaço literário em Lima Barreto. In: Marinalva Freire da Silva e Paulo Alves. (org.). Educação Literatura História - Trilhas que se cruzam em busca do saber. 1ª ed., João Pessoa: Sal da Terra Editora, 2019, v. 00, p. 263-279.
ALVES, Regina Célia dos Santos. Comportamentos modernos: o Rio de Janeiro do final do século XX em crônicas de João do Rio e Lima Barreto. In: Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), v. 3, pp. 1045-1058, 2010.
ALVES, Regina Célia dos Santos. Lima Barreto: resistência e prática extra-discursiva. In: IX Jornadas Andinas de Literatura Latino Americana, 2010, Niterói. Anais do JALLA Brasil, pp. 1668-1673, 2010.
AMADO, Jorge. Lima Barreto escritor popular. in: A Manhã, Rio de Janeiro, 2.7.1935.
AMARAL, Marcela. Representações da loucura no Brasil: medicalização e visão do internamento em Lima Barreto. In: Revista de Ciências Humanas (UFSC), v. 46, p. 295-313, 2012.
AMARAL, Marcela. A loucura pensada a partir de Lima Barreto. In: VI Semana de Estudos Linguísticos e Literários de Pau dos Ferros, 2008, Pau dos Ferros-RN. Anais da VI SELLP: Tendências e abordagens em linguística, literatura e ensino, 2008. p. 1167-1176.
AMBIRES, Juarez Donizete. Lima Barreto. In: ABCD Maior, São Bernardo do Campo - SP, p. 2-2, 8 jul. 2014.
AMBIRES, Juarez Donizete. Vozes da dissidência: O Negro no pensamento de Lima Barreto e Gilberto Freyre. In: Literatura, Mídia digital, p. 1-4, 2 fev. 2012.
ANDRADE, Vanessa Escobar de.. Composições binárias na obra de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado). Universidade de Roma, Roma, 1977.
ANJOS, Krishnamurti Góes dos.. Lima Barreto e 'O destino da literatura'. In: O Bule, 5 de outubro de 2020. Disponível no link. (acessado em 28.6.2021).
ANTELO, Raul. Labirintos da biblioteca do pobre. In: IIha de Santa Catarina - 1° semestre de 2005.
ANTÔNIO, João. Calvário e porres do pingente Afonso Henriques de Lima Barreto. Edição ilustrada. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977.
ANTÔNIO, João. Calvário e porres do pingente Afonso Henriques de Lima Barreto. [organização, posfácio e notas Augusto Massi]. Rio de Janeiro: Editora 34, 2017.
ANTÔNIO, João. Conheçamos Lima Barreto, um descobridor do Brasil. In: Crônicas escolhidas: Lima Barreto. São Paulo: Ática; Pubfolha, 1995. 
ANTÔNIO, João. Dama do encantado. São Paulo: Nova Alexandria, 1996.
ARMANI, Carlos Henrique. Discursos da nação: historicidade e identidade nacional no Brasil de fins do século XIX. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
ARANTES, Marco Antonio. Loucura e alcoolismo em Lima Barreto. (Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUCSP, 1999.
ARANTES, Marco Antonio. Loucura e Racismo em Lima Barreto. In: Espaço Plural (Unioeste), v. 22, p. 45-56, 2010.
ARANTES, Marco Antonio. Para mim, Paraty - Alcoolismo e loucura em Lima Barreto. In: SMAD - Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em português), v. 4, p. 1-17, 2008.
ARANTES, Marco Antonio. Estranhos interiores: a loucura em triste fim de Policarpo Quaresma. In: Psicologia em Estudo (Impresso), v. 13, p. 875-883, 2008.  Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
ARANTES, Marco Antonio. Lima Barreto: a vida como uma obra de arte. In: Foco (Ribeirão Preto), v. 11, p. 15-21, 2004.
ARAUJO, Erick. Lima Barreto. Curitiba/PR: Editora Kotter, 2021.
ARAÚJO, Jurema da Silva. Entre grinaldas e buquês: a mulher na ficção de Lima Barreto. In: Anais do I Colóquio Internacional de Literatura e Gênero: Relações de Poder, Gênero e Representações Literárias, 2012. p. 1-12.
ASSIS, Lúcia Maria de.. Lima Barreto - Língua, Identidade e Cidadania. (Tese Doutorado em Linguística). Universidade de São Paulo, USP, 2008. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
ASSIS, Lúcia Maria de.. Identidade e Cidadania em Lima Barreto. 1ª ed., Curitiba: Appris, 2011.
ASSIS, Lúcia Maria de; NASCIMENTO, Luciana Marino do; SANTOS, Janete Silva dos (orgs.) . Lima Barreto na Sala de Aula: primeiros escritos. 1ª ed., São Paulo: Editora Blucher, 2021. 
ASSIS, Lucia Maria de.. O Brasil na República da Bruzundanga - uma discução sobre língua, identidade e cidadania. In: Entre Letras, UFT, vol. 10, nº 2, 2019. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
ASSIS, Machado de.. O passado, o presente e o futuro da literatura. In: A Marmota - Rio de Janeiro, Abril, 1858.
ASSIS, Machado de.. A nova geração. In: Revista Brasileira - Rio de Janeiro, vol. II, Dezembro, 1879.
ATAÍDE, Tristão de.. Quadro sintético da literatura brasileira. Rio de Janeiro: Editora Agir, 1959.
ATANÁSIO, Enéas. O mulato de Todos os Santos: ensaios. Piraquara (PR): Gráfica Editora Veja, 1982.
AUGUSTO, Sérgio. E isso é isso. In: O Pasquim, nº 207, Rio de Janeiro, 19-25 de  junho, 1973.
AYRES, Nicole. Quem é o maior romancista brasileiro: Machado de Assis, Lima Barreto ou Guimarães Rosa? In: Homo Literatus, 7 de abril 2014. Disponível no link. (acessado em 12.7.2021).
AZEVEDO NETO, Joachin. Vida literária e desencantos: uma história da formação intelectual de Lima Barreto (1881-1922).. (Tese Doutorado em História). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Florianópolis, 2015. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
AZEVEDO NETO, Joachin. Uma outra face da Belle Époque carioca: o cotidiano nos subúrbios nas crônicas de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, UFCG, 2010. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
AZEVEDO NETO
, Joachin. Uma outra face da Belle Époque Carioca: o cotidiano nos subúrbios nas crônicas de Lima Barreto. São Paulo: Editora Multifoco, 2011.
AZEVEDO NETO, Joachin. Lima Barrreto e os subúrbios cariocas: um cronista na periferia da Belle Époque. In: Alarcon Agra do Ò; Katyuscia Kelly Catão de Sousa. (Org.). Cidades: Histórias, Experiências, Personagens. 1ª ed.,Campina Grande: EDUFCG, 2021, v. 1, p. 53-76.
AZEVEDO NETO, Joachin. Leitura e patologias literárias na obra de Lima Barreto. In: Gervácio Batista Aranha; Elton John da Silva Farias. (org.). Epistemologia, Historiografia & Linguagens. Prefácio de Temístocles Cézar. 1ª ed., João Pessoa: Editora do CCTA, 2019, v. II, p. 423-446.
AZEVEDO NETO, Joachin. Nos rastros de Netochka e Isaías Caminha. In: Letícia Borges Nedel; Maria de Fátima Fontes Piazza. (org.). Intelectuais: trajetórias, mediações culturais e engajamentos. 1ª ed., Curitiba: CRV, 2019, v. , p. 45-58.
AZEVEDO NETO, Joachin. Uma ponte entre as estepes e os trópicos: diálogo entre Lima Barreto, Tolstói e Dostoiévski.. In: Denilson Botelho. (org.). Escritos sobre Lima Barreto (1881-1922). 1ª ed., Campina Grande: EDUFCG, 2017, v. , p. 101-132.
AZEVEDO NETO, Joachin. A representação do universo social dos excluidos da Bélle Époque carioca nas crônicas de Lima Barreto. In: Luciano B. Justino, Sebástiem Joachim. (org.). Representações inter/intraculturais (Literatura/Arte. outros domínios). 1ª ed., Recife: Livro Rápido, 2008, v. 1, p. 676-686.
AZEVEDO NETO, Joachin. Prelúdios literários de Lima Barreto (1881-1922). In: Esboços - Florianópolis, v. 26, n. 42, p. 358-377, maio/ago. 2019. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
AZEVEDO NETO, Joachin; MARTINS, Reginaldo Oliveira. Intelectuais e vida literária nacional nas páginas de Sátiras e outras subversões de Lima Barreto (1881-1922).. Revita Urutágua (online), v. 2, p. 109-127, 2018. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
AZEVEDO NETO, Joachin. {resenha}. SCHWARCZ, Lilia Moritz. Lima Barreto: triste visionário. São Paulo: Companhia das Letras, 2017. In: Antares: Letras e Humanidades , v. 10, p. 150-155, 2018. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
AZEVEDO NETO, Joachin. Lima Barreto e os suburbanos: o cotidiano traçado em linhas afetivas. In: Revista de Literatura, História e Memória, v. 7, p. 229-243, 2011.
AZEVEDO NETO, Joachin; BOTELHO, Denilson.. E a literatura, serve para quê? Tensões e convergências entre José Veríssimo e Lima Barreto. In: Revista Estudos Amazônicos, v. II, p. 150-173, 2012.
BANDEIRA, Manuel. Lima Barreto. in: Noções de história das literaturas. São Paulo: Editora Companhia Nacional, 1940.
BARBOSA, Francisco de Assis de.. Lima Barreto e a Reforma na Sociedade. Rio de Janeiro: Pool Editorial S.A, 1987. 
BARBOSA, Francisco de Assis. A vida de Lima Barreto: (1881-1922)8ª ed., Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 2002; 11ª ed., Autêntica, 2017.
BARBOSA, Francisco de Assis de.. Os ideais da revolução da independência situação do Brasil no período regencial. In: ABL, s/data. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
BARBOSA, Francisco de Assis de.. O Romance, a Novela e o Conto no Brasil. Rio de Janeiro: MES, 1950.
BARBOSA, Joniel da Costa; OLIVEIRA, Ivan dos Santos. Atribuição de autoria: o enigma por trás da autoria do livro sátiras e outras subversões. In: Revista Porto das Letras, vol. 4, nº 3 – Edição Especial, 2018.
BARBOSA, Marialva. Os Donos do Rio: Imprensa, Poder e Público. Rio de Janeiro: Vicio de Leitura, 2000.
BARROS, Adeliana Alves. O "Cemitério dos vivos": a experiência manicomial de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado). Universidade Federal do Ceará, UFCE, Fortaleza, 2016.
BASTOS, A. Miranda. A vida de Lima Barreto. In: Edição Maravilhosa, Rio de Janeiro, v. 10, n. 162, extra, 1957.
BASTOS, A. Miranda. A vida de Lima Barreto. In: Clássicos ilustrados, nº 5. Rio de Janeiro: Ed. Brasil-América, 1973. 
BASTOS, Everton Luis. Lima Barreto: Ficção e biografia no contexto da Belle Époque. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, UTFPR, 2020. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
BASTOS, Winter. A Nova Califórnia de Lima Barreto e as velhas ambições humanas. In: Homo Literatus, 20 de dezembro 2017. Disponível no link. (acessado em 12.7.2021)
BATISTA, Edna Patrícia de Morais. A loucura como crítica social na obra "Triste fim de Policarpo Quaresma" de Lima Barreto. (Monografia apresentada como requisito parcial para conclusão do Curso de licenciatura em Letras). Centro Universitário de Brasília - UniCEUB, 2005. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
BATTISTIN, Valter. A 1ª República do Brasil na historiografia e na literatura de Lima Barreto. (Trabalho didáticopedagógica do PDE). SEED-PR, 2008.  Disponível no link. (acessado em 7.7.2021)
BEIGUELMAN, Paula. Por que Lima Barreto. São Paulo: Brasiliense, 1981.
BELCHIOR, Pedro. Tristes subúrbios: literatura, cidade e memória em Lima Barreto (1881-1922).. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal Fluminense, UFF, Niterói, 2011. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
BENTO, Emannuel. Livro de Aluízio Falcão reúne perfis de famosos que passaram a vida anônimos. In: Diário de Pernambuco, 14.5.2021. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
BERTOL, Rachel. Em torno de um encontro: José Veríssimo e Lima Barreto (fragmentos). In: Biblioteca Nacional / acervo digital, novembro, 2015. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
BEZERRA, Fernando Salomon. Lima Barreto e Roberto Arlt: transições e permanências da memória selvagem. (Tese Doutorado em Estudos Literários). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, 2015. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
BEZERRA, Jane Mary Cunha. Lima Barreto: anarquismo, antipatriotismo e forma literária. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Ceará, UFCE, 2010. Disponível no link. (acessado 4.6.2021).
BIRMAN, Daniela.  Lima Barreto: críticas e ironias sobre a modernidade à brasileira. In: Daniela Birman. (org.). Contos de Lima Barreto. 1ed.Campinas: Editora da Unicamp, 2020, v. , p. 8-45.
BIRMAN, Daniela. Lima Barreto: críticas e ironias sobre a modernidade à brasileira. In: Birman, Daniela. (org.). Contos de Lima Barreto/ Edição bilíngue. 1ª ed. Campinas: Ed. da Unicamp, 2019, v. , p. 6-42. 
BIRMAN, Daniela. O cemitério do eu e do outro: a escrita autobiográfica e ficcional de Lima Barreto sobre o manicômio. In: FARIA, A.; PENNA, J.C.; PATROCÍNIO, P.R.T. do. (org.). Modos da margem: Figurações da marginalidade na literatura brasileira. 1ª ed., Rio de Janeiro: Aeroplano, 2015, v. , p. 128-154.
BIRMAN, Daniela. O visto, o dito e o contradito: dos registros médicos de Lima Barreto ao seu testemunho literário sobre o hospício. In: Aletria (UFMG), v. 24, p. 31-47, 2014.
BIRMAN, Daniela. Confinamento e testemunho em Lima Barreto e Graciliano Ramos. In: Veredas. Revista da Associação Internacional de Lusitanistas, v. 17, p. 41-62, 2012.
BIRMAN, Daniela. Trauma e repetição: o sinistro e suas formas literárias em três momentos da nossa história. In: Confluenze (Bologna), v. 4, p. 192-208, 2012.
BIRMAN, Daniela. Escrita e experiência do cárcere em Lima Barreto e Graciliano Ramos. In: Literatura e Autoritarismo (UFSM), v. Dossiê, p. 7, 2010.
BIRMAN, Daniela. 'Lima Barreto, branco, 33 anos'. In: O Globo, suplemento literário Prosa & Verso, Rio de Janeiro, p. 1 - 1, 24 set. 2010.
BN/BRLima Barreto, a voz da gente do povo. In: Biblioteca Nacional, 13.5.2020. Disponível no link. (acessado em 23.6.2021).
BN/BR. Crônica inédita de Lima Barreto encontrada na BN/ texto de João Marques Lopes sobre os manuscritos inéditos. In: Biblioteca Nacional, 18 de setembro de 2015. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
BOITMANN, Denise. Lima Barreto em tradução. In: Anpoll v. 1, nº44,p.313-330, Florianópolis, Jan./Abr. 2018. Disponível no link. (acessado em 30.6.2021)
BÖHM, Gabriela Cassilda Hardtke. O avesso das metrópoles: o subúrbio em Evaristo Carriego e Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Florianópolis, 2016. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
BÖHM, Gabriela Cassilda Hardtke. Lima Barreto e Evaristo Carriego: visões literárias de dois subúrbios latino-americanos (1900-1920). In: Revista CRIOULA (USP), v. 13, p. 1-10, 2013.
BÖHM, Gabriela Cassilda Hardtke. Clássicos em HQ: o caso Lima Barreto. In: Anais do 5º. Seminário de Literatura Infantil e Juvenil. Florianópolis: Paulus, 2012. v. 1. p. 254-260.
BORGES, Rogério. Lima Barreto é homenageado na Flip 2017. In: O Popular, 22.7.2017. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
BOSI, Alfredo. Sob o signo de cam. In:  BOSI, Alfredo. Dialética da Colonização. 3ª ed., São Paulo: Companhia das Letras, 1999, pp. 246-272. 
BOSI, Alfredo. O romances social: Lima Barreto. In:  BOSI, Alfredo. História Concisa da Literatura Brasileira.  2ª ed., São Paulo: Editora Cultrix, 1978.
BOSI, Alfredo. Ficção: Lima Barreto e Graça Aranha. In: BOSI, Alfredo. O pré-modernismo. São Paulo: Editora Cultrix, 1966; 2ª ed., 1967.
BOSI, Alfredo. Figuras do Eu nas Recordações de Isaías Caminha.  In: BOSI, Alfredo. Literatura e resistência. São Paulo: Companhia das Letras, 2002, pp. 186-208. 
BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 1994, p. 323.
BOTELHO, Denilson. Letras militantes: história, política e literatura em Lima Barreto. (Tese Doutorado em História). Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, 2001.
BOTELHO, Denilson. A pátria que quisera ter era um mito - Uma introdução ao pensamento político de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em História Social do Trabalho). Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, 1996. 
BOTELHO, Denilson (org.). Escritas sobre Lima Barreto. 1ª ed., Campina Grande: EDUFCG, 2017.
BOTELHO, Denilson. A pátria que quisera ter era um mito: história, literatura e política em Lima Barreto. 2ª ed., Curitiba: Prismas, 2017.
BOTELHO, Denilson. A pátria que quisera ter era um mito: o Rio de Janeiro e a militância literária de Lima Barreto. 1ª ed., Rio de Janeiro: Secretaria Municipal das Culturas, 2002. v. 1.
BOTELHO, Denilson. A fábrica de loucos da Primeira República: cidadania e exclusão no Rio de Janeiro de Lima Barreto. In: BOTELHO, Denilson. (org.). História e cultura urbana: a cidade como arena de conflitos  1ª ed., Rio de Janeiro: Multifoco / EDUFPI, 2015, v. , p. 169-195.
BOTELHO, Denilson. O literato da 'Vila Quilombo': Lima Barreto no Brasil do Pós-Abolição. In: Martha Abreu; Hebe Matos; Carolina Vianna Dantas. (org.). Histórias do Pós-Abolição no Mundo Atlântico: Identidades e Projetos Políticos. 1ª ed., Niterói: Editora da UFF, 2014, v. 1, p. 176-186.
BOTELHO, Denilson. A "fábrica de loucos da Primeira República": cidadania e exclusão no Rio de Janeiro de Lima Barreto. In: BOTELHO, Denilson (org.). História e cultura urbana: a cidade como
arena de conflitos (no prelo). 1ª ed., Rio de Janeiro: Multifoco, 2015. p. 169-195.
BOTELHO, Denilson. Numa e a Ninfa: o Brasil republicano no romance de Lima Barreto. In: Lugares dos Historiadores: Velhos e novos desafios. XXVIII Simpósio Nacional de História, Florianópolis/SC, 27 a 31 de julho de 2015. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
BOTELHO, Denilson. O literato da “Vila Quilombo”: Lima Barreto no Brasil do Pós-abolição. In: ABREU, Martha; DANTAS, Carolina Vianna; MATTOS, Hebe (org.). Histórias do Pós-abolição no Mundo Atlântico. vol. 1 - Identidades e projetos políticos. Niterói/RJ: Editora UFF, 2013. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
BOTELHO, Denilson. Sobre os meios e modos de fazer jornalismo na Primeira República: Lima Barreto entre a história e a ficção. In: Revista Antíteses, v. 6, n. 11, pp. 35-52, jan./jun. 2013.
BOTELHO, Denilson. Sob o signo da Floreal: Uma perspectiva histórica da iniciação literária de Lima Barreto. In: Revista Itinerários. Araraquara: Unesp, nº 23, pp. 149-174, 2005. 
BRASIL, Fabiana Pastore. A discriminação racial em Clara dos Anjos, de Lima Barreto, à luz da avaliatividade: uma perspectiva sistêmico-funcional. (Dissertação Mestrado em Linguística). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, 2012. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
BRASIL, Ubiratan. Nos 140 anos de nascimento, Lima Barreto consolida reconhecimento da obra. In: Portal Terra, 13 de maio de 2021. Disponível no link. (acessado em 9.7.2021).
BRAYNER, Sonia. Lima Barreto: Mostrar ou Significar? In: BRAYNER, Sônia. Labirinto do espaço romanesco: tradição e renovação da Literatura Brasileira (1880-1920). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1979.
BRIESEMEISTER, Dietrich. O Brasil como país do futuro nas imaginações livrescas de Policarpo Quaresma. In: MARTINS FILHO, Antônio; LANDIM, Teoberto (Orgs.). Colheita Tropical: Homenagem ao Prof. Dr. Helmut Feldmann. Fortaleza: UFC/ Casa de José de Alencar, 2000, p. 267-289.
BROCA, Brito. A vista literária no Brasil - 1900. Rio de Janeiro: Editora José Olympio, 1975.
BROOKSHAW, David. Raça e cor na literatura brasileira. [tradução Marta Kirst]. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1983.
BVPS/FIOCRUZLima Barreto. In: BVPS, Biblioteca Virtual em Saúde, Fio Cruz, s/data. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
BUZELLI, José Leonardo Sousa. Episódios da vida do Major Quaresma. (Dissertação Mestrado em Teoria e História Literária). Universidade Estadual de Campinas, Unicamp, Campinas/SP, 2009. Disponível no link ou link. (acessado em 26.6.2021). 
CAETANO, Bruna. Retrato do racismo em “Recordações do escrivão Isaías Caminha” permanece atual. In: Brasil de Fato, 18.10.2019. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
CALLES, Araceli Sulemi Bermúdez. Em torno da tradução no México de Triste fim de Policarpo Quaresma de Lima Barreto. In: Revista Cerrados, vol. 28, nº 5, 2019. Disponível no link. (acessado em 2.7.2021).
CAMACHO, Carlos Mario Paes. As Representações da modernização urbana do Rio de Janeiro nas crônicas de Machado de Assis e Lima Barreto. (Tese Doutorado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, 2012. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
CAMACHO, Carlos Mario Paes. Consciência do oprimido: uma leitura freiriana da obra de Lima Barreto. 1ª ed., São Paulo: Bigtime, 2017. v. 150. 
CAMACHO, Carlos Mario Paes. Representação e conscientização: na obra de Lima Barreto. Rio de Janeiro: Edições Galo Branco, 2009.
CAMACHO, Carlos Mario Paes. As Representações da escravidão no Brasil do século XIX: um estudo de O Mulato.  Barbacena: Alexandria, 2007. v. 300.
As Representações das transformações urbanas do Rio de Janeiro nas crônicas de Machado de Assis e Lima Barreto. In: Verbo de Minas, v. 16, p. 26-46, 2015.
CAMARGO, Áureo Joaquim. A bagatelização da literatura de Lima Barreto: análise do legado editorial do escritor. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual Paulista, Campus Assis, SP, Unesp, 2015. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
CAMARGO, Áureo Joaquim. A 'luta dos discursos' em Lima Barreto. In: Itinerários (UNESP. Araraquara), v. 36, pp. 311-313, 2013. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
CAMARGO, Áureo Joaquim. Lima Barreto na Gazeta da Tarde: um crítico na contramão do mercado editorial. In: XI SEL - Seminário de Estudos Literários, 2012, Assis, SP. 50 anos do II Congresso Brasileiro de Crítica e História Literária, pp. 607-616, 2012. 
CAMARGO, Áureo Joaquim. Da Invectiva à Ironia em Lima Barreto. In: X SEL - Seminário de Estudos Literários: Cultura e Representação, 2010, ASSIS/SP. X SEL - Seminário de Estudos Literários. ASSIS/SP: UNESP/ASSIS, v. -. pp. 1-13, 2010.
CAMILOTTI, Virgínia C. (org.). República, Liberalismo e Cidadania. Piracicaba: Editora Unimep, 2003, pp. 53-64.
CAMPATO JR., João Adalberto. Lima Barreto: Retórica e Literatura Militante nas Recordações do Escrivão Isaías Caminha. Curitiba: CRV, 2013.
CAMPI, Eric. A voz crítica de Lima Barreto ainda ecoa na nossa República, diz pesquisador. In: Revista Cult, s/data. Disponível no link. (acessado em 9.7.2021).
CAMPOS, Maria Tereza Arruda. Lima BarretoSérie Ponto por Ponto. São Paulo: Ática, 1988.  
CANDIDO, Antonio. Os olhos, a barca e o espelho. In: Educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Ática, 1987.
CAPELA, Carlos Eduardo S.. Italianos na ficção brasileira: modernidade em processo. In: Fragmentos - Revista de Língua e Literatura Estrangeiras, Florianópolis: UFSC, vol. 21, pp.147-164, 2003.
CARDOSO, Fernando Henrique de. (et. al). O Brasil republicano, v.1: estrutura de poder e economia (1889-1930). 8ª ed., Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.
CARMO, José Carlos Mariano do.. Uma leitura benjaminiana da narrativa de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Teoria Literária). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2013. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
CARNEIRO, Daniel Machado Vivacqua. Entre mágoas e sonhos do povo: Lima Barreto e o folclore urbano. (Dissertação de Mestrado em Estudos de Literatura). Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, São Carlos, 2019. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
CARNEIRO, Maria Luiza Tucci. Racismo na história do Brasil: Mito e realidade. São Paulo: Ática, 2005.
CARPEAUX, Otto Maria. História da Literatura Ocidental. vol.6. Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1964.
CARPEAUX, Otto Maria. Pequena bibliografia crítica da literatura brasileira. Rio de Janeiro: Editora Letras e Artes, 1964.
CARVALHO, José Murilo. Os Bestializados - O Rio de Janeiro e a República que não foi. São Paulo: Companhia das Letras, 1987; 1989.
CARVALHO, Maria Alice Rezende de.. Irineu Marinho: imprensa e cidade. São Paulo: Globo, 2012.
CARVALHO, Maria Alice de Rezende de.. Três pretos tristes: André Rebouças, Cruz e Sousa e Lima Barreto. In: Revista Topoi, Rio de Janeiro, v. 18, nº 34, p. 6-22, janeiro/abril, 2017.
CARVALHO, Ricardo Souza de.. O historiador e o romancista: o diálogo entre Oliveira Lima e Lima Barreto. In: O Eixo e a Roda (UFMG), v. 27, pp. 137-152, 2018.
CASCUDO, Luiz da Câmara. Lima Barreto. In: Diário de Notícias, Rio de Janeiro, 16.10.1948.
CASTRO, Luciano Alberto de. Lima Barreto, o Rio e as pandemias. In: JB online, 20 de abril de 2020. Disponível no link. (acessado em 2.7.2021).
CATINARI, Antonella Flávia. Correspondências na Barca: Cartas trocadas entre Monteiro Lobato e Lima Barreto. In: Revista Garrafa, v. 4, nº 8, janeiro-abril de 2006. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
CAZES, Leonardo. Um Lima Barreto triste, visionário e ambivalente por Lilia Moritz Schwarcz. In: O Globo, 24.6.2017. Disponível no link. (acessado em 22.6.2021).
CAZES, Leonardo. O Rio de Lima Barreto. In: O Globo, 22.7.2017. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
CAZES, Leonardo. Lima Barreto e os paulistas: entre admiração, decepção e brigas. In: O Globo, 22.7.2017.  Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
CAZES, Leonardo. Pesquisador identifica 164 textos de Lima Barreto assinados com pseudônimos. In: O Globo, 28.7.2016. Disponível no link. (acessado em 9.7.2021).
CEERT. A dura vida e a obra genial do escritor Lima Barreto, o próximo homenageado da Flip. In: CEERT, 28.11.2016. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
CELSO, Afonso. Porque me ufano do meu paiz. Rio de Janeiro: Garnier, 1901.
CHALHOUB, Sidney. Trabalho, lar e botequim: o cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro da belle époque. 2ª ed., Campinas: Ed. da UNICAMP, 2001.
CHALHOUB, Sidney. Cidade Febril: cortiços e epidemias na corte imperial. São Paulo: Companhia das Letras, 2006. 
CHAVES, Ramon Silva. A paratopia do estigma: identidade e relato de si no discurso literário Recordações do Escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Língua Portuguesa). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, 2018. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
CHAVES, Ramon Silva. Sombras negras: a imagem de autor em Recordações do Escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Língua Portuguesa). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, 2014. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
COELHO, Haydée Ribeiro. Retórica da ficção e do nacionalismo em Triste fim de Policarpo Quaresma: a construção da narrativa em Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras e Estudos Literários). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Belo Horizonte, 1981.
COELHO, Haydée Ribeiro. Lima Barreto. In: DUARTE, Eduardo de Assis (org.). Literatura e afrodescendência no Brasil: antologia crítica. vol. 1, Precursores. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.
COELHO, Haydée Ribeiro. O Brasil na "Biblioteca Ayacucho": vertente literária e cultural. In: O eixo e a roda: v. 18, nº 2, 2009. Disponível no link. (acessado em 2.7.2021).
CORRÊA, Felipe Botelho. The case of Careta in Lima Barreto's Oeuvre. (Tese Doutorado em Medieval and Modern Languages). University of Oxford, OX, Inglaterra, 2013.
CORRÊA, Felipe Botelho. Lima Barreto's Marginália: The magazine writer's dream. In: Dossiê Machado de Assis/Lima Barreto -  Machado Assis Linha 7 (14), Dez 2014. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
CORRÊA, Henrique Sergio Silva. O A.B.C de Lima Barreto (1916-1922).. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Estadual Paulista, UNESP, Assis-SP, 2012. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
COSTA, Ângela Marques da; SCHWARCZ, Lilia Moritz. Virando séculos: no tempo da certeza (1890-1914). São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
COSTA, Arthur Baltazar Souza. A trajetória de Lima Barreto na imprensa do Rio de Janeiro: sua participação no A.B.C e HOJE. (Trabalho de conclusão de curso Bacharelado em História). Universidade Federal de São Paulo, USP, 2019. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
COSTA, Érika Maria Asevedo Costa; AZEVEDO, Nadia Pereira da Silva Gonçalves de.. Análise do Discurso da Crônica "O Novo Manifesto de Lima Barreto". In: Eliane Barbosa da Silva; Helson Flávio da Silva Sobrinho. (org.). Lingua Falada e Escrita Reflexões e Análises. 1ª ed., Maceió: EDUFAL, 2014, v. 1, p. 121-124.
COSTA, Fabiano da Silva. O personagem-narrador e seu lugar de reflexão em Cemitério dos vivos (1956), de Lima Barreto e Recordações da casa dos mortos (1862), de Fiódor Dostoievski. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, 2020. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
COSTA, Fabiano da Silva. Lima Barreto: O Brasil sob a ótica do Dr. Bogóloff. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, 2015. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
COSTA, Fabiano da Silva. Cemitério dos vivos: representações do autoritarismo. In: RE-UNIR â013 Revista do Centro de Estudos da Linguagem da Universidade Federal de Rondônia, v. 5, p. 43-57, 2018.
COSTA, João Cruz Costa. Pequena história da República. 3ª ed., Brasiliense, 1989.
COSTA, Thiago Venicius de Sousa. A cidade jurídica da República da Bruzundanga: a burocracia e o espaço em Lima Barreto (1900-1922).. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Natal/RN, 2021. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).  
COUTINHO, Afrânio; SOUZA, José Galante de.. Enciclopédia de Literatura Brasileira. vol. I. São Paulo: Global Editora; Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional/DNL; Academia Brasileira de Letras, 2001. 2 v.
COUTINHO, Carlos Nélson. O significado de Lima Barreto na literatura brasileira. In: COUTINHO, Carlos Nélson et al.. Realismo e anti-realismo na literatura brasileira. 1ª ed., Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974, v. 1, p. 1-54.
CRUZ, Adélcio de Sousa. Lima Barreto: a identidade étnica como dilema. (Dissertação Mestrado em Letras e Estudos Literários). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Belo Horizonte, 2002.
CRUZ, Edinília Nascimento. A experiência da loucura e a criação literária: uma leitura de O Cemitério dos Vivos e Diário do Hospício, de Lima Barreto. In: Alex Fabiano Correia Jardim. (org.). Literatura e Outros Discursos. 1ª ed., Curitiba - PR: CRV, 2012, v. 1.000, p. -.
CRUZ, Izabel Cristina Cavalcanti. Isaías Caminha e o mal-estar na civilização brasileira no limiar do século XX. Rio de Janeiro: Rizoma Editorial, 2015.
CUNHA, Getulio Nascentes da.. Ser mulher nas crônicas de Lima Barreto. In: SANTOS, Regma Maria dos e BORGES, Valdeci Rezende. (org.). Imaginário e representações: entre fios, meadas e alinhavos. 1ª ed., Uberlândia: Asppectus, 2011, v. 1, p. 127-140.
CUNHA, Helena Simões Bocayuva. Sexualidade e gênero como metáforas do biopoder: um estudo sobre o imaginário brasileiro. (Tese Doutorado em Saúde Coletiva). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2006.
CURY, Maria Zilda Ferreira. Um mulato no reino de Jambom: as classes sociais na obra de Lima Barreto. [apresentação Maria Luíza Ramos]. São Paulo: Cortez, 1981.
CURY, Maria Zilda Ferreira. Visão de mundo em Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras e Estudos Literários). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Belo Horizonte, 1980.
D’ÂNGELO, Helô. Lima Barreto e o racismo do nosso tempo. In: Revista Cult, Maio de 2017. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
DECCA
, Edgar de.. Quaresma: Um relato de massacre republicano entre a ficção e a história. In: DECCA, Edgar Salvadori de; LEMAIRE, Ria. Pelas Margens. Outros Caminhos da História e da Literatura. Campinas: Editora da Unicamp; Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2000.
DECCA, Edgar Salvadori de.. Quaresma: um relato de massacre republicano. In: Anos 90, revista do PPG História da UFRGS. Porto Alegre: editora da Universidade UFRGS, nº 8, dezembro 1997, pp. 45-61.
DIANA, Daniela. Triste Fim de Policarpo Quaresma: análise, contexto histórico e mais. In: Toda Matéria, s/data. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
DIAS, André. Lima Barreto e Dostoiévski: Vozes Dissonantes. (Tese Doutorado em Literatura Comparada). Universidade Federal Fluminense, UFF, Niterói, 2009. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
DIAS, André. Lima Barreto e Dostoiévski: vozes dissonantes. Série Biblioteca, v. 46. Niterói: EDUFF, 2012. Disponível no link. (acessado em 22.6.2021).
DIAS, André. Quem Foi Lima Barreto?. In: Jornal Casa da Gente, Rio de Janeiro, p. 6 - 6, 15 jul. 2017.
DIAS, André. A Modernidade Predatória nas Crônicas de Lima Barreto. In: Cadernos de Letras da UFF, v. 25, p. 31-46, 2015.
DIAS, André. Lima Barreto: a vida breve In: Revista Brasil de Literatura (Rio de Janeiro), v. 1, p. 1-21, 2010.
DIAS, Maria Odila Leite da Silva. Sociabilidades sem História: votantes pobres no Império (1824-1881). In: FREITAS, Marcos Cézar de (org.). Historiografia brasileira em perspectiva. 6ª ed., São Paulo: Contexto, 2010. p. 57-72.
DIAS, Regina Maria Santos. Lima Barreto: uma máquina de guerra na cidade do Rio de Janeiro. 1ª ed., Curitiba: Editora Appris, 2013. v. 1000. 
DIAS, Regina Maria Santos. Malícia, Perícia e Polícia - Manobras Subjetivantes nas Ruas do Rio de Janeiro. (Tese Doutorado em Psicologia). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, 2003.
DINIZ, Jackson. Identidade negra e modernidade na obra de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Literatura e Interculturalidade). Universidade Estadual da Paraíba, UEPB), 2010. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
DOSSIÊ 100 anos de República. In: Revista USP, nº 3, 1989. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
DUARTE, Carlos Edson. Sucesso e fracasso do Ideal do Ego em Lima Barreto. In: Arquivos Brasileiros de Psiquiatria, Neurologia e Medicina Legal, Rio de Janeiro, v. 96, nº 80-81, p. 5-10, 2002.
EDITORAUNESP. Nascimento de Lima Barreto relembra sua luta contra o preconceito e a discriminação. In: Editora Unesp, 12 maio de 2019. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
EDMUNDO, Luis. O Rio de Janeiro do meu tempo. vol. 1. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1938. 
EDUARDO, André de Paula. Lima Barreto no cinema e na teledramaturgia do Brasil. In: Revista Prosa, Verso e Arte, s/data. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
EDUARDO, Carlos. (Pseud. de J. Brito). Lima Barreto: Triste fim de Policarpo Quaresma. In: Gazeta de Notícias - Rio de Janeiro, 14.7.1916.
ELPO, Leandro Amorim. O heroísmo do Homem de Letras em Lima Barreto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio Grande, UFRGS, 2018. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
ELPO, Leandro Amorim. "Quaresma, você é um visionário": o conflito entre herói e mundo no romance de Lima Barreto Triste fim de Policarpo Quaresma. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio Grande, UFRGS, 2012.
ENGEL, Magali Gouveia; ANGELIM, Daniel Morais; ALMEIDA, Leonardo Rosetti de; PADILHA, Leonardo Ayres (org's). Crônicas cariocas e ensino de história. Rio de Janeiro: 7Letras; FAPERJ, 2008. {autores abordados: Lima Barreto - 1881-1922; João do Rio - 1881-1921; Mariano Olegário - 1889-1958}.
ENGEL, Magali Gouveia. Os delírios da razão: médicos, loucos e hospício. Rio de Janeiro (1830-1930). Rio de Janeiro: Fiocruz, 2001.
ENGEL, Magali Gouveia. Lima Barreto (1881-1922). In: Magali Gouveia Engel e Carolina Vianna. (Org.). Trajetórias e sociabilidades intelectuais no Rio de Janeiro (séculos XIX e XX). 1ª ed., Rio de Janeiro: Contra Capa, 2017, v. 1, p. 91-106.
ENGEL, Magali Gouveia. Lima Barreto: dilemas e embates de um intelectual mulato na República dos Bruzundangas. In: Ana Flávia Magalhães Pinto e Sidney Chalhoub. (Org.). Pensadores Negros - Pensadoras Negras. Brasil, séculos XIX e XX. 1ª ed., Cruz das Almas/Belo Horizonte: EDUFRB/Ed. Fino Traço, 2016, v. 11, p. 165-189.
ENGEL, Magali Gouveia. Na corda bamba: a trajetória intelectual de Lima Barreto (1881-1922). In: MENEZES, Lená Medeiros; TRONCOSO, Hugo Cancino; MORA, Rogelio de la. (org.).Intelectuais na américa latina: pensamento, contextos e instituições. Dos processos de independência à globalização. 1ª ed., Rio de Janeiro: UERJ/LABIME, 2014, v., p. 117-126.
ENGEL, Magali Gouveia. Lima Barreto: uma leitura da república oligárquica brasileira. In: Fábio Almeida de Carvalho e João Kennedy Eugênio. (org.). Interpretações do Brasil. 1ª ed., Rio de Janeiro: E-papers, 2014, v. , p. 487-515.
ENGEL, Magali Gouveia. A loucura, o hospício e a psiquiatria em Lima Barreto: críticas e cumplicidades. In: Sidney Chalhoub; Vera Regina Beltrão Marques; Gabriela dos Reis Sampaio; Carlos Roberto Galvão Sobrinho. (Org.). Artes e ofícios de curar no Brasil. Campinas: Editora Unicamp, 2003, v. , p. 57-98.
ENGEL, Magali Gouveia. Lima Barreto foi uma das primeiras vozes a se opor contra 'matadores de mulheres'. In: O Globo, 22 jul. 2017.
ENGEL, Magali Gouveia. Gênero e política em Lima Barreto. In: Cadernos Pagu (UNICAMP. Impresso), v. 32, p. 365-388, 2009.
ENGEL, Magali Gouveia. Relações entre os gêneros em Lima Barreto. In: Saúde, Sexo e Educação, Rio de Janeiro, v. X, n.25, p. 6-11, 2002.
ERMAKOFF, George; BUENO, Alexei (org.). Duelos no serpentário: uma antologia da polêmica intelectual no Brasil 1850-1950. Rio de Janeiro: G. Ermakoff Casa Editorial, 2005.
ESTEVES, Antônio R.. O romance histórico brasileiro contemporâneo (1975-2000). São Paulo:  UNESP, 2010. 
EXPOSIÇÃO Lima Barreto Protesto eterno. In: Centro de Artes UFF (online). Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
FALCÃO, Aluízio. Memorial de grandes ausências. Recife/PE: Editora CEPE, 2021. 
FANTINATI, Carlos Erivany. O profeta e o escrivão. Estudos sobre Lima Barreto. São Paulo: Ilpha-Hucitec, 1978.
FANTINATI, Carlos Erivany. O profeta e o escrivão. Estudo sobre Lima Barreto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, 1974.
FANTINATI, Carlos Erivany.  Lima Barreto e a mulher. In: Literatura e Autoritarismo (UFSM), v. 12, p. n.º 8, 2008.
FANTINATI, Carlos Erivany. O negro na obra de Lima Barreto. In: Miscelânia - revista de Pós-graduação em Letras. Faculdade de Ciências e Letras de Assis, UNESP. Assis-SP, vol. 2. p. 103-125, 1995.
FAPERJ. Pesquisador descobre a casa de Lima Barreto. In: Faperj, 26 de ago. de 2002. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021)
FAPESP. Lima Barreto como intérprete do Brasil pós-Abolição. In: Revista de Pesquisa Fapesp, s/data. Disponível no link. (acessado em 9.7.2021).
FARAGE, Nadia. Anarchism, Literature and the Animal Condition: A Reading of Lima Barreto. In: Chiara Blanco; Bel Deering. (Org.). Who’s Talking Now? Multispecies Relations Analysis from Humans and Animals’ Point of View. 1ª ed., Oxford: Inter-Disciplinary Press, 2015, v. , p. 59-67. 
FARAGE, Nadia. Antes fora eu: o animal literário em Lima Barreto. In: Braga, E.F; Libanori, E; Diogo, R.C.M. (org.). Representação animal: diálogos e reflexões literárias. 1ª ed., Rio de Janeiro: Oficina da Leitura, 2015, v. 000, p. 146-166.
FARAGE, Nadia. Um dever de Antígona: o nexo entre o feminino e o animal na obra de Lima Barreto. In: Labrys (Edição em Português. Online), v. 24, p. ----, 2013. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
FARIA, Antônio Augusto Moreira de; PINTO, Rosalvo Gonçalves (orgs). Lima Barreto: antologia de artigos, cartas e crônicas sobre trabalhadoresBelo Horizonte: Editora Viva Voz; FALE UFMG, 2012.
FATTORI, Danusa da Matta Duarte. Lima Barreto e Oswald de Andrade nos descaminhos da modernidade. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade de Brasília, UnB, 2006. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
FATTORI, Danusa da Matta Duarte. A Nação Bruzundanga - notas sobre o Brasil de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, 1999.
FATTORI, Danusa da Matta Duarte. A modernidade e a mulher em Triste Fim de Policarpo Quaresma. In: Magma (USP), v. 10, p. 24-31, 2012.
FATTORI, Danusa da Matta Duarte. A lingua nacional em Recordações do escrivão Isaias Caminha e Memórias sentimentais de João Miramar João Miramar. In: Dialogos Latinoamericanos, v. 11, p. 16-32, 2005.
FATTORI, Danusa da Matta Duarte. Ficção e realidade nos textos autobiográficos de Lima Barreto e Oswald de Andrade. In: Revista Alpha (Patos de Minas), Patos de Minas-Minas Gerais, v. 1, p. 16-26, 2004.
FAZZOLARI, Davi. Lima Barreto - Segregações, fronteiras e fraturas: racismo, subúrbio e loucura. In: Caderno Leituras Clássicos Brasileiros, Companhia das Letras, s/data. Disponível no link. (acessado em 12.7.2021).
FERNANDES, Ana Helena Cobra. Bagatelas em perspectiva. Lima Barreto - crônicas anotadas. (Dissertação Mestrado Letras). Universidade Estadual de Campinas, Unicamp, Campinas/SP, 2010. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
FERNANDES, Felipe Moura. Tristes Fins de Policarpo Quaresma: Brasil entre ficções geográficas no sertão e litoral. (Tese Doutorado em Geografia Humana). Universidade de São Paulo, USP, 2017. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
FERRAZ, Enéas. A morte do mestre. In: O Paiz, 20.11.1922, p. 5.
FERREIRA, Luciana da Costa. Um personagem chamado Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Ciências da Literatura/Teoria Literária). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2007. Disponível no link. (acessado em 22.6.2021).
FERREIRA, Luciana da Costa. Os percursos literários do leitor Lima Barreto. In: Revista Garrafa (PPGL/UFRJ), v. II, p. 1-13, 2011.
FERREIRA, Luciana da Costa. Biografia e o biografado: reflexões sobre Afonso Henriques de Lima Barreto. In: Travessias - revista, (Unioeste. Online), v. 5, p. 1-13, 2009. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
FERREIRA, Tânia Regina. Literatura em quadrinhos: Triste fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2015. Disponível no link. (acessado em 23.6.2021).
FICO, Carlos. Cidade capital: abastecimento e manifestações sociais no Rio de Janeiro (1890-1945).. (Dissertação Mestrado). Universidade Federal Fluminense, UFF, Niterói, 1989.
FIGUEIREDO, Ana Luiza. Um olhar sobre Lima Barreto para além da cor da pele. In: Homo Literatus, 18 de maio de 2020. Disponível no link. (acessado em 12.7.2021).
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Trincheiras de Sonho: Ficção e Cultura em Lima Barreto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 1997.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. O Fim do Sonho Republicano: o Lugar da Ironia em Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 1990.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto em quatro tempos. 1ª ed., Belo Horizonte, MG: Relicário Edições, 2019.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Trincheiras de Sonho: Ficção e Cultura em Lima Barreto. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1998.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto e o fim do sonho republicano. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1995.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de; FERREIRA, Ceila Maria (orgs). Lima Barreto, caminhos de criação. 1ª ed., São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2017. v. 1.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Rio de Retalhos nos cadernos de Lima Barreto. In: Carmem Negreiros; Fátima Oliveira; Rosa Gens.. (Org.). Belle Époque: a cidade e as experiências da modernidade. 1ª ed., Belo Horizonte, MG: Relicário Edições, 2019, v. 1, p. 153-179.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. O Rio, o letrado e o pintor: imagens da cidade em Lima Barreto e Gustavo Dall´Ara. In: André Nunes de Azevedo. (org.). A cidadela das letras. História e literatura no Rio de Janeiro da virada do século XIX ao XX.. 1ª ed., Rio de Janeiro: Metanoia Editora/Estudos Americanos, 2019, v. 1, p. 181-209.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto e a paisagem na terra? onde tudo o que se planta dá'. In: Ida Alves. (Org.). Páginas paisagens luso-brasileiras: estudos literários. 1ª ed., Niterói RJ: Editora da Universidade Federal Fluminense-Eduff, 2019, v. 1, p. 145-160.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto: o intelectual, a cidade e a nação. In: Carmem Lúcia Negreiros de Figueiredo; Fátima Oliveira; Jean-Pierre Chauvin; Rosa Gens. (Org.). Belle Époque: efeitos e significações. 1ª ed., Rio de Janeiro: ABRALIC (Associação Brasileira de Literatura Comparada), 2018, v. 1, p. 146-165.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Romance francês e a renovação estética na ficção de Lima Barreto. In: Luciana Persice. (org.). Literaturas Francófonas II: debates interdisciplinares e comparatistas. 1ª ed., Rio de Janeiro: Dialogartes, 2018, v. 1, p. 30-52.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto, a missão e o romance. In: Andrea Sirial Werkema; Ana Lúcia Machado de Oliveira; Marcus Vinicius Nogueira Soares. (Org.). Figurações do real (Literatura Brasileira em foco VII). 1ª ed., Belo Horizonte: Relicário, 2017, v. 1, p. 47-64.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de; FERREIRA, Ceila Maria. Crise do romance, crise do sujeito em Recordações do escrivão Isaías Caminha. In: Carmem Figueiredo; Ceila Ferreira. (org.). Lima Barreto, caminhos de criação. 1ª ed., São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2017, v. 1, p. 13-87.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de..  Imprensa e romance: tensões de espetáculo e vigilância em Lima Barreto. In: Geraldo Ramos Pontes Jr; Maurício de VCastro; Myrian Sepúlveda dos Santos. (Org.). Diálogos interdisciplinares: Literatura e políticas culturais.. 1ª ed., Rio de Janeiro: EdUERJ, 2014, v. 1, p. 39-55.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Palmeiras pensativas: a paisagem em Lima Barreto. In: Sales, Germana; Acízelo, Roberto.. (org.). Literatura Brasileira: região, nação, globalização. 1ª ed., Campinas: Pontes Editores, 2013, v. 1, p. 43-58.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Ecos de folhetim, imagens de cultura: Lima Barreto e o romance. In: Maria do Amparo Tavares Maleval ; Laura Tato Fontaíña. (Org.). Estudos Galego-Brasileiros 4 Língua, Literatura, identidade.. 1ª ed., Coruña: Servizo de Publicacións da Unversiade da Coruña, 2010, v. 1, p. 133-149.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de..  Recordações do escrivão Isaías Caminha: uma narrativa intempestiva. In: Souza, Roberto Acízelo; Holanda, Sílvio Augusto de Oliveira; Augusti, Valéria.. (org.). Narrativa e recepção: séculos XIX e XX. Rio de Janeiro; Niterói, RJ: De Letras; Eduff., 2009, v. , p. 89-106.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto: a ousadia de sonhar. In: Carmem Lúcia Negreiros de Figueiredo; Antonio Houaiss. (Org.). Triste Fim de Policarpo Quaresma/ Lima Barreto. 1ª ed., Madrid, Paris: ALLCA XX- Coleção Archives - UNESCO, 1997, v. 30, p. 371-401.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. O percurso de Policarpo: o difícil papel do intelectual na interpretação da cultura.. In: Iza Quelhas; 'Débora Finamore. (Org.). Ciclo de Estudos Literários: tirando os trabalhos da gaveta.... Rio de Janeiro: UFRJ/ Faculdade de Letras - rograma de Pós-Graduação, 1994, v. , p. 231-244.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto, a modernidade e a literatura: dilemas de palavra, país, paisagem. In: Revista Brasil de Literatura (Rio de Janeiro),  , v. 1, pp. 1-2, 2003.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto, riso e jornalismo: a caricatura na fábrica de ilusões. In: Revista Alpha, Patos de Minas, v. 4, n.Ano 4, pp. 27-40, 2003.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Fragmento de historia, lembrança de paisagem: Lima Barreto, colecionador de retalhos. In: Revista de Letras (UNESP. Impresso), São Paulo, v. 43, n.2, p. 75-88, 2003.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Uma corda sobre o abismo: diálogo entre Lima Barreto e Nietzsche. In: Revista Alea: Estudos Neolatinos, Programa  de Pós-Graduação em Letras Neolatinas/ Faculdade de Letras- UFRJ, v. 6, nº 1. Rio de Janeiro, pp. 159-173, junho de 2004. 
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. A sedução da imagem de amor em Clara dos Anjos, de Lima Barreto. In: Revista Literatura e Cultura (Rio de Janeiro), v. 6, pp. 1-9, 2006.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto e as ruínas do imaginário. In: Nuevo Mundo-Mundos Nuevos, v. 6, pp. 2936-2945, 2006.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Olhar a paisagem, ver a cultura: a lição de Lima Barreto. In: Cerrados (UnB. Impresso), v. 28, pp. 269-284, 2009.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. O romance como experiência cultural. O diálogo crítico de Lima Barreto. In: Crítica Cultural, v. 5, p. 164-185, 2010.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. O mal-estar de Isaías: a crise do romance de Lima Barreto. In:  Pensares em revistas (Dossiê Pré-Modernismos), UFRJ, v. 1, pp. 35-50, 2012. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Crise do romance e o pacto ambíguo de Lima Barreto. In: Diadorim (Rio de Janeiro), v. 13, p. 12-38-38, 2013.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Coleção de imagens: a crítica da invenção da paisagem no romance de Lima Barreto. In: Espaço e cultura, v. 36, p. 155-178, 2014.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Sensibilidade moderna e romance em Lima Barreto. In: Machado Assis em linha, Rio de Janeiro , v. 7, nº 14, pp. 120-136, 2014. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Lima Barreto e o romance: crítica e crise. In: TERESA (USP), v. 14, p. 141-166, 2014.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Folhetim, romance e subjetividade - ruínas do imaginário. In: Estudos (UFBA), v. 43, p. 69-95, 2014.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Tensões entre vida e obras nas biografias de Lima Barreto. {Resenha}. In: Suplemento Pernambuco, REcife PE, p. 1 - 1, 11 jul. 2017. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Ciência e nação. Imprensa como observatório da cultura em Lima Barreto. In: Revista SoLetras, v. 20, p. 255-281, 2020.
FIGUEIREDO, Carmem Lúcia Negreiros de.. Retalhos do real: cadernos de Lima Barreto como bastidores de criação literária. In: Verbo de Minas, v. v. 22,, p. 118-136, 2021.
FIGUEIREDO, Maria do Carmo Lanna. O escritor-leitor na literatura brasileira contemporânea. Caderno FIP.. 1ª ed., Belo Horizonte: PUC Minas, 2001. 
FIGUEIREDO, Maria do Carmo Lanna. O Brasil colonial na literatura contemporânea. Cadernos CESPUC de Pesquisa. Literatura Brasileira. 1ª ed., Belo Horizonte: PUC Minas, 2001. 
FIGUEIREDO, Maria do Carmo Lanna. O romance de Lima Barreto e sua recepção. Belo Horizonte: Lê, 1995.
FIGUEIREDO, Maria do Carmo Lanna. Ler e escrever: variações sobre o mesmo tema. (Tese Doutorado em Literatura Comparada). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, 1990.
FIGUEIREDO, Maria do Carmo Lanna. A atualidade da ficção de Lima Barreto. In: Maria do Carmo Lanna Figueiredo. (org.). Poéticas afro-brasileiras. 1ª ed., Belo Horizonte: Editora da PUc Minas e Mazza Editora, 2002, v. 1, p. 133-157.
FIGUEIREDO, Maria do Carmo Lanna. Perspectivas de leitura do romance de Lima Barreto. In: 5º Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas, AIL, 1998, Oxford. Actas do Quinto Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas, AIL. Oxford-Coimbra: AIL, 1996. v. 2. p. 679-687.
FIGUEIREDO, Maria do Carmo Lanna. Lima Barreto e a crítica literária. In: Ensaios de semiótica, Belo Horizonte, v. 1, nº 26, p. 55-72, 1993.
FIGUEIREDO, Vera Lúcia de.. Em busca da terra prometida. In: ANDRADE, Ana Luiza, CAMARGO, Maria Lúcia & ANTELO, Raul (orgs.). Leituras do Ciclo. Santa Catarina: Grifos, 1999, pp. 239-246.
FIRME, André Mesquita Penna. Sobre um possível diálogo entre Lima Barreto e Nietzsche. In: Revista Lampejo - vol. 9 nº 1, pp. 568-584. Disponível no link. (acessado em 13.7.2021)
FLORENCIO, Renilda Mara. Recordações Do Escrivão Isaías Caminha: entrelaçamento de autobiografia e memória Na Obra Ficcional de Lima Barreto. In: Kur'yt'yba: Revista Cientifica do Colégio Militar de Curitiba, Curitiba, v. 2, nº 1, p.127-138, 2010.
FLORES, Xiomara Péres. Nacionalismo e agrarismo: o Triste fim de Policarpo Quaresma. in: Estudos Sociedade e Agricultura, nº 2, pp. 113-116. junho 1994. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
FONTANA, Ana Claudia Costa; SANCHES NETO, Miguel. Recordações do escrivão Isaías Caminha: a tomada de consciência de uma invisibilidade insuspeita. In: Revista Língua & Literatura, v. 15, nº 24, p. 13-30, 2013.
FOSTER, John. Anarquistas e Comunistas no Brasil (1900-1935). 2ª ed., Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1977.
FRANÇOIS, Michel Emmanuel Félix. Tradução comentada: Marginalidade em três contos de Afonso Henriques de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Estudos da Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2019. Disponível no link. (acessado 2.7.2021).
FRAZÃO, Idemburgo. Lima Barreto: Diálogos marginais e identidades periféricas. 1ª ed., Rio de Janeiro: Autografia, 2019.
FRAZÃO, Idemburgo. Burocracia como imaginação: Três momentos da Literatura Brasileira e suas fronteiras. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2000.
FRAZÃO, Idemburgo; ZARRO, P..L. . A cidade e seu escritor: a relação da biografia e da literatura de Lima Barreto com a Belle Époque. In: Revista Magistro, v. 1, p. 1-11, 2014.
FRAZÃO, Idemburgo. O sagrado em palimpsesto: o carnaval da crônica de Lima Barreto. In: Ipotesi (UFJF. Impresso), v. 16, p. 227, 2013.
FRAZÃO, Idemburgo. Diálogos marginais: As identidades periféricas em João Antônio e Lima Barreto. In: XII Congresso Internacional da ABRALIC, Centro, Centros – Ética, Estética. UFPR – Curitiba, 18 a 22 de julho de 2011. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
FREIRE, Manoel. Revolta e melancolia: uma leitura da obra de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Teoria e História Literária). Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, 2009. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
FREIRE, Manoel. Revolta e melancolia: uma leitura da obra de Lima Barreto. 1ª ed., São Paulo: Annablume, 2014.
FREIRE, Manoel. A consciência do impasse: uma leitura de Recordações do escrivão Isaías Caminha. In: Manoel Freire Rodrigues; Charles Albuquerque Ponte; Maria Aparecida da Costa. (org.). Literatura, crítica e cultura: ensaios. 1ª ed., Jundiá - SP: Paco Editorial, 2019, v. 1, p. 51-79.
FREIRE, Manoel; SILVA, Tiago N.. A crítica e a urbe: a (des) construção do Rio de Janeiro em Crônicas de Lima Barreto à luz de Antonio Candido. In: Cleber Ataíde. (org.). Estudos linguísticos e literários: caminhos e tendências. 1ª ed., São Paulo: Pá de Palavra, 2019, v. 3, p. 495-504.
FREIRE, Manoel. O texto protesto: literatura e militância em Lima Barreto. In: Algemira de Macedo Mendes; Maria Edileuza da Costa; Naelza de Araújo Wanderley. (org.). Linguagens, literatura e representações: diálogos possíveis. 1ª ed., Campina Grande: EDUFCG, 2017, v. , p. 57-76.
FREIRE, Manoel. A cultura pela culatra: Policarpo Quaresma e o problema da identidade nacional. In: Antonia Marly Moura da Silva, José Vilian Mangueira, Pedro Fernandes de Oliveira Neto. (org.). A narrativa de ficção: múltiplas feições. 1ª ed., Curitiba: Appris, 2016, v. Único, p. 139-155.
FREIRE, Manoel. Resistência e militância em Lima Barreto: uma leitura de 'Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá'. In: ABRALIC, 2017. v. 2. p. 4561-4568. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
FREIRE, Manoel. A motivação autobiográfica em Lima Barreto. In: Manuscrítica (São Paulo), v. 26, p. 86-96, 2014.
FREIRE, Manoel. Literatura e experiência: a perspectiva sociobiográfica de Lima Barreto. In: Revista do GELNE, v. 15, p. 489-509, 2013.
FREIRE, Manoel. O problema da identidade nacional em 'Triste fim de Policarpo Quaresma'. In: Revista UNIABEU, v. 5, p. 51-66, 2012.
FREIRE, Manoel. A retórica do oprimido: sobre a ideia de literatura militante em Lima Barreto. In: Travessias (UNIOESTE. Online), v. V. 2, p. 1-16, 2008. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
FREIRE, Manoel. A retórica do oprimido: sobre a ideia de literatura militante em Lima Barreto. In: Revista Travessia, Pesquisa em Educação, Cultura, Linguagem e Linguagem e Arte, n. 2, 1982. 
FREIRE, Zélia Nolasco Santos. A concepção de arte em Lima Barreto e Leon Tolstói: divergências e convergências. 1ª ed., Campo Grande: Life Editora, 2016. v. 100.
FREIRE, Zélia Nolasco Santos. Lima Barreto e a literatura comparada: ensaios. Jundiaí/SP: Paco Editorial, 2011.
FREIRE, Zélia Nolasco Santos. Lima Barreto – imagem e linguagem. São Paulo: Annablume, 2005.
FREIRE, Zélia Ramona Nolasco dos Santos. A concepção de arte em Lima Barreto e Leon Tolstói: divergências e convergências. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual Paulista, UNESP, campus Assis, 2009. Disponível no link. (acessado em 1.7.2021).
FREIRE, Zélia Ramona Nolasco dos Santos. A trajetória crítica de Lima Barreto na Literatura Brasileira. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, 2003.
FREIRE, Zélia Ramona Nolasco dos Santos. O Realismo Urbano nas Obras de Lima Barreto. In: PEREIRA, Danglei Castro de; RODRIGUES, Marlon Leal. (org.). Língua e Literatura I: questões teóricas e práticas. São Paulo/SP: Nelpa, 2010, v. , p. 323-340.
FREIRE, Zélia Ramona Nolasco dos Santos. Lima Barreto, Machado de Assis e L. Tolstói: Um olhar comparatista. In: Paulo Sérgio Nolasco dos Santos. (org.). Literatura e Práticas Culturais. Dourados: UFGD, 2009, v., p. 219-238.
FREIRE, Zélia Ramona Nolasco dos Santos. Lima Barreto e a Crítica Literária. In: Paulo Sérgio Nolasco dos Santos. (org.). Divergências e Convergências em Literatura Comparada. Campo Grande/MS: UFMS, 2004, v., p. 231-246.
FREIRE, Zélia Ramona Nolasco dos Santos. Literatura e História na ficção barretiana: linhas tênues. In: Raído (UFGD), v. 4, pp. 141-150, 2011.
FREIRE, Zélia Ramona Nolasco dos Santos. O arquivo literário de Lima Barreto. In: Revista Arandu (Dourados), v. 38, pp. 4-8, 2007.
FREIRE, Zélia Ramona Nolasco dos Santos. Lima Barreto e a Crítica Literária. In: Divergências e Convergências em Literatura Comparada, Campo Grande/MS, v. 1, nº 1, pp. 231-247, 2004.
FREITAS, Celi Fonseca da Silva..  Troça e campanha no discurso de Lima Barreto: imagens urbanas das relações sociais de sexo no Rio de Janeiro da virada do novecentos. (Tese Doutorado em História Política). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2008.
FREITAS, Celi Silva Gomes de.. Entre a Vila Quilombo e a Avenida Central: a dupla exterioridade em Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em História Política). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2002. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
FREITAS, Celi Silva Gomes de.. Entre "futeboleiros" e "anelados": Lima Barreto e os debates sobre a Modernidade no Rio de Janeiro da virada do Novecentos. In: MENEZES, Lená Medeiros de; TRONCOSO, Hugo Cancino; LA MORA, Rogelio de. (org.). Intelectuais na América Latina: pensamento, contextos e instituições. Dos processos de independência à globalização.. 1ª ed., Rio de Janeiro: UERJ/LABIME, 2014, v. Único, p. 267-283.
FREITAS, Celi Fonseca da Silva.. O legado de Lima Barreto: sobre a recepção de sua trajetória e de seu discurso. In: ANPUH XXVII Simpósio Nacional de História, 2013, Natal - RN. Anais Eletrônicos do XXVII Simpósio Nacional de História. São Paulo: ANPUH-SP, 2013. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
FREITAS, Celi Fonseca da Silva.. Lima Barreto: um intelectual negro na Avenida Central. In: Revista Intellectus, vol. 1, Ano 4, 2005. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
FREITAS, Fernanda; AMARO, Vagner (orgs). Lima Barreto por Jovens Leitores. Projeto 'Clube de Leitores'. 1ª ed., Belo Horizonte: Autêntica, 2013.
FREITAS, Luciana Gomes Lima de.. Lima Barreto e a Primeira República: uma leitura da sátira nas crônicas Os Bruzundangas. (Dissertação Mestrado em Literatura). Universidade de Brasília, Brasília, UnB, 2011.
FUKS, Rebeca. Livro Clara dos Anjos, de Lima Barreto. In: Cultura Genial, s/data. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021). 
FUKS, Rebeca. Livro Triste Fim de Policarpo Quaresma: resumo e análise da obra. In: Cultura Genial, s/data. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
FUKS, Rebeca. 7 maiores obras de Lima Barreto explicadas. In: Cultura Genial, s/data. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
FURTADO, Abigayl Gabriela Prado. O Brasil nas páginas d’Os Bruzundangas: Lima Barreto e sua literatura militante. (Trabalho de conclusão de curso Bacharelado/Licenciatura em História). Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, 2018. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
GALVÃO, Walnice Nogueira. Os cem anos de Lima Barreto: o negativista. In: Leia Livros, n. 35, maio-jun. 1981.
GAMA, Maria Sandra da.. Entre mulheres e fronteiras, um escritor: lugares do feminino na obra de Lima Barreto (1902-1922).. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Natal/RN, 2015. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
GERMANO, Idilva Maria Pires. Alegorias do Brasil: imagens de brasilidade em Triste fim de Policarpo Quaresma e Viva o povo brasileiro. São Paulo: Annablume; Fortaleza: Secretaria de Cultura e Desporto do Estado do Ceará, 2000.
GIANNINI, Alessandro. Lima Barreto é tema de pelo menos dois longas-metragens. In: O Globo, Cultura, 8.2.2019. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
GICOVATE, Moisés. Lima Barreto: uma vida atormentada. São Paulo: Melhoramentos, 1952.
GILENO, Carlos Henrique. Lima Barreto e a Condição do Negro e do Mulato. São Paulo: Annablume, 2010.
GILENO, Carlos Henrique. Lima Barreto e a condição do negro e do mulato na primeira república (1889-1930).. (Dissertação Mestrado em Sociologia). Universidade Estadual de Campinas, Unicamp, Campinas-SP, 1997. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021). 
GILENO, Carlos Henrique. Numa e a Ninfa: dilemas e impasses da formação da sociedade republicana. In: Perspectivas (São Paulo), São Paulo, v. 26, 2003.
GILENO, Carlos Henrique. Isaías Caminha, a Abolição e a República. In: Estudos de Sociologia (São Paulo), Araraquara, v. 3, nº 4, pp. 65-81, 1998.
GODOY
, Arnaldo Sampaio de Moraes. Numa e a Ninfa, um ensaio sobre a hipocrisia brasileira. In: Conjur - Consultor Jurídico, 24 de maio de 2020. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
GODOY, Arnaldo Sampaio de Moraes. Clara dos Anjos e as profecias de um triste visionário. In: Conjur - Consultor Jurídico, 7 de junho 1920. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
GOMES, André Luís; LOYOLLA, Dirlenvalder do Nascimento. Impressões teatrais: O olhar (marginal) de Lima Barreto sobre o teatro. In: Raído, Dourados, MS, v. 5, nº 10, p. 243-261, jul./dez. 2011.
GOMES, Ângela de Castro. Essa gente do Rio: modernismo e nacionalismo. Rio de Janeiro: FGV, 1999.
GOMES, Eugenio. Lima Barreto. In: COUTINHO, Afrânio (dir.). A literatura no Brasil. Rio de Janeiro: Sul Americana, 1968.
GOMES, Flávio dos Santos Gomes; LAURIANO, Jaime Lauriano, SCHWARCZ, Lilia Moritz. Enciclopédia negra: Biografias afro-brasileiras. [capa Oga Mendonça]. São Paulo: Companhia das Letras, 2021.
GOMES, Igor. O Brasil em cinco trechos de Lima Barreto. In: Suplemento Pernambuco, Jornal Literário da Companhia Editora de Pernambuco, 22 Agosto 2016. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
GOMEZ, Nicolas. Lima Barreto no Rio da Prata: tradução comentada do conto "O homem que sabia javanês" para o espanhol rio-platense. (Dissertação Mestrado em Estudos da Tradução). Universidade de Brasília, UnB, Brasília/DF, 2019. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
GONÇALVES, Adelto. Lima Barreto e a crônica das ruas. In: Observatório da Imprensa, 28 de julho de 2009. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
GRALHA, Andréa da Silva. Espaços de memória, lugares de esquecimento – Lima Barreto e a "reinvenção" do Sítio do Carico. (Dissertação Mestrado em Memória Social). Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UFRJ, 2015. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
GRAUOVÁ, Sárka. Lima Barreto e a poética do nome.  In: OpenEdition Journals - Brésil(s) [En ligne], 3, 2020. Disponível no link. (acessado em 2.7.2021). 
GRIECO, Agripino. Lima Barreto. In: Evolução da prosa brasileira. Rio de Janeiro: Ariel, 1933.
GRUNER, Clóvis. Um snob anarquista: o maximalismo libertário de Lima Barreto. In: Luiz Carlos Ribeiro; Clóvis Gruner. (org.). Utopias e experiências operárias: ecos da greve de 1917. 1ed.São Paulo: Intermeios, 2019, v. 1, p. 157-173.
GRUNER, Clóvis. De uma revolta a outra: memória, história e ressentimento em Lima Barreto. In: ArtCultura (UFU), v. 8, p. 85-95, 2006.
GRUNER, Clóvis. Um outro passado é possível: ficção, memória e história em Lima Barreto. In: Anais do III Simpósio Nacional de História Cultural - Mundos da imagem: do texto ao visual. Florianópolis: Clicdata Multimídia, 2006. v. 1. p. 1006-1012.
GRUNER, Clóvis. Metáforas da revolta: impressões e representações da Revolta da Vacina em Lima Barreto. In: Anais do IX Encontro Regional de História: Identidades e representações. Curitiba: Aos Quatro Ventos, 2004. v. 1. p. 157-167.
GUEDES, Amadeu da Silva. Diálogos de Lima Barreto com o cientificismo em Os Bruzundangas e o Subterrâneo do Morro do Castelo. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal de Niterói, UFF, 2012. Disponível no link. (acessado em 1.7.2021).
GUEDES, Amadeu da Silva. Malandro e mulata: contrastes e nuances da malandragem na obra Clara dos Anjos. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal Fluminense, UFF, 2005. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
GUERRA, Débora. À meia-língua, uma maneira de falar sobre o africano em Lima Barreto. In: Biblioteca Nacional / acervo digital, outubro, 2016. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
GUGLIOTTA, Alexandre Carlos; SILVA, Danielle Souza Fialho da.. A clara percepção de Lima Barreto: gênero e raça no romance Clara dos Anjos. In: Revista Eletrônica do Instituto de Humanidades, v. V, p. 1-20, 2006. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
GUILHERME, Prof., Triste fim de Policarpo Quaresma. (p/ sala de aula). In: Múltiplos Caminhos, 24 de outubro/2015.  Disponível no link. (acessado em 12.7.2021).
GUIMARÃES, Francisco de Assis Duarte. Comunicação e Literatura: Vozes de uma Cidade e seus Personagens em Lima Barreto. 1ª ed. Natal: EDUFRN, 2011. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021). 
HERRON, Robert. Lima Barreto´s Isaias Caminha as a Psychological Novel. In: Luso Brazilian Review, v. 8, p. 26-38, 1971.
HIDALGO, Luciana. Literatura da urgência: Lima Barreto no domínio da loucura. São Paulo: Annablume, 2008.
HIDALGO, Luciana. Lima Barreto e a literatura da urgência: a escrita do extremo no domínio da loucura. (Tese Doutorado em Literatura Comparada). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2007.
HIDALGO, Luciana. Interpretações literárias. In: Vera Lins; Jacqueline Penjon; Flora süssekind. (org.). Lima Barreto e a modernidade: demolições, reflexões, autoficções. 1ª ed., Rio de Janeiro: 7Letras, 2014, v. 1, p. 79-90.
HIDALGO, Luciana. Lima Barreto et la modernité: des démolitions, des réflexions et des autofictions. In: Vera Lins; Jacqueline Penjon; Flora Süssekind. (Org.). Interprétations littéraires. 1ª ed., Rio de Janeiro: Viveiros de Castro Editora, 2014, v. 1, p. 79-90.
HIDALGO, Luciana. Lima Barreto contre la belle époque: dénonciation, autofiction et critique. In: Luís da Cunha Pinheiro; Maria Manuel Marques Rodrigues. (org.). A belle époque brasileira. 1ª ed., Lisboa: CLEPUL (Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias/Faculdade de Letras da Univ. Lisboa, 2013, v. 1, p. 181-193.
HIDALGO, Luciana. Lima Barreto: entre a literatura e a loucura. In: Viver (São Paulo), v. 220, p. 46-51, 2012.
HIDALGO, Luciana. Lima Barreto e a escrita do extremo. In: Revista do Livro, v. 49, p. 131-138, 2008.
HIDALGO, Luciana. Machado de Assis, Lima Barreto e a 'verdade' da loucura. In: Matraga (Rio de Janeiro), v. 15, p. 140-154, 2008.
HOLANDA, Sérgio Buarque de.. Em torno de Lima Barreto. In: HOLANDA, Sérgio Buarque de.. Cobra de Vidro. 2ª ed., São Paulo: Perspectiva, Secretaria da Cultura, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, 1978, p. 131-146.
HOSSNE, Andrea Saad. A forma da angústia. In: Dossiê Cult - Revista Cult. nº 60, pp. 50-57, 2002.
HOUAISS, Antonio. Os cem anos de Lima Barreto: o profeta. In: Leia Livros, n.35, maio/jun. 1981.
IANNI, Octávio. Literatura e consciência Revista do Instituto de Estudos Brasileiros. Edição Comemorativa do Centenário da Abolição da Escravatura. São Paulo, nº 28, 1988.
IANNI, Octávio. A questão racial no Brasil. In: Folha de São Paulo, São Paulo, 13 maio 1981.
JACKSON, H. J.. Marginalia: Readers Writing in Books. New Haven, Conn., and London: Yale Univ. Pr., 2001.
JAGUARIBE, Beatriz. Fins de Século: cidade e cultura no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Rocco, 1998. 
JANOVITCH, Paula. O subterrâneo do Morro do Castelo: uma metáfora arqueológica. In: Pulsional Revista de Psicanálise, ano XIII, nº 138, pp.24-30, 2000.  Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
JATOBÁ, Vincius. Lima Barreto por ele mesmo. In: Estadão, 17 de agosto de 2012. Disponível no link. (acessado em 7.8.2021).
JCHá cem anos, Lima Barreto começava campanha contra o futebol. In: Jornal do Campus, USP, 2 de dezembro de 2018. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
JUNQUEIRA, Eduardo. Lima Barreto. (biografia) In: CPDOC/FGV, s/data. Disponível no link. (acessado em 2.7.2021). 
JURKIEWICZ, S. S. N.; BRANDÃO, Anderson Figueredo. O triste fim de Lima Barreto e as idealizações de Policarpo e o Triste fim de Policarpo e as idealizações de Lima Barreto. In: Alumini - Revista Discente Uniabeu, v. 1, pp. 121-131, 2013.
KAHN, Daniela Mercedes. O leitor deslocado e a biblioteca fora do lugar/ Figurações da insuficiência intelectual na obra de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, 2006.
KAZ, Roberto. Obra póstuma, "Clara dos Anjos" é adaptada para quadrinhos. In: Folha de S. Paulo, Ilustrada - 29.10.2011. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
KELLER, Sara; GOLIN, Cida. Prestígio, Poder e Mediocridade: o jornalista em Lima Barreto. In: Anagrama, v. 2, nº 4, 2009. 
KÖENIG, Marília. Uma literatura transmoderna: a ética da estética de Lima Barreto, análise de Vida urbana à luz da Sociologia Compreensiva. (Tese Doutorado em Ciências da Linguagem). Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, 2015. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
KÖENIG, Marília. Por uma teoria não-oficial da comunicação: o Jornalismo como tema em Recordações do Escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto(Dissertação Mestrado em Ciências da Linguagem). Universidade do Sul de Santa Catarina, UNISUL, 2005. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
KÖENIG, Marília; MORAES, Heloisa Juncklaus Preis. Ética da estética em Lima Barreto: imaginário, espetáculo e carnavalização na crônica O morcego. In: Revlet - Revista Virtual de Letras, v. 1, pp. 411-422, 2018.
KÖENIG, Marília. Um olhar da margem: a ética da estética em Lima Barreto, análise da crônica? As enchentes? à luz da sociologia compreensiva. In: Cadernos de Estudo Culturais, v. 1, pp. 1-12, 2017.
KÖENIG, Marília; MORAES, Heloisa Juncklaus Preis. A ética da estética na crônica? Não as matem? de Lima Barreto: Uma análise da condição da mulher no início do século XX via sociologia compreensiva'. In: Revista Estética, v. 12, p. 50-63, 2016.
KÖENIG, Marília. Uma literatura transmoderna: a ética da estética em Lima Barreto, análise de 'O morcego' (Vida urbana) à luz da Sociologia Compreensiva. In: Revista Memorare, v. 2, pp. 68-79, 2015.
KÖENIG, Marília. Um grito de protesto contra o "sorriso da sociedade": expressões da identidade nacional na variedade linguística exposta na obra de Lima Barreto. In: Anais do III Simpósio sobre Formação de Professores - SIMFOP, v. 1, pp. 1-11, 2011.
KURTZ, Giovani T.. Ler os manuscritos de Lima Barreto. In: ManusCrítica, nº 40, 2020. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
LAMEGO, Valéria. Lima Barreto: críticas duras e pseudônimos. In: Jornal do Brasil, Caderno B, Rio de Janeiro, pp.1-2, 2.7.2000. 
LAPA, José Roberto do Amaral. Os excluídos: contribuição à história da pobreza no Brasil (1850 – 1930). Campinas/SP: Editora Unicamp, 2008.
LEITÃO, Luiz Ricardo. Lima Barreto: o rebelde imprescindível. São Paulo: Expressão Popular, 2006.
LEITE, Carlos Roberto Saraiva da Costa. Na fronteira da genialidade e da loucura: Lima Barreto. In: Observatório da Imprensa, edição 944, 6 de junho de 2017. Disponível no link. (acessado em 9.7.2021).
LEITE, Dante Moreira. O caráter nacional brasileiro: história de uma ideologia. 3ª ed., São Paulo: Pioneira, 1963. 
LEITE, Silas Correa. Transformar clássicos em quadrinhos é diferente de adaptar Machado de Assis?. In: Homoliteratus, 9 de maio de 2014. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
LESSA, Débora Böttcher. O caso do mendigo, de Lima Barreto. In: PodTexto, s/data. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
LIMA, Alceu Amoroso. Um discípulo de Machado. In: Primeiros Estudos - Contribuição à história do modernismo. Rio de Janeiro: AGIR, 1948,  pp. 24-26.
LIMA, Alceu Amoroso. O Jornalismo como Gênero Literário. São Paulo: Agir, 1958. 
LIMA
Barreto. 'Dados do autor'. In: BLPL - Literatura Brasileira, UFSC, s/data. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
LIMA Barreto. 'Dados biográficos/ e obras online'. In: Biblioteca Nacional, BN Digital, s/data. Disponível no link. (acessado em 23.6.2021).
LIMA Barreto. In: Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin/USP, s/data. Disponível no link. (acessado em 30.6.2021).
LIMA Barreto. In: Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2021. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021). 
LIMA Barreto. Autores. In: Portal da Crônica Brasileira, IMS, s/data. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
LIMA Barreto. o escritor. webstories. In: Folha de S. Paulo, Cultura, maio de 2021. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
LIMA Barreto. Dados biográficos. In: Literafro, UFMG, 22.4.2021. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
LIMA Barreto - um visionário da Primeira República. In: Nova Escola, Coleção 'Pensadores Negros', s/data. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
LIMA Barreto. Obras. in: Wikisource, s / data. Disponível no link. (acessado em 15.7.2021).
LIMA, Elizabete Barros de Sousa. Percursos da formação do Brasil: nação, colonialismo e ideologia em Triste fim de Policarpo Quaresma e Leite Derramado. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade de Brasília, UnB, 2020. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
LIMA, Elizabete Barros de Sousa. Contos e crônicas sério-cômicos de Lima Barreto: um estudo dialógico do riso e da sátira. (Dissertação Mestrado em Literatura). Universidade de Brasília, UnB, 2016. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
LIMA, Elizabete Barros de Sousa. Lima Barreto: literatura, estética e vida. In: Revista Athena, v. 16, p. 2-17, 2019.
LIMA, Elizabete Barros de Sousa. A escritura enquanto gesto: marcas de autoria no romance Recordações do Escrivão Isaías Caminha. In: João Vianney Cavalcanti Nuto. (org.). Personas autorais: prosarias e teoremas. 1ª ed., Brasília: Siglaviva, 2016, v. 1, p. 290-301.
LIMA, Elizabete Barros de Sousa. O riso na obra de Lima Barreto. In: Pedro & João Editores. (org.). V Círculo: Rodas de conversa bakhtiniana - Praça Pública. Multidão. Revolução. Utopia.. 1ª ed., São Carlos: Pedro & João Editores, 2014, v. I, p. 247-252.
LIMA, Elizabete Barros de Sousa. Sátira e carnavalização em O homem que sabia javanês de Lima Barreto. In: II Encontro de Estudos Bakhtinianos. (org.). Encontro bakhtiniano com a vida e as esferas culturais. 1ª ed., Vitória: Pedro & João Editores, 2013, v. III, p. 225-228.
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. Fragmentos do eu: a literatura íntima em Lima Barreto. (Tese Doutorado em Teoria e História Literária). Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, 2005. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. Avesso de utopias: Os bruzundangas e Aventuras do doutor Bogóloff. (Dissertação Mestrado  em Teoria e História Literária). Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, 2001. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. Escritas de si, fragmentos de outros: Lima Barreto dos diários ao romance O Cemitério dos vivos. 1ª ed., Alagoinhas: Fábrica de Letras, 2019. v. 1.
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. Pesquisa em autobiografia: a polêmica em torno da publicação de diários íntimos. In: Gilberto N. Telles Sobral; Maria da Conceição Reis Teixeira. (org.). Diálogos com as letras. 1ª ed., Salvador: Quarteto, 2014, v. , p. 131-145.
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. Do conto ao romance: o processo criativo de Lima Barreto entre a forma literária e o suporte. In: O Eixo e a Roda (UFMG), v. 25, p. 105-126, 2016.
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. Figurações da loucura na ficção de Lima Barreto. In: Linguagem. Estudos e Pesquisas (UFG), v. 18, p. 18-35-35, 2014.
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. Cartografias da intimidade na literatura brasileira: os diários de Lima Barreto. In: Revista Brasileira de Literatura Comparada, v. 1, p. 271-295, 2008.
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. A escrita íntima em Lima Barreto: O cemitério dos vivos. In: Sínteses (UNICAMP. Online), v. 11, p. 305-316, 2006.
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. Avesso de utopias: Os bruzundangas e Aventuras do doutor Bogóloff. In: Sínteses - Revista dos Cursos de Pós-graduação do Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp, Campinas, v. 7, p. 181-188, 2002.
LIMA, Elizabeth Gonzaga de.. Lima Barreto: o anarquista do riso. In: Linguagem Estudos e Pesquisas - Revista do Curso de Letras do Campus Avançado de Catalão, Catalão, v. 1, n.1, p. 55-60, 1997.
LIMA, Roni. Peça desce ao inferno de Lima Barreto. In: Folha de S. Paulo, Ilustrada, 24 de março de 1995. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
LIMARQUE, Hugo. Suburbano e precursor do modernismo, Lima Barreto critica costumes do Rio. In: O Globo, 20 de junho de 2017. Disponível no link. (acessado em 2.7.2021).
LINS, Osman. Lima Barreto e o espaço romanesco. São Paulo: Editora Ática, 1976.
LOBATO, Monteiro Lobato. A barca de Gleyre. Globo Livros, 1959.
LOPES, Angela Maria Thereza. O Rio de Lima Barreto: Modernização e Modernidade. 1ª ed., Curitiba: CRV, 2012.
LOPES, Angela Maria Thereza. O Rio de Lima Barreto: Modernização e Modernidade. (Dissertação Mestrado em Literatura Brasileira). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 1993.
LOPES, João Marques (org). A recepção A recepção de Lima Barreto em Portugal. [edição, notas e estudo crítico João Marques Lopes]. Coleção 'Brasil li'/ Documentação Fundação Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro/São Paulo: Fundação Biblioteca Nacional; Editora Unesp; CLEPUL, 2020. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021). 
LOYOLLA, Dirlenvalder do Nascimento. Bagatelas e Marginália: cultura intelectual e revide ao Poder nas crônicas de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade de Brasília, Brasília, UnB, 2014. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
LOYOLLA, Dirlenvalder do Nascimento. Lima Barreto - Negro, pobre, intelectual: violência simbólica e mecanismo de distinção na Primeira República. In: ROSA, Daniele dos Santos; MANTOVANI, Juliana Estanislau de Ataíde. (Org.). Literatura, Ensino e Outras Artes. 1ª ed., Campinas: Pontes Editores, 2018, v. único, pp. 285-296.
LOYOLLA, Dirlenvalder do Nascimento; CANEDO, Cátia. Lima Barreto: feminismo, antifeminismo e autoria feminina sob a ótica de um cronista de vanguarda. In: RITA, Annabella; LOYOLLA, Dirlenvalder; SILVA, Fabio Mario da; CANÊDO, Cátia.. (Org.). Literatura & Sociedade na Pluralidade lusófona. 1ª ed., Viseu: Edições Esgotadas, 2018, v. 1, pp. 129-146.
LOYOLLA, Dirlenvalder do Nascimento. Um olhar sobre o exílio intelectual e o amadorismo em Lima Barreto e Orson Welles. In: Afluente - Revista de Letras e Linguística, v. 4, pp. 214-229, 2019.
Considerações sobre ética e estética na crônica de Lima Barreto. In: Estação Literária, v. 21, pp. 196-216, 2018.
LOYOLLA, Dirlenvalder do Nascimento. A crônica do "fora" em Bagatelas e Marginália, de Lima Barreto. In: CERRADOS, v. 27, pp. 181-201, 2018.
LOYOLLA, Dirlenvalder do Nascimento; GOMES, André Luís. Impressões teatrais: o olhar (marginal) de Lima Barreto sobre o teatro. In: RAÍDO, v. 5, p. 243-261, 2011.
LOZANO, Maria Amelia Idiart. O ficcional e o não ficcional na obra literária de Lima Barreto: uma intertextualidade crítica. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 1999.
LOZANO, Maria Amelia Idiart. A recepção crítica da obra de Lima Barreto: 1907-1987. (Dissertação Mestrado em Linguística e Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUC RS, 1987.
LOZANO, Maria Amelia Idiart. Bouvard, Pécuchet e Policarpo Quaresma: três homens ingênuos improvisados de agricultores. In: Cíntia Schwantes. (org.). A mandala e o caleidoscópio: ensaios de literatura brasileira contemporânea. Pelotas: Universidade Federal de Pelotas, 1999, v. , p. 147-156.
LUCAS, Fábio. O caráter social da literatura. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1970.
LUCA, Tania Regina de.. Fontes Impressas: a história dos, nos e por meio dos periódicos. In: Carla Bassanezi Pinsky (org.). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2011. pp. 111-154.
MACHADO, João Luís de Almeida. Lima Barreto: Triste visionário. In: Planeta Educação, 31.8.2017. Disponível no link. (acessado em 15.7.2021).
MACHADO, Maria Cristina Teixeira. Lima Barreto: um pensador social na primeira República. (Tese Doutorado em Sociologia). Universidade de Brasília, UnB, 1997.
MACHADO, Maria Cristina Teixeira. Lima Barreto, um pensador social na Primeira República. São Paulo: Edusp; Goiânia: Editora UFG, 2002.
MACIEL, Paulo; SCHWARCZ, Lilia Moritz. O teatro brasileiro nas crônicas de Lima Barreto (1911-1921). In: Revista sala preta - vol. 19, nº 2, 2019. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
MACIEL, Rodrigo Lima. O cenário editorial de Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Só, de Lima Barreto. In:  Revista Inventário, 12ª ed., janeiro-junho 2013. Disponível no link. (acessado em 22.6.2021).
MADEIRA, Carlos Eduardo Louzada. Ficções e fragmentos na casa-forte: Lima Barreto e o Diário do Hospício. In: Palpitar: Literatura e Cultura, v. n/d, p. 1-13, 2008.
MAGALHÃES, Célia. Os monstros e a questão racial na narrativa modernista. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003. 
MAGALHÃES, Sergio. Lima Barreto: um autor na contramão de seu tempo. In: Baião de Letras, s/data. Disponível no link. (acessado em 5.7.2021). 
MAGNONI, Maria Salete. Imprensa como instância de poder: uma leitura das Recordações do escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura brasileira). Universidade de São Paulo, USP, 2010. Disponível no link. (acessado em 22.6.2021).
MAGNONI, Maria Salete. Um dissidente na república das letras: as idéias libertárias em Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Literatura Brasileira). Universidade de São Paulo, USP, 1999.
Lei de Cotas e a mídia brasileira: o que diria Lima Barreto?. Estudos Avançados, v. 30, pp. 299-312, 2016.
MAGNONI, Maria Salete. Dois Barretos e um Rio de Janeiro. In: Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, v. 20, pp. 90-101, 2013.
MAGNONI, Maria Salete. Ángel Rama y Lima Barreto: aproximaciones. In: Congreso Internacional. Transformaciones culturales /Debate da la teoría, la crítica y la lngüística, Buenos Aires Congreso Internacional. Transformaciones culturales. Debate da la teoría, la crítica y la lngüística.,  pp. 1-5, 2007.
MAGNONI, Maria Salete. Leituras da loucura: "O alienista" de Machado de Assis e "Diário do hospício" de Lima Barreto. In: 4º Seminário Internacional de Leitura e Patrimônio, 2006, Passo Fundo. 11ª Jornada Nacional de Literatura. Passo Fundo: Editora Universitária, pp. 1-10, 2005. 
MAGNONI, Maria Salete. Literatura, historia e cultura em Recordações do Escrivão Isaias Caminha e El Juguete Rabioso. In: Diálogos Latinoamericanos; Aarhus, ed. 8, pp. 118-131, 2003.  Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
MAGNONI, Maria Salete. Lima Barreto: um rebelde brasileiro. In: Nou Cicle ( el color del progrés) magazine on-line, Espanha, 1 set. 2003.
MAGNONI, Maria Salete. Escritor rebelde. In: Revista Sem Fronteiras, São Paulo/SP, v. 299, p. 22-23, 2002.
MAGNONI, Maria Salete. Lima Barreto dialoga com a concepção de arte de Leon Tolstói. In: TERESA (USP), São Paulo/SP, v. 2, pp. 206-215, 2001.
MAGNONI, Maria Salete. Imprensa na República velha: uma proposta de estudo a partir da leitura do romance de Lima Barreto- Recordações do Escrivão Isaías Caminha. In: Jornal Bolando Aula de História, Santos -SP, v. 25, p. 8-10, 2000.
MAGNONI, Maria Salete.; BLAITT, A. . Lima Barreto. In: Revista Caros Amigos Coleção Rebeldes Brasileiros, São Paulo -SP, n.12, p. 354-367, 2001.
MAHARA, Marcella. Lima Barreto e a escrita-testemunho da soberania. In: A Verdade, 28.11.2019. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
MANSANO, Silvana. Literatura e engajamento: Lima Barreto, Um Pensador Social do Rio de Janeiro na Primeira República. (Dissertação Mestrado em Ciências Sociais). Universidade Estadual Paulista, UNESP, Campus Júlio de Mesquita Filho, 2020. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
MARIA, Luzia de. Sortilégios do avesso – Razão e loucura na literatura brasileira. São Paulo: Escrituras, 2005.
MARINHO, Maria Celina Novaes. Ironia e interdiscurso em Lima Barreto: uma análise de Triste Fim de Policarpo Quaresma. (Tese Doutorado em Lingüística). Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, 2000.
MARINHO, Maria Celina Novaes. Discursos da periferia em Triste Fim de Policarpo Quaresma. In: Corrêa, Ana Laura dos Reis; Costa, Deane Maria Fonseca de Castro; Sousa, Germana Henriques Pereira de;. (orgs.). Questões dialéticas da Produção Literária em Nação Periférica. 1ª ed., Brasília: Centro de Estudos em Educação, Linguagem e Literatura, 2009, v. , p. 224-234.
MARINHO, Maria Celina Novaes. Discursos da periferia em Triste Fim de Policarpo Quaresma. In: Anais do XI Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada. São Paulo: ABRALIC, 2009. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
MARINHO, Maria Celina Novaes. Dialogismo e incompreensão em Triste fim de Policarpo Quaresma. In: Bakhtiniana, v. IV, pp. 88-94, 2010. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
MARTHA, Alice Áurea Penteado. A tessitura satírica em Numa e a Ninfa. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Estadual Paulista, UNESP, Assis-SP, 1987.
MARTHA, Alice Aurea Penteado. Leitura e percepção estética: Recordações do escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto. In: Espéculo - Revista de Estudos Literarios, nº 18, p. 30, 2001.
MARTHA, Alice Áurea Penteado. Lima Barreto e a crítica (1900 a 1922): a conspiração de silêncio. In: Acta Scientiarum: Human and Social Sciences, Maringá, p.59-68, 2000. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
MARTINS, Eliete Marim. Diário íntimo : documento da memória, criação estética: uma dupla leitura. (Dissertação Mestrado em Literatura). Universidade de Brasília, UnB, Brasília, 2008. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
MARTINS, Wilson. História e o espaço romanesco. São Paulo: Ática, 1976.
MATIAS, Fernando. O significado da ironia no romance 'Triste fim de Policarpo Quaresma', de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Sociologia). Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, 2015. Disponível no link. (acessado em 23.6.2021).
MATIAS, José Luiz. Vida Urbana, Marginália, Feiras e Mafuás: a modernidade urbana nas crônicas de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Literatura Brasileira). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2007. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
MATOS, Celine Aparecida de.. Entre a vida e a morte: interseções nas estradas perdidas de Lima Barreto e Telmo Vergara. (Dissertação Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade). Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, 2015. Disponível no link. (acessado em 21.5.2021).
MATOS, Luiz Paulo Labrego de.. História e Literatura: as reformas urbanísticas na cidade do Rio de Janeiro, do início do século XX, através das crônicas de Lima Barreto. (Monografia Graduação em História). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2008.
MATOS, Mário. Recordações do escrivão Isaías Caminha. In: Diário Mercantil - Juiz de Fora (MG), 16.11.1913.
MATTOS, Romulo Costa. Lima Barreto, cronista das favelas cariocas. In: Junho Blog, 20 de setembro 2020. Disponível no link. (acessado em 13.7.2021)
MATTOS, Romulo Costa. Lima Barreto e as favelas cariocas. In: Veröffentlichungsreihe des Studienbereiches Neue Romania des Instituts für Romanische Philologie der FU Berlin, v. 39, p. 25-48, 2009.
MATTOS, Romulo Costa. As favelas na obra de Lima Barreto. In: Urbana - Revista Eletrônica do Centro Interdisciplinar de Estudos da Cidade, v. 2, p. 1-28, 2007.
MATSUDA, Alice Atsuko. Presença do pensamento utópico nos romances de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual de Londrina, UEL, 2009. Disponível no link. (acessado em 10.7.2021).
MEDEIROS, Gutemberg Araujo de.. Urbanidade e emetajornalismo nas matrizes da modernidade: memória textual nas produções de Lima Barreto e João do Rio. (Tese Doutorado em Ciências da Comunicação). Universidade de São Paulo, USP, 2009.
MEDEIROS, Gutemberg Araujo de.. Lima Barreto é compadre de Tolstói. In: Revista de Cultura da Bahia, v. 49, p. 28-29, 2011.
MEDEIROS, Gutemberg Araujo de.. Lima Barreto em 100 anos de jornalismo e literatura. In: Espéculo (Madrid), v. 43, p. 15, 2009. Disponível no link. (acessado em 2.7.2021).
MEDEIROS, Gutemberg Araujo de.. O lado desconhecido de Lima Barreto. In: Leituras da História, v. 25, p. 16-23, 2009.
MEDEIROS, Sandra Cristina de.. Denuncia e fatalismo na obra memorialista de Lima Barreto. In: Semana de Letras (FAFIC), 1998, Cataguases-MG. Semana de letras da FAFIC: Vozes ao milênio. Cataguases: Revista do Departamento de Letras, 1998. v. 1. p. 55-59.
MEDEIROS, Sandra Cristina de.. Lima Barreto: um "flauneur" brasileiro. In: VI Semana de Letras, 1997, Mariana-MG. VI Semana de Letras do ICHS (UFOP). Ouro Preto: Universidade Federal de Ouro Preto, 1997. v. 2. p. 19-21.
MELO, Gianni Paula de.. Lima Barreto: testemunho direto de um estado de opressão. In: Revista Continente, 1 de dezembro 2010. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
MELO, José Osmar de.. A poética do artifício em Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá, de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Letras e Linguística). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, 2004.
MELO, José Osmar de.. Lima Barreto e as questões de seu tempo. (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, 1997.
MELO, José Osmar de.. Lima Barreto e a Belle Époque. In: Carmem Negreiros; Fátima Oliveira. (org.). Belle Époque em perspectiva. 1ª ed., São Paulo: Editora Intermeios: Casa de Artes e Livros, 2020, v. , p. 09-318. 
MELO, José Osmar de..  O modernismo na ficção de Lima Barreto. In: Carmem Negreiros, Fátima Oliveira e Rosa Gens (orgs.). Belle Époque: a cidade e as experiências da modernidade. 1ª ed., Belo Horizonte: Relicário Edições, 2019, v. , p. 07-348.
MELO, José Osmar de.. A questão literária em Recordações do escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto. In: Carmem Negreiros; Fátima Oliveira; Rosa Gens. (org.). Belle Époque: crítica, arte e cultura. 1ª ed., São Paulo: Editora Intermeios, 2016, v., p. 195-211.
MELO, José Osmar de.. A poética da ruína em Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá, de Lima Barreto. In: Lumen Et Virtus, v. X I, p. 48-63, 2020.
MELO, José Osmar de.. As figurações da morte em Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá, de Lima Barreto. In: Scriptorium, v. 5, p. 33107, 2019.
MELO, José Osmar de.. Quem fala no Recordações do escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto?. In: Revista do Centro de Estudos Portugueses, v. 24, nº 33, p. 331-351, 2014. 
MELO, José Osmar de.. As vozes narrativas em Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá, de Lima Barreto. In: SCRIPTA (PUCMG), v. 15, p. 207-225, 2011.
MELO, José Osmar de.. A gênese do ideário estético de Lima Barreto. In: Pro Homine (Lavras), v. 6, p. 40-47, 2007.
MELO, José Osmar de.. Quem fala no "Recordações do escrivão Isaías Caminha. In: Revista do Centro de Estudos Portugueses (UFMG), UFMG, v. 24, n.33, p. 9-400, 2004.
MELO, José Osmar de.. "O inventor e a aeronave": a alegoria da criação literária em Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá, de Lima Barreto. In: Scripta (PUCMG), Revista do Cespuc PUC Minas, v. 8, nº 15, p. 1-340, 2004.
MELO, José Osmar de.. Lima Barreto e as questões de seu tempo. In: Cadernos CESPUC de Pesquisa. Série Ensaios, v. vol, p. 105-111, 1999.
MELO, José Radamés Benevides de.. Vozes sociais em construção: dialogismo, bivocalidade polêmica e autoria no diálogo entre Diário do hospício, O cemitério dos vivos, de Lima Barreto, outros enunciados e outras vozes sociais. (Tese Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, 2017. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
MELO, Rita de Cássia Guimarães. Lima Barreto: a experiência social e cultural de formação dos remediados. (Tese Doutorado em História Social). Universidade de São Paulo, USP, 2008. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
MELO, Rita de Cássia Guimarães. O Mundo Urbano na Obra de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em História). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, 2002.
MELO, Rita de Cássia Guimarães. O itinerário de duas personagens de Lima Barreto; fugir da origem e ascender na capital da república. In: Geraldo Silva Filho; Maria Aparecida de Oliveira Lopes. (org.). Fragmentos de Diásporas Africanas no Brasil: sociedade, escravidão, cultura e religiosidade. São José: Premier, 2011, v., p. 175-201.
MELO, Rita de Cássia Guimarães. Lima Barreto: representações políticas e culturais dos equilibristas da corda bamba da vida. In: Porto das Letras, v. 2, p. 202-223, 2016.
MELO, Rita de Cássia Guimarães. Lima Barreto: a criação da identidade dos remediados. In: Projeto História (PUCSP), v. 43, p. 273-309, 2011.
MELO, Rita de Cássia Guimarães. Lima Barreto, a cidade e os 'homens do subterrâneo' nos primeiros anos da República. In: História & Perspectivas (UFU), Uberlândia -Mg, v. 27/28, p. 537-556, 2003.
MENTON, Seymour. La nueva novela histórica de la América Latina (1979-1992). México: FCE, 1993.
MERIAN, Jean-Yves. La condition de l'intellectuel brésilien mulâtre: un exemple: Recordaçoes do escrivao Isaias Caminha. Travaux de la Faculté des Lettres de Rennes. In: Centre d'Etudes Hispaniques, Hispano-Américaines et LusoBrésiliennes. Série Etudes Portugaises et Brésiliennes Rennes, v. 19, p. 53-73, 1983.
MEYER, Marlise. Folhetim: uma história. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.
MICELI, Sérgio. Intelectuais à brasileira. São Paulo: Companhia das Letras, 2001, pp. 15-68.
MILLIET, Sérgio. Lima Barreto. In: Boletim bibliográfico. Biblioteca Mário de Andrade, São Paulo, v. 42, n. 3, p. 67-70, jul-set. 1981.
MINCHILLO, Carlos Cortez. Short Stories by Mário Andrade, Lima Barreto, and Monteiro Lobato. 3 vols. U Estadual de Campinas 2020. In: Journal of Lusophone Studies, vol. 5, nº 2, 2020. Disponível no link. (acessado em 22.6.2021).
MIGLIACCIO, Marcelo. Guel dirige adaptação de conto de Lima Barreto. In: Folha de S. Paulo, TvFolha, 23.10.1994. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
MIRAPALHETE, Daliana Amaral. A inspiração épica em O fiel e a Pedra, de Osman Lins: Etapas de uma confecção. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 2000. Disponível no link. (acessado em 15.7.2021).
MIRANDA, Carlos Eduardo Ortolan. O acadêmico e o boêmio. In: Dossiê Cult - Revista Cult. nº 60, pp. 62-65, 2002.
MIRANDA, Maria do Socorro Barbosa de.. Um diário extravagante e um romance inacabado: percursos autobiográficos na obra de Lima Barreto. 1ª ed., Feira de Santana: UEFS Editora, 2013. 
MIRANDA, Maria do Socorro Barbosa de.. Memória e escrita de si no Diário Íntimo de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura e Cultura). Universidade Federal da Bahia, UFBA, Salvador, 2019. Disponível no link. (acessado em 1.7.2021).
MIRANDA, Maria do Socorro Barbosa de.. Um diário extravagante e um romance inacabado: percursos autobiográficos na obra de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Literatura e Diversidade Cultural). Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, 2011.
MIRANDA, Maria do Socorro Barbosa de.. A escrita autobiográfica de Lima Barreto. In: Seminário de Literatura e Cultura, 2012, Aracaju. Anais Eletrônicos do IV Seminário Nacional Literatura e Cultura. Aracaju: GELIC/UFS, v. 4. pp. 1-14, 2012. 
MIRANDA, Maria do Socorro Barbosa de.. As relações de poder em Lima Barreto: uma leitura do romance 'O cemitério dos vivos'. In: II Encontro Baiano de Estudos em Cultura, 2009, Feira de Santana. CD-Rom Anais II Ebecult. Feira de Santana: UEFS, pp. 1-8, 2009. 
MIRANDA, Veiga. Triste fim de Policarpo Quaresma/ Recordações do escrivão Isaías Caminha. In: Jornal do Commércio - São Paulo, 4.3.1917.
MOING, Monique Le.. Entre "Histoires et Songes" - Aspect social des contes de Lima Barreto. Dans Le Conte en langue portugaise. Cahiers du CREPAL - Centre de recherche sur les pays lusophones, n°6, éd. Anne-Marie Quint, 1999.
MOÍSES, Masaud. História da literatura brasileira. – realismo e simbolismo.  vol. 2., São Paulo: Cultrix; Edusp, 1984.
MONTEIRO, Rodrigo Padrini. Triste fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto. In: Mais uma Opinião, 11 de abril de 2020. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021). 
MONTELLO, Josué de Souza. O conto brasileiro: de Machado de Assis a Monteiro Lobato. Rio de Janeiro: ABL, 1958.
MONTENEGRO, José Benjamim. Lima Barreto: a escrita em retalhos. (Tese Doutorado em Sociologia). Universidade Federal da Paraíba, UFPB, 2007.
MONTENEGRO, José Benjamim. Imagens e símbolos da República: sob o olhar de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em História). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, 1999.
MONTENEGRO, José Benjamim. Lima Barreto: escritor negro e anarquista. In: Rafael Deminicis; Daniel Aarão Reis Filho. (org.). História do Anarquismo no Brasil. Niterói: EdUFF; Mauad, 2006, v. 1, p. 147-158.
MONTENEGRO, Olívio. Lima Barreto. In: MONTENEGRO, Olívio. O romance brasileiro. Coleção Documentos Brasileiros, nº 10. Rio de Janeiro: Olympio, 1953. pp.142-158.
MORAES, Camila. Lima Barreto, escritor negro e pobre, será homenageado na Flip 2017. In: CEERT, 14.11.2016. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
MORAES, Eduardo Carli. Radiografia do predador social: Opressões de gênero, raça e classe interseccionam-se no romance “Clara dos Anjos”, de Lima Barreto (1881 – 1922). In: A Casa do Vidro, 4.1.2021. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
MORAIS, Régis de.. Lima Barreto: o elogio da subversão. São Paulo: Brasiliense, 1983.
MORETTI, Tacyana Muniz Caldonazzo. Diálogo entre Recordações do Escrivão Isaías Caminha e A Maldição de Canaan: o preconceito racial na sociedade brasileira sob a ótica do anti-horói derrotado. In: Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários, vol. 15, jun. 2009. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
MOSQUERA, Horacio Orlando. Lima Barreto y Afonso Celso: La construcción de la identidad nacional en el Brasil. Policarpo Quaresma y la resignificación de la metáfora ufanista. (Tese). Universidad Nacional de San Martín, 2017. 
MOTA E SILVA, Gutemberg. Lima Barreto: Da alegria da festa da Abolição à tristeza pelo preconceito de cor. In: MagisCultura Mineira, nº 23,  Abril de 2021. 
MOURA, Endryws Felipe Souza de.. A linguagem das cartas de Lima Barreto: vida intelectual e sociabilidades no Rio de Janeiro (1904-1922).. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, 2019. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
MOURA, Samara Loureiro de.. Lima Barreto - um multao intelectual na Bruzundanga. (Trabalho de conclusão do Curso de Letras/Graduação Licenciatura em Letras). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 2010. Disponível no link. (acessado em 28.6.2021).
MUSEUAFROBRASILLima Barreto'História e memória'. In: Museu Afro Brasil, s/data. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
NADÓLSKIS, Hêndricas. A Língua Literária de Lima Barreto: Traços Distintivos. (Tese Doutorado em Letras). Universidade São Paulo, USP, 1989.
NAGIB, Lúcia. O triste fim de um herói com caráter. In: Folha de S. Paulo, Ilustrada, 29.5.1998.
NASCIMENTO, Elisa Larkin. O sortilégio da cor: Identidade, raça e gênero no Brasil. Selo Negro. São Paulo: Summus, 2003. 
NASCIMENTO, Maria Ercilia do.. Alteridade & Intolerância: Percursos de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Ciências Sociais). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, 1996.
NASCIMENTO, Rogério Humberto Zeferino (org.). Cartas de um matuto e outros causos. 1ª ed., Campina Grande - PB: Bagagem; EDUFCG, 2016.
NASCIMENTO, Rogerio Humberto Zeferino. Educação e desaprendizagem: a pedagogia anarquista de Lima Barreto. In: Anais do II Simpósio de Educação: cotidiano, história e políticas, Volta Redonda - RJ, pp. 12-29, 2016. 
NASCIMENTO, Rogerio Humberto Zeferino. Lima Barreto (1881-1922): literatura como militância e método anarquista de estudo da sociedade. In: I Congreso Internacional de investigadorxs sobre anarquismo, 2016, Buenos Aires. Actas do I Congreso de Investigadorxs sobre anarquismo, pp. 185-202, 2016. 
NEEDELL, Jeffrey D.. A Tropical Belle Époque: Elite Culture and Society in Turn -of-the-Century Rio de Janeiro. New Rochelle/ Cambridge/ New York: Cambridge University Press, 1987.
NEEDELL, Jeffrey D.. Belle Époque Tropical: falta. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.
NEVES, Jose Eugenio das.. O entrelugar de Lima Barreto na Literatura Brasileira. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual de Londrina, UEL, 2012.
NEVES, Jose Eugenio das.. Uma leitura pós-colonial de Os Bruzundangas de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Estadual de Londrina, UEL, 2005. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
NEVES, Jose Eugenio das.. Esmeralda Ribeiro e Lima Barreto: um diálogo sem segredos. In: Terra Roxa e Outras Terras, v. 17-B, p. 49-58, 2010.
NEVES, Margarida de Souza de.. Uma escrita no tempo: memória, ordem e progresso nas crônicas cariocas. Campinas/SP: Unicamp, 1992.
NILC. Lima Barreto (1881-1922) - Dados biográficos. In: Nilc.icm/USP, s/data. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
NICOLATO, Roberto. Literatura e jornalismo: estudo das representações sócio políticas e estéticas na obra recordações do escrivão Isaías Caminha. In: Cadernos da Escola de Comunicação UNIBRASIL. v. 1, nº 3, Jan-Dez, p. 124-138, 2005.
NOGUEIRA, Clara Miguel Asperti. Cronistas do Rio: o processo de modernização do Rio de Janeiro nas crônicas de Olavo Bilac (Kosmos, 1904-1908) e Lima Barreto (Careta, 1915-1922).. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual Paulista, UNESP, 2012. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
NOGUEIRA, Clara Miguel Asperti. Lima Barreto: sensibilidade e percepção crítica. In: Contexto (UFES), v. 19, p. 249-279, 2011.
NOGUEIRA, Clara Miguel Asperti. Lima Barreto e a crítica: A publicação das Recordações do Escrivão Isaías Caminha. In: Línguas & Letras, Cascavel, v. 11, n. 21, p.33-44, 2010. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
NOGUEIRA, Clara Miguel Asperti. Revista Careta (1908-1922): símbolo da modernização da imprensa no século XX. In: Miscelânea – Revista de Pós-Graduação em Letras – UNESP – Campus de Assis, v. 8, jun-dez. 2010. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
NOGUEIRA, Rômulo Filizzola. Lima Barreto e a cultura histórica: diálogos e disputas em torno da memória nacional (1903-1922).. (Tese Doutorado em História). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, 2019.
NOGUEIRA, Rômulo Filizzola. Lima Barreto entre lutas de representação: uma análise da modernização da cidade do Rio de Janeiro no início do século XX. 1ª ed., Curitiba: CRV, 2018.
NOGUEIRA, Rômulo Filizzola. O cosmopolitismo de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Teorias Jurídicas Contemporâneas). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2011. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
NOGUEIRA, Rômulo Filizzola. Um cronista relendo o passado Lima Barreto e as Comemorações do Centenário da Independência do Brasil. In: VI Seminário Internacional História e Historiografia, 2020, Fortaleza. História, memória e historiografia. Sobral: Sertão Cult, v. III. pp. 15-41, 2020. 
NOGUEIRA, Rômulo Filizzola. As recordações impertinentes de Isaías Caminha: relações entre história, autobiografia e literatura na produção do escritor Lima Barreto. In: Campos de Saberes da História da Educação no Brasil, 2., 1ª ed., Atena Editora, v., pp. 172-180, 2019.
NOGUEIRA, Rômulo Filizzola. As recordações impertinentes de Isaías Caminha: relações entre história, autobiografia e literatura na produção do escritor Lima Barreto. In: V Encontro de Pesquisa em História - UFMG, 2017, Belo horizonte. Anais do V EPHIS: Brasil em perspectiva: passado e presente, v. 1. pp. 535-549, 2016. 
NOGUEIRA, Rômulo Filizzola.  Lima Barreto na seara da História: literatura, história e memória no Brasil de início do século XX. In: IV Simpósio Nacional E I Internacional de História da UEG, 2015, Morrinhos. Anais do IV Simpósio Nacional (I Internacional) de História da UEG, v. 1. pp. 990-1006, 2015.
NOGUEIRA, Rômulo Filizzola. Identidade nacional e experiência urbana vivenciada no Rio de Janeiro de Lima Barreto. In: Revista Literatura em Debate v. 4, nº 7, pp. 106-128, 2010.  Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
NOGUEIRA, Rômulo Filizzola. Lima Barreto e o Federalismo da Primeira República. In: Revista Quaestio Iuris, v. 11,  nº 1, p. 218-243, 2018. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
NONATO, José Antonio; SANTOS, Nubia Melhem. Era uma Vez o Morro do Castelo. Rio de Janeiro: IPHAN, 2000.
NORONHA, Carlos Alberto Machado. Lima Barreto entre lutas de representação: Uma análise da modernização da cidade do Rio de Janeiro no início do século XX. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Feira de Santa/BA, 2009. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
NORONHA, Carlos Alberto Machado. Lima Barreto e a escrita da História no início do século XX: críticas e sugestões. In: ANPUH Brasil - XXVII Simpósio Nacional de História, Natal-RN, 22 a 26 de julho de 2013. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
NOVAESCOLALima Barreto, visionário da Primeira República. Coleção Pensadores Negros. E-book. Nova Escola Box, 2020.
NOVAK, Pedro Henrique. Análise descritiva de duas traduções do romance Triste fim de Policarpo Quaresma para a língua inglesa. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Pato Branco, 2021. Disponível no link. (acessado em 30.6.2021).
NUNES, Bruna Fontenele. O escritor numa casca de noz: Lima Barreto e Osman Lins nas trincheiras do campo literário. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Ceará, UFCE, Fortaleza, 2019. Disponível no link. (acessado em 15.7.2021).
NUNES, Renata Aguiar. Procedimentos, matéria, efeitos: ética e estética nos contos de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Ceará, UFCE, Fortaleza/CE, 2013. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
NUNES, Radamés Vieira. Sobre Crônicas, Cronistas e Cidade: Rio de Janeiro nas crônicas de Lima Barreto e Olavo Bilac (1900-1920).. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal de Uberlândia, UFU, 2008. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
NUNES, Radamés Vieira. Sobre crônicas, cronistas e cidade: Rio de Janeiro nas crônicas de Lima Barreto e Olavo Bilac. 1ª ed., Palmas: EDUFT, 2017.
NUNES, Radamés Vieira. Imprensa, crônicas e reclames: Lima Barreto e Olavo Bilac sobre o império dos anúncios. In: Temporalidades, v. 4, p. 299-314, 2013.
NUNES, Radamés Vieira. Lima Barreto e Olavo Bilac nas vitrines da imprensa. In: Mediação (UEG. Pires do Rio), v. 6, p. 165-180, 2011.
NUNES, Radamés Vieira. Pena na mão, olhos na rua, cidade(s) nas folhas: Rio de Janeiro nas crônicas de Lima Barreto e Olavo Bilac (1900-1920). In: Emblemas (UFG. Catalão), v. 5, p. 43-56, 2009.
OAKLEY, Robert John. Lima Barreto e o destino da literatura. São Paulo Editora Unesp, 2011.
OAKLEY, Robert J.. The Case of Lima Barreto and Realism in the Brazilian ‘Belle Epoque’. Lewiston/ New York: The Ewin Mellen Press, 1998.
OAKLEY, Robert J.. A. Alfa Ômega: Clara dos Anjos um romance revisitado. In: Suplemento Literário Minas Gerais. Belo Horizonte, 7 nov. 1991.
OLIVEIRA, Adriana Carrion de.. Literatura nos quadrinhos: A transcodificação de Clara dos Anjos de Lima Barreto. Belo Horizonte/MG: Pantanal Editora, 2020. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
OLIVEIRA, André de.. Lima Barreto, uma voz que nasceu negra na literatura. In: CEERT, 26.6.2017. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
OLIVEIRA, Cristiano Mello de; HAUDENSCHILD, A. R.. A representação da mulata no conto Um Especialista, de Lima Barreto. In: Rascunhos Culturais, v. 9, p. 154-177, 2018.
OLIVEIRA, Cristiano Mello de.. Literatura e autobiografia: Imagens da melancolia na obra Diário íntimo, de Lima Barreto. In: Linguagens : Revista de Letras, Artes e Comunicação (FURB), v. 7, p. 85-105, 2013.
OLIVEIRA, Cristiano Mello de.. Lima Barreto e a escravidão no Brasil - publicação de inéditos. In: Revista História Catarina, v. 38, p. 20-30, 2012.
OLIVEIRA, Cristiano Mello de.. Literatura e intelectualidade: as facetas intelectuais na obra Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá, de Lima Barreto. In: Uniletras (UEPG. Impresso), v. 34, p. 59-75, 2012.
OLIVEIRA, Cristiano Mello de.. O arquivo do escritor Lima Barreto na Biblioteca Nacional - A revelação dos inéditos sobre a escravidão no Brasil. In: Revista ÁGORA, v. 22, p. 89-108, 2012.
OLIVEIRA, Cristiano Mello de.. Ecos na Literatura - As correlações psicanalíticas de Carl Gustav Jung e Sigmund Freud na obra de autores como Cyro dos Anjos, Lima Barreto e Mário de Andrade. In: Conhecimento Prático Filosofia, v. 2, p. 64-84, 2012.
OLIVEIRA, Cristiano Mello de.. Os manuscritos e as fontes primárias de Lima Barreto. In: Conhecimento Prático Língua Portuguesa, v. 33, p. 14-19, 2011.
OLIVEIRA, Eduardo (org.). Quem é quem na negritude brasileira. São Paulo: Congresso Nacional Afro – Brasileiro; Brasília: Secretaria Nacional de Direitos Humanos do Ministério da Justiça, 1998.
OLIVEIRA, Fátima Maria de.. Correspondência de Lima Barreto: à roda do quarto, no palco das letras. 1ª ed., Rio de janeiro: Caetés, 2007.
OLIVEIRA, Fátima Maria de.. Correspondência de Lima Barreto: à roda do quarto, no palco das letras (Dissertação Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, 2000.
OLIVEIRA, Fátima Maria de.. Notas íntimas, obras públicas: o "diário" de Lima Barreto e a Grande Reforma Urbana do Rio de Janeiro (1903-1905). In: Carmem Negreiros; Fátima Oliveira; Rosa Gens. (Org.). Belle Époque: a cidade e as experiências da modernidade. 1ª ed., Belo Horizonte: Relicário Edições, 2019, v., p. 181-207.
OLIVEIRA, Fátima Maria de.. No curso da correspondência e das leituras do jovem Afonso, o Rio civiliza-se. In: Carmem Negreiros; Fátima Oliveira: Jean Pierre Chauvin; Rosa Gens. (Org.). Belle Époque: efeitos e significações. 1ª ed., Rio de Janeiro: Série E-books ABRALIC, 2018, 2018, v. 1, p. 1-414.
OLIVEIRA, Fátima Maria de.. Fato/ficção/confissão: fronteiras porosas na obra de Lima Barreto. In: Andréa Sirihal Werkema; Ana Lúcia Machado de Oliveira; Marcus Vinicius Nogueira. (org.). Figurações do Real (Literatura Brasileira em Foco VII). 1ª ed., Rio de Janeiro: Editora Relicário, 2016, v. VII, p. 1-210.
OLIVEIRA, Fátima Maria de.. A Belle Époque sob suspeita na obra de Lima Barreto. In: XV Encontro ABRALIC, 2016, Rio de Janeiro. Anais da ABRALIC, 2016. v. 22. p. 1.055-1.063.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Uma escrita em chão cediço - Lima Barreto: um desafio para o presente. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal Fluminense, UFF, 2003.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. A borboleta no carro-forte: viagens de desorientação e desamparo em contos de Kafka e Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 1999.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Um destino comum: compromisso por solidariedade na obra de Lima Barreto. Recordações do escrivão Isaías Caminha. 1ª ed., São Paulo: Expressão Popular, 2019, v. 1, p. 13-33.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Visões da África na obra de Lima Barreto. In: DOLLE, Verena; PEREIRA, Helena Bonito; BEGENAT-NEUSCHÄFER, Anne. (org.). Migrações literárias e artísticas / Literarische und künstlerische Migrationen.  1ª ed., Berlin: Peter Lang, 2018, v. 1, p. 19-28.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. A necessidade de criar(-se): os primeiros esboços de ficção de Lima Barreto. In: NEGREIROS, Carmem; OLIVEIRA, Fátima; GENS, Rosa. (org.). Belle Époque: crítica, arte e cultura. 1ª ed., São Paulo: Intermeios, 2016, v. 1, p. 155-166.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Indivíduo e sociedade no romance Triste fim de Policarpo Quaresma. In: O Eixo e a Roda (UFMG), v. 24, p. 49-69, 2015.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Lima Barreto e Oswald de Andrade: trajetórias no processo de atualização artística brasileira (1900-1930). In: NOGUEIRA, Antonio Gilberto Ramos; SILVA FILHO, Antonio Luiz Macêdo e. (org.). História e historiografia: perspectivas e abordagens. 1ª ed., Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2014, v. 1, p. 107-123.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Lima Barreto contra a corrente: impasses da modernidade na literatura brasileira. In: BRÜCK-PAMPLONA, Lara; MARTINS, Alexandre Pereira. (Org.). Contra a corrente: Portugiesischsprachige Literatur(en) gegen den Strom. 1ª ed., Hamburg: Dr. Kovac, 2014, v. 1, p. 225-243.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Individualismo e desajuste social na obra de Lima Barreto: os anos de formação no Diário íntimo (1903-1908). In: MELO, Ana Amélia M. C. de; OLIVEIRA, Irenísia Torres de. (org.). Aproximações: cultura e política. 1ª ed., Fortaleza: Expressão Gráfica e Editora, 2013, v. 1, p. 39-59.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Realismo e sátira nas Recordações do escrivão Isaías Caminha. In: Literatura e Sociedade (USP), v. 2, p. 80-99, 2010.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Sátira e crítica social num conto de Lima Barreto. In: Cerrados (UnB. Impresso), v. 18, p. 309-324, 2009.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Pensando as críticas de Lima Barreto a Machado de Assis. In: Revista da ANPOLL, v. 24, p. 159-176, 2008.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. Lima Barreto, modernidade e modernismo no Brasil. In: Terceira Margem, v. XI, p. 54-64, 2007.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. O estilo sob suspeita: preocupações modernas na obra de Lima Barreto. In: Terceira Margem, Rio de Janeiro, v. Ano IX, p. 150-160, 2005.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. O programa de Lima Barreto para a Literatura Brasileira: o livro Impressões de Leitura. In: Lucia Helena. (org.). Nação-Invenção: ensaios sobre o nacional em tempos de globalização. 1ª ed., Rio de Janeiro: Contracapa, 2004, v. , p. 141-148.
OLIVEIRA, Irenísia Torres de.. O programa de Lima Barreto para a literatura brasileira. In: Cadernos de Letras da UFF, Niterói, v. 1, p. 117-125, 2003.
OLIVEIRA, Jorge Alves de.. A identidade nacional em Triste fim de Policarpo Quaresma a partir da literatura e do cinema. (Dissertação Mestrado em Educação). Universidade Estadual Paulista, UNESP, Rio Claro-SP, 2019. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
OLIVEIRA, Laiana Lannes de.. Os caminhos da negritude em Lima Barreto. In: ABREU, Martha; DANTAS, Carolina Vianna; MATTOS, Hebe (org.). Histórias do Pós-abolição no Mundo Atlântico - Identidades e projetos políticos. Niterói/RJ: Editora UFF, , v. 1, p. 187-201, 2014. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021). 
OLIVEIRA. Lúcia Lippi. A Questão Nacional na Primeira República. São Paulo: Brasiliense, 1990.
OLIVEIRA, Maria Betânia da Rocha de.. As formas da violência em Triste Fim de Policarpo Quaresma: uma leitura materialista lacaniana da obra de Lima Barreto a partir do Materialismo Lacaniano (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual de Maringá, UEM, 2020.
OLIVEIRA, Maria Betânia da Rocha de.. Policarpo Quaresma - entre o sonho e a realidade - o triste fim. (Dissertação Mestrado em Letras e Lingüística). Universidade Federal de Alagoas, UFAL, 2005. 
PACHECO, Keli Cristina. A comunidade em exílio: literatura comparada entre Lima Barreto e Roberto Arlt. São Paulo: Annablume, 2013.
ORNELLAS, Clara Ávila. João Antônio, leitor de Lima Barreto. São Paulo: EDUSP/FAPESP, 2011.
ORNELLAS, Clara Ávila. Literatura e cidade sem artificialismo: Lima Barreto e João Antônio. In: CAIRO, Luiz Roberto et alii. (org.). Dispersa memória: escritos sobre representação e memória na literatura brasileira. Bauru: Canal6, 2009, v. , p. 37-47.
ORNELLAS, Clara Ávila. Do leitor ao escritor: inter-relações entre João Antônio e Lima Barreto. In: MAGALHÃES, José; RIBEIRO, Ivan; FERNANDES, Jakeline. (org.). Literatura e Intersecções Culturais. Uberlândia: EDUFU, 2008, v. 1, p. 324-334.
ORNELLAS, Clara Ávila. Lima Barreto, Roberto Arlt, João Antônio e os trens suburbanos no Rio de Janeiro. In: Revista USP, v. 1, p. 99-108, 2020.
ORNELLAS, Clara Ávila. Aspectos de intertextualidade e intermidialidade em 'Calvário e porres do pingente Afonso Henriques de Lima Barreto'. In: REVELL - Revista de Estudos Literários da UEMS, v. 2, p. 348-363, 2019.
ORNELLAS, Clara Ávila. Aspectos do tolstoísmo em Lima Barreto e João Antônio. In: Fragmentos (UFSC), v. 1, p. 107-120, 2013.
ORNELLAS, Clara Ávila. O subúrbio como centro do mundo: Lima Barreto e João Antônio. In: Navegações (Impresso) (Porto Alegre), v. 3, p. 7-16, 2010.
ORNELLAS, Clara Ávila. Aspectos da relação literatura e jornalismo para João Antônio e Lima Barreto. In: Expressão (Santa Maria), v. 1, p. 83-92, 2008.
ORNELLAS, Clara Ávila. "Abraçado ao meu rancor": João Antônio é leitor de Lima Barreto. In: Revista FAMECOS, v. 1, p. 124-132, 2007.
ORNELLAS, Clara Ávila. Lima Barreto, cronista do protesto eterno. In: Revista USP, v. 1, p. 198-205, 2006.
PACHECO
, Keli Cristina. A comunidade em exílio: literatura comparada entre Lima Barreto e Roberto Arlt. 1ª ed., São Paulo: Annablume, 2013.
PACHECO, Keli Cristina. Lima Barreto / Roberto Arlt: a comunidade em exílio. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2009.  Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
PACHECO, Keli Cristina. Lima Barreto e o mal-estar no território. (Dissertação Mestrado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2005. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
PACHECO, Keli Cristina. A inovação do mal escrito: Lima Barreto e Roberto Arlt. in: Revista da Anpoll, vol.1, nº 35, p. 271-282, 2013. 
PACHECO, Keli Cristina. Identidade Cultural e Diáspora: A condição pós-colonial em Lima Barreto. in: Eutomia, UFPE, vol. 1, nº 6, 2010. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
PACHECO, Keli Cristina. Policarpo Quaresma: do fim triste ao prêmio. in: Uni Letras, vol. 29, nº 1, 2009. 
PACHECO, Keli Cristina. Lima Barreto e a paisagem diluída. in: Letras & Letras, v. 24, n. 2, 2009.
PACHECO, Keli Cristina. O grau zero e o engajamento fracassado em Lima Barreto. in: Revista Letras, vol. 72, 2007. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
PACHECO, Keli Cristina. A cabeça erguida de Lima Barreto. In: Anuário de Literatura, UFSC, nº 11, 2003. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
PALCOTEATROCINEMATraga-me a cabeça de Lima Barreto!. (peça teatro). in: Palco, Teatro, Cinema, 8.10.2018. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
PARDAL, Fernando. Lima Barreto: negro, escritor, rebelde. In: CEERT, 21.2.2016. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
PASQUAL, Camila Marcelina. O subúrbio na narrativa de João Antônio. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2011. Disponível no link. (acessado em 2.7.2021).
PAULA, Adriana de.. "O cemitério dos vivos". como era um hospício, no início do século XX. In: Iconografia da História, 8 de dezembro de 2020. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
PAULA, Ana Cristina da Silva de.. Arquivo Lima Barreto: um arquivo pessoal na Biblioteca Nacional. (Trabalho de conclusão em Arquivologia/ Grau de Bacharel). Escola de Arquivologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2017. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
PAZ, Pedro. 'Clara dos Anjos': a pele que o autor habita. In: Revista Continente, 1 de março 2012. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
PAZ, Ravel Giordano. Além da Bruzundanga. In: Dossiê Cult - Revista Cult. nº 60, pp. 58-61, 2002. 
PEDROSO JUNIOR, Antonio. Lima Barreto já morou em Bauru. In: Jornal Dois, 8 de maio de 2019. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
PENHA, Ana Lucia Nunes. Um olhar de Lima Barreto sobre o Rio da Belle Époque. In: História & Ensino (Campos dos Goytacazes), v. 1, pp. 11-22, 2005.
PENTEADO, Alice Áurea. Leiture e percepção estética: Recordações do escrivão Isaías Caminha de Lima Barreto. In: Espéculo - Revista de estudios literários, Universidad Complutense de Madrid, nº 18, 2001. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021). 
PEREIRA, Astrojildo. Lição de Lima Barreto. In: PEREIRA, Astrojildo. Crítica impura. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 1968.
PEREIRA, Astrojildo. Uma comédia de Lima Barreto. In: Revista do Brasil, Rio de Janeiro, ano V, nº 51, p. 17, set. 1942.
PEREIRA, Lúcia Miguel. Lima Barreto. In: Escritos da maturidade (seleta de textos publicados em periódicos (1944-1959). Rio de Janeiro: Graphia, pp. 216-240, 1994.
PEREIRA, Lúcia Miguel. Escritos da maturidade: seleção de textos publicados em periódicos de 1944 a 1959. Rio de Janeiro: edições Biblioteca Nacional, 2005.
PEREIRA, Lucia Miguel. Cinquenta anos de literatura. Rio de Janeiro: Serviço de Documentação do Ministério da Educação e Cultura, 1952.
PEREIRA, Lúcia Miguel. História da Literatura Brasileira — Prosa de ficção (de 1870 a 1920). Rio de Janeiro: José Olympio, 1950.
PEREIRA, Lucia Miguel. Prosa de Ficção: História da Literatura Brasileira (de 1870 a 1920). Belo Horizonte: Itatiaia, 1988.
PEREIRA, Lúcia Miguel. Lima Barreto. In: Revista Literatura - Rio de Janeiro, pp. 3-32, 1953.
PERROT, Andrea Czarnobay. Memória e ficção em Diário Íntimo e Diário do Hospício de Lima Barreto. In: De Nardi, Fabiele; Postal, Ricardo. (org.). Memória, História, Arquivo: fronteiras e intersecções. 1ª ed., Recife: Editora da UFPE, 2015, v. 2, p. 116-124.
PERROT, Andrea Czarnobay. Lima Barreto e a ficção dos excluídos. In: Grigoletto, Evandra; Postal, Ricardo; Nardi, Fabiele Stockmanns de; Gomes, Inara Riobeiro. (Org.). Identidade e Espaço Virtual. 1ª ed., Recife, PE: Editora Universitária da UFPE, 2013, v. 1, p. 184-191.
PESAVENTO, Sandra. Da cidade maravilhosa ao país das maravilhas : Lima Barreto e o ’caráter nacional’. In : Anos 90, revista PPG História UFRGS. Editora da Universidade-UFRGS, Porto Alegre, nº 8, dezembro de 1997.
PESAVENTO, Sandra Jatahy. Os pobres da cidade: vida e trabalho (1880-1920). Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS, 1994.
PESAVENTO, Sandra Jatahy. Imaginário da cidade - visões do literário: Paris, Rio de Janeiro, Porto Alegre. 2ª ed., Porto Alegre:  Editora UFRGS, 2002.
PIMENTEL, Cíntia Santana. A representação tragicômica na obra Recordações do escrivão Isaías Caminha. II Colóquio, Filosofia e Literatura: Fronteiras, 2010. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
PINTO, Renato dos Santos. A atualidade da crítica de Lima Barreto - Aos poderes constituídos na República velha. In: ABRALIC, 2017. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
PINTO, Rosa Maria. O discurso às avessas em Numa e a Ninfa de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa-MG, 2012. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
PIRES, Maria Isabel Edom. Lima Barreto - diário de um intelectual encarcerado. In: Vivência (Natal), v. 1, p. 15-23, 2007.
PIRES, Antonia Cristina de Alencar. Confissões dispersas: ficção, memória e história em Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras e Estudos Literários). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Belo Horizonte, 1995.
PIRES, Antonia Cristina de Alencar. Confissões dispersas: ficção, memória e história em Lima Barreto. In: José Américo de M. Barros. (Org.). BARROS, José Américo de M. (org.) Teses 1995. 1ª ed., Belo Horizonte: FALE/UFMG, 1996, v. 1, p. 131-139.
PIRES, Antonia Cristina de Alencar. A ironia e a crítica social em 'O homem que sabia javanês', de Lima Barreto. In: Cadernos de Pesquisa do Napq Fale Ufmg, Belo Horizonte, n.16, p. 23-31, 1993.
PONTES, Deysiane Farias. A tradição intelectual em Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Literatura Brasileira). Universidade Federal do Ceará, UFC, Fortaleza, 2009. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
PONTES, Deysiane Farias. Lima Barreto e a tradição intelectual. In: Irenísia Torres de Oliveira; Iumna Maria Simon. (org.). Modernidade e tradição na literatura brasileira. 1ª ed., São Paulo: Nankin, 2010, v. 1, p. 15-27.
PRADO, Antônio Arnoni. Lima Barreto: uma autobiografia literária. 1ª ed., São Paulo: Editora 34, 2012. v. 1.
PRADO, Antonio Arnoni; HARDMAN, Francisco Foot; LEAL, Claudia Baeta (orgs). Contos Anarquistas - temas & textos da prosa libertária no Brasil (1890-1935). 2ª ed. rev. e ampliada, São Paulo: Martins Fontes, 2011.
PRADO, Antônio Arnoni. Trincheira, palco e letras. São Paulo: Cosac Naify, 2004.
PRADO, Antônio Arnoni. Lima Barreto: literatura comentada. São Paulo: Editora Abril Educação, 1980; São Paulo: Nova Cultural, 1990.
PRADO, Antônio Arnoni. Lima Barreto: o crítico e a crise. Rio de Janeiro: Cátedra; Brasília: INL, 1976.
PRADO, Antônio Arnoni. Lima Barreto: o crítico e a crise. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade de São Paulo, USP, 1975.
PRADO, Antônio Arnoni. "A literatura acima da própria vida", sobre O cemitério dos vivos, de Lima Barreto. In: Suplemento Sabático do O Estado de S. Paulo, p. S8 - S8, 25 set. 2010.
PRADO, Antônio Arnoni. Mario de Andrade, Klaxon, Lima Barreto. In: Cult - Revista Brasileira de Literatura, v. 58, p. 56-57, 2002.
PRADO, Antônio Arnoni. Mágoas de perto e de longe (lendo as cartas de Lima Barreto). In: Antonio Arnoni Prado. (Org.). Prezado senhor, prezada senhora. 1ª ed., São Paulo: Companhia das Letras, 2000, v. , p. 185-192.
PRADO, Antônio Arnoni. Lima Barreto personagem de João Antônio. In: Remate de Males, Campinas, v. 1, n.19, p. 147-167, 1999.
PRADO, Antônio Arnoni. Lima Barreto personagem de João Antônio. In: Novos Estudos CEBRAP, v. 1, n.54, p. 72-84, 1999.
PRADO, Antônio Arnoni. Entre agulhas e preconceitos (sobre Entre a agulha e a caneta - a mulher na obra de Lima Barreto, de Eliane Vasconcelos). In: Folha de São Paulo, São Paulo, , v. S/N, p. 6 - 6, 11 set. 1999.
PRADO, Antônio Arnoni. Uma leitura do povo para o povo. In: Antonio Arnoni Prado. (Org.). Triste fim de Policarpo Quaresma, edição crítica coordenada por Antonio Houaiss e Carmem. 1ª ed., Santiago do Chile: ALLCA XX, 1997, v. 1, p. 524-529.
PRADO JÚNIOR, Caio. Lima Barreto sentiu o Brasil. In: Leitura. Rio de Janeiro - agosto, 1943. 
QUEIROZ, Christina. Lima Barreto como intérprete do Brasil pós-Abolição. In: Humanidades literatura, Fapesp - pesquisa. outubro 2017. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
QUEIROZ, Patrícia Regina Cenci. História e ficção nos trabalhos satíricos de Lima Barreto: o humor como narrativa historiográfica. (Tese Doutorado em Literatura e Vida Social). Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Assis/SP, Unesp, 2005.
REGO, José Lins do.. Ainda Lima Barreto - autores e livros. Rio de Janeiro: Suplemento Literário - A Manhã, 28.4.1943.
REIS, José Carlos. Identidades do Brasil: de Varnhagen a FHC. 6ª ed., Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 2003.
REIS, Zenir Campos. Do escravo ao cidadão: reflexões em torno de Lima Barreto. In: Caderno de textos, João Pessoa-PB, pp. 51-61, 10 abr. 1992.
REIS, Zenir Campos. Vida em tempos escuros: Lima Barreto contra idiotas teses racistas. In: Nossa América/ Nuestra América, São Paulo-SP, v. 3, pp. 32-38, 1990.
REIS, Zenir Campos. Lima Barreto: a utopia e o navegante. In: Boletim Bibiográfico, São Paulo -SP, v. 42, pp. 75-82, 1981.
RESENDE, Beatriz. Dentes Negros, Cabelos Azuis: Lima Barreto e a Cidadania em Fragmentos. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 1989.
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto, Crítico da Modernidade. (Dissertação Mestrado em Ciência da Literatura). Universidade Federal do RIo de Janeiro, UFRJ, 1980.
RESENDE, Beatriz. Sobre Lima Barreto. Três ensaios. 1ª ed., São Paulo: e-galáxia, 2017.
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto e o Rio de Janeiro em Fragmentos. [prefácio Antonio Arnoni Prado]. 2ª ed., revista. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2016. 
RESENDE, Beatriz. Sonhos e mágoas de um povo. Rio de Janeiro: Editora Agir, 2004.
RESENDE, Beatriz. Cronistas do Rio. Rio de Janeiro: José Olympio, 1995.
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto e o Rio de Janeiro em fragmentos. Rio de Janeiro: UFRJ; Campinas: UNICAMP, 1993.
RESENDE, Beatriz. Do deputado Numa Pompílio ao país da Bruzundanga: a república de Lima Barreto. In: BARRETO, Lima. O Bruzundangas e Numa e a Ninfa. [organização Beatriz Resende]. 1ª ed., São Paulo: Carambaia, 2017, v. 1, p. 489-501.
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto: vida e morte pela literatura. In: BARRETO, Lima. Impressões de leitura e outros textos críticos. [organização Beatriz Resende]. 1ª ed., São Paulo: Companhia das Letras, 2017, v. 1, p. 29-42.
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto e os estrangeiros. In: Stefania Chiarelli e Godofredo de Oliveira Neto. (org.). Falando com estranhos. O estrangeiro e a literatura brasileira. 1ª ed., Rio de Janeiro: 7 Letras, 2016, v. 1, p. 193-203.
RESENDE, Beatriz. FIGUEIREDO, Luciano. Com a palavra, Lima Barreto. In: Luciano Figueiredo. (Org.). História do Brasil para ocupados. 1ª ed., Rio de janeiro: Casa da Palavra, 2013, v. 1, p. 426-430.
RESENDE, Beatriz. Arquivo de Lima Barreto, memória do Rio de Janeiro. In: CAIRO, L.R.; PEREIRA, M.R.; AZEVEDO, S.M.. (Org.). Arquivos revisitados da América Lusa: escritos sobre memória e representação literária. 1ª ed., Assis: FCL/Assis - UNESP, 2010, v. 1, p. 107-122.
RESENDE, Beatriz. Triste fim de Policarpo Quaresma: a exclusão do horói cheio de caráter. In: João Cézar de Castro Rocha. (org.). Nenhum Brasil Existe. Rio de Janeiro: UniverCidade Editora, UERJ, 2003, v. , p. 605-614.
RESENDE, Beatriz. Modernização da arte e cultura na Primeira República. In: Paulo Roberto Pires. (org.). Brasiliana da Biblioteca Nacional. Guia de fontes sobre o Brasil. Rio de Janeiro: Ministério da Cultura/Fundação Biblioteca Nacional, 2001, v. , p. 297-311.
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto's Triste Fim de Policarpo Quaresma: The exclusion of the hero full of character. In: João Cézar de Castro Rocha. (Org.). Brazil 2000. A Revisionary History of Brazilian Literature & Culture - Portuguese Literary & Culture Studies. Dartmouth: University of Massachussetts, 2000, v. , p. 157-166.
RESENDE, Beatriz. De como a República das Bruzundangas chegou à era da Globalização. In: Beatriz Resende. (org.). Os Bruzundangas. Rio de Janeiro: Artium, 1998, v. , p. 47-56.
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto, a opção pela marginália. In: Carmen Lúcia Negreiros. (org.). Triste Fim de Policarpo Quaresma. São Paulo: ALLCA XX/Scipione, 1997, v. , p. 544-548.
RESENDE, Beatriz. Às vésperas de 22, o Rio segundo Lima Barreto. In: Editora Imago. (org.). América: Descoberta ou Invenção. Rio de Janeiro: Imago, 1992, v. , p. 78-86.
RESENDE, Beatriz. A representação do Rio de Janeiro nas crônicas de Lima Barreto. In: J.M. Carvalho. (org.). Sobre o Pré-modernismo. Rio de Janeiro: FCRG, 1988, v. , p. -.
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto, a opção pela marginália. In: Roberto Schwarz. (org.). Os pobres na literatura brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1983, v. , p. 73-78.
RESENDE, Beatriz. Lima Barreto e a República. In: Dossiê...100 anos de República - Revista USP. São Paulo: USP,  nº 3. pp. 89-94, setembro, outubro e novembro/1989. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
RESENDE, Beatriz. O Lima Barreto que nos olha. In: Revista Serrote, IMS, janeiro/2016. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
RESENDE, Beatriz. O Lima Barreto que nos olha (vídeo). In: Revista Serrote, IMS, novembro/2015. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
RESGALA JÚNIOR, Renato Marcelo. O declínio da tradição no espírito da subversão: o papel do intelectual, a literatura militante e a tradição literária brasileira nas crônicas de Lima Barreto (1881-1922).. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de São João Del-Rei, UFSJ, São João Del Rei/MG, 2008. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021). 
RIBEIRO, Bessie de Assumpção. Lima Barreto e as crônicas em Bagatelas: compromisso com a modernidade. (Monografia Graduação em Letras). Universidade Federal Fluminense, UFF, 2019.
RIBEIRO, Vanessa Lopes. Memórias de Vida e Morte: Machado de Assis e Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2008. 
RIBEIRO, Vanessa Lopes. A modernidade que assola o país: o olhar de Machado de Assis e de Lima Barreto. In: II Colóquio de Pós-Graduação em Letras, 2010, Assis. Literatura e Vida Social. Assis: Unesp, 2010. v. 1. pp. 1093-1101.
ROCHA, Camerino. Simpatia humana na arte moderna. In: Ateneida. Rio de Janeiro, Janeiro/1903. apud: BARRETO, Lima. Feiras e Mafuás. São Paulo: Editora Brasiliense, 1956, p. 156-163.
ROCHA, Fátima Cristina Dias. Cemitério dos vivos, de Lima Barreto: do diário íntimo ao romance autobiográfico. In: Fátima Cristina Dias Rocha; Ana Cristina de Rezende Chiara. (org.). Literatura brasileira em foco: o eu e suas figurações. Rio de Janeiro: Casa Doze, 2008, v., pp. 71-89.
ROCHA, Fátima Cristina Dias. Três passeios pela cidade carioca: figurações do Rio de Janeiro em Joaquim Manuel de Macedo, Lima Barreto e Rubem Fonseca. In: Ana Lúcia Machado de Oliveira. (org.). Linhas de fuga: trânsitos ficcionais. 1ª ed., Rio de Janeiro: 7Letras, 2004, v. 1, pp. 71-86.
RODRIGUES, Davidson de Oliveira. Cidade e Modernidade na literatura de Machado de Assis e Lima Barreto. Coleção 'Ciências Sociais'. Editora Appris, 2020.
RODRIGUES, Davidson de Oliveira. Representações da Modernidade Fluminense em textos literários de Machado de Assis e Lima Barreto. (Tese Doutorado em Sociologia). Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, 2017. Disponível no link. (acessado em 12.7.2021).
RODRIGUES, Leandro Garcia. Lima Barreto - um Caso à parte da Crítica Literária de Alceu Amoroso Lima. In: Revista e-scrita: revista do curso de etras da UNIABEU, v. 3, p. 71-80, 2012.
RODRIGUES, Marta. Lima Barreto, leitor de Balzac: as ilusões perdidas de Luciano e Isaías Caminha. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2012.
RODRIGUES, Marta. Entre a crítica e a paixão: os discursos do narrador e do protagonista em Triste fim de Policarpo Quaresma. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2007. Disponível no link. (acessado em 30.6.2021).
RODRIGUES, Marta. A História em curso: Recordações do escrivão Isaías Caminha e as transformações do Rio de Janeiro. In: Araticum (Online), v. 14, p. 1-85, 2016.
RODRIGUES, Marta. Lima Barreto e a contemporaneidade: diálogos em sala de aula. In: Aline Pires de Morais. (Org.). Entre a literatura e a linguística: diálogos possíveis e vozes educacionais. 1ª ed., Goiânia: Editora Espaço Acadêmico, 2018, v. 1, p. 1-354.
RODRIGUES, Marta; OLIVA, Osmar Pereira. A História em curso: Recordações do escrivão Isaías Caminha e as transformações do Rio de Janeiro. In: Osmar Pereira Oliva. (Org.). Literatura, Memória, Esquecimento. 1ª ed., Montes Claros, MG: O Lutador, 2016, v. 1, p. 7-145.
RODRIGUES, Pedro Henrique Belchior. Tristes subúrbios: literatura, cidade e memória em Lima Barreto (1881-1922). 1ª ed., Niterói: Editora da UFF, 2017. 
RODRIGUES, Pedro Henrique Belchior. Tristes subúrbios: literatura, cidade e memória em Lima Barreto (1881-1922).. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal Fluminense, UFF, Niterói, 2011. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
RODRIGUES, Pedro Henrique Belchior. Capital do bovarismo: modernidade, cidade e memória em Lima Barreto (1881?1922). In: Magali Gouveia Engel; Maria Letícia Corrêa; Ricardo Augusto dos Santos. (org.). Os intelectuais e a cidade (séculos XIX e XX). 1ª ed., Rio de Janeiro: Contracapa, 2013, v., p. 197-222.
RODRIGUEZ, Benito Martinez. Duelo ou dueto: a indecisa posição frente ao mundo moderno em Clara dos Anjos" de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Literatura Brasileira). Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, 1993.
RODRIGUEZ, Benito Martinez. O céu e os abismos (posfácio ao romance). In: Lima Barreto. (Org.). Triste fim de Policarpo Quaresma. 1ª ed., Curitiba, PR: Editora da Universidade Federal do Paraná, 1997, v. , p. 287-299.
RODRIGUEZ, Benito Martinez. Tesouros no quintal - aquisições recentes à fortuna editorial de Lima Barreto. In: Rascunho - Jornal de literatura do Brasil, Curitiba, PR, , v. 60, pp. 12-13, 15 abr. 2005.
ROMANCE Brasileiro. Catalago da Exposição (1974). In: Biblioteca Nacional, OBJDigital, s/data. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021). 
ROMÃO, Ana Paula de Freitas. Os Bruzundangas: uma alegoria da 1ª República. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Estadual Paulista 'Júlio de Mesquita Filho', Campus de São José do Rio Preto, UNESP, 2012. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
ROMERO, Renata. Luis Miranda será Lima Barreto em cinebiografia sobre o escritor carioca. In: Cinema Transcendental, 22.6.2018. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
ROSA, Alexandre Juliete. O conto em Lima Barreto: oscilação editorial e hibridismo estético. (Dissertação Mestrado em Culturas e Identidades Brasileiras). Universidade de São Paulo, USP, 2017. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
ROSENFELD, Anatol. A obra romanesca de Lima Barreto. In: Letras e Leituras. São Paulo: Perspectiva, 1994, pp. 117-135.
ROSSO, Mauro. Lima Barreto versus Coelho Neto: um fla-flu literário. Rio de Janeiro: Difel, 2010.
RUFFATO, Luiz. Lima Barreto contra os “futuristas”. In: Rascunhos, edição 248, dezembro/2020. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
RUSSI, Vinícius. A literatura social de Lima Barreto. in: Divulgação Cultural/Blog Editora Unicamp, 10.9.2020. Disponível no link. (acessado em 22.6.2021). 
, Joane Leôncio de.. Sobre a Adaptação dos Clássicos Literários para os Quadrinhos: uma Análise do "Caso" Policarpo Quaresma. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, 2013. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
SALGADO, Daniel. Acervo Lima Barreto vira Memória do Mundo da Unesco. In: O Globo, 28.10.2017. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021).
SANTANA, Ajanayr Michelly Sobral. Nós não somos nada nesta vida": as representações da mulher em Lima Barreto. In: Antonio de Pádua Dias da Silva. (org.). Sexualidade, Identidade e Gênero em Debate. Olinda PE: Livro Rápido, 2009, v. , p. -.
SANT'ANNA, Cristina Nunes de.. Marcas e metáforas no Rio de Janeiro escrito e vivido por Afonso Henriques de Lima Barreto (Tese Doutorado em Ciências Sociais). Universidade Estadual do Rio de Janeiro, UERJ, 2013. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
SANT'ANNA, Cristina Nunes de.. O cronista político Afonso Henriques de Lima. (Dissertação Mestrado em Ciência Política). Universidade Federal Fluminense, UFF, 2008. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
SANT'ANNA, Cristina Nunes de.. 130 anos do genial Lima Barreto. In: Observatório da Imprensa (São Paulo), v. 646, p. 1-3, 2011.
SANTANA, Suely Santos. Uma voz destoante na rua do Ouvidor: Lima Barreto e a representação da relações raciais no início do século XX. (Dissertação Mestrado em Letras e Linguística). Universidade Federal da Bahia, UFBA, 2005. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021). 
SANTANA, Suely Santos. Tudo nela era dependurado e todas as suas carnes flácidas: representação da mulher negra em Lima Barreto. In: Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as) - ABPN, v. 5, p. 57-68, 2013.
SANTIAGO, Silviano. Uma ferroada no peito do pé: dupla leitura de Triste fim de Policarpo Quaresma. In: Vale quanto pesa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982, p. 163-181.
SANTOS, Afonso Carlos Marques dos (org.). O Rio de Janeiro de Lima Barreto. 2 vols. [ensaios de Francisco de Assis Barbosa, Joel Rufino dos Santos, Paula Beiguelman, Afonso Carlos Marques dos Santos; idealização e coordenação Afonso Carlos Marques dos Santos]. Coleção 'Roteiro Literário e Artístico do Rio'. Rio de Janeiro: Rio Arte, 1983. 
SANTOS, Afonso Carlos Marques dos.. Porque Lima Barreto. In: Catálogo da Exposição Comemorativa do Centenário de Lima Barreto, Rio de Janeiro, p. 5-10, 1981.
SANTOS, Afonso Carlos Marques dos.. Lima Barreto e as Contradições Sociais do seu tempo. In: Afonso Carlos Marques dos Santos. (org.). O Rio de Janeiro de Lima Barreto. 1ed.Rio de Janeiro: RIOARTE, 1983, v. 2, p. 15-34.
SANTOS, André Luiz dos.. Caminhos de alguns ficcionistas brasileiros após as Impressões de Leitura de Lima Barreto. 1ª ed., Rio de Janeiro: Quártica, 2016. v. 100.
SANTOS, André Luiz dos.. A casa do louco. 1ª ed., Rio de Janeiro: Quártica, 2014. v. 150.
SANTOS, André Luiz dos.. Caminhos de alguns ficcionistas brasileiros após as Impressões de Leitura de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2007. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
SANTOS, André Luiz dos.. A casa do louco. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2001.
SANTOS, André Luiz dos.. A casa do Rio de Janeiro: de Lima Barreto a Silviano Santiago. In: Anais ... Seminário do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Arquitetura e Urbanismo (CD-Rom), v. III,  2003. 
SANTOS, Antônio Noronha. Lima Barreto e Afrânio Peixoto (Em torno de dois romances à clef). In: Pan Estadual, Rio de Janeiro, pp. 5-7., novembro e dezembro de 1942.
 SANTOS, Francisco Venceslau dos.. Nota filológica/ Procedimentos de edição - Edição crítica de Triste fim de Policarpo Quaresma. In: Antonio Houaiss; Carmen Lucia Figueiredo. (org.). Triste fim de Policarpo Quaresma - Lima Barreto - Edição Crítica (Coleção Archivos / UNESCO). 1ª ed., Madrid - Paris: ALLCA XX -, 1997, v. 1, p. 23-35. Disponível no link. (acessado em 30.6.2021).
SANTOS, Francisco Venceslau dos.. A edição crítica do romance Triste fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto. In: Congresso Nacional de Linguística e Filologia - O texto e a linguagem, São Gonçalo. Rio de Janeiro: Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos, 1997. p. 38-39.
SANTOS, Janete Silva dos; ASSIS, Lucia Maria de; NASCIMENTO, Luciana Marino do.. Lima Barreto na sala de aula: primeiros escritos. Editora Blucher, 2021.
SANTOS, Joel Rufino dos. Revisita ao escritor negro Lima Barreto. In: Estudos Afro-asiáticos, Rio de Janeiro, nº 4, pp. 63-70, 1980. 
SANTOS, Joel Rufino dos. Sociedade e problemas raciais na obra de Lima Barreto. In: SANTOS, Afonso Carlos Marques dos. (org.) O Rio de Janeiro de Lima Barreto. Rio de Janeiro: Rio-Arte, 1982.
SANTOS, Jonatan de Souza. A sátira limabarretiana em Numa e a Ninfa. (Dissertação Mestrado em Letras/ Estudos Literários). Universidade Estadual Paulista, Unesp, Campus Araraquara, 2015. Disponível no link. (acessado em 28.6.2021).
SANTOS, Mendes dos Santos.. O intertexto Balzaquiano em Recordações do Escrivão Isaias Caminha. (Tese Doutorado em Letras – Língua e Literatura Francesa). Universidade de São Paulo, USP, 2012. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
SANTOS, Nádia Maria Weber. Histórias de sensibilidades: espaços e narrativas da loucura em três tempos (Brasil, 1905/1920/1937).. (Tese Doutorado em História). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 2005. Disponível no link. (acessado em 10.7.2021).
SANTOS, Nádia Maria Weber. A tênue fronteira entre saúde mentral e a doença mental: um estudo de casos psiquiátricos à luz da nova história cultural. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, 2000.
SANTOS, Nádia Maria Weber. Mémoires D´Asile Dans La Littérature: Representations Et Récits De La Folie Dans Des Lettres (Theodore R / Tr), Du Journal Intime (Lima Barreto / Lb), Du Roman (Rocha Pombo / Rp) Et De La Poesie (Émile Nelligan / Em). In: Fenix: revista de historia e estudos culturais, v. 11, p. 1-15, 2014.
SANTOS, Nádia Maria Weber. L?activité Créatrice Entre La Folie et La Littérature-Mémoire : Lima Barreto et Émile Nelligan. In: Revista Interfaces Brasil-Canadá, v. 13, p. 309-331, 2013.
SANTOS, Nádia Maria Weber. Lima Barreto muito além dos cânones. In: Artelogie, v. 1, p. 1-15, 2011. Disponível no link. (acessado em 22.6.2021).
SANTOS, Nádia Maria Weber. História, sensibilidade e ficção: o manicômio brasileiro e a loucura na narrativa íntima de Lima Barreto. In: História: Debates e Tendências (Passo Fundo), v. 6, p. 187-205, 2007.
SANTOS, Nádia Maria Weber. Você, Quaresma, é um visionário: Alma nacional e loucura em Triste fim de Policarpo Quaresma de Lima Barreto. In: Nuevo Mundo-Mundos Nuevos, Paris - EHESS, v. 6, p. 8, 2006. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
SANTOS, Nádia Maria Weber. Sensibilidade da exclusão e loucura na literatura-memória de Lima Barreto. In: Caravelle (Toulouse), v. 86, p. 71-86, 2006.
SANTOS, Poliana dos.. O povo e o paraíso dos abastados – Rio de Janeiro, 1900/1920 (Crônicas e outros escritos de Lima Barreto e João do Rio)..  (Tese Doutorado em História Social). Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, 2018.  Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
SANTOS, Poliana dos.. Diabo e diabinhos: uma história de carnaval contada por Lima Barreto. In: Maria do Rosário da Cunha Peixoto, Nelson Tomelin Jr.. (Org.). Mundos do trabalho: séculos XX e XXI. 1ª ed., São Paulo: Annablume, 2020, v. 1, p. 169-187.
SANTOS, Tatiana Sena dos.. A república consignada: literatura e comunidade no Brasil. (Tese Doutorado em Estudos Literários). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, 2016. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
SANTOS, Tatiana Sena dos.. As letras da República: o corpo da nação brasileira em Machado de Assis e Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras e Lingüística). Universidade Federal da Bahia, UFBA, 2011.
SANTOS, Tatiana Sena dos.. Lima Barreto, escritor panfletário. In: VII Congresso Baiano de Pesquisadorxs Negrxs, 2019, Salvador. Anais do VII Congresso Baiano de Pesquisadorxs Negrxs. Salvador: Segundo Selo, 2019. p. 223-233.
SANTOS, Tatiana Sena dos.. Papéis de gênero e vida pública em Numa e a Ninfa, de Lima Barreto. In: III Seminário Enlaçando Sexualidades, 2013, Salvador. Anais III Seminário Enlaçando Sexualidades. Salvador: Universidade Estadual da Bahia, 2013. p. 1-9.
SANTOS, Tatiana Sena dos.. Inventariando decepções: a devastação da guerra em Triste fim de Policarpo Quaresma. In: Literatura e Autoritarismo (UFSM), v. 8, p. 62-72, 2012.
SANTOS, Tatiana Sena dos.. Os supostos ressentimentos de Machado de Assis e Lima Barreto. In: Inventário (Universidade Federal da Bahia. Online), v. 8, p. 1-15, 2011.
SANTOS, Walter Mendes. O intertexto balzaquiano em Recordações do escrivão Isaías Caminha. (Tese Doutorado em Estudos Linguísticos, Literários e Tradulógicos em Francês). Universidade São Paulo, USP, 2012. Disponível no link. (acessado em 1.7.2021)
SANTOS, Walter Mendes dos.. A representação literária do jornal no universo romanesco barretiano. (Dissertação Mestrado em Literatura). Universidade de Brasília, UnB, Brasília/DF, 2007. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
SCHEFFEL, Marcos Vinicius. Do registro diário à criação em Lima Barreto: o processo ficcional em Recordações do Escrivão Isaías Caminha e a Vida e morte de M.J. Gonzaga de Sá. Joinville: Editora Letradágua, 2007.
SCHEFFEL, Marcos Vinícius. Estações de passagem da ficção de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2011. Disponível no link. (acessado em 27.6.2021). 
SCHEFFEL, Marcos Vinicius. Do registro diário à criação: o processo ficcional em recordações do escrivão Isaías Caminha e Vida e morte de M.J. Gonzaga de Sá. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal Santa Catarina, UFSC, Florianópolis, 2007. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
SCHEFFEL, Marcos Vinicius. Do registro diário à criação em Lima Barreto o processo ficcional em Recordações do Escrivão Isaías Caminha e Vida e Morte de M.J. Gonzaga de Sá. Joinville: Editora Letra d´água, 2007. v. 1000. 
SCHEFFEL, Marcos Vinicius. A Vida de Lima Barreto, de Francisco de Assis Barbosa e Lima Barreto: Triste Visionário, de Lilia Moritz Schwarcz. In: Revista Gragoatá (UFF), v. 23, p. 334-342, 2018. Disponível no link. (acessado em 5.7.2021).
SCHEFFEL, Marcos Vinicius. Amanuenses, escribas e outros burocratas na produção ficcional de Lima Barreto. In: XII ABRALIC, 2011, Curitiba/PR. Anais do XII Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada. Curitiba/PR: Editora da Abralic, 2011. v. 1. p. 1-11.
SCHEFFEL, Marcos Vinicius. Fronteiras de espaço e tempo em Vida e Morte de M.J. Gonzaga de Sá, de Lima Barreto. In: VI Congresso Internacional de Literatura Roa Bastos: Arquivos de Fronteira. Florianópolis - SC: UFSC, 2011. p. 1-10.
SCHEFFEL, Marcos Vinicius. Crônica e confissão: estações de passagem da ficção de Lima Barreto. In:  Literatura em debate (URI), v. 3, p. 90-100, 2009.
SCHEFFEL, Marcos Vinicius. Isaías Caminha: um narrador nos bastidores da notícia. In: Terra Roxa e Outras Terras, v. 15, p. 86-95, 2009.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Lima Barreto triste e visionário {biografia}.. [Capa Victor Burton]. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Nem preto nem branco, muito pelo contrário: cor e raça na sociabilidade brasileira. São Paulo: Editora Claro Enigma, 2012.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. O espetáculo das raças: cientistas, instituições e questão racial no Brasil (1870-1930). São Paulo: Companhia das Letras, 1993.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Lima Barreto e a escrita de si. In: Estudos Avançados, v. 33, p. 137-153, 2019. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
SCHWARCZ, Lilia Moritz; MACIEL, Paulo. O teatro brasileiro nas crônicas de Lima Barreto (1911-1921). In: Sala Preta (USP), v. 19, p. 64-85, 2019.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Lima Barreto e a Central do Brasil: uma linha simbólica a separar o subúrbio da capital. In: Ana Barone e Flavia Rios. (org.). Negros nas cidades brasileiras. 1ª ed.,São Paulo: Intermeios, 2018, v. 1, p. 179-218.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Da minha janela vejo o mundo passar: Lima Barreto, o centro e os subúrbios. In: Estudos Avançados, v. 31, p. 123-142, 2017.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Klaxon en polémica con Lima Barreto. In: Marcela Croce. (org.). História comparada las literaturas Argentina y brasilena. Tomo IV - De la vanguardia a la caída de los gobiernos populistas. 1ª ed., Villa Maria: Eduvim, 2017, v. IV, p. 39-83.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Ó Lima! Ó Lobato!. Cartas mostram as afinidades eletivas entre o homenageado da Flip e o editor paulista. In: Quatro cinco um - a revista dos livros / Folha de S. Paulo, 1 de julho de 2017. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
SCHWARCZ, Lilia Moritz. O retrato de Lima na capa: entre o silêncio e o ruído. In: Blog da Companhia, 26 de maio de 2017. Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
SCHWARCZ, Lilia Moritz. 13 de maio: “Liberdade, hoje é seu dia”. In: Blog da Companhia, 13 de maio de 2017.  Disponível no link. (acessado em 25.6.2021).
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Monteiro, Pedro Meira . Sérgio com Lima: um encontro inusitado em meio aos modernismos. In: Revista Brasileira de História (Impresso), v. 36, p. 1-22, 2016.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Lima Barreto and the Mimetic Experience: agency, literature and madness in Brazil's First Republic. In: Lamonte Aidoo; Daniel F. Silva. (Org.). Lima Barreto New Critical Perspectives. 1ª ed., Maryland: Lexington Books, 2013, v. 1, p. 61-82.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Lima Barreto e a experiência da mímesis: agência e loucura no Brasil da Primeira República. In: ABREU, Martha; DANTAS, Carolina Vianna; MATTOS, Hebe (org.). Histórias do Pós-abolição no Mundo Atlântico. vol. 1 - Identidades e projetos políticos. Niterói/RJ: Editora UFF, 2013. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
SCHWARCZ, Lilia Moritz. O homem da ficha antropométrica e do uniforme pandemônio: Lima Barreto e a internação de 1914. In: Sociologia & Antropologia, v. 1, p. 119-150, 2011. Disponível no link. (acessado em 11.7.2021).
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Ensaio crítico e introdução para Triste Fim de Policarpo Quaresma "Um romance em notas". In: BARRETO, Lima. Triste fim de Policarpo Quaresma. São Paulo: Pengion-Companhia, 2011, v. 1, p. 11-55.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. Lima Barreto: intérprete do Brasil pós-abolição. (vídeo). In: Pesquisa Fapesp, s/ data. Disponível no link. (acessado em 13.7.2021)
SENNA, Ana; BARBOSA, Maria de Fátima. Memória e racismo na narrativa de Lima Barreto. 1ª ed., Rio de Janeiro: E-papers, 2016.
SEVCENKO, Nicolau. Literatura como Missão – Tensões sociais e criação cultural na Primeira República. São Paulo: Brasiliense, 1983; São Paulo: Companhia das Letras, 2003. 
SEVCENKO, Nicolau. Biografia de Lima Barreto escrita em 1952 ganha novos prefácios. (Artigo online). Folha online. 4.1.2003. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão. 2ª ed., São Paulo: Brasiliense, 1985.
SILVA, Adriana Carvalho. O espaço carioca no olhar de Lima Barreto: um estudo da interação literatura-geografia. (Dissertação Mestrado em Geografia). Universidade Federal Fluminense, UFF, 2005.
SILVA, Adriana Carvalho. Diário de bordo das viagens de trem e bonde: os relatos de vivência da cidade e de construção do processo de escrita de Lima Barreto em Diário Íntimo. In: Revista Sapiência: sociedade, saberes e práticas educacionais, v. 9, p. 133-146, 2020. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021)
SILVA, Adriana Carvalho. A leitura urbana de Lima Barreto em Clara dos Anjos. In: Espaço e Cultura (UERJ), v. 25, p. 07-16, 2009. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
SILVA, Adriana Carvalho. Romance como representação: o Rio de Janeiro de Lima Barreto. In: Revista Tamoios (Online), v. 1, p. 1-14, 2008. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
SILVA, Ana Gabriella Ferreira da.. Representações do negro em Clara dos Anjos de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, UERN, Natal/RN, 2015. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
SILVA, Ari Denisson da.. Procedimentos de crítica à sociedade brasileira do início do século XX em "Triste fim de Policarpo Quaresma", de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras e Lingüística). Universidade Federal de Alagoas, UFAL, 2011.
SILVA, Ari Denisson da.. O Rio de Janeiro pelos olhos de Lima Barreto: a partir de uma leitura de Triste fim de Policarpo Quaresma. In: Leitura, v. 1, p. 109-133, 2012.
SILVA, Ari Denisson da; BRANDÃO, Gilda de Albuquerque Vilela. 'Triste fim de Policarpo Quaresma': caminhos e descaminhos de um projeto utópico. In: Afredo Cordiviola; Ildney Cavalcanti. (org.). Os retornos da utopia: histórias, imagens, experiências. 1ª ed., Maceió: EDUFAL, 2015, v. 1, pp. 113-134.
SILVA, Cinthia Mara Cecato da.. Questões acerca da identidade na nacional em Lima Barreto: discrepâncias entre a realidade e suas projeções. In: Contexto - Revista do programa de pós-graduação em letras,  v. 20, p. 425-451, 2011.  
SILVA, Cinthia Mara Cecato da.. Do vivido ao escrito: o testemunho de Lima Barreto em Diário do hospício e O cemitério dos vivos. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, 2017. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
SILVA, Cinthia Mara Cecato da.. Entre o pranto e a mofa, a pátria idolatrada em Triste fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto: sob a égide do arrivismo, a nação em seu rolar de Sísifo. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Vitória-ES, 2010. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
 SILVA, Cinthia Mara Cecato da.. A plataforma anticanônica na literatura de Lima Barreto: embates entre o isomorfo e o plural. In: Deneval Siqueira de Azevedo Filho. (org.). Por um (im)possível (anti)cânone contemporâneo: literatura, artes plásticas, pintura, música e cinema. 1ª ed., São Paulo: Arte & Ciência, 2014, v. 1, p. 51-74.
SILVA, Cinthia Mara Cecato da.. As possibilidades do diálogo histórico-ficcional em Lima Barreto. In: XII Congresso de Estudos Literários, 2011, Vitória. Leitor, leitora: literatura, recepção e gênero. vitória: Edufes, 2011. v. 1. p. 182-186.
SILVA, Cinthia Mara Cecato da.. Lima Barreto no entre-lugar da ficção: reminiscências entre autor e obra. In: XIII Congresso de Estudos Literários, 2012, Vitória. Que autor sou eu? Deslocamentos, experiências, fronteiras. Vitória: PPGL, 2011. v. 1. p. 181-190.
SILVA, Cinthia Mara Cecato da.. Ressonância cultural no texto barretiano: o bovarismo e os matizes identitários do Brasil em Triste fim de Policarpo Quaresma. In: XV Congresso de Estudos Literários - UFES, 2013, Vitória. Literatura e voz subalterna - Anais. Vitória: GM: Gráfica e Editora, 2013. v. 1. p. 605-614.
SILVA, Cinthia Mara Cecato da.. Lima Barreto na rota de colisão: rupturas e violações do literários e suas projeções no contemporâneo. In: Contexto - Revista do programa de pós-graduação em letras, v. Semestral, p. 423-444, 2015.
SILVA, Cinthia Mara Cecato da.. O mito cerventino eridido e as quimeras de Policarpo Quaresma: possíveis interseções literárias. In: Contexto - Revista do programa de pós-graduação em letras, v. 29, p. 6-23, 2016.
SILVA, Cinthia Mara Cecato da; SALGUEIRO, Wilberth Claython Ferreira. O hospício de outrora sob o juízo de Lima Barreto. In: Contexto - Revista do programa de pós-graduação em letras, v. 1, p. 290-319, 2018.
SILVA, Hélcio Pereira da. Lima Barreto Escritor Maldito. São Paulo: Editora Brasiliense, 1974; Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2ª. ed., 1981; São Paulo: Martins Fontes, 1982. 
SILVA, João Gonçalves Ferreira Christófaro. Pequenas, grandes, mínimas idéias: a construção da imagem do escritor nos diários de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Estudos Literários). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, 2013. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
SILVA, João Gonçalves Ferreira Christófaro. Deslocamentos: a construção da imagem do escritor nos diários de Lima Barreto. In: RIBEIRO, A.; PADILHA; F.; LEITE, L.. (org.). Que autor sou eu? Deslocamentos, experiências, fronteiras. 1ª ed., Vitória: PPGL, 2012, v. 1, p. 250-259.
SILVA, João Gonçalves Ferreira Christófaro. O diplomata e o exilado: Joaquim Nabuco e Lima Barreto em trânsito. In: XV ABRALIC - experiências literárias, textualidade contemporâneas, 2016, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos do XV encontro ABRALIC. Rio de Janeiro: Dialogarts Publicações, 2016. p. 2337-2346.
SILVA, João Gonçalves Ferreira Christófaro. Lima Barreto, personagem. In: IV Seminário Nacional Literatura e Cultura, 2012, São Cristóvão. Anais Eletrônicos do IV Seminário Nacional Literatura e Cultura. São Cristóvão/SE: GELIC/UFS, 2012. v. 4. p. 1-13.
SILVA, Jomar Ricardo da.. A educação da mulher em Lima Barreto. 1ª ed., Campina Grande - PB: EDUEPB, 2010.
SILVA, Jomar Ricardo da.. A educação da mulher em Lima Barreto. (Tese Doutorado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Natal/RN, 2007. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
SILVA, Jomar Ricardo da.. História, memória e Literatura em Lima Barreto. In: Jomar Ricardo da silva. (Org.). Os intelectuais brasileiros e o pensamento social brasileiro. 1ª ed., Jundiaí: Paco Editorial, 2020, v. 83, p. 39-57.
SILVA, Jomar Ricardo da.. Infância e memória em Lima Barreto. In: Hélvio Alexandre Mariano. (Org.). Infância e seus lugares: um olhar multidisciplinar. 1ª ed., Jundiaí: Paco Editorial, 2018, v. 47, p. 227-248.
SILVA, Jomar Ricardo da.. De casa para a escola: educação e gênero em Lima Barreto. In: Ricardo André Ferreira Martins. (Org.). Literatura e vida social. 1ª ed., Jundiaí: Paco editorial, 2018, v. 48, p. 151-170.
SILVA, Jomar Ricardo da.. Dom José Maria Pires e Lima Barreto: um cotejo sobre as religiões afro-brasileiras. In: Diogo Roiz; Jonas Rafael dos Santos. (org.). As leis na escola: Experiências com a implementação das leis n. 10.639/03 e n. 11.645/08 em sala de aula. 1ª ed., Jundiaí: Paco Editorial, 2018, v. 56, p. 59-73.
SILVA, Jomar Ricardo da; MORAIS, Maria Arisnete Câmara de.. A missão do intelectual na obra Triste fim de Policarpo Quaresma de Lima Barreto. In: Jomar Ricardo da Silva. (Org.). Os intelectuais brasileiros e a realidade social. 1ª ed., Jundiaí: Paco Editorial, 2019, v. 64, p. 161-177.
SILVA, Jomar Ricardo da; MORAIS, Maria Arisnete Câmara de.. A representação do intelectual na obra de Lima Barreto. In: Fênix (UFU. Online), v. 13, p. 1-17, 2016.
SILVA, Jorge Augusto de Jesus. O modernismo negro: amefricanidade, oralitura e continnum em Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura e Cultura). Universidade Federal da Bahia, UFBA, 2020.
SILVA, Jorge Augusto de Jesus. O devir negro na literatura brasileira: notas sobre a oralidade em Lima Barreto. In: Fólio - Revista de Letras, v. 2, pp. 1-22, 2018.
SILVA, Jorge Augusto de Jesus. Anotações esparsas sobre literatura e método: o caso Lima Barreto. In: Ana Lúcia Silva Souza; Denise Carrascosa; Henrique Freitas; Jorge Augusto; Maria Dolores Sozin Rodrigues; Silvana Carvalho da Fonseca. (orgs.). Rasuras Epistêmicas das (est)éticas negras contemporâneas. 1ª ed., Salvador: organismo / Grupo Rasuras, 2020, v. 1, pp. 125-135.
SILVA, José Raimundo Gonçalves da.. Lima Barreto e Paulo Freire: O Protagonismo do Oprimido. (Dissertação Mestrado em Educação). Universidade Nove de Julho, UNINOVE, 2014. Disponível no link. (acessado em 8.7.2021).
SILVA, Jules Ventura. Lima Barreto, entre rumores e imagens: a circulação social da obra Recordações do Escrivão Isaias Caminha. (Dissertação Mestrado em Sociologia). Universidade Federal do Paraná, UFPR, 2016. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
SILVA. Letícia Braz da.. Arte, mercadoria e romance: o autoquestionamento literário em três autores da moderna ficção brasileira (Lima Barreto, Cyro dos Anjos e Rubem Fonseca).. (Tese Doutorado em Literatura). Universidade de Brasília, UnB, 2019. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
SILVA. Letícia Braz da; BERGAMO, Edvaldo Aparecido. O tempo dos favores em Recordações do escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto. In: Anais do II Congresso Internacional Línguas, Culturas e Literaturas em Diálogo: identidade silenciadas. Brasília: IFB, 2018. p. 1753-1761.
SILVA, Luiz (Cuti)Lima Barreto. [coord., da coleção Vera Lúcia Benedito]. Coleção 'Retratos do Brasil Negro'. Editora Selo Negro, 2011.
SILVA, Luiz (Cuti). A consciência do impacto nas obras de Cruz e Sousa e de Lima Barreto. [coord., da coleção Nilma Lino Gomes]. Coleção 'Cultura negra e identidade'. Editora Autêntica, 2009.
SILVA, Luiz. A consciência do impacto nas obras de Cruz e Sousa e de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, 2005. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
SILVA, Marcos Antônio da.. Humor e política na imprensa: os olhos de Zé Povo (Fon-Fon, 1907/1910).. (Dissertação Mestrado). Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, 1981.
SILVA, Marco Gomes da.. Afonso Henriques de Lima Barreto. In: Rector, Monica; Clark, Fred. (org.). Dictionary of Literary Biography - Brazilian Writers. 1ª ed., Columbia, SC: Bruccoli Clark Layman, 2005, v. 1, p. 212-217.
SILVA, Marcos Renan Praciano da.. Entre a história e a literatura - Lima Barreto: narrativas sobre a pobreza nas primeiras décadas do Brasil República (1900-1922).. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal do Ceará, UFC, 2018. Disponível no link. (acessado em 22. 6. 2021).
SILVA, Maria Augusta de Almeida. O ufanismo em Triste fim de Policarpo Quaresma. (Dissertação Mestrado). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC/MG, Belo Horizonte, 1994.
SILVA, Maurício. A Hélade e o subúrbio: confrontos literários na Belle Époque carioca. São Paulo: EDUSP, 2006.
SILVA, Maurício. O espírito antiacadêmico: Lima Barreto e a Academia Brasileira de Letras. In: Estudos Humanidades, Goiás: UCG, v. 32, nº 6, pp. 101-110, junho/2005.
SILVA, Mauricio. Marginalidade literária em Lima Barreto. In: Mimesis, Bauru: v. 16, nº 1, pp. 113-122, 1995. 
SILVA, Pedro Santos da.. Afonso Henriques de Lima Barreto e o Mito da Identidade Nacional. Clube de Autores, 2014.
SILVA, Pedro Santos da.. Afonso Henriques de Lima Barreto e o mito da identidade nacional. (Dissertação Mestrado em Literatura e Crítica Literária) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC SP,  2007. Disponível no link. (acessado em 21. 6. 2021).
SILVA, Quesia Ferreira da.. Lima Barreto e seu duplo provável em Recordações do escrivão Isaías Caminha (Dissertação Mestrado em Estudos Literários). Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Uberlândia-MG, 2017. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
SILVA, Raphael Frederico Acioli Moreira da.. A "moléstia da cor": a construção da identidade social de Lima Barreto (1881–1922).. (Dissertação Mestrado). Universidade de Campinas, UNICAMP, Campinas-SP, 2002. Disponível no link. (acessado em 22.6.2021).
SILVA, Sebastião Lindoberg da.. Morro do Castelo, uma ferida narcísica os subterrâneos da alma carioca em Lima Barreto. In: XV - Congresso Internacional - Abralic, s/data. Disponível no link. (acessado em 1.7.2021).
SILVEIRA, Cristiane da.. O alvorecer da República sobre o olhar interpretativo de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em História). Universidade Federal de Uberlândia, UFU, 2004.
SILVEIRA, Cristiane da.. Às margens da história: o projeto político-literário de Lima Barreto. In: Olhares & Trilhas (UFU), v. 9, p. 19-30, 2008.
SILVEIRA, Cristiane da.. Entre a História e a Literatura: a identidade nacional em Lima Barreto. In: História. Questões e Debates, v. 44, p. 53-60, 2006.
SILVEIRA, Cristiane da.. Imagens Urbanas: Lima Barreto e o discurso da modernidade e democracia. In: Cadernos de Pesquisa do CDHIS, v. 33, p. 181-196, 2005.
SILVEIRA, Cristiane da.. A república e a constituição da modernidade nos escritos de Lima Barreto. In: Cadernos da FUCAMP, Monte Carmelo-MG, p. 83-98, 2002.
SILVEIRA, Cristiano de.. Entre a História e a Literatura: a identidade nacional em Lima Barreto. In: História: Questões e Debates. Curitiba: Editora UFPR, nº 44, pp. 115-146, 2006.
SILVEIRA, Marília Gonçalves Borges. Stultifera Polis: uma Leitura de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Estudos da Linguagem). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, 1998.
SIQUEIRA, Marina Gonzaga de.. Lima Barreto – a proposta literária, social e política do cronista. (Dissertação Mestrado em Literatura). Universidade de Brasília, UnB, Brasília/DF, 2005. 
SOARES, José Wellington Dias. Aspectos do Cotidiano e as Práticas Culturais: um Recorte em Machado de Assis e Lima Barreto. (Tese Doutorado em História). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Belo Horizonte, 2015. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
SOARES, José Wellington Dias. Paisagem e Escritura no Espaço Romanesco de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras). Universidade Federal do Ceará, UFC, Fortaleza, 2004.
SOARES, José Wellington Dias. Lima Barreto: Entre a ficção e a história. 1ª ed., Fortaleza: Edições Demócrito Rocha, 2007. v. 1000.
SOARES, José Wellington Dias. A representação do ser social em Isaías Caminha. In: Revista Convergência Crítica, v. 2, n. 4, 2014. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
SODRÉ, Nelson Werneck. História da Literatura Brasileira: seus fundamentos econômicos. Coleção Vera Cruz (Literatura Brasileira). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1938.
SODRÉ, Nelson Werneck. História da imprensa no Brasil. 4ª ed., Rio de Janeiro: Mauad, 1999.
SOUSA, Fábio D´Abadia de.. O negro no universo literário de Lima Barreto. (Dissertação Mestrado em Letras e Linguística). Universidade Federal de Goiás, UFG, 2000.
SOUSA, Fábio D´Abadia de.. O Negro no Universo Literário de Lima Barreto. In: Signótica, Goiânia, v. 11, pp. 187-188, 1999. 
SOUZA, Claudia Moraes de; MACHADO, Ana Claudia. Movimentos sociais no Brasil contemporâneo. São Paulo: Edições Loyola, 1997.
SOUZA, Elaine Brito. Lima Barreto e a memorialística: sujeito e autobiografia em crise. (Tese Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 2016. Disponível no link. (acessado em 7.7.2021).
SOUZA, Worney Almeida de.. Lima Barreto socialista. 'Ensaios'. Coleção 'Histórias não contadas'. Editora Autonomia Literária, 2021.
SUPPIA, Alfredo Luiz Paes de Oliveira. Letras animadas - uma análise das relações entre cinema e literatura, em dois momentos de Policarpo Quaresma. In: Argumento, Ano III - nº 5 - Abril/2001. 
SÜSSEKIND, Flora. Cinematógrafo de letras: literatura, técnica e modernização no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.
TAUYR, Emanuel Pedro. A farsa da República. In: Diário da Região, 10 de novembro de 2017. Disponível no link. (acessado em 4.7.2021).
TAVARES, Braulio. "Clara dos Anjos" (Lima Barreto). In: Mundo Fantasmo, 8.8.2014. Disponível no link. (acessado em 28.6.2021).
TAVARES, Braulio. Os checkpoints da vida. {Cita Lima Barreto}. In: Mundo Fantasmo, 22.1.2017. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
TEIXEIRA, Rafael. Crítica: Lima Barreto, ao Terceiro Dia. In: Veja Rio, 25.2.2017. Disponível no link. (acessado em 26.6.2021).
TINHORÃO, José Ramos. Os romances em folhetins no Brasil. 1830 à atualidade. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1994.
THOMAZ, Danilo. Lima Barreto: conheça a vida e a obra do escritor. In: Guia do Estudante, 13 de maio de 2021. Disponível no link. (acessado em 9.7.2021) 
THOMPSON, Edward. A miséria da teoria: um planetário de erros. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.
TORRES, Antônio. O sr. Lima Barreto, romancista. In: A Notícia - Rio de Janeiro, 27.7.1916.
TRAGANTE, Cinthia Aparecida. Rio em obras: habitação e urbanismo em Machado de Assis e Lima Barreto. (Dissertação Mestrado  em Arquitetura e Urbanismo). Universidade de São Paulo, USP, 2014. Disponível no link. (acessado em 6.7.2021).
TRAGANTE, Cinthia Aparecida. A habitação na literatura: as casas nos romances de Machado de Assis e de Lima Barreto. In: Risco - Revista de Pesquisa em Arquitetura e Urbanismo (on line), v. 16, p. 10-21, 2018.
TRAGANTE, Cinthia Aparecida. Discursos e percepções urbanas na literatura: Machado e Lima. In: Anais Comunicações do 13.º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural. Passo Fundo-RS: Editora Universidade de Passo Fundo, 2015. p. 213-220.
VALLE, Fernando do.. Diretamente da Bruzundanga de Lima Barreto. In: Zona Curva, 5 de novembro de 2015. Disponível no link. (acessado em 28.6.2021).
WALLER, Eliane. Elementos da razão turva em crônicas da Belle Époque: percepção, choque e técnica na literatura de João do Rio e Lima Barreto. (Tese Doutorado em Teoria da Literatura e Literatura comparada). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, 2021.
VASCONCELLOS, Eliane. Entre a agulha e a caneta: a mulher na obra de Lima Barreto. Rio de Janeiro: Lacerda Editores, 1999.
VASCONCELLOS, Eliane. Entre a agulha e a caneta: uma leitura da obra de Lima Barreto. (Tese Doutorado em Literatura Brasileira). Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, 1990.
VASCONCELLOS, Eliane. A mulher na obra de Lima barreto. In: Letícia Malard. (Org.). Triste fim de Policarpo e Quaresma. 1ª ed., Belo Horizonte: Autêntica, 2012, v. , p. 265-275.
VASCONCELLOS, Eliane. Uma das utopias de Lima Barreto. In: Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 33, n.1, p. 147-158, 1998.
VASCONCELLOS, Eliane. A mulher na obra de Lima Barreto. In: Travessia, Florianópolis, v. 25, n.25, p. 70-79, 1992.
VASCONCELLOS, Eliane. Lima Barreto: misógino ou feminista? Uma leitura de suas crônicas. In: 
VASCONCELLOS, Eliane. Lima Barreto: misógino ou feminista? Uma leitura de suas crônicas. In: CÂNDIDO, Antonio et alii. (Org.). A Crônica: o gênero, sua fixação e suas transformações no Brasil. 1ª ed., Campinas: Campinas: Unicamp; Rio de Janeiro: FCRB, 1992, v. 1, p. 255-270.
VELLOSO, Mônica Pimenta. Modernismo no Rio de Janeiro: turunas e quixotes. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 1996. 
VELLOSO, Mônica Pimenta. As tradições populares na Belle Époque carioca. Rio de Janeiro: Funarte, 1988. 
VENTURA, Roberto. Estilo tropical: história cultural e polêmicas literárias no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
VERANI, Ana Carolina. O triste fim de Lima Barreto: literatura, loucura e sociedade no Brasil da Belle Époque. (Tese Doutorado em Literatura). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUCRIO, 2003.  Disponível no link. (acessado em 28.6.2021).
VERÍSSIMO, José. Recordações do Escrivão Isaías Caminha. In: Jornal do Comércio, Rio de Janeiro, 9 de dezembro de 1907.
VILLA, Marco Antônio. O nascimento da República no Brasil. São Paulo: Ática, 1997.
VILLAÇA, Pablo. Policarpo Quaresma, Herói do Brasil (Dirigido por Paulo Thiago). In: Cinema em Cena, 21 de Maio de 1998. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
VITAL, Selma Regina Solera. Lima Barreto: from the margin of the margin. In: Cincinnati Romance Review, v. 23, pp. 183-195, 2004.
WASSERMAN, Renata. The Press in Novels: Credit, Power, and Mobility in William D. Howells's Modern Instance and Lima Barreto's Recordações do Escrivão Isaías Caminha.  In: Comparative Literature Studies, v. 48, n. 1, p. 44-63, 2011.
WEISSOVÁ, Lada. Lima Barreto, Afonso Heriques Smutný konec Policarpa Quaresmy (resenha). In: ILiteratura.cz, 4. 2. 2019. Disponível no link. (acessado em 2.7.2021).
WOOD, David. Futebol, Literatura, Brasil, Década de 1920, Copa do Mundo de 1938. In: Revista Estudos Históricos, FGV-CPDOC, vol. 32 nº 68, 2019. Disponível no link. (acessado em 27.7.2021).
YRAGO, X. Landeira. Lima Barreto ou " Isaías Caminha". In: Grial, v. 4, n. 12, p. 206-212, 1966.
ZARFEG, A.. Lima Barreto e a alma carioca. In: Germina Literatura, dezembro/2017. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
ZENI, Bruno. Bebendo com Lima Barreto. In: Folha de S. Paulo, 1.7.2017; ; republicado em Quatrocincoum. Disponível no link. (acessado em 21.6.2021).
ZH"Lima Barreto tinha um arrojo muito moderno", diz a biógrafa Lilia Moritz Schwarcz. In: Zero Hora, 4.7.2017. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
ZILLY, Berthold. Lima Barreto e a cultura nacional. [tradução Simone Mello].  In: Gramsci e o Brasil / Acessa  mais comunicação, abril, 2006. Disponível no link. (acessado em 24.6.2021).
-----------
** Ilustrações (desenhos e caricaturas) do subtítulo: (1) Lima Barreto, por Capilé; (2) Lima Barreto (autoria não identificada); (3) Lima Barreto, por Cavalcante; (4) Lima Barreto, por Alexandre Rampazo; (5) Lima Barreto, por Thales Gaspari.


"E assim se faz a vida, com desalentos e esperanças, com recordações e saudades, com tolices e coisas sensatas, com baixezas e grandezas, à espera da morte, da doce morte, padroeira dos aflitos e desesperados..."
- Lima Barreto, da crônica "Maio", no livro 'Crônicas escolhidas'. Lima Barreto. São Paulo: Publifolha; Ática, 1995. {publicada na Gazeta da Tarde, em 4.5.1911}.

Lima Barreto homenageado na Rua Vilela Tavares, no Méier - Rio de Janeiro . Arte de @cazearte - 
Projeto Negro Muro, produtor @pedrograjao (2018) . infelizmente destruído pelos proprietários do espaço

EXCERTOS E AFORISMOS ESCOLHIDOS DA OBRA DE LIMA BARRETO 

- os excertos e aforismos não estão necessariamente em ordem cronológica de cada obra - 

De "Triste fim de Policarpo Quaresma"

"Esse encerramento em si mesmo deu-lhe não sei que ar de estranho a tudo, às competições, às ambições, pois nada dessas coisas que fazem os ódios e as lutas tinha entrado no seu temperamento. Desinteressado de dinheiro, de glória e posição, vivendo numa reserva de sonho, adquirira a candura e a pureza d’alma que vão habitar esses homens de uma ideia fixa, os grandes estudiosos, os sábios, e os inventores, gente que fica mais terna, mais ingênua, mais inocente que as donzelas das poesias de outras épocas. É raro encontrar homens assim, mas os que há e, quando se os encontra mesmo tocados de um grão de loucura, a gente sente mais simpatia pela nossa espécie, mais orgulho de ser homem e mais esperança na felicidade da raça." 
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma". Ática, 2002.


"Quem uma vez esteve diante deste enigma indecifrável da nossa própria natureza, fica amedrontado, sentindo que o gérmen daquilo está depositado em nós e que por qualquer coisa ele nos invade, nos toma, nos esmaga e nos sepulta numa desesperadora compreensão inversa e absurda de nós mesmos, dos outros e do mundo. Cada louco traz em si o seu mundo e para ele não há mais semelhantes: o que foi antes da loucura é outro muito outro do que ele vem a ser após. E essa mudança, não começa, não se sente quando começa e quase nunca acaba."
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma". Ática, 2002.


"E enfim? A loucura declarada, a torva e irônica loucura que nos tira a nossa alma e põe uma outra, que nos rebaixa... Enfim, a loucura declarada, a exaltação do eu, a mania de não sair, de se dizer perseguido, de imaginar como inimigos, os amigos, os melhores. Como fora doloroso aquilo!"
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma". Ática, 2002.


"- É verdade, minha filha. Que magnífica idéia, tens tu! Há por ai tantas terras férteis sem emprego... A nossa terra tem os terrenos mais férteis do mundo... O milho pode dar até duas colheitas e quatrocentos por um..."
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma". Brasiliense, 1956.


"A Pátria que quisera ter era um mito; era um fantasma criado por ele no silêncio de seu gabinete. Nem a física nem a intelectual nem a política que julgava existir havia."
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma". Brasiliense, 1956.



"Mas, como é que ele tão sereno, tão lúcido, empregara sua vida, gastara o seu tempo, envelhecera atrás de tal quimera? Como é que não viu nitidamente a realidade, não a pressentiu logo e se deixou enganar por um falaz ídolo, absorver-se nele, dar-lhe em holocausto toda a sua existência? Foi o seu isolamento, o seu esquecimento de si mesmo; e assim é que ia para a cova, sem deixar traço seu, sem um filho, sem um amor, sem um beijo mais quente, sem nenhum mesmo, e sem sequer uma asneira!"
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma". Brasiliense, 1956.


"Brancos, pretos, mulatos, caboclos, gente de todas as cores e de todos os sentimentos, gente que se tinha metido em tal aventura pelo hábito de obedecer, gente inteiramente estranha à questão em debate, gente arrancada à força aos lares ou à calaçaria das ruas, pequeninos, tenros, ou que se haviam alistado por miséria; gente ignara, simples, às vezes cruel e perversa como crianças inconscientes; às vezes, boa e dócil como um cordeiro, mas enfim gente sem responsabilidade, sem anseio político, sem vontade própria…"
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma". Penguin - Companhia das Letras, 2011.


"Havia simples marinheiros; havia inferiores; havia escreventes e operários de bordo. Brancos, pretos, mulatos, caboclos, gente de todas as cores e todos os sentimentos, gente que se tinha metido em tal aventura pelo hábito de obedecer."
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma". Penguin - Companhia das Letras, 2011.


"De todas as coisas tristes de ver, no mundo, a mais triste é a loucura; é a mais depressora e pungente."
- Lima Barreto, no livro "Triste fim de Policarpo Quaresma".  Penguin - Companhia das Letras, 2011.

***

De "Recordações do escrivão Isaías Caminha"

"Se eu pudesse […] se me fosse dado ter o dom completo de escritor, eu havia de ser assim um Rousseau, ao meu jeito, pregando à massa um ideal de vigor, de violência, de força, de coragem calculada, que lhe corrigisse a bondade e a doçura deprimente."
- Lima Barreto, no livro "Recordações do escrivão Isaías Caminha".  Penguin - Companhia das Letras, 2010.


"Escrevendo estas linhas, com que saudade me não recordo desse heroico anseio dos meus dezoito anos esmagados e pisados! Hoje!… É noite. Descanso a pena." 
- Lima Barreto, no livro "Recordações do escrivão Isaías Caminha".  Penguin - Companhia das Letras, 2010.


"Passou-me pela memória a anedota mitológica que ele evoca. Representou-se-me a luta daqueles heróis com os deuses, a sua teimosia em escalar o céu, a energia que puseram em tão insensata empresa ... Vi o quadro com todas as cores e com todas as figuras ... Abalei-me de emoção; achei nessa atitude uma estranha grandeza, não sei que fulgurante beleza que me tornou logo interiormente alegre — tanto é verdade dizer-se que a beleza é uma promessa de felicidade!"
- Lima Barreto, no livro "Recordações do escrivão Isaías Caminha". Penguin - Companhia das Letras, 2010.


***

De "Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá"

"O arruamento do subúrbio é delirante. Uma rua começa larga, ampla, reta; vamos-lhe seguindo o alinhamento, satisfeitos, a imaginar os grandes palácios que a bordarão daqui a anos; de repente, estrangula-se, bifurca-se…"
- Lima Barreto,  no livro "Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá". Brasiliense, 1956.


"Para se compreender bem um homem não se procure saber como oficialmente viveu. É saber como ele morreu; como ele teve o doce prazer de abraçar a Morte e como Ela o abraçou."
- Lima Barreto, do livro "Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá", na 'Obra reunida'. Nova Fronteira, 2018.


"Saturei-me daquela melancolia tangível, que é o sentimento primordial da minha cidade. Vivo nela e ela vive em mim!"
- Lima Barreto, do livro "Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá", na 'Obra reunida'. Nova Fronteira, 2018.


"Logo me recordei, porém, dos meus autores — de Taine, de Renan, de M. Barrès, de France, de Swift, e Flaubert — todos de lá, mais ou menos da terra daquela gente! Lembrei-me gratamente de que alguns deles me deram a sagrada sabedoria de me conhecer a mim mesmo, de poder assistir ao raro espetáculo das minhas emoções e dos meus pensamentos."
- Lima Barreto, do livro "Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá", na 'Obra reunida'. Nova Fronteira, 2018.


"... queria dizer que o Acaso, mais do que outro qualquer Deus, é capaz de perturbar imprevistamente os mais sábios planos que tenhamos traçado e zombar da nossa ciência e da nossa vontade. E o Acaso não tem predileções ..."
- Lima Barreto, do livro "Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá", na 'Obra reunida'. Nova Fronteira, 2018.


***

De "Clara dos Anjos"

"O verdadeiro estado amoroso supõe um estado de semiloucura correspondente, de obsessão, determinando uma desordem emocional que vai da mais intensa alegria até a mais cruciante dor, que dá entusiasmo e abatimento, que encoraja e entibia; que faz esperar e desesperar, isto tudo, quase a um tempo, sem que a causa mude de qualquer forma. Em Cassi, nunca se dava isso. Escolhida a vítima de sua concupiscência, se, de antemão, já não as sabia, procurava inteirar-se da situação dos pais, das suas posses e das suas relações."
- Lima Barreto, em "Clara dos Anjos", vol. 1. Obra Reunida. Lima Barreto. Nova Fronteira, 2018.


"É próprio do nosso pequeno povo fazer uma extravagante amálgama de religiões e crenças de toda sorte, e socorrer-se desta ou daquela, conforme os transes e as momentâneas agruras de sua existência. Se se trata de afastar atrasos de vida, apela para a feitiçaria; se se trata de curar uma moléstia tenaz e renitente, procura o espírita; mas não falem à nossa gente humilde em deixar de batizar o filho pelo sacerdote católico, porque não há, dentre ela, quem não se zangue: ‘Está doido! Meu filho ficar pagão! Deus me defenda!'"
- Lima Barreto, em "Clara dos Anjos", vol. 1. Obra Reunida. Lima Barreto. Nova Fronteira, 2018.


"Por esse intrincado labirinto de ruas e bibocas é que vive uma grande parte da população da cidade, a cuja existência o governo fecha os olhos, embora lhe cobre atrozes impostos, empregados em obras inúteis e suntuárias noutros pontos do Rio de Janeiro."
- Lima Barreto, no livro "Clara dos Anjos". Brasiliense, 1956.

***

De "Numa e a ninfa"

"Desde menino, sentira bem que era preciso não perder de vista a submissão aos grandes do dia, adquirir distinções rápidas, formaturas, cargos, títulos, de forma a ir se extremando bem etiquetado, doutor, sócio de qualquer instituto, acadêmico ou coisa que o valha, da massa anônima. Era preciso ficar bem endossado, ceder sempre às ideias e aos preconceitos atuais. […] Era preciso dominar e, na sua espessa mediocridade, esse desejo guiava todos os sentimentos e matava outra qualquer veleidade mais nobre."
- Lima Barreto, no livro "Numa e a ninfa". Penguin - Companhia das Letras, 2017.

***

De "Os Bruzundangas"

"A política não é aí uma grande cogitação de guiar os nossos destinos; porém, uma vulgar especulação de cargos e propinas."
- Lima Barreto, no livro "Os Bruzundangas". Brasiliense, 1956.


"Os maiores ladrões são os que têm por ofício livrar-nos de outros ladrões."
-  Lima Barreto, no livro "Os Bruzundangas". Brasiliense, 1956.

***


De "Diário Íntimo"

"Viver é acumular intuições e noções, que vão formar um cabedal pessoal e intransmissível. É construir uma sabedoria individual; é, de alguma forma, decifrar o magno problema, pois só o lento evolver na vida nos fornece a verdadeira percepção dela mesma e a sua representação, cuja passagem a outrem é impossível."
-  Lima Barreto, no livro "Diário íntimo". Brasiliense, 1956.


"É de tarde, chove, embora assim olho a janela, para ver se dou no céu com um pouco daqueles seus olhos de azul límpido, com aquele seu sorriso de florescimento da natureza... É feia a tarde, névoa cerrada, moinha de carvão no ar..."
-  Lima Barreto, no livro "Diário íntimo". Brasiliense, 1956.


"É notório que aos governos da República do Brasil faltam duas qualidades essenciais a governos: majestade e dignidade."
-  Lima Barreto, no livro "Diário íntimo". Brasiliense, 1956.


"Desgraçado nascimento tive eu! Cheio de aptidões, de boas qualidades, de grandes e poderosos defeitos, vou morrer sem nada ter feito." 
-  Lima Barreto, no livro "Diário íntimo". Brasiliense, 1956.

***

De "Diário do hospício/ O cemitério dos vivos"

"Houve quem perguntasse: bebemos porque já somos loucos ou ficamos loucos porque bebemos?" 
- Lima Barreto, do "Diário do hospício", no livro "Diário do hospício/ O cemitério dos vivos". Penguin - Companhia das Letras, 2017.


"O que me roía era o silêncio, era calar, esconder o que eu tinha de mais eu mesmo na minha vida."
- Lima Barreto, do "O cemitério dos vivos", no livro "Diário do hospício/ O cemitério dos vivos". Penguin - Companhia das Letras, 2017.


"O negro é a cor mais cortante." 
- Lima Barreto, do "O cemitério dos vivos", no livro "Diário do hospício/ O cemitério dos vivos". Penguin - Companhia das Letras, 2017.


***

De "contos, crônicas e outros textos"

"A covardia mental e moral do Brasil não permite movimentos de independência; ela só quer acompanhadores de procissão, que só visam lucros ou salários nos pareceres. Não há, entre nós, campo para as grandes batalhas de espírito e inteligência. Tudo aqui é feito com o dinheiro e os títulos. A agitação de uma idéia não repercute na massa e quando esta sabe que se trata de contrariar uma pessoa poderosa, trata o agitador de louco. Estou cansado de dizer que os malucos foram os reformadores do mundo."
- Lima Barreto, da crônica "Elogio da morte". [19.10.1918], no livro "Marginália: artigos e crônicas". Brasiliense, 1956.


"A República no Brasil é o regime da corrução. Todas as opiniões devem, por esta ou aquela paga, ser estabelecidas pelos poderosos do dia. Ninguém admite que se divirja deles e, para que não haja divergências, há a "verba secreta", os reservados deste ou daquele Ministério e os empreguinhos que os medíocres não sabem conquistar por si e com independência. [...] Ninguém quer discutir; ninguém quer agitar idéias; ninguém quer dar a emoção íntima que tem da vida e das coisas. [...] o Brasil é uma vasta 'comilança'."
- Lima Barreto, da crônica "A política republicana". [A.B.C., 19.10.1918], no livro "Marginália: artigos e crônicas". Brasiliense, 1956.


"A minha alma é de bandido tímido, quando vejo desses monumentos, olho-os, talvez, um pouco, como um burro; mas, por cima de tudo, como uma pessoa que se estarrece de admiração diante de suntuosidades desnecessárias."
- Lima Barreto, da crônica "A Biblioteca". ['Correio da Noite'. 13.1.1915], no livro "Lima Barreto: cronista do Rio". Autêntica Editora; Fundação Biblioteca Nacional, 2017.


"A nossa burguesia republicana é a mais inepta de todas as burguesias. Não tem gosto, não tem arte, não possui o mais elementar sentimento da natureza. Há nela pressa em tudo: no galgar posições, no construir, no amor, no ganhar dinheiro, etc. Vai, nessa carreira, atropelando, vai matando, vai empurrando tudo e todos; e, como não tenha educação, cultura e instrução, quando se apossa do dinheiro, ganho bem ou mal, não sabe refletir como aplicá-lo, num gesto próprio e seu; então, intimida o idiota que procura em comprar o que for caro, porque será decerto o mais belo."
- Lima Barreto, na crônica "O Jardim Botânico e as suas palmeiras". ('Tudo' | 26.6.2019), no livro "Lima Barreto: cronista do Rio". Autêntica Editora; Fundação Biblioteca Nacional, 2017.


"A Morte não é o maior mal. Todos sabem disso. […] Vendo tudo isto, esses enterros em que há coisas tão cômicas, fico a pensar se é a Vida que faz a Morte, ou esta que faz aquela." 
- Lima Barreto, da crônica "Os enterros de Inhaúma" [Careta, 26.8.1922], no livro "Lima Barreto: cronista do Rio". Autêntica Editora; Fundação Biblioteca Nacional, 2017.


"O brasileiro é vaidoso e guloso de títulos ocos e honrarias chocas. O seu ideal é ter distinções de anéis, de veneras, de condecorações, andar cheio de dourados." 
- Lima Barreto, "A estação". [Gazeta de Notícias, 6.10.1921], no livro "Lima Barreto: cronista do Rio". Autêntica Editora; Fundação Biblioteca Nacional, 2017.


"— Esquecia-me... Houve engano. É! Foi bom você falar. Essa alma é a de um negro. Vai pro purgatório."
- Lima Barreto, do conto "O pecado", no livro "Contos completos de Lima Barreto". Penguin - Companhia das Letras, 2010.


"A nossa plutocracia, como a de todos os países, perdeu a única justificação da sua existência como alta classe, mais ou menos viciosa e privilegiada, que era a de educadora das massas, propulsora do seu alevantamento moral, artístico e social. Nada sabe fazer de acordo com o país, nem inspirar que se faça. Ela copia os hábitos e opiniões uns dos outros..."
- Lima Barreto, do conto "Mágoa que rala I". no livro 'Histórias e sonhos', em "Obra reunida". vol. II. Nova Fronteira, 2018.


"Encarando a burguesia atual de todo gênero, os recursos e privilégios de que dispõe, como sendo unicamente meios de alcançar fáceis prazeres e baixas satisfações pessoais, e não se compenetrando ela de ter, para com os outros, deveres de todas as espécies, falseia a sua missão e provoca a sua morte. Não precisará de guilhotina..."
- Lima Barreto, do conto "Mágoa que rala I". no livro 'Histórias e sonhos', em"Obra reunida". vol. II. Nova Fronteira, 2018.


"Não nos lembramos que nós não nos conhecemos uns aos outros, dentro do nosso próprio país, e tudo aquilo que fica pouco adiante dos subúrbios das nossas cidades, na vaga denominação Brasil, terra de duvidosa existência, como a sua homenagem da fantástica geografia pré-colombiana."
- Lima Barreto, em carta a Assis Viana.




Lima Barreto (autoria não identificada)


OBRA LITERÁRIA DE LIMA BARRETO ONLINE - PRIMEIRAS EDIÇÕES


Em "Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin - USP" | "Literatura Brasileira - UFSC" | "Biblioteca Nacional - BN/BR"
- primeiras edições -
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barreto (romance). [editado por Antonio Maria Teixeira]. Lisboa: Livraria Clássica Editora de A. M. Teixeira e Cia, 1909.  Disponível online no link. e link. (acessado em 27.2.2021).
:: Recordações do escrivão Isaías CaminhaLima Barreto (romance)2ª ed., rev. e aumentada. Rio de Janeiro: A. de Azevedo & Costa, 1917. Disponível online no link - link e link. (acessado em 27.6.2021).
:: Triste fim de Policarpo Quaresma. e 'outros textos*'. Lima Barreto (romance). Rio de Janeiro: Typ. ‘Revista dos Tribunaes’, 1915. {*contém outros 7 textos, os contos: 'Um especialista' - 'O filho da Gabriela' - 'A Nova Califórnia' - 'O homem que sabia javanês' - 'Um e outro' - 'Miss Edith e seu tio' e 'Como o "homem" chegou'}. Disponível online no link e link. (acessado em 28.6.2021).
:: Numa e a nympha: romance da vida contemporanea. Escripto especialmente para A NoiteLima Barreto (romance). Rio de Janeiro: Officinas d'”A Noite”, 1915. Disponível online no link e link. (acessado em 28.6.2021).
:: Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá. Lima Barreto (romance). São Paulo: Edição da Revista do Brasil, 1919. Disponível online no link e link(acessado em 28.6.2021).
:: Bagatelas. Lima Barreto. (crônicas e artigos de jornal). Rio de Janeiro: Empresa de Romances Populares, 1923. Disponível online no link. (acessado em 30.6.2021).
:: Os Bruzundangas. Lima Barreto (sátiras). Rio de Janeiro: Jacintho Ribeiro dos Santos, 1922. Disponível online no link e link. (acessado em 30.6.2021).
:: Histórias e sonhos: contos. Lima Barreto (contos). Rio de Janeiro: Editora Gianlorenzo Schettino, 1920. Disponível online no link e link. (acessado em 30.6.2021).
Clara dos Anjos. Lima Barreto. Editora Mérito, 1948. Disponível no link. (acessado em 30.6.2021).
:: Floreal: Publicação bimensal de crítica e literatura. Rio de Janeiro, RJ: Tipografia Rebelo Braga, Rio de Janeiro, RJ; São Paulo, SP: Tipografia da Revista dos Tribunais, 1907. Disponível no Link. (acessado em 30.6.2021).
-----
LIMA Barreto. Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin/USP. (acessado em 30.6.2021).
LIMA Barreto. Literatura Brasileira - UFSC. (acessado em 30.6.2021).


"Nós, os brasileiros, somos como Robinsons: estamos sempre à espera do navio que nos venha buscar da ilha que um naufrágio nos atirou."
- Lima Barreto, em "Transatlantismo". Careta, Rio de Janeiro. 8 de julho de 1922.


"Portanto, meus senhores, quanto mais perfeito for esse poder de associação; quanto mais compreendermos os outros que nos parecem, à primeira vista, mais diferentes, mais intensa será a ligação entre os homens, e mais nos amaremos mutuamente, ganhando com isso a nossa inteligência, não só a coletiva como a individual. A arte, tendo o poder de transmitir sentimentos e ideias, sob a forma de sentimentos, trabalha pela união da espécie; assim trabalhando, concorre, portanto, para o seu acréscimo de inteligência e de felicidade..."  
- Lima Barreto, no artigo "O destino da literatura", no livro "Marginália: artigos e crônicas" - Lima Barreto. Brasiliense, 1956.


PAGINA DEDICA A LIMA BARRETO NO FACEBOOK  



Em “Revista Prosa, Verso e Arte” 
:: Maio (crônica). Lima Barreto. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
:: País rico (crônica). Lima Barreto. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
:: Esta minha letra… (conto). Lima Barreto. Disponível no link. (acessado em 29.6.2021).
:: Obra literária de Lima Barreto onlineDisponível no link. (acessado em 29.6.2021).


© Pesquisa, seleção, edição e organização: Elfi Kürten Fenske


© Lima Barreto / Obra em domínio público

"Ah! A Literatura ou me mata ou me dá o que peço dela." 
- Lima Barreto, do "Diário do hospício", no livro "Diário do hospício/ O cemitério dos vivos". Penguin - Companhia das Letras, 2017.
=== === ===
Trabalhos sobre a autora:
Caso, você tenha algum trabalho não citado e queira que ele seja incluído - exemplo: discos, álbuns, livros, tese, dissertação, ensaio, artigo ou outros - envie os dados para o nosso "e-mail", para que possamos incluir as referências do seu trabalho nesta pagina. 
COMO CITAR:
FENSKE, Elfi Kürten (pesquisa, seleção, edição e organização). Lima Barreto - romancista, contista e cronista da primeira República. In: Templo Cultural Delfos, setembro/2021. Disponível no link. (acessado em …/…/…).
-----------
* Pagina atualizada em:  6.9.2021
 
Página originalmente publicada em JULHO/2021.
Licença de uso: O conteúdo deste site, vedado ao seu uso comercial, poderá ser reproduzido desde que citada a fonte, excetuando os casos especificados em contrário. 
Direitos Reservados © 2021 Templo Cultural Delfos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos a visita. Deixe seu comentário!